BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 14 de março de 2015

Alienígenas causaram uma guerra nuclear em Marte, 

afirma físico

Um PhD em Física Teórica dos Plasmas afirma que a vida em Marte pode ter sido destruída em uma guerra nuclear.

Dr. John Brandenburg, formado pela Universidade da Califórnia, afirma que Marte abrigava duas civilizações diferentes de alienígenas humanóides chamadas Cydonia e Utopia.

“Dois grandes desastres aconteceram em Marte”, disse Brandenburg para o canal Vice. “Um aqui (apontando em um mapa da superfície de Marte), e, em seguida, um impacto de asteroide aconteceu aqui, e Cydonia se encontrava bem entre estes locais. Isso é intrigante. Por que tantas coisas ruins ocorreram nesta área de Marte que possui resquícios arqueológicos?”.

Essas afirmações foram feitas por volta do ano de 2011, mas o Dr. Brandenburg irá apresentar uma nova pesquisa durante o encontro da Sociedade Americana de Física (APS), que ocorrerá nas próximas semanas. Ele também vai publicar suas descobertas na revista ‘Journal of Cosmology and Astrophysics’.

Ele escreve: “A alta concentração de Xenon-129 na atmosfera, a evidência de Krypton-80 e o padrão detectado de abundância em excesso de urânio e tório na superfície de Marte, quando comparado aos meteoritos do planeta, estas leituras que foram obtidas primeiramente pelos russos e agora foram confirmadas pelo espectrômetro de raios gama da Nave Espacial Odisseia, apontam que a superfície de Marte foi aparentemente o palco de eventos radiológicos de grande escala, que criou grandes quantidades de isótopos e cobriu a superfície com uma fina camada de detritos radioativos que foram enriquecidos em certos elementos relacionados às rochas do subsolo.”

“Esse padrão de fenômenos pode ser explicado como derivado de duas grandes explosões nucleares anômalas que ocorreram em Marte no passado.”

Brandenburg também irá usar fotos tiradas pela Sonda Curiosity para sustentar suas alegações.

“Devido à grande quantidade de isótopos nucleares na atmosfera de Marte, o que se assemelha aos locais onde ocorreram testes de bombas de hidrogênio aqui na Terra, Marte pode ser um exemplo de civilização que foi dizimada por um ataque nuclear vindo do espaço”, disse ele ao Vice.

“É possível que o Paradoxo de Fermi signifique que o nosso ambiente interestelar contenha uma certa rivalidade contra civilizações jovens e ruidosas, a exemplo da nossa”, disse ele.

“Essas forças hostis poderiam ser algo como uma AI (Inteligência Artificial) alienígena, que possuem desavenças contra seres de “carne e sangue”, como ocorre no filme ‘Exterminador do Futuro’. Como também poderia se tratar de algo tristemente familiar para nós, como o Governador Tarkin de ‘Star Wars’, um estúpido burocrata humanoide, ansioso para destruir o planeta Alderann a fim de servir de exemplo para outros mundos”.




Total de visualizações de página

Página FaceBook