BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 28 de março de 2015

Câncer de mama é encontrado em múmia antiga no Egito

Câncer de mama é encontrado em múmia antiga no Egito






descoberta foi feita na necrópoles de Qubbet el-Hawa, na região egípcia de Assuão, essecâncer de mama além de ser o mais antigo já conhecido até hoje, ele mostra também a igualdade das classes socais do antigo Egito em relação a o doença. E de acordo com os pesquisadores, não houve se quer quase nenhuma mudança na doença nos últimos quatro mil anos.
Os pesquisadores das universidades espanholas de Granada e Jaén afirmam que a mulher tinha em torno dos seus 30 à 40 anos de idade, pertencendo à classe dominante de época. Isso por que, onde ela foi encontrado, é a região onde era enterrado apenas pessoas da classe dominante.
Análises mais profundas também mostram que a mulher sofria com uma grande osteoporose e que permaneceu na cama durante um ou dois anos. “O povo vivia mal, no limite da sobrevivência, mas perante a doença, seu grupo humano se ajudava até a morte”, explica o diretor do laboratório de Antropologia da Universidade de Granada, Miguel Botella.
Vários fatores levaram as pessoas a terem doenças naquela época, um deles é a contaminação da água do rio Nilo. Isso levava a sobrevivência ser a mesma para todos, independentemente da classe social à qual pertencessem. Muitas vezes as pessoas não conseguiam nem passar dos 5 anos de idade, o máximo era de pouco mais de 25 anos.






Total de visualizações de página

Página FaceBook