BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


terça-feira, 31 de março de 2015

Cientistas podem ter encontrado a causa principal da doença do Alzheimer

shutterstock_25991188




Após examinar mais de 3.500 cérebros, os cientistas finalmente podem ter achado a causa da doença que vem afetando várias pessoas pelo mundo: O Alzheimer. Uma das suspeitas dos cientistas é a proteína tau, acredita-se que ela pode está profundamente envolvida no desenvolvimento da doença.
Embora essa descoberta não significa que a proteína seja o maior fator contribuinte para a progressão da doença, já que antes se pensava que a Amiloide, outro tipo de proteína, era o ponto principal da doença do Alzheimer. A partir daí os cientistas vão se concentrar na tau ao invés da amiloide.
Como a maioria de nós devemos saber, a doença do Alzheimer, é uma doença neurodegenerativa crônica, caracterizada pela perda de tecido cerebral. Todavia, quando a proteína que citamos logo acima tem algum tipo de defeito, ela acumula-se no cérebro, causando o problema com o tecido cerebral. Vale lembrar que ainda não está 100% claro que são essas duas proteínas que causando necessariamente a doença.
Depois de investigar os 3.618 cérebro, os pesquisadores descobriram que o acúmulo de amiloide estava fortemente ligada ao declínio da cognição, no entanto, eles perceberam que no começo do declínio cognitivo tinha a presença da tau, então isso indica claramente que essa proteína está fortemente ligada a doença do Alzheimer.
“Nossos resultados destacam a necessidade de se concentrar na proteína tau”, disse o principal autor do estudo Dr. Murray.
Artigo traduzido do site IFL Science.




Total de visualizações de página

Página FaceBook