BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 25 de março de 2015

O Planeta Vênus e suas influencias


  
Os maias possuíam um grande fascínio pelos astros, para eles entender o movimento de todos os corpos celestes era entender os deuses, por este motivo a astronomia era a principal ciência entre eles. 
Entre os planetas do sistema solar Vênus era o que possuía maior destaque. Uma lenda Maia conta o surgimento deste planeta e de uma forma interessante esta mesma lenda aparece também na mitologia grega, cristã e em teorias cientificas.

Segundo a lenda Maia Vênus é nada menos do que um pedaço de Júpiter, a milhares de anos atrás um cometa se chocou com Júpiter e este teve um pedaço perdido que teria formado mais tarde o planeta Vênus. Esta teoria tem respaldo cientifico, Júpiter possui uma grande mancha vermelha que é a “cicatriz” deixada pela colisão, além disso, outras culturas revelam à mesma história dando mais credibilidade a lenda.



A mitologia grega, por exemplo, conta que Zeus (Júpiter na mitologia romana) deu origem a Atenas (Vênus), ou seja, novamente júpiter dá a luz a este novo planeta ou deus e segundo os gregos este fato fez com que o mar fervesse o que coincide com a descrição do mesmo acontecimento na mitologia cristã, pois o astrônomo Velikovsky, afirma que fenômeno foi o responsável pelas catástrofes naturais no oriente médio que deram base para a formação das pragas do Egito, de acordo com ele as pragas foram geradas pelas reações provocadas com o surgimento de Vênus, inclusive a “abertura do mar vermelho”, que na verdade seria uma seca instantânea.

Alguns pesquisadores mesoamericanos acreditam que o surgimento de Vênus deu origem a quinta era Maia que se encerará em 21 de dezembro de 2012, para o Bispo Brasseur que registrou alguns relatos Maias, o sol estava privando a terra de sua luz, então surgiu uma estrela para iluminar e dar esperança ao povo, ela foi chamada de Quetzal-cohuatl, para se vingar do feito o sol fez com que muitas pessoas morressem de fome e doenças e por causa desta catástrofe os sacerdotes retomaram os cálculos dos tempos dando início a uma nova era que começou em 3114 a.C.


Esta teoria é confirmada por Cotterell, este pesquisador acredita que neste momento o sol estava com um desequilíbrio em sua atividade, por este motivo quando o planeta Vênus surgiu teve sua orbita invertida, sendo um dos únicos planetas (Urano segue o mesmo percurso) que gira ao contrario, como se desobedecesse ao sol já que os outros sete planetas giram para o outro lado, o que fortalece ainda mais a lenda Maia.   

As coincidências não param por ai Vênus também é chamado de estrela da manhã ou estrela vesper, pois é o astro mais brilhante depois da lua no céu noturno e atinge nosso planeta com sua luz nas primeiras horas do amanhecer e entardecer como se desse inicio ao dia e a noite rivalizando novamente com o sol. 

Com toda essa história este planeta se tornou alvo de muitas mitologias e os Maias não deixaram de notar sua grandiosa importância, demonstrando uma incrível habilidade astronômica. Infelizmente não possuímos documentos e provas que confirmem todas essas teorias, mas é fato que mesmo a ciência acredita e vai ao encontro dessas lendas deixando as civilizações antigas cada vez mais repletas de mistérios.




Total de visualizações de página

Página FaceBook