BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Nosso Sistema pode ter Três Sois?

Podemos estar entre três estrelas?

Nibiru passou por nós entrou em nosso 
sistema solar em 2009 aproximadamente, e saiu dele em 2013 
pra 2014. Ele foi filmado e fotografado pro muitas pessoas, e temos imagens de satélites também. Portando tudo isso prova realmente que Nibiru de fato passou por aqui há alguns anos atras. Nibiru seria uma estrela ana marrom, que não possui muito brilho, mas que tem um magnetismos muito forte. Em sua volta ele possui algumas luas ou planetas. Se ciclo envolta do nosso sol seria de mais ou menos 3.600 anos.

Hercolubus entrou em nosso sistema solar em 2013 e atualmente em 2015 permanece aqui, ele tem sido fotografado e filmado por diversas pessoas pelo mundo, além de também ter sido filmado por satélites da própria NASA. Não se tem muita informação sobre ele, não se sabe que seria um imenso planeta ou uma estrela ana branca, mas o fato é que estamos vendo atualmente, sois duplos por todo mundo. Ele quanto esteve próximo ao sol, não emitiu luz alguma, nosso sol poderia ter ofuscado o seu brilho, em certas posições o brilho do nosso sol reflete nele, e nesse caso podemos vê-lo como um segundo sol. Quando ele passou por Saturno, ele não emitiu muito brilho, mas mesmo assim suas imagens foram feitas. Seu ciclo envolta do nosso sol seria de aproximadamente 13.000 anos, e de tempos em tempos, ele pode vir na mesma época de Nibiru. 

UM EXEMPLO DE COMO É POSSÍVEL, TER TRÊS ESTRELAS GIRANDO EM UM ÚNICO SISTEMA ESTRELAR.
==============================================

Pesquisadores descobrem sistema estelar com três sóis


Você consegue imaginar o planeta Terra com três sóis? Além de ficarmos mais iluminados, o céu ficaria com um visual bastante interessante. Apesar de essa possibilidade não existir em nosso sistema, ela existe em outros.
O nosso Sol, aliás, é um dos poucos que reina sozinho, não tem um parceiro, enquanto a maioria das estrelas trabalha em sistemas binários. Com isso, muitos planetas podem desfrutar da luz de dois sóis.
Segundo um artigo de Marissa Fessenden do Smithsonian, até esta última década, a maioria dos pesquisadores achava que os binários eram lugares improváveis para formar planetas, mas uma melhor compreensão das forças e história desses sistemas levou a rever essa avaliação. Mas e se isso fosse além e falássemos de um planeta com três sóis?
Mesmo com as novas compreensões, um planeta com três sóis parecia improvável na visão dos cientistas. Porém, essa impressão acaba de mudar, pois novas observações indicam que um sistema de três estrelas com um planeta não é apenas ficção científica.
A descoberta
De acordo com o Smithsonian, o sistema de três estrelas é bem complexo, sendo localizado na constelação de Touro. Ela abriga uma tríade estelar chamada GG Tau A, que inclui uma única estrela rodeada por um disco de gás e poeira e circundada por outras duas estrelas. Todo o sistema é adornado por um anel externo.
Além dessa descoberta, os cientistas suspeitam que ambos os anéis, interno e externo, podem dar início a planetas jovens. No anel externo, já existe uma condensação que pode ser um planeta já formado. A equipe, da Universidade de Bordeaux e do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, relatou as descobertas no periódico científico Nature.
“Imagine, por um momento, um mundo com três sóis. Sombras viriam em trios, os sóis estariam continuamente eclipsando-se, amanheceres e entardeceres seriam espetacularmente variáveis”, disse a jornalista científica Nadia Drake em sua coluna no National Geographic.
A ficção científica tem sido inspirada pela ideia de vários sóis. O Binário de Tatooine, no universo de Star Wars, é apenas o exemplo mais conhecido. Há uma diversidade de histórias que têm explorado as implicações de sistemas estelares complexos.
Mas, voltando à realidade, as novas observações significam que a busca por planetas extraterrestres está expandido para sistemas estelares triplos. Quem sabe, um dia, poderemos perguntar aos habitantes de outro planeta sobre o que é viver sob a luz de vários sóis.
FONTE(S) 
IMAGENS 
 =====================================================================
three_suns_by_gottox-d39yhsz
Nosso Sol é uma estrela solitária, mas assim como em Star Wars, não é incomum que estrelas vivam em duplas ou mesmo trios. Por isso, quando o sistema KIC 2856960 foi encontrado, não chamou a atenção. Esse pequeno sistema conta com 3 estrelas. Duas anãs circulando em volta de uma maior. Tudo bem normal até aí, mas eis que quatro anos de observação revelaram algo muito estranho: essas estrelas não poderiam existir!

Nosso conhecimento em diversas áreas não é lá essas coisas, porém, no ramo da física, a humanidade é “de outro planeta”. Nós entendemos tão bem as coisas macroscópicas (visíveis a olho nu), que somos capazes de calcular trajetórias de cometas e pousar uma nave nele a bilhões de quilômetros. Se existe uma coisa que não tem mistério no Universo, essa coisa é o movimentos dos corpos.
Por isso, a observação dessas estrelas está deixando todo mundo de “cabelo em pé”. Com quatro anos de observação, os cientistas conseguiram montar o mapa de movimento dessas três estrelas e o jeito que elas se movimentam vai contra todo o nosso conhecimento da física. O modelo atual dessas estrelas, simplesmente não poderia existir.
Para tentar descobrir o que está acontecendo, os cientistas tentaram colocar diversas variáveis e, para que o sistema funcionasse no modelo atual, teriam que haver 4 estrelas e duas delas teriam que ser tão bem sincronizadas, que torna isso praticamente impossível.
Novos estudo e mais dados continuam sendo adquiridos para tentar entender essas estrelas doidas, mas até lá o mistério persiste.

==================================================================
Achado planeta extrasolar mais próximo de nós - em Alpha Centauri


Na semana passada a notícia de que foi encontrado um planeta com caracterísiticas semelhantes a Terra, orbitando a estrela mais próxima de nós, foi de arrepiar!

Não apenas pela possibilidade de poder abrigar vida, mas também pela ficção (poder) virar realidade - em algum futuro próximo.


Encontrar estrelas com outros planetas não é tarefa fácil... 
Achar uma estrela com planetas como a Terra, é algo mais dificil ainda....

Detalhe: alpha centauri é um sistema com três estrelas! Portanto, esse planeta encontrado possui três sóis! Ao lado está uma ilustração de como pode parecer esse mundo.

Quer saber por que decidi escrever sobre isso? 

Um planeta extrasolar é aquele que orbita qualquer outra estrela que não seja o Sol. Vários planetas desses já são conhecidos, alguns deles muito parecidos com a Terra. Porém, a maioria
está muito longe de nós.

Na semana passada, a notícia de que um planeta com características semelhantes à Terra que foi encontrado orbitando a estrela mais próximo de nós chamou muito minha atenção por vários motivos que relato nesse post.  Se voce não soube dessa notícia, recomendo comecar pela leitura dela. Ai estão os links, veiculados pelo jornal Estadao, pelo portal Terra, na revista Veja e pelo portal Space.



O que chamou minha atenção
Quando as li recordei-me de um jogo de estratégia que jogava (com frequência até pouco tempo atrás...): CIVILIZATION, do visionário Cid Meier. (só para constar, sou fã da primeira versão apesar de ser dos anos 90... Ao lado tem uma imagem dela. Atualmente o jogo está na versão 7 e os gráficos são muito realistas!). O objetivo do jogo é desenvolver sua civilização num mundo habitado por outros povos, em busca da hegemonia e do controle do mundo que habita. Para sua civilização crescer e desenvolver-se, é preciso pesquisar novas tecnolgias, que vão desde a era do bronze a bomba nuclear e satélites... É possivel ainda compartilhar tecnolocias com outras civilizações atraves da diplomacia, e não apenas com a guerra como na maioria dos jogos.

Apesar de existir outros jogos mais famosos desse tipo, como Warcraft ou Simcity, esse jogo é fascinante pelas explicações (didáticas) do que significa cada aprendizado tecnológico que alcança. Aliás ele foi precursos desses tipos de jogos de civilizações e mundos... para conhecer mais sobre esse e os outros vários jogos desse tipo,  recomendo acessar o link da empresa Sidmeier (ou pelo wikipedia para conhecer os detalhes dessa história - o link em inglês está mais completo - clique aqui para ver).

A reportagem
Bem, nesse momento voce pode esta pensando que existem vários jogos assim - de fato! Porem, a relação desse jogo com essa reportagem é justamente o que acontece na última fase do jogo, quando as civilizações alcançam um nível de desenvolvento em que são capazes de construir naves espaciais! E sabe para onde eles partem? (dá para adivihar??) Justamente para a estrela mais próxima de nós - o sistema Alpha Centauri, localizado a de 4,4 anos luz daqui.
Outra coincidência da ficção que vira realidade! Meier fez um jogo como continuação de Civilization chamado "Alpha Centauri - o Futuro da Humanidade", onde humanos realmente chegaram a estrela mais próxima de nós apos (no mínimo) 20 anos de viagem. Vale a pena conhecer -clique aqui para conhecer os detalhes desse jogo.

Apesar de aparecer como um único ponto brilhante no céu, bem próximo do Cruzeiro do Sul, a estrela que classificamos com a mais brilhante (e por isso Alfa) da constelação do Centauro é na verdade um sistema  triplo: a estrela A e B, separadas por uma distância 23 vezes maior que a distância da Terra ao Sol, são um pouco maiores que o nosso Sol, e orbitam um centro em comum. A dança entre essas duas estrelas leva cerca de 80 anos para se completar uma volta (órbita).  Ha cerca de 10 anos, descobrimos que havia uma terceira estrela, bem menor, que orbitava essas duas. Foi batizada de Proxima Centauri. Abaixo está ilustração comparativa entre delas.  

Achei um post bem interessante que revela todos os detalhes dessas estrelas - clique aqui para saber mais sobre elas.

Olhando para o céu não conseguimos ver as três estrelas... por estarem muito longe de nós, apenas as percebemos como um pontinho (bem brilhante) pairando pertinho do Cruzeiro do Sul:

Ligando os pontos, é assim que vemos o centauro nessa região do céu:


(se voce ainda nao conseguiu ver o centauro, ai vai...)

Ai estão as estrelas mais visíveis dessas duas constelações. No centauro encontramos até agromerados e nebulosas, que são muito bonitos de observarem a olho nú - mas com binóculos são bem mas fácies de serem vistos...


Um planeta com três sóis!
Essa notícia, veiculada na semana passada, é importante pois é o primeiro sistema planetário registrado que possue 3 sóis! Você já se imaginou viver num mundo desse? pois veja a foto ao lado como isso se pareceria... Seria sempre quente com tanto calor irradiado por 3 estrelas diferentes!

Desde o século 19, os astrônomos especulam sobre a existência de planetas em órbita destes corpos, mas nunca foram capazes de encontrar nada - até agora.

O astro foi detectado pelos astrônomos do Observatório Europeu do Sul (ESO), com a ajuda de instrumentos instalados no Observatório de La Silla, no Chile. "Este é o primeiro planeta com massa semelhante à Terra encontrado em torno de uma estrela como o Sol. A sua órbita encontra-se muito próxima da estrela e, por isso, o planeta deve ser demasiado quente para poder ter vida tal como a conhecemos," acrescenta Stéphane Udry, astrônomo do Observatório de Genebra, e um dos coautores do artigo.
Veja no vídeo abaixo o caminho que separa a Terra do sistema estelar Alfa Centauri:





Total de visualizações de página

Página FaceBook