BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Buraco no céu é flagrado na constelação de Serpentário






O que esta escuridão em meio às estrelas poderia significar? Seria algum buraco negro? Alguma formação estelar desconhecida?

A impressionante imagem de uma área negra em meio a estrelas foi flagrada pelo telescópio do Observatório Europeu do Sul, no começo do mês, em La Silla, no Chile. Este misterioso buraco, com ausência total de estrelas, foi localizado na constelação de Sepernetário, considerado o décimo terceiro signo do zodíaco.
Ao que tudo indica, seriam nuvens moleculares escuras que bloqueiam a luz de tudo que há por trás, do nosso ponto de vista. Esta nuvem de poeira, em particular, é conhecida como LDN1774 e, como outras nuvens moleculares, é apenas alguns graus mais quente que o zero absoluto (-273,15°C da escala Celsius). Certamente ainda há muito o que descobrir sobre estas estranhas formações do Universo, mas, de acordo com os astrônomos, é a partir dessas nuvens que serão formadas as futuras gerações de estrelas.
Nas imagens acima e abaixo, você pode observar a Barnard 68, que é uma das mais famosas nuvens moleculares, muito semelhante com a LDN1774. A Barnard 68 fica a 500 anos-luz de distância da Terra. Com uso de radiação infravermelho (acima), os telescópios podem observar para além da poeira cósmica, mas não muito além disso.
Fontes:
Crédito imagem: ESO 





Total de visualizações de página

Página FaceBook