BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


terça-feira, 23 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 147- VOCÊ TEM MEDO DA ESCURIDÃO?






"É mau o que me ofereces, prova tu mesmo do teu próprio veneno" (São Bento)






Com a morte de João Paulo II - o Papa de número 264 desde o princípio da Igreja Católica - ocorrida em 04 de abril de 2005, a humanidade parece que trilhará novos e perigosos rumos.


Poucos dias após aquela ocorrência, precisamente em 19 de abril de 2005, o Conclave dos Bispos reunido no Vaticano elegeu o seu sucessor, o Cardeal alemão Joseph Ratzinger, natural de Marktl Am Inn, Baviera. Ratzinger, 78 anos de idade, assim como Karol Wojtyla (de quem era considerado o "braço direito e irmão intelectual"), tem certas semelhanças com o falecido João Paulo II - que na sua juventude na Polônia chegou a trabalhar para uma fábrica de produtos químicos destinados à produção de munições nazistas. Ratzinger, pelo fato de também ter servido ao Exército Alemão do Terceiro Reich, porém como membro da juventude hitlerista desde 1941, e em 1944 alistado na infantaria alemã (muito embora afirme ter sido obrigado a isso), foi inclusive feito prisioneiro pelos EUA durante a Segunda Guerra Mundial na ocasião em que, após ter servido em uma corporação antiaérea - cujo nome era Flak e destinada à proteção da fábrica da BMW em Munique - esteve na fronteira da Áustria coma Hungria em uma unidade especializada na construção de armadilhas contra tanques aliados! Ratzinger escolheu o cognome de Bento XVI para o seu pontificado. Ele, por sinal, é o décimo-sexto Papa a usar este cognome "Bento". Dos outros antecessores, 11 viveram durante a Idade Média, tradicionalmente considerada como "A Idade das Trevas", bem ao contrário dos dogmas da Igreja Católica que a consideram "A Idade do iluminismo". Como Cardeal, o novo Papa foi, por durante 24 anos consecutivos, Prefeito da "Congregação para a Doutrina da Fé" - órgão extremamente ortodoxo, que veio a substituir o Santo Ofício - implantado desde 1542 pelo Papa Paulo III - o mesmo órgão que, até ser oficialmente abolido em 1821, promoveu o terrível Tribunal da Inquisição que vitimou cerca de 40 mil pessoas (inclusive dentro da própria Igreja) e queimou na fogueira como bruxos ou hereges 1175 "réus". (FOTO: AP)


E tudo isso se encaixa extraordinariamente nas Profecias de São Malaquias! Malaquias, arcebispo irlandês canonizado em 1190 pelo Papa Clemente III e considerado espantosamente tão preciso nas suas profecias quanto Nostradamus, que mediante uma impressionante antevisão do futuro escreveu no ano de 1139 a lista de todos os Papas que se seguiriam APÓS o Pontificado de Celestino II. Tais profecias, atualmente sob a guarda do Museu do Vaticano, somente foram publicadas em 1595, na cidade de Veneza pelo monge Arnold de Wion. E todos aqueles que as divulgam estão automaticamente ameaçados de excomunhão pela Igreja Católica, muito embora a sua Alta Cúpula reconheça e até mesmo comente a portas fechadas a sua inexplicável precisão.


Essas incríveis profecias relatam com estonteante exatidão TODOS os Papas que seriam eleitos no futuro, até o Juízo Final. Assim, temos nela relacionados 112 Pontífices após Celestino II, sendo que Joseph Ratzinger (o atual Papa) é precisamente o de número 111 - o que, em síntese, significa que teríamos apenas mais UM antes do trágico fim da humanidade. O curioso é que Malaquias na sua lista chegou a revelar que o Papa 111 seria denominado BENTO XVI, como de fato aconteceu. E cada um dos membros dessa lista fantástica tinham um cognome, uma espécie de atributo - uma qualidade (ou defeito) que seria, digamos, a sua "marca registrada". João Paulo I (foto), o de número 109, foi nela cognominado "De Medietate Lunae" (Da Meia-lua, em Latim). De fato, seu papado durou apenas 30 dias, quando então morreu inexplicavelmente no ano de 1978. Outro fato curioso é que seu nome de batismo era Albino Luciani, o qual literalmente significa "Luz Branca".... E todas as suas breves mas importantes decisões foram tomadas em noites de MEIA-LUA! Quanto a João Paulo II, Karol Wojtyla o de número 110 nas Profecias, seu cognome segundo Malaquias era "De Laboris Solis" - "Do Trabalho do Sol" - possivelmente uma alusão "àquele que veio do Leste", além do seu profícuo e incansável trabalho em busca da paz no mundo. De fato, João Paulo II, talvez o maior de todos os Papas, foi radiante como o Sol no seu longo pontificado.


BENTO XVI, ou Joseph Ratzinger - o atual Papa de número 111 (conservador e dotado de idéias "medievais", de acordo com alguns setores moderados dentro do próprio Vaticano), segundo as Profecias de São Malaquias tem o cognome de "Gloria Olivae" - ou "Glória das Oliveiras". Espantosamente, este nome nos remete à ordem fundada por SÃO BENTO, a qual tem como símbolo.... Justamente a OLIVEIRA - o que poderia significar que o atual Papa também será um incansável trabalhador em prol da paz mundial. Mas, segundo essas Profecias, tal como o antigo Papa que usou este cognome (BENTO XV), também caracterizado como um "Papa da Paz" (pontificado entre 1914/1922), o qual apesar dos seus esforços não conseguiu evitar a deflagração da Primeira Guerra Mundial, este novo Papa não conseguirá conter a temida Terceira Guerra Mundial que, como tudo prenuncia em vista da turbulência no mundo, perigosamente se avizinha. As interpretações dessas Profecias indicam que esse conflito seria gerado possivelmente entre 2009 e 2010 pelas Nações Árabes em ataques à Europa, ao Continente Africano e até mesmo aos EUA. Nessa ocasião o Pontificado de Bento XVI seria encerrado com a sua morte, durante a guerra. Depois disso, o futuro e ÚLTIMO dos Papas - o de número 112 segundo as Profecias - será "Petrus Romanus", "Pedro, O Romano", um nome que deu origem ao Catolicismo e que também encerraria seu ciclo, uma vez que São Malaquias, precisamente aí nesse ponto, anteviu a ocorrência do Juízo Final e o fim da Igreja Católica!


GOTT MIT UNS - "Deus está Conosco", estampava a inscrição deste medalhão nazista da Segunda Guerra Mundial, O que, de acordo com inúmeros relatos históricos da época, parece que, de certa forma, "esteve" mesmo.....


....... Já que houve uma estranha simbiose entre o nazismo e a Igreja Católica naqueles tempos. Na foto (quem diria!) Adolf Hitler sai de uma Igreja Católica, ocasião em que o fotógrafo ainda aproveitou para dar um efeito "todo especial" à cena, sobrepondo a imagem da Cruz de Cristo sobre a sua cabeça.


Naquela época, Eugenio Pacelli era o Papa sob o título de Pio XII, cujo Pontificado durou de 1939 a 1958. Considerado como um diplomata brilhante, além de um astuto político, Pio XII foi anteriormente Núncio Papal na Alemanha em 1920 e, segundo consta, um dos colaboradores para a ascensão de Hitler ao poder. Durante a Guerra manteve várias reuniões no próprio Vaticano com altos oficiais nazistas e, estranhamente, as forças de ocupação alemãs na Itália não invadiram aquele pequeno país ou sequer tocaram em qualquer patrimônio do Vaticano, apesar de todas as riquezas que continha.


"DEUS ESTÁ CONOSCO", diz o título desse livro italiano que frontalmente acusa PIo XII de cumplicidade com o nazi-fascismo. E há igualmente denúncias de que Pio XII, logo após o término do conflito, teria ajudado membros do nazismo a escaparem dos tribunais, tanto no refúgio e no deslocamento para outros países, como também acolhendo-os e introduzindo-os no seio do próprio Vaticano - o que, aliás, seria um lugar perfeito para qualquer um se esconder!


Ouçamos alguns outros relatos: - "Grupos Judeus desde muito sustentam que o Vaticano oficialmente ajudou principais oficiais nazistas a voar para a América Latina e que monastérios católicos e conventos lhes deram refúgio..... A beatificação de Pio XII seria um ato moralmente inadmissível. Ele vendeu sua alma à igreja do demônio nazista" (Richard Owen, "Pope's Apology to Jews Attacked as Empty Gesture," The Times) - "Vi pessoalmente documentos nos arquivos de Buenos Aires provando que Ante Pavelic, líder fascista croata, chegou à Argentina vestido de padre e portando um certificado de salvo-conduto expedido pelo Vaticano" (Shimon Samuels). - "Enquanto a Cidade do Vaticano na sua extraterritorialidade de Roma se tornou o refúgio protetor semi-oficial para centenas de criminosos de guerra, o Departamento de Estado Norte-americano se tornou altamente interessado em muitos deles para integrar seus multivariados ramos de instalações subterrâneas, fora do controle oficial...." (The Vatican's Holocaust," 1986, Ozark Books)- "O Vaticano guardou em segurança cerca de 200 milhões de Francos Suiços saqueados dos Sérvios e Judeus pelo governo títere dos nazistas na Croácia após a Segunda Guerra Mundial, de acordo com documentos secretos recentemente revelados pelos EUA" (The Associated Press, "U.S. Memo: Vatican Held WWII Loot). - "É um absurdo acreditar que 300 mil fugitivos nazistas tivessem podido escapar para a América do Sul nos poucos U-boats que possuíam ao final da guerra, ou que eles tivessem feito isso por conta própria". (Mark Aarons & John Loftus "Unholy Trinity," St. Martin's Press). Algumas correntes católicas, no entanto, defendem ferrenhamente Pio XII negando todas essas acusações e até mesmo dizendo que ele tentara junto ao nazistas impedir a perseguição racial aos Judeus. Mas.......


...... Hitler, de fato, manteve estreitas relações com altas autoridades da Igreja Católica como, aliás, as inúmeras imagens da época não nos deixam mentir.


"Heil Hitler" - gritava em coro, fazendo a clássica saudação nazista, esse grupo de cardeais católicos durante uma solenidade realizada na Alemanha - precisamente no "Encontro da Juventude Católica", estádio Berlin-Neukolln, agosto de 1933, sob o Pontificado de Pio XI, porém, sob a batuta de um antigo e eficiente "maestro" por trás dos bastidores!


E aqui temos uma outra foto bastante explícita - e além de tudo muito sugestiva.


Nessa outra imagem, o führer cumprimentava efusivamente outros representantes da Igreja Católica, como sempre Cardeais - em outras palavras, aqueles que eram os representantes diretos do próprio Papa!


E até mesmo concedia autógrafos aos seus admiradores, como é visto nessa imagem onde uma freira aguardava ansiosamente por aquela "honraria".


Aqui, uma visão dos fornos crematórios do Terceiro Reich, nos quais os Negros, os Ciganos e Judeus (considerados pela doutrina nazista como "raças inferiores e impuras"), quando não eram sufocados e envenenados nas câmaras de gás, eram queimados muitas vezes vivos! Há inúmeras controvérsias, mas dizem que Pio XII teria apoiado e até mesmo concordado com isso!


Você tem medo da escuridão? Saiba, então, que os fantasmas que nela habitam podem por vezes voltar! O mundo conturbado de hoje nos mostra certos líderes mundiais, vestidos em roupagens quase semelhantes - expansionistas, fascinados pelas guerras e pela violência. Assim sendo, a alienação de Deus; as afrontas, os escárnios e a blásfema perversão dos sublimes ensinamentos de Cristo; o fogo e também o sangue, clamam desde muito sobre a Terra. E ao que tudo indica, em breve a inflexível Justiça Universal cobrará essa enorme dívida..... E talvez muito mais em breve do que possamos imaginar!


Contudo, o fim da nossa humanidade não se resumiria somente em uma eventual Terceira Guerra Mundial - a qual se realmente vier a ocorrer, assim como relatam todas as profecias, será a última de todas as guerras. Velhos códices maias tacitamente indicam que no ano de 2012 uma grande catástrofe destruirá nosso planeta e a nossa civilização. Há, de fato, muito embora alguns cientistas e as potências mundiais escondam, a ameaça de um grande corpo celeste que se encaminha em rota de colisão direta com o nosso mundo. E sua chegada está prevista justamente para essa época! Se até lá a Ciência não dispuser dos meios e da tecnologia necessários para interceptá-lo e explodi-lo será realmente o FIM de tudo.


Devemos, sem qualquer dúvida, temer a escuridão que celeremente se avizinha. E ainda nos resta uma outra sinistra alternativa: a presença dos alienshumanóides que desde muito estão aqui infiltrados - alguns, segundo consta, até estabelecidos em bases sob os gelos eternos da Antártida e associados a certos remanescentes do Terceiro Reich! Essas criaturas estão por aqui promovendo os seus horrendos cruzamentos genéticos, e dessa forma lentamente se adaptando ao nosso mundo - ao que tudo indica, e conforme algumas denúncias, vindo a culminar com a tomada à força do nosso planeta e a conseqüente destruição da nossa civilização através de uma verdadeira "operação limpeza" que planejariam de modo a um dia qualquer herdar a Terra!






Total de visualizações de página

Página FaceBook