BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 17 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 137- GRITANTES, GRITANTES EVIDÊNCIAS!



"Sou como um rato de laboratório. Eles têm um programa e sou parte dele, e disseram que sou sua propriedade. 


Disseram que podiam fazer o que quisessem comigo e, quando estou sob o controle deles, eles realmente fazem!" (Diana Graves - cidadã norte-americana seqüestrada pelos tripulantes dos UFOs)



INVASORES SILENCIOSOS - Eles eram perfeitas réplicas da humanidade" - diz a capa deste livro de ficção. A Realidade, porém, supera em muito a ficção.... Por mais ousada que ela seja! E quando se trata de fenomenologia ufológica, então, a coisa tende a tomar proporções fantásticas e por vezes assustadoras.


Esta nossa pequena morada tem sido, desde épocas imemoriais, o perplexo palco para a apresentação de coisas muito estranhas que, sem a menor cerimônia, percorrem a sua azulada atmosfera. Esse enorme UFO, dotado de formato inusitado e visto por centenas de testemunhas, foi fotografado no ano de 2002 sobre o território dos EUA.


O que, aliás, não é novidade alguma, uma vez que certas coisas ainda mais estranhas, e a esses misteriosos objetos celestes sempre associadas, têm percorrido o nosso solo desde milênios sem conta. E os incontestáveis registros dessa presença espalham-se em profusão por todos os países do globo. Na foto acima, a clara representação de uma entidade alienígena estampada nas rochas de Albuquerque, EUA - precisamente em Rinconada Canyon pelos seus antigos e pré-históricos habitantes. Note-se os três dedos da criatura, possivelmente um humanóide grey - algo que é a "marca registrada" desses seres. (FOTO: © Kenneth Ingham Consulting)


E mesmo nos nossos modernos tempos essas criaturas continuam por aqui, exercendo as suas obscuras atividades. Como se tudo por aqui lhes pertencesse! Não há, portanto, como negar essa espantosa realidade, pois certas fotos tomadas por assustadas testemunhas não deixem margens a quaisquer dúvidas. Um exemplo típico é visto na imagem acima......


..... Aqui mostrado em negativo para melhor visualização. Trata-se claramente de um grey!


Aztec, Novo México, EUA, 1948 - um ano, portanto, depois do famoso Caso Roswell. Outro UFO se acidenta no deserto, matando dessa vez 16 criaturas humanóides cujos corpos foram recolhidos pelo Governo dos EUA. Nessa foto, vemos em meio aos destroços da nave, o corpo carbonizado de uma daquelas criaturas.


Essa outra imagem "proibida" da época em questão, nos mostraria no tanque criogênico, localizado em uma fortificação secreta americana, o cadáver de um dos alienígenas resgatados no acidente em Aztec.


E por falar em "fotos proibidas", que tal ESTA? Tomada no distante ano de 1954, vemos altos oficiais norte-americano em uma espécie de "reunião" com uma bizarra criatura alienígena - possivelmente do tipo reptiliano. Certamente diz respeito ao tal acordo que, segundo denúncias, foi celebrado entre os EUA e essas entidades e através do qual, em troca do fornecimento PARCIAL (é claro) de tecnologia alienígena, foi a elas permitido que aqui se estabelecessem com as suas bases subterrâneas e submarinas - incluindo, outrossim, a permissão para que seqüestrassem seres humanos para os seus famigerados "estudos científicos". Evidentemente, e como devemos esperar, os setores diretamente envolvidos vão logo dizer que esta foto se trata de "uma simples montagem","fraude", ou coisa semelhante.


Reveja a "coisa" em maior aproximação e também em negativo. E você, concordaria conosco que para se tratar de "uma simples montagem" ela é muito, mas muito bem feita mesmo? E o que dizer dos diversos ex-militares e ex-cientistas dos EUA - como também diversos ex-agentes dos seus próprios órgãos de informações e segurança - que, horrorizados, literalmente "deram com as línguas nos dentes" denunciando publicamente a barbaridade que foi o tal "acordo", o qual literalmente "vendeu" a raça humana a essas abjetas criaturas - e cuja conseqüências futuras poderão ser, de fato, imprevisíveis?


Porém, tudo faz sentido. A foto da tal "reunião" foi tomada em 1954 e essa lamentavelmente trágica história começa precisamente um ano antes, em 1953, quando diversos observatórios astronômicos rastrearam na nossa órbita equatorial vários e gigantescos objetos que pareciam inteligentemente controlados! Suspeitando tratar-se de espaçonaves alienígenas, o que mais tarde seria efetivamente COMPROVADO, os órgãos de inteligência norte-americanos estabeleceram o chamado Projeto PLATO - destinado especificamente a estabelecer os primeiros contatos com os visitantes. Ocorreu então o famoso pouso da espaçonave tripulada pelos alienígenas cinzentos e dotados de longos narizes (reveja a foto anterior), precisamente na Base Aérea de Holloman, principiando neste ponto as negociações para a celebração do famigerado acordo - o qual foi devidamente selado com a presença do próprio presidente dos EUA, Eisenhower (foto) quando por ocasião do segundo pouso, dessa feita na Base Aérea de Edwards algum tempo depois. Repentinamente, contudo, outras naves diferentes das tripuladas por aqueles primeiros alienígenas, pousaram à força em demais unidades militares norte-americanas e os seus tripulantes - não humanóides como os outros, mas descritos como de aparência HUMANA e bastante semelhantes a nós em alguns aspectos - (especificados nos documentos secretos como "OS ALTOS", não se sabendo se em referência às suas estaturas ou à grande evolução espiritual), advertiram quanto à potencial periculosidade dos intrusos, bem como quanto aos riscos que a humanidade terrestre correria se acaso insistisse em com os outros manter negociações ou intercâmbios de qualquer espécie! Esses seres, dotados de grande benevolência e que emanavam uma grande sabedoria, disseram-se os verdadeiros guardiães e PRECEPTORES da raça humana da Terra, e apresentaram ao Governo dos EUA uma contraproposta que evidentemente não foi aceita: se fossem abandonadas as corridas armamentistas, eliminando-se assim as armas nucleares e outros artefatos bélicos mortais; se também cessassem as guerras e outras espoliações econômicas; eles poderiam nos ajudar imensamente. Não através de armas ou tecnologias bélicas mas, sim, através do desenvolvimento espiritual, do controle da poluição e das doenças, bem como da extinção de muitas outras mazelas que ainda hoje afligem a nossa humanidade. Perdendo assim, talvez, uma das maiores oportunidades da história trágica da Terra, os americanos preferiram obter vantagens "mais concretas" e partiram para a implantação prática dos termos do tal acordo - estabelecido com "Sua Alteza Imperial KRLL" (era assim que a arrogante coisa, possivelmente a que mostramos, exigia que fosse tratada) e os seus repugnantes companheiros. E, voltamos a repetir, não estamos inventando nada: tudo isso faz parte de inúmeras denúncias de pessoas altamente credenciadas, as quais inclusive colocaram suas vidas em risco ao formulá-las!


Barbaridades começaram então a surgir - dentre outras tantas, que incluem além dos seqüestros manipulações genéticas, mutilações e mortes, por exemplo ISTO que você vê na foto: as mãos enluvadas de um cirurgião extraem de uma vítima das chamadas abduções pelos UFOs um implante que - tal como fazemos com os pobres animais de laboratório - literalmente as "marcam".... Além de tudo perversamente controlando-as mental e fisicamente, virtualmente tornando-as seus escravos. (FOTO: © Frank Khoury/ufo-quest.com)


Aqui, vemos o implante alienígena depois de cirurgicamente retirado. Dependendo do local onde são colocados, a vítima pode até morrer durante a operação. Lamentavelmente, aliás, já houve vários casos nesse sentido. (FOTO: © Frank Khoury/ufo-quest.com)


Este é o Dr. Robert Leir - um nome que deve ser lembrado - renomado médico e cientista norte-americano, atualmente considerado uma das maiores autoridades mundiais no estudo e acompanhamento dos casos de abduções, experiências genéticas e implantes alienígenas - também um especialista na remoção de tais famigerados implantes. Tornou-se um estudioso dos UFOs desde que seu pai, uma testemunha ocular, lhe revelou os detalhes do acidente com o UFO em Roswell, ocorrido em 1947. Mais tarde, foi Consultor Médico da MUFON (conceituada organização de pesquisa Ufológica). Não tem mesmo como se contestar: um homem desse quilate jamais poderia estar brincando, ou mesmo perdendo seu tempo com coisas que não fossem realmente sérias.


Sim, o assunto é extremamente sério! Rússia, 1969. Nesse particular, será sempre bom recordar que, tal como em Aztec, um UFO sofreu um acidente qualquer e, descontrolado, embateu-se contra o solo. Aqui, apenas um cadáver humanóide foi recolhido. Note-se os estranhos símbolos estampados na base da nave. (FOTO: © TNT)


O local desse acidente, em Sverdlovsky, foi imediatamente cercado pelas fortemente armadas tropas do Exército Soviético, tendo sido o UFO e o cadáver do seu tripulante imediatamente confiscados e levados para instalações secretas da KGB - Órgão de Segurança Governamental da URSS, por sinal o autor dessas imagens consideradas ultra-secretas, as quais somente vieram à luz após a extinção da URSS. (FOTO: © TNT)


Nessa imagem, também tomada pela extinta KGB e que não nos custa nada rever, a criatura humanóide que tripulava o UFO é submetida a exames de necropsia pelos médicos legistas do Governo Russo. Note-se a sua reduzida estatura.


Todavia, coisas bem mais estranhas do que os UFOs e seus aliens também nos chegam do céu. Aqui, mais uma recordação do estranho Caso Kecksburg - localidade situada a cerca de 40 milhas de Pittsburg, EUA. A ilustração acima nos mostra novos detalhes do curioso objeto que se embateu contra o solo. Não se tratava propriamente de um UFO, mas, sim, de uma espécie de sonda espacial alienígena - tal como as que mandamos para explorar outros corpos celestes no Universo. E assim como as nossas sondas, o enorme e misterioso objeto estava repleto de caracteres e sinais, elaborados em um alfabeto inteiramente desconhecido!


Naquela noite, quase toda a população daquela localidade foi testemunha de uma luz muito brilhante que cruzava o céu em alta velocidade. Poucos momentos depois, uma espessa nuvem azulada surgiu no local da queda do objeto, em meio a um arvoredo, atraindo para lá dezenas de pessoas - populares, policiais, repórteres e - evidentemente - logo a seguir, militares fortemente armados do Exército e da Força Aérea Americana. Estes espantaram os curiosos (não sem antes um popular obter a foto acima) isolando a área e começando a investigar. Centenas de pessoas, "gentilmente convidadas a se afastarem sob a mira de armas" pelos soldados (que tinham ordens expressas de atirar contra os civis caso insistissem em permanecer ali), ao se deslocaram para um local mais alto e afastado observaram o trabalho dos militares e também viram quando o misterioso objeto foi colocado em uma pesado caminhão, logo depois coberto com uma espessa lona e levado sob forte escolta - em alta velocidade para local ignorado. O que era, e o continha o seu interior? Ninguém o sabe!


Coisas bizarras - muito bizarras de fato, e além de tudo vindas sabe-se lá de onde - estão bem ao nosso lado sem que nos apercebamos. 1964, Templeton, EUA. Um pai fotografa a sua linda filhinha, tendo ao fundo como paisagem um belo e azulado céu. Quando a KODAK efetuou a revelação da película, eis o que surgia por trás da criança! Foi constatado que não se tratou de uma montagem ou sequer defeito do filme. A foto é absolutamente autêntica! O Ser, vestido em um uniforme tipicamente de astronauta e dotado de tipologia humana, era invisível aos olhos tendo sido, porém, captado pelas lentes da câmera e registrado pela sensibilidade do filme! Não é mesmo surpreendente?


Gritantes evidências! Mas o avestruz é um animal realmente muito curioso. Ele enfia a sua cabeça na terra, deixando o seu volumoso e bem espalhafatoso "traseiro" de fora e, assim tentando se esconder, "desliga" do mundo exterior - como se ninguém o estivesse vendo! Pois é, essa bizarra "técnica" também se aplica a certas coisas e situações que acontecem neste nosso pequeno mundo. Na foto acima, dotada de uma sutileza ímpar e gentilmente enviada por um dos nossos visitante, vemos em uma rodovia norte-americana um aviso oficial de sinalização que estampa dois nítidos UFOs sobre um bovino. Mas, COMO - se, dizem eles, "Os UFOs não existem"? Uma advertência que não deixa de ser hilariante mas que bem pode ter um duplo, ou quem sabe triplo sentido: "animais na pista", ou então "área em que os rebanhos são seqüestrados pelos tripulantes dos UFOs". Por outro lado, até que pode ser uma advertência velada para o seres humanos que, assim como os pobres animais, também costumam ser caçados por certos tripulantes dos UFOs. Em qual dessas situações você apostaria?







Total de visualizações de página

Página FaceBook