BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quinta-feira, 25 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 150- AS ESTRANHAS DIMENSÕES DO ESPAÇO/TEMPO



"Posso contar as areias, posso medir o oceano. Tenho ouvidos para o silêncio e compreendo o significado da linguagem dos mudos. 
Há brasas nos vasos de baixo, e há brasas naquilo que os cobre acima" (Oráculo de Delfos)






Afinal de contas, o quê é realmente o tempo? Mera criação nossa para fins de medidas, ele seria apenas uma linha reta onde não existe o passado e tampouco o futuro - na qual se desenrolam os acontecimentos para o espectador apenas pelo período em que nela estiver presente. Nesse particular, a sempre extensa literatura do Realismo Fantástico registra alguns estonteantes fenômenos, absolutamente insólitos e além de tudo inexplicáveis. Durante nada menos que dez dias consecutivos, um jovem morador em Cincinnati, de 23 anos de idade e chamado David Booth, foi atormentado por um horrível pesadelo: primeiramente os fortes sons de um potente motor falhando. Logo a seguir, uma aeronave de passageiros, claramente um DC-10 da American Airlines, rolava no ar e explodia no solo em meio a um inferno de chamas vermelhas. - "Não havia dúvidas para mim de que algo iria acontecer. Não era como um sonho. Era como se eu estivesse em pé assistindo tudo, assim como assisto a um televisor", declarou ele. Atormentado por isso, em 22 de maio de 1979, David telefonou para a Federal Aviation Administration (FAA), órgão de controle governamental, assim como para o Aeroporto Internacional de Cincinnati e a própria American Airlines, alertando quanto à sua premonição. Claro que não foi levado a sério. Porém, alguns dias após, precisamente em 26 de maio, um enorme DC-10, exatamente da American Airlines como nos pesadelos do jovem, sofreu uma ruptura na sua estrutura em pleno ar, vindo a espatifar-se contra o solo no Aeroporto Internacional de O'Hare, Chicago, matando 217 pessoas naquela que foi considerada a maior tragédia aérea dos EUA! A foto acima foi tomada por uma pessoa que estava no local momentos antes do horrível acidente, na exata ocasião em que a parte traseira da fuselagem se dobrava, fazendo o enorme DC-10 rodopiar no ar e, logo a seguir, cair e explodir em meio a uma colossal e apavorante bola de fogo avermelhada!


Podemos avançar ou recuar no tempo? Para a ainda desconhecida mente humana e as suas infinitas possibilidades latentes, tudo é mesmo possível. Os fenômenos premonitórios, e outros tais como a clarividência e a clariaudiência, não mais são ridicularizados pelos céticos como meras charlatanices, porém realidades incontestáveis e objetos dos mais sérios e profundos estudos científicos. Contudo, uma possibilidade ainda maior e ainda mais fascinante se faz presente: as viagens físicas através do tempo - transportes de vetores tripulados nas direções do passado e do futuro! Hoje, nos primórdios do Século XXI, o muito promissor Terceiro Milênio, a Ciência e a Física de Vanguarda já trabalham arduamente nesse ousado projeto, o qual, mais dia menos dia, poderá ser definitivamente controlado e implantado. Contudo, sabe-se que qualquer civilização mais evoluída e tecnologicamente avançada forçosamente virá a desfrutar dessa tecnologia, a qual de certa forma está intimamente relacionada com o espaço sideral. Os misteriosos UFOS, alguns deles em especial, bem que poderiam ser fantásticos vetores para a locomoção não somente através do espaço, como também dos meandros do tempo.


Existem certas correntes que acreditam ser alguns UFOs provenientes da própria Terra, tripulados por humanos originários de civilizações nossas sucessoras e situadas alguns milênios à nossa frente. É bastante possível. Trata-se mesmo de uma hipótese que não pode deixar de ser devidamente considerada! Isso explicaria o fato de algumas dessas naves se materializarem e desmaterializarem na nossa atmosfera, bem como as inquietantes observações silenciosas que desenvolvem nos céus - sempre presentes onde ocorrem alguns eventos históricos mais marcantes.... Como se os seus desconhecidos tripulantes voltassem no tempo para observar e registrar in loco a história do seu remoto passado! O que, aliás, é algo que até parece bastante evidente. E tão logo consigamos desenvolver plenamente essa tecnologia não será EXATAMENTE ISSO o que os nossos cientistas farão? Por outro lado, certos tipos de tripulantes de UFOs bastante "humanos", muito semelhantes a nós, têm sido relatados pelas poucas testemunhas com as quais mantiveram esporádicos e raríssimos contatos. Pode ser que sejam (figurativamente, é claro) representantes da raça de "Adão e Eva" - isto é, os nossos verdadeiros ancestrais E NÃO os primatas - como também podem mesmo se tratar de VIAJANTES DO TEMPO. É muito sugestivo: eles nunca dizem de onde vêm ou o quê exatamente querem; parecem usar uniformes (vide ilustração); são altos, belos e bem proporcionados e transmitem ainda uma espécie de energia muito benéfica e positiva.


Porém, como toda moeda tem os seus dois lados, não se pode dizer o mesmo em relação a certas outras criaturas humanóides as quais tripulam alguns tipos de UFOs. Estes, os famigerados "greys", ou "cinzas", podem ser tecnologicamente evoluídos, porém espiritualmente nulos e decaídos, além de insensíveis e brutais. Este é lamentavelmente o tipo de tripulante de UFOs mais hostil e perigoso, além de ser o mais constantemente presente não só na nossa atmosfera, como ainda no nosso solo e também no subsolo, onde a sua malévola raça mantém inúmeras bases secretas.


E, ao que tudo indica, essa raça (bem como as suas variações genéticas) esteve presente através dos tempos no nosso mundo, uma vez que as suas estranhas múmias de fato acompanham a nossa História e têm sido encontradas junto às ruínas das mais antigas civilizações conhecidas. Na foto acima, uma delas encontrada no Egito. Óbvio que sempre irão negar essa evidência mas, quanto a essa daí, até que nos provem o contrário é mesmo a face de um alien!


UFOs - quer sejam alienígenas ou avançados vetores das viagens através do tempo - eles sempre estiveram mesmo muito atuantes nos nossos céus. E os mais antigos registros não deixam margens a quaisquer dúvidas! A velha ilustração acima, uma pintura japonesa originária do ano 900 da nossa Era, mostra claramente um UFO (ao que parece se materializando em meio a uma "nuvem") bem diante dos olhares curiosos e estupefatos das testemunhas.


Eles estão mesmo por aqui. E essa raça mais atuante torna-se também a mais perigosa pelo fato de produzir seqüestros, mutilações, mortes e ferimentos, além das sinistras experiências genéticas que, à força e brutalmente, usam as nossas mulheres como cobaias para reprodução de horrendas criaturas híbridas, mediante avançados procedimentos de inseminações artificiais. A foto acima é supostamente tida como o cadáver de uma fêmea "grey", sob custódia na famosa instalação governamental secreta norte-americana denominada Área-51. Essas criaturas dizem às mulheres seqüestradas para fins dessas experiências que, devido a um "acidente" (que não revelam QUAL), as suas fêmeas se tornaram estéreis e dessa forma eles não mais podem se reproduzir. Por isso, usam as nossas mulheres para que (grifos nossos) - "A SEMENTE DO HOMEM NÃO SE PERCA". E não é mesmo muito sutil essa afirmação? Falam como se fossem, "homens", seres da nossa própria espécie! Sabe-se que os exames de necropsia realizados pelas grandes potências nos corpos dessas criaturas revelam que as suas peles são como que couraças escamosas, resultantes de intensa exposição à RADIOATIVIDADE! Nesse ponto deparamo-nos com outra estonteante suspeita: quem sabe não seriam esses seres aquilo que virá a sobrar da nossa tresloucada espécie - degenerados e mutantes descendentes - após o "acidente" de uma conflagração nuclear generalizada, os quais, vindos do NOSSO próprio futuro nos seus UFOs, voltariam ao passado para preservar a semente DELES, que afinal de contas, seria a MESMA NOSSA?!!


O certo é que, apesar dos céticos, dos debochados, dos despeitados e também dos mal intencionados que ridicularizam o assunto, os UFOs existem mesmo. O grande erro consiste no fato de aqueles que SABEM vergonhosamente esconder do grande público essa gritante realidade, não querendo (principalmente) admitir que existem seres e tecnologias muito à frente das suas "carroças" e das suas demais parafernálias bélicas tecnológicas com as quais intimidam o mundo. É, pois, preciso acabar com essa hipocrisia que já não mais consegue convencer ninguém dotado de inteligência e assumir novas atitudes. Na foto acima, você vê um corajoso exemplo: uma bastante explícita sinalização rodoviária oficial na Austrália, indicando que naquela área existem avestruzes selvagens cruzando a pista e, por sua vez,..... UFOs cruzando os céus!


"Ora -, poderiam argumentar alguns descrentes- é apenas uma sinalização de "lombadas" ou elevações na via". NÃO É NÃO! Essa outra placa de sinalização oficial é muito mais explícita do que a outra. Indica que naquela área existe o perigo de abdução dos seres humanos pelos UFOS!


As chamadas abduções, ou seqüestros, são, de fato, uma cruel realidade que nos assombra há bastante tempo. As mais antigas crônicas e as velhas notícias atestam isso. Quase sempre um potente facho luminoso advindo de um UFO literalmente "suga" as pessoas para o seu interior. Algumas nunca mais retornam! Existem alguns antigos, porém sugestivos exemplos: em novembro de 1876, um jovem de 16 anos, Charles Ashmore, residente em Quincy, illinois, EUA, saiu da sua casa para buscar água no poço do quintal. Nunca mais voltou. Os seus familiares encontraram as suas pegadas ainda frescas na neve, porém ela paravam em um ponto estático - como se o rapaz tivesse desaparecido em pleno ar. Oliver Larch, 11 anos, residente em South Bend, Indiana, também nos EUA, em 1909, saiu para o quintal e repentinamente gritou: - "Socorro! Socorro! Eles me pegaram!". Outro que literalmente sumiu. Suas pegadas da mesma forma terminavam abruptamente no solo! Existem, todavia, alguns outros estranhos casos nos quais as pessoas somem em pleno ar, como que se evaporassem, e isso na frente de várias testemunhas! David Lang, fazendeiro do Tennessee, em 23 de setembro de 1880 cruzava um campo quando, diante da própria esposa e de alguns visitantes do seu rancho, a sua imagem foi lentamente sumindo e ele nunca mais voltou! O mesmo aconteceu com Orion Williamson, do Alabama, em julho de 1854. Também na frente da esposa, uma espécie de nuvem que veio do nada o envolveu, levando-o para sempre. Isaac Martin, de Salem, Virginia, teve a mesma desdita em abril de 1885. A nossa Terra tem, realmente, alguns pontos de conjunção de forças desconhecidas onde, de vez em quando, verdadeiros "portais" dimensionais se abrem, levando para o seu interior, um limbo desconhecido (quem sabe para outro tempo, ou para uma outra dimensão) quem quer que desafortunadamente esteja no lugar errado e na hora errada.


"EVEREST, A ZONA DA MORTE" - diz o título deste DVD. De fato, a montanha mais alta do mundo parece conter uma espécie de maldição que desafia (e ao mesmo tempo liquida) alguns dos mais ousados alpinistas que tentam atingir o seu cume - somente conquistado em 1953. Muitos cadáveres são encontrados nas suas perigosas trilhas (foto), contudo alguns outros aventureiros por lá inexplicavelmente desapareceram sem deixar quaisquer traços. Um caso, porém, muito elucidativo, teve diversas testemunhas. Os alpinistas George Leigh-Mallory e Andrew C. Irvine teriam sido os primeiros em 8 de junho de 1924 a atingir o elevado cume não fosse um fato inusitado: quando estavam quase lá no alto, as equipes de suporte que acompanhavam tudo através de seus potentes binóculos assistiram horrorizadas quando uma espécie de nuvem muito diáfana os cercou fazendo-os desaparecer para sempre! As extensas buscas efetuadas jamais encontraram seus corpos! Para onde teriam sido levados? (FOTO da direita © National Geographic)


Esta é a ilha Eilean Mor, situada na costa oeste da Escócia, a 40 milhas das Hébridas. Repare que, bem lá no alto, existe um farol no qual ninguém deseja trabalhar como zelador. Repare, também, que essa estranha ilha lembra o formato de um gigantesco monumento originário do passado desconhecido e muito semelhante a tantos outros espalhados pelo mundo: um gigante deitado! Dizem que tal "escultura" seria um vestígio da perdida Atlântida. Pode ser, tudo é mesmo possível. Mas, por que exatamente ninguém deseja trabalhar ali, tendo sido por isso mesmo o farol automatizado em 1971?.....


.... Primeiramente, veja o farol por um outro ângulo, através do qual podemos constatar que essa parte da misteriosa ilha se assemelha a um pé, ou quem sabe uma gigantesca garra! Foi no mês de dezembro do distante ano de 1900 que algo muito estranho ocorreu ali: por 11 dias seguidos o farol deixou de operar. O navio de suprimentos Hesperus foi mandado ao local para averiguar e, para total surpresa dos seus tripulantes, os três zeladores do farol simplesmente tinham desaparecido sem deixar quaisquer traços! Extensas buscas foram efetuadas em todos os cantos da ilha e no mar.... E nada! No interior do alojamento tudo estava em ordem e sem quaisquer sinais de desordens ou violências. Mesa posta para refeições, utensílios, ferramentas, suprimentos, roupas e assim por diante - tudo na mais perfeita ordem. Apenas um livro de ocorrências relatava, além de "fatos estranhos" que jamais foram divulgados, uma espécie de violenta perturbação atmosférica localizada, unicamente POR SOBRE a ilha. E nunca mais se ouviu falar, jamais foram encontrados os três zeladores do farol maldito de Eilean Mor.... Como se os três homens simplesmente tivessem se evaporado! (FOTO: © Northern Lighthouse Board)


"DEZ VÓRTICES VILÕES AO REDOR DA TERRA". Na verdade são DOZE os assim chamados "Cemitérios do Diabo", como também e certamente muitos outros ainda não mensurados. Sim, a nossa Terra tem seus pontos "malditos", verdadeiros "triângulos da morte" e "portais" para o desconhecido - por sinal muitos já devidamente mapeados pelos cientistas. Nessas zonas onde impera o fantástico, desaparecem sem deixar traços os navios, os aviões e.... Os seres humanos. Note-se que no litoral do Rio de Janeiro (precisamente atingindo a misteriosa Pedra da Gávea e a sua extensão oeste) existe um deles.


Essa ilustração nos mostra como era o Mary Celeste, protagonista de um dos maiores mistérios do mar. Em 4 de dezembro de 1872 a embarcação foi encontrada à deriva a leste dos Açores - área onde igualmente estariam situados alguns restos submersos da perdida Atlântida, como também notável pela insistente presença dos UFOs nas redondezas. Sua tripulação, composta pelo Cap. Benjamim Briggs, sua esposa Sarah, a filha de dois anos Sophia, e mais sete membros da tripulação simplesmente tinham desaparecido! Uma equipe de abordagem do navio Dei Gratias, responsável pela descoberta daquele barco à deriva, subiu a bordo. Lá dentro, somente um sepulcral silêncio. Tudo também em perfeita ordem e sem nada que indicasse uma avaria ou sequer um repentino abandono do navio. E por mais estranho que pareça, o chá, colocado por sobre uma mesa, ainda estava aquecido e pronto para ser tomado, ao passo que os alimentos do café da manhã ainda estavam no fogo! Seja lá o que tenha acontecido, alguma coisa muito além da nossa compreensão levou para sempre aquelas dez pessoas!


E mais recentemente, o Joyita, que deixou Samoa em outubro de 1955, foi encontrado, cerca de um mês depois, também à deriva e a 250 milhas mais adiante. Toda a sua tripulação - o Capitão Dusty Miller, pessoal de bordo e passageiros - também desaparecera sem deixar quaisquer vestígios e sem quaisquer explicações plausíveis. Foi constatado que uma força muito poderosa e desconhecida, vinda sabe-se lá de onde, afetara o funcionamento dos motores, além de inexplicavelmente paralisar e inutilizar todo o sistema de comunicação do barco! Algo que seria uma poderosa interferência eletromagnética. Em outras palavras, um sintoma típico, bem característico dos ataques de UFOs!


Sim, as misteriosas portas do tempo por vezes se abrem, levando e trazendo gente! E alguns misteriosos personagens, tanto do passado quanto alguns outros que repentinamente surgem na nossa própria época, nos devem dar realmente o que pensar. Na foto, você vê o "Piano Man", ou "Homem do Piano". Ele apareceu, sem mais nem menos, em abril de 2005 vagando a esmo pelas ruas de Sheerness, Kent, Inglaterra. Magro, alto, aparentemente desmemoriado,"Piano man" não fala uma palavra sequer. Apenas e tão-somente, no hospital para onde foi levado, quando solicitaram o seu nome pediu através de gestos um lápis e a seguir desenhou perfeitamente um piano de cauda, daí a sua curiosa alcunha.....


.... Eis o desenho de sua autoria. E quando o colocaram diante de um piano, o estranho personagem revelou-se um gênio do teclado, executando com extrema maestria e sem quaisquer partituras à sua frente inúmeras obras dos mais renomados compositores da música clássica, tocando horas a fio e sem parar. Um gênio, um raro virtuose, semelhante a Chopin, Beethoven e outros. Sem qualquer dúvida, um Q.I. extraordinariamente acima do normal! E, convenhamos, até que ele não desenha muito bem para uma pessoa desmemoriada? E não há qualquer identificação a seu respeito, tendo alguns setores do mundo da música sugerido que se tratasse de algum artista desaparecido, o que os levou a confrontar a sua foto com a relação dos músicos sumidos, sempre resultando negativamente. "Piano Man", ou seja lá qual for o seu verdadeiro nome, está confinado do unidade de saúde mental do Hospital de Kent, uma vez os médicos consideram que ele possivelmente tenha sofrido um "grande trauma". Até mesmo abduções por UFOs, com as sempre usuais lavagens cerebrais praticadas pelos aliens, já foram alvo das muitas especulações para tentar explicar o seu estranho caso.


Estranho mesmo, não? Tudo isso forçosamente nos remete ao outro bizarro caso (mostrado na nossa página anterior) no qual um cidadão que se diz "viajante do tempo" foi capturado pelo FBI em janeiro de 2005 após ter ganhado - de um só golpe, inexplicavelmente e contrariado assim todas as probabilidades - muitos milhões de Dólares em especulações muito precisas na Bolsa de Valores de Nova Iorque. E, de nossa parte, seria sempre bom colocar a imagem do tal muito suspeito "Piano Man" no negativo. Não custa nada, não é mesmo? Quem sabe descobrimos algo sutil na sua aparência, os estranhos olhos por exemplo? Já o "National Missing Persons Helpline" ("Ajuda Telefônica do Serviço Nacional de Pessoas Desaparecidas") vem apelando desesperadamente para que alguém possa identificar esse outro bizarro homem, porém sem qualquer sucesso. Estranhamente não há pistas físicas sobre ele, nem mesmo havia quaisquer etiquetas nas suas elegantes roupas. "Piano man" apenas toca piano, não emite qualquer som, simplesmente não fala. Ou será que não faz por mera conveniência - simplesmente para não ter que explicar QUEM verdadeiramente é; a sua origem; ou COMO exatamente chegou a este nosso conturbado tempo do Século XXI?






Total de visualizações de página

Página FaceBook