BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


domingo, 7 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 117- OS PORTAIS MISTERIOSOS DO CÉU






"Pedra na pedra, o homem onde estava? Ar dentro do ar, o homem onde estava? Tempo no tempo, o homem onde estava?" (Pablo Neruda - Canto Geral)



Machu Picchu, a cidade sagrada dos Andes, com as suas monumentais e além de tudo assombrosas ruínas, que muito embora a ela oficialmente sejam atribuídas, verdadeiramente antedatam em muito à civilização Inca. Cidade que, segundo as velhas tradições, foi a "Moradia dos Deuses", ainda não totalmente explorada e guardando ainda muitos dos seus intrigantes enigmas. Na foto cima, você vê apenas um deles: sob um novo ângulo, o colossal rosto de um desconhecido personagem - voltado para o céu e inteiramente moldado na cadeia montanhosa que a cerca! Esta foto teria sido trabalhada por uma indústria de café, de modo a promover a propaganda do seu produto. Contudo, o perfil de um rosto existe realmente na montanha principal de Machu Picchu.


Trabalhado ou não, deseja vê-lo melhor? Vamos então rotacionar a mesma imagem e ainda colocá-la em negativo, à direita, para melhor visualização. Como, e mediante quais técnicas - teoricamente inexistentes na remotíssima antigüidade - poderia ter sido feita uma coisa dessas? E a nossa moderna Engenharia, ainda hoje e mesmo dispondo de todos os seus avançados recursos, seria capaz de fazer algo semelhante? Contudo, o mistério maior de Machu Picchu (UFOs que constantemente a sobrevoam à parte) será talvez a existência de um dos vários "Stargates" espalhados pelo mundo - portais dimensionais ou eventualmente físicos que conduzem a outras dimensões, ou quem sabe aos chamados mundos subterrâneos, interligados por uma vasta rede de túneis no subsolo de TODO o nosso planeta - e segundo as mais antigas Tradições habitados por raças desconhecidas e muito antigas, as quais ainda hoje os nativos as consideram como "deuses"!


Raças desconhecidas e muito antigas que deixaram as suas marcas, em locais, digamos, muito "especiais" e onde por certo estão (e um dia qualquer forçosamente serão encontradas) as chaves de uma ciência muito evoluída e aqui chegada "de fora" - em tempos imemoriais e esquecidos, provavelmente de outros mundos do espaço sideral! Na foto, pirâmides e portentosas construções situadas no México e oficialmente atribuídas aos Maias.


Não só nos monumentos arqueológicos desconhecidos que em todos os quadrantes do nosso mundo marcam esses lugares "especiais", há, igualmente, outros tipos de "sinais" espalhados por todos os recantos da Terra e que trazem uma mensagem ainda não decifrada - e além de tudo intimamente relacionada a essas portas, ou portais, para o desconhecido! Este curioso Crop Circle, surgido na Inglaterra em 1997, é interpretado pelos pesquisadores do fenômeno como sendo a representação de um "Stargate" - possivelmente situado no espaço sideral.


Há, precisamente nessa incomensurável vastidão do espaços sideral, certas regiões enigmáticas que já começam a despertar a atenção dos astrônomos e principalmente dos físicos de vanguarda. Notadamente pelas suas inusitadas características que de maneira muito provável os constituam como verdadeiros "Stargates", ou portais que permitem cruzar os desconhecidos meandros do tempo e do próprio espaço..... E por onde muito mais possivelmente se locomovam os misteriosos UFOs, encurtando assim as enormes distâncias do Universo! Na foto acima você vê um desses supostos portais, batizado pelos astrônomos como "O Olho de Deus". No seu negativo, à direita, podemos observar, bem ao centro, o seu núcleo, ou quem sabe uma espécie de túnel! Cientificamente, podemos dizer que "Stargates" são portais que conduzem de uma dimensão para outra - alinhamentos de uma poderosa energia interdimensional etérica situados entre dois pontos do espaço interestelar, os quais permitem que as suas altas energias vibracionais favoreçam não só cruzar as longas distâncias do espaço sideral, como também as enigmáticas nuances do "continuum espaço-tempo".


Profundos mistérios espreitam, rondam e permeiam este nosso pequeno planeta. Sabe-se que na Terra existem, já devidamente mapeados e identificados, nada menos que 12 desses portais - ou portas induzidas - através das quais se locomoveriam os UFOS.... Ou ainda onde os seus misteriosos tripulantes exerceriam as suas obscuras atividades.


Já são, inclusive e cientificamente, conhecidos como "grades" - ou pontos de interseções de forças poderosíssimas, energias sutis e extremamente desconhecidas situadas para muito além da nossa frágil compreensão!


O Triângulo das Bermudas, na região do Atlântico Norte é, sabidamente, um desses pontos mais expressivos. E talvez o mais perigoso de todos!


Regiões sombrias e misteriosas onde certos túneis, ou vórtices dimensionais, por sua vez também se manifestam abertamente. Nesta imagem de satélite, vemos um possível "Stargate" flagrado naquela malfadada região do Triângulo das Bermudas!


"Catorze Aviadores Militares Desaparecidos", diz essa antiga manchete de jornal - outra ocorrência sinistra na área do Triângulo, possivelmente se referindo ao VÔO-19 no qual nada menos que seis aviões da USAF sumiram - em 7 de dezembro de 1945 - em pleno ar, céu claro e sem deixar quaisquer vestígios! E o número de desaparecidos foi bem maior do que isso: o sexto avião, um Martin Mariner de resgate que foi enviado ao Triângulo para socorrer os cinco caças Avenger-TBM comandados pelo Tenente Charles Taylor, igualmente sumiu no ar com os seus 13 tripulantes.


E essas aberturas para o desconhecido, um fenômeno contínuo e que na falta de um nome melhor e mais apropriado podemos mesmo denominar "Stargates", continuam fazendo as suas vítimas.... Mesmo nos tempos mais recentes! Na foto um imenso Airbus A300, desaparecido em 1996 com todos os seus tripulantes e passageiros ainda na região das Bermudas. E não foi um caso isolado! Outras aeronaves desse porte têm desaparecido ou por vezes sido envolvidas em inexplicáveis "turbulências" naquela região. A grande dúvida é: - seriam armadilhas, redes dimensionais destinadas a capturar exemplares da nossa tecnologia e da nossa espécie, ou eventualmente as vítimas teriam de forma perigosa e inadvertida se aproximado em demasia de um desses "Stargates" em fase de operação no nosso mundo?


É, contudo e de fato, um fenômeno real - algo muito mais antigo do que possamos imaginar! Kimberley, na misteriosa Austrália, sítio arqueológico pré-histórico - e assim como já vimos na página anterior repleto de figuras de UFOs e alienígenas - tem também a sua marca do "Stargate". A ilustração acima nos mostra a clara representação da espiral (simbolismo cósmico), ou ainda circulos concêntricos, formando uma espécie de túnel dimensional - uma porta de entrada ou saída para algum lugar. Os raios que dele partem, em forma de mãos guardam notável semelhança com o sagrado simbolismo do Antigo Egito.


Raios em forma de mãos que descem à Terra, tal como insistentemente mostrados nos antigos murais egípcios......! E não há qualquer coincidência ou mera abstração nisso. Os antigos artistas, guiados pelos grandes Iniciados e os mais elevados Mestres, sabiam exatamente o QUÊ estavam retratando - o QUÊ exatamente e de maneira velada estavam transmitindo! Akhenaton, faraó da XVIII Dinastia e último representante de uma linhagem diferente e predestinada - vinda sabe-se lá de onde e que ocupara o trono desde os desconhecidos primórdios daquela avançada civilização - é um exemplo típico. Não só pelo o seu formato físico diferente - "marca registrada" daquela linhagem - como também os raios que descem à Terra de um "Stargate" atestam a sua procedência EXTRATERRESTRE!


A ilustração acima nos mostra uma cena que pode ter sido muito comum no Antigo Egito. As pirâmides são o elo mais notável com as portas, ou portais, dimensionais espalhados pelo nosso mundo. E, invariavelmente, há sempre a imagem de um "guardião" por perto delas!


Até hoje, as verdadeiras finalidades, bem como as poderosas propriedades das pirâmides deixadas em todas as partes do nosso planeta por uma civilização muito mais antiga do que possamos pensar (e cuja verdadeira origem é desconhecida), ainda não foram inteiramente reveladas, ou sequer identificadas. Contudo, uma coisa resulta bastante evidente - aliás já tendo sido mesmo cientificamente provada: forças portentosas e muito além da nossa imaginação as permeiam e além de tudo as cercam por todos os lados! Eses monumentos são poderosos instrumentos de integração Cósmica, interagindo entre o Microcosmo e o Macrocosmo, o céu e a Terra. Na ilustração acima, você vê a esquematização das ondas e dos potentes campos de forças gerados por um radiotelescópio - uma aparelhagem que de certa forma integra o espaço e a Terra. A grande dúvida portanto, é: - Esse instrumento formidável, tão utilizado pela nossa moderna Astronomia, teria sido inspirado nas antigas pirâmides..... Ou as antigas pirâmides teriam exercido as desconhecidas funções de radiotelescópios - por sinal muito mais eficientes e avançados do que os nossos? Em síntese, e diante de todas essas evidências, você analisa; você julga e, então, finalmente decide!


AS SENDAS DE UM PLANO INVISÍVEL
"Hoje, as linhas do Dragão correm pelo mundo sem serem assinaladas, seus caminhos foram esquecidos e o seu espírito desdenhado. Apesar disso, aumenta todos os anos o número de pessoas que visitam os lugares antigos, centros de um Plano Invisível, que cobriu o mundo inteiro, numa idade remota. Além do interesse que despertam entre os antiquários, estes lugares possuem uma atração a que muitos são suscetíveis.... As pessoas sensíveis experimentam o impulso magnético no interior de um círculo de pedras. Porque esses locais conservam ainda as marcas invisíveis de algum feito de mágica natural, realizado pelos adeptos do mundo antigo, viajantes do espaço e do tempo, Mestres da Revelação"
(John Michell)


Sim, não duvidemos: todo o nosso planeta apresenta os inegáveis vestígios, bem como as indeléveis marcas, da presença de uma cultura avançadíssima que em épocas muito remotas e esquecidas a visitara (ou habitou) a sua superfície. Nessa magnífica foto, vemos as intrigantes e além de tudo portentosas ruínas da cidadela de Machu Picchu, Peru - um dos maiores enigmas da Terra. Quem a construiu,como e quando? Não se sabe. Mas, como sempre, também ali há os restos de velhas pirâmides - por assim dizer, as "marcas registradas" dos antigos "deuses" astronautas.


E também podemos seguramente dizer que existe uma espécie de Geometria Sagrada, sempre interligando os grandes monumentos do passado remoto às visitas de avançadas civilizações de outros mundos ao nosso planeta. A ilustração acima - um UFO colossal sobre a magia estontente de Stonehenge, Inglaterra - torna-se, pois, bastante explícita.


E será precisamente no Egito que iremos encontrar as maiores e as principais evidências de uma antiga colonização da Terra! As mesmas pirâmides e as esfinges que se espalham pela superfície da Lua - e notadamente em MARTE - foram "importadas" para o nosso planeta..... Logicamente por quem VEIO DE LÁ! E será sempre bom lembrar que no Antigo Egito existia um templo misterioso, denominado Harmakhis, relacionado à Esfinge e possivelmente localizado nos seus subterrâneos. Harmakhis, por sua vez, era um dos nome do PLANETA MARTE no idioma egípcio arcaico! Não é mesmo batante revelador?


Os antigos egípcios eram extremamente sutis no seu elevado simbolismo. HÓRUS, o deus-falcão, na mitologia egípcia filho de Ísis e Osiris, tinha muitos atributos. Dentre eles, os títulos de "Morador da Casa Divina" e também "Aquele que abre os caminhos para o Sul, o poder das das DUAS TERRAS, e que abre os caminhos do Norte, o poder do Céu".


E também podemos notar as "marcas" de uma família obviamente alienígena através da conformação física e craniana dos soberanos (e dos seus familiares) das mais antigas Dinastias. São rostos diferentes, de criaturas pertencentes a uma linhagem que somente se reproduzia entre si - mas somente até a época do declínio daquela civilização e das invasões bárbaras. Na foto, busto de Akhenaton - soberano da XVIII Dinastia e último representante daquela raça altamente espiritualizada que se perpetuou no poder desde os primórdios da cultura egípcia.


E essas estonteantes verdades são escondidas justamente pelo fato de não existirem quaisquer explicações mais lógicas para esses intrigantes mistérios. Além disso, várias dessas múmias têm os vestígios de um tipo sangüíneo raríssimo, senão inexistente no nosso planeta.... E, por conseguinte, não pertencente a qualquer espécie humana conhecida!


E por falar nisso, observe que notável semelhança, algo incrivelmente idêntico! Uma visão da superfície do planeta Marte? Não! Trata-se de uma visão aérea do VALE DOS REIS, Egito - local onde foram cuidadosa e reverentemente escavadas as tumbas dos mais importantes soberanos daquele misteriosa e muito evoluída civilização! E não há qualquer coincidência nisso: a terra avermelhada, o relevo montanhoso..... Tudo, TUDO MESMO, foi inegavelmente feito para emular a superfície do planeta de origem dos grandes iniciadores do Egito, os quais em tempos muito remotos lá chegaram vindos de longe, muito longe - precisamente (e assim como atestam todas as evidências) da vastidão do espaço sideral!


Por sua vez, o VALE DAS RAINHAS, em uma região um pouco mais afastada, apresenta as mesmas surpreendentes características do distante planeta Marte. Uma lembrança atávica pura e simples. Como eram mesmo muito sutis os antigos egípcios nas grandes verdades que veladamente representavam....!


Os vestígios arqueológicos que se espalham pelo nosso mundo invariavelmente nos revelam certos monumentos os quais retratam rostos de criaturas que jamais foram nativas deste mundo. Essa curiosa estátua foi encontrada em território italiano, precisamente em 2001 pela expedição de Pietro Gaietto na localidade de Borzonasca. Os exames aos quais foi submetida detectaram a sua idade em 200 MIL ANOS! alguns arqueólogos pensam que o antigo artista retratou uma espécie humana (?) que se extinguiu há cerca de 150 mil anos. Gaietto, por sua vez, alerta para as controvérsias já que teoricamente os hominídeos, tais como o Homo Erectus, não eram capazes de adotar simbolismos ou criarem artes naqueles remotos tempos.


Na Indonésia, precisamente em meio à densa floresta tropical de Sulawesi, recentemente foram descobertos esses bizarros monumentos com milhares de anos de idade (estima-se que mais de 2 mil anos) e cujo número alcança mais de 400 exemplares. Não se sabe quem os edificou e tampouco foram encontrados quaisquer vestígios de ferramentas que tivessem sido utilizadas para tanto. São mini-esfinges, como aliás se pode ver na foto, além de outras representações de estranhos pássaros e bizarros animais. Os nativos da região acreditam que possa se tratar da demarcação de tumbas de uma raça desconhecida, porém nada mais foi revelado a respeito desse sensacional achado uma vez que, "visando a preservá-la", a região foi interditada e o acesso a ela rigorosamente proibido.


O nome é Stanton Drew e essa foto aérea nos mostra a mais recente e sensacional descoberta arqueológica efetuada na Inglaterra - de importância somente comparável aos sítios de Avebury e Stonehenge! Esse colossal e além de tudo perfeito círculo megalítico representa um intrigante mistério. Suas "avenidas" circulares, formadas por enormes blocos rochosos, simetricamente talhados, são originárias dos chamados tempos pré-históricos - onde teoricamente não existiam maquinárias e ferramentas capazes de realizar tais prodígios. Então, QUEM os realizou? Além do mais, isso foi feito para ser visto DO ALTO, assim como uma espécie de sinalização aérea, ou "marca". E - a pergunta se torna óbvia - QUEM podia voar naqueles tempos tão remotos?


Aqui, uma visão mais aproximada do colosso de Stanton Drew. Recentes pesquisas efetuadas através das avançadas técnicas da Magnometria, revelaram que aquele solo é essencialmente magnético e esses magnetismo reveste-se de "estranhas peculiaridades arqueológicas". Segundo os cientistas, algumas anomalias magnéticas detectadas atestam que poderia haver algumas coisas "muito especiais" enterradas ali. E por que não - perguntamos nós - um antigo UFO, uma nave extraterrestre, ou então as milenares criptas de entidades alienígenas? Os resultados têm sido considerados "surpreendentes" e eles concluíram que Stanton Drew "são ruínas muito mais elaboradas e importantes do que se possa sonhar". Abaixo desse grande e misterioso círculo, foram revelados padrões magnéticos de enormes poços subterrâneos cujos diâmetros variam de 23 a 95 metros! Há também aquilo que pode ser considerado um "templo" , ou uma grande câmara, igualmente erigida no subsolo e cujo diâmetro atinge nada menos que os 135 metros, por sete de altura!


Nada demais ou sequer fantasioso nisso! O QUÊ realmente se esconde por debaixo das pirâmides, como também de certos outros intrigantes monumentos espalhadas por todos os quadrantes do mundo? Monumentos vindos "de fora", para abrigar coisas igualmente vindas "DE FORA"? Esta é a pirâmide central de Chichen-Itzá, no Iucatan. Segundo as tradições que atravessaram milênios sem conta, ela teria sido erigida sobre U'A MÁQUINA CAPAZ DE VIAJAR NO TEMPO E NO ESPAÇO! E que "máquina capaz de viajar no tempo e no espaço" existia na remota antigüidade?


Por sua vez, a colossal Pirâmide da Lua, em Teotihuacán, ainda no Mexico, teria sido erigida sobre "um esquife de cristal contendo o corpo de UMA LENDÁRIA PRINCESA LOURA"! Uma princesa loura vinda exatamente DE ONDE?


Onde há fumaça, haverá certamente uma grande possibilidade de fogo! Não seria coincidência demais se tudo isso fosse meras lendas ou simples tradições? Segundo o Livro de Toth, antiga compilação de textos sagrados egípcios, a Grande Pirâmide de Gizé teria sido erguida sobre um BARCO CELESTE, igualmente capaz de viajar no tempo e no próprio espaço, cruzando TODOS os horizontes do céu! E porquê exatamente o Governo Egípcio proíbe (terminantemente) escavações arqueológicas no local, reservando a si quaisquer explorações naquela área - as quais, por sinal, jamais são efetuadas?


Esperamos, portanto - em um dia não muito distante - que um arqueólogo mais ousado - guiado pela Luz Imorredoura da Verdade e corajosamente desafiando a conspiração reinante, a pesada cortina de silêncio que encobre a nossa verdadeira Gênese e a nossa verdadeira História - se depare, nos subterrâneos sagrados e ocultos de um desses antigos monumentos, com uma maravilhosa astronave, através dos milênios sem conta cuidadosamente preservada, bem como localize e igualmente se maravilhe diante das tumbas herméticas contendo, apenas "adormecidas", as múmias dos nossos Primeiros Pais - os esquecidos Deuses Astronautas, os verdadeiros Mestres e os maiores Iniciadores da humanidade terrestre!




Total de visualizações de página

Página FaceBook