BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


segunda-feira, 15 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 133- QUO VADIS




"Pois, segundo o desejo deles, escapa-lhes este fato, de que nos tempos antigos havia céus e uma terra sobressaindo compactamente da água e no meio da água, pela Palavra de Deus; e, por esses meios, o mundo daquele tempo sofreu destruição ao ser inundado pela água. Mas, pela mesma Palavra, os céus e a terra que agora existem estão sendo guardados para o fogo e estão sendo reservados para o dia do julgamento e da destruição dos homens ímpios..... 

Contudo, o dia de Deus virá como um ladrão, sendo que nele passarão os céus com som sibilante, mas os elementos, estando intensamente quentes, serão dissolvidos, e a terra e as obras nela serão descobertas...... Os céus estando incendiados, e os elementos estando intensamente quentes, se derreterão! Mas, há novos céus e uma nova terra que aguardamos segundo a Sua Promessa, e nestes há de morar a justiça" 

 (SEGUNDA DE PEDRO - Cap. 2, Vs. 5/6/7/10/12)




O imponderável está sempre presente no Universo que nos cerca. Marte, atualmente um planeta desolado e morto, já teve seus rios (cujos leitos secos ainda podem ser vistos no topo da foto), seus continentes, mares, lagos e - ao que tudo indica - até mesmo uma avançada civilização na sua superfície. Uma terrível catástrofe, porém, subitamente drenou toda a sua atmosfera, extinguindo a água e devastando tudo. Apenas uma sinistra poeira avermelhada restou, cobrindo tudo. O grande rasgo visto na sua região equatorial, precisamente em uma área denominada "Valle Marineris", pode ter sido causado pelo violento impacto de um asteróide, nesse caso tendo sido o responsável direto pela colossal catástrofe que vitimou o planeta.


As marcas dos antigos leitos dos rios estão presentes por todas as partes daquele planeta, não restando mais quaisquer dúvidas que ele já fora um mundo vivo, até mesmo repleto de vegetação.


Como também existiram cidades, cujas ruínas são hoje timidamente vislumbradas pelas nossas sondas exploratórias. A antiga civilização que habitou aquele planeta tinha por hábito esculpir estranhos monumentos voltados para o espaço, assim como este que pode ser visto na parte superior direita da foto.


Apenas uma ilusão de ótica? NÃO! Aqui outra foto em cores daquela mesma região, denominada "Candor Chasm" (ou "Abismo Candor"), onde, na verdade, temos DOIS bizarros rostos voltados para o espaço sideral! Além disso os restos de gigantescas pirâmides, e ainda os de outras estranhas edificações espalhados por toda a sua superfície, são os testemunhos mudos e patéticos, como também uma grave advertência à humanidade terrestre, uma vez que o eventual impacto de um asteróide (coisa não muito difícil de acontecer) pode literalmente liquidar a nossa civilização, transformando a Terra em um mundo devastado e morto, muito semelhante a Marte!


Os microrganismos fossilizados (foto) que nos chegam através de pequenos asteróides que advêm de Marte, de fato atestam que, outrora, aquele foi um mundo repleto de vida.


Hoje, o solo avermelhado de Marte é este, fotografado por uma sonda da NASA. Como se pode notar, há vestígios de vegetação incipientes , possivelmente líquens - representados pelas áreas verdes nas rochas. A vida é, de fato, maravilhosa. U'a manifestação divina criativa que, por sua própria natureza, jamais poderia ser extinta. Possivelmente, no subsolo de Marte existam criaturas que sobreviveram à tragédia e que, de quando em vez, venham à superfície. Contudo, a NASA já sabe que para este planeta voltar plenamente à vida será suficiente apenas e tão-somente aumentar o calor, fazendo com que os seus pólos repletos de gelo derretam e voltem a alimentar os mares e os rios atualmente inertes. Assim, mediante a presença da água, a sua tênue atmosfera (atualmente composta por dióxido de carbono e hidrogênio), liberará o vital oxigênio. Os microrganismos fossilizados e agora latentes voltarão à vida. A vegetação ressurgirá e esse mundo aparentemente devastado se tornará uma nova Terra! E até mesmo a nossa tão perigosa poluição já foi pensada pelos cientistas de modo a tentar aumentar o calor de Marte - através de um efeito estufa artificialmente criado. Haverá uma época, porém, em que o calor do nosso sol tenderá a aumentar. E quando isso vier a ocorrer, TUDO será literalmente derretido! Há, porém, um outro perigo do qual presentemente não há qualquer escapatória: a ameaça do impacto de um asteróide - algo que, aliás, poderá ser previsto com bastante antecedência.


"Os políticos devem ser trocados constantemente, assim como as fraldas..... E pelos mesmos motivos" - essa genial frase do economista brasileiro Gilberto Ramos também se aplicaria às outras ameaças que pairam sobre este nosso tão sofrido mundo. Lamentavelmente, ainda temos os debilóides/megalomaníacos que insistem em promover as guerras e os conflitos generalizados. E uma eventual conflagração nuclear (que, por sinal, seria a última) acabaria com a vida no nosso planeta - e até mesmo com ele próprio! isso sem contar a poluição desenfreada, a explosão populacional, como também a crescente ameaça da falta de alimentos - e principalmente da água potável em um futuro não muito distante - o que tornaria a vida aqui na Terra totalmente impraticável. Forçosamente, e essa é a opinião dos cientistas e da própria NASA, alguns poucos privilegiados deverão sair do nosso mundo para preservar a espécie humana em um outro ponto do nosso próprio Sistema Solar - ou quem sabe para muito mais além dele!



Mas, caso qualquer dessas sinistras eventualidades viesse a se produzir, para onde poderíamos ir? Os planetas que nos cercam, no momento, são absolutamente inviáveis. Todavia, na montagem de fotos, acima, a NASA nos apresenta aquilo que é denominado "As luas misteriosas do nosso Sistema Solar"! Algumas delas são, de certa forma, incrivelmente semelhantes à nossa Terra e, portanto, passíveis de eventualmente nos servir de abrigo em uma época futura.


Além das antigas sondas Voyager, a recentíssima Cassini (foto) começou também a nos mostrar com maiores detalhes as nuances desses estranhos mundos:


EUROPA, uma das "luas" de Júpiter é, nesse particular, simplesmente fascinante. Sua superfície é totalmente coberta de gelo tendo, porém, um vasto oceano líquido, bem abaixo e onde, suspeitam os cientistas, estranhas formas de vida se manifestam!


As fotos de EUROPA nos mostram os seus inúmeros continentes, bem como as curiosas formações retilíneas que cobrem toda a extensão daquele satélite.


Lá, o gelo (foto) é abundante e formado exatamente pelas grandes erupções de ÁGUA que, tal como inusitados vulcões, vêm do seu subsolo!


Muito em breve, a NASA lançará sondas submarinas (ilustração) que, perfurando a vasta camada de gelo, vasculharão os mares à procura da VIDA que os seus cientistas têm quase absoluta certeza de que existe no fantástico e surrealista mundo aquático de EUROPA.


Este é IO, outro curioso satélite de Júpiter. Aqui, também, há continentes e o gelo se manifesta em profusão.....


....... O que pode ser comprovado através dessa esplêndida foto, tomada pela sonda Cassini. Aqui também poderiam existir rudimentares formas de vida - adaptadas ao ambiente aparentemente hostil. Nesse particular, jamais devemos cometer o grosseiro erro de nos basearmos em padrões exclusivamente "terrestres". Aqui mesmo no nosso pequeno mundo, nas grandes profundidades submarinas, existem vulcões que tornam a água acima dos 100 Graus Centígrados, isto é, em plena ebulição. Lá vivem e sobrevivem alguns peixes e outras criaturas, as quais teoricamente deveriam ser assadas pelo enorme calor!


Será, contudo, em TITAN, um satélite de Saturno, que encontraremos condições quase que análogas às da nossa Terra.


Essa outra foto da sonda Cassini nos mostra TITAN em uma visão plena, na qual podemos notar os seus grandes continentes. A estranha e além de tudo intrigante região brilhante, situada bem no seu pólo sul, é chamada pelos cientistas da NASA de "Xanadú" - numa alusão direta ao poema de Samuel Coleridge, do mesmo nome, o qual retratava um lugar idílico, exótico e luxuriante. Por que seria?


Mas TITAN também tem uma camada atmosférica incrivelmente azulada (foto), assim como ocorre aqui na Terra. Isso significa oxigênio e, portanto, o tornaria o irmão - o gêmeo mais próximo do nosso planeta..... Muito possivelmente habitado por seres inteligentes! Fantástico em demasia?.......


...... Não! Isso é algo que algumas estranhas evidências permitem assim supor. Essa outra foto da Cassini flagrou um UFO em espantosa velocidade se deslocando em curiosa posição vertical, deixando atrás de si uma esteira luminosa - bem nas proximidades de um dos anéis gasosos de Saturno!


Na foto, os chamados "lagos" de TRITÃO - um satélite do distante Netuno. Hoje, os nossos olhos - por enquanto apenas através dos sofisticados dispositivos ópticos das nossas sondas - enxergam verdadeiras maravilhas, as quais jamais poderiam ser sonhadas pelos nossos ancestrais. O futuro, portanto, nos abre as mais amplas possibilidades igualmente jamais sonhadas. Os corpos celestes do nosso pequeno Sistema Solar, apenas um grão de pó situado na Via Láctea, já não mais se tornam tão distantes ou misteriosos.


O fantástico e incomensurável Universo que nos cerca, a nossa "Fronteira Final", certamente ainda nos reservará muitas outras enormes surpresas. Para além de Netuno, um desconhecido e misterioso corpo celeste (foto) - possivelmente um novo planeta no nosso Sistema - foi fotografado pela Cassini. Sem qualquer dúvida, ainda resta muito a descobrir!


Pois existem mais estrelas no céu do que TODOS os grãos de areia dos mares e praias da Terra. Bilhões e bilhões delas têm os seus sistemas planetários. E assim como o resplandecente espaço sideral não possui fronteiras, da mesma forma não existem limites para a maravilhosa aventura humana, a qual ainda não terminou - está apenas e tão-somente começando. E não está mesmo escrito que TUDO aquilo que foi SERÁ novamente? É a Lei! Do espaço estrelado viemos, e ao espaço radiante, um dia qualquer, retornaremos.






Total de visualizações de página

Página FaceBook