BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


segunda-feira, 29 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 157- FORÇANDO AS PORTAS DOS SÉSAMOS!



"O desaparecimento instantâneo dos misteriosos engenhos poderia ocorrer numa dimensão que os matemáticos nos provam, mas que a imperfeição de nossos sentidos nos dissimula. 
Os fenômenos magnéticos percebidos poderiam ser as "correntes de ar" resultantes da abertura de uma porta sobre este "além", sem dúvida muito próximo no qual as tripulações dos Discos-Voadores integram e desintegram seus veículos misteriosos. Campos de força desempenhariam o papel de "Sésamos" do Contínuo Espaço-Tempo" (Guy Tarade - Soucoupes Volantes et Civisations D'Outre-Espace)




O misterioso rosto de Cydonia, no avermelhado solo do planeta Marte, é sem dúvida um dos mais intrigantes mistérios do espaço sideral. E de acordo com a concepção artística acima, assim deve ter sido há muitos milênios o real formato daquela colossal estrutura - obviamente uma obra de seres inteligentes!


Porém, ela não está sozinha. Conforme já vimos em muitas páginas anteriores, a perdida civilização marciana que elaborou esses monumentos os espalhou por todo o solo daquele planeta. E agora mais um deles foi descoberto! Na foto acima, você o vê em meio à desolada paisagem de uma região denominada Valles Marineris.


Porém, outros deles têm sido descobertos, sempre "perdidos" em meio às fotos tomadas pelos módulos de exploração. Veja, por exemplo, aquilo que a foto acima nos mostra! Como sempre convenientemente desfocadas, essas imagens apesar de tudo são mesmo muito expressivas e sobretudo inquestionáveis.


E para que não haja quaisquer dúvidas, reveja então este outro colossal monumento em maior aproximação.


Há, de fato, uma inegável identidade entre Marte e algumas outras "curiosidades" presentes aqui na nossa Terra. A montanha que você vê na foto chama-se Morro Azul e está situada no Estado do Espírito Santo, Brasil. Consegue ver algo bem interessante nela?


Isso mesmo, acertou em cheio! Um colossal rosto usando um toucado se faz presente a meio caminho do topo!


E na base daquela mesma montanha, temos um outra curiosa escultura que lembra em muito um estranho réptil tentando nela subir! Mero acaso? NÃO!.....


...... Porque ainda tem mais! Veja, por exemplo, o Morro Azul por este outro ângulo. O mesmo perfil de um bizarro personagem usando um toucado.


E por toda a Terra, mais ainda no Antigo Egito, sempre o mesmo tipo de toucado abundantemente usado nos bizarros monumentos de Marte! Trata-se de algo que também não pode se tratar de mera coincidência. Há, inegavelmente, uma identidade, um elo comum a tudo isso. O mais impressionante de tudo, porém, é que ninguém consegue enxergar ou então, muito comodamente, alguns simplesmente se recusam a fazê-lo!



..... E agora veja esta outra estranha escultura, retratando uma criatura que decididamente não faz parte da espécie humana!


E veja também esta outra. Perfeição maior do que essa? Impossível.


Este outro rosto, então, dispensa certamente maiores comentários.


E que tal este outro? O cúmulo da hipocrisia é que ainda dizem se tratar de "rostos indígenas". Mas QUE tipo de "índios" teria mesmo feito isso?


E também no misterioso Grande Canyon, Arizona, onde - lembremos - foi encontrado (e devidamente abafado) um gigantesco complexo de câmaras e túneis, simetricamente escavados por sob toda a sua região montanhosa, e ainda por cima repleto de múmias estranhas, inscrições, multicoloridos murais e outros vestígios de uma avançada civilização PROTO-EGÍPCIA, existe também a colossal figura de um rosto voltado para o céu! A imagem acima fala por si. (FOTO: © Robert Cooper)


Examine os seus espantosos detalhes devidamente ampliados. Bem ao "Estilo Marte", não?


Abençoados sejam aqueles que têm os olhos para ver! E agora você deseja conhecer algo muito, MUITO interessante mesmo, através dessa gentil colaboração e descoberta do nosso estimado visitante Marcos Silva? Então, VEJA essa foto (© Google - Imagery © DigitalGlobe) tomada por satélite sobre o Oceano Atlântico, entrada da Baía de Guanabara, precisamente no litoral da Cidade do Rio de Janeiro, - a intrigante cidade brasileira repleta de montanhas (e também de cadeias inteiras de montanhas!) misteriosamente esculpidas.....


...... Qualquer semelhança com os "Moais", as intrigantes estátuas da distante Ilha de Páscoa, por sua vez situada do outro lado do mundo e em um outro oceano, o Pacífico, terá sido mera coincidência? NÃO, MIL VEZES NÃO! Isso foi feito - não se sabe COMO, quando, nem por quem - tal como ocorrera em Marte, justamente para ser visto desde o espaço sideral.... Assim como hoje o fazem os nossos satélites e os nossos mais sofisticados módulos exploratórios!


E não faltou nem mesmo o típico ornato de cabeça dos "Moais" nessa outra intrigante e além de tudo espantosamente colossal escultura! Na imagem acima podemos notar que se porventura não for isso (ou seja, uma imensa analogia com os igualmente intrigantes "Moais"), a intenção foi mostrar ao espaço sideral as formas de uma estranha criatura - ou quem sabe um desconhecido animal. Note as patas e o formato do seu corpo que se estende por grande parte da cadeia montanhosa. Simplesmente chocante!

"O ratinho que rói os nossos velhos livros vê, fisicamente com seus olhos, tudo o que nós vemos. Ele vê mas não pode percebê-lo. A forma das letras se projeta no fundo da sua retina, mas... Ele nunca saberá ler"
(Aimé Michel - Mysterieux Objets Célestes)


Como o nosso estimado visitante teve uma brilhante idéia, aproveitando o ensejo continuamos a percorrer a Baía de Guanabara via satélite. Mais acima da área anterior, você consegue ver algo igualmente bastante estranho?.....


Aproximemos mais a imagem. Sim, um estranho rosto, da mesma forma somente visível desde o espaço sideral!


E não há qualquer engano. Nem mesmo o formato muito preciso do olho foi esquecido! Lembremos neste ponto dos demais mistérios do Rio de Janeiro: Pedra da Gávea; o "Gigante-Deitado" do Corcovado; A Íbis do Pão de Açúcar e muitas outras coisas intrigantes. E agora estranhas mensagens voltadas para o céu! Quem teria feito isso, talvez há muitos milênios atrás?


E aqui, mais um outro sutil e muito expressivo exemplo, situado em território norte-americano. SIM, o "Estilo Marte", se é que assim pode ser denominado, parece que, em épocas muito remotas, foi de certa forma "exportado" aqui para a Terra! E não venham nos dizer que tudo isso foi um mero trabalho erosivo. Evidentemente, esculpir montanhas inteiras demandou o emprego de uma fantástica tecnologia, talvez ainda hoje não disponível!


Neste ponto, somos forçados a retornar ao enigmático Grand Canyon com o seu gigantesco complexo subterrâneo, as suas múmias estranhas e os seus murais tipicamente proto-egípcios. Como ponto culminante de todo esses antigo mistério, vemos na foto acima aquilo que desde épocas muito remotas os próprios ancestrais dos índios surpreendentemente já denominavam "O TEMPLO DE ÍSIS" - o nome de uma deusa EGÍPCIA! Por que? Principalmente por aquilo que você poderá ver, bem no topo da alta estrutura: um rosto, aparentemente de mulher, usando aqule mesmo toucado "marciano" de sempre!!!


Sejam tais insólitos monumentos elaborados por quem veio "de fora", ou não, será preciso, pois, corajosa e humildemente reconhecer que todos os nossos convencionais tratados de Arqueologia e História devem ser urgentemente revistos. As necessárias provas estão espalhadas por todas as partes, e somente não enxerga essa gritante realidade quem não quer. Sim, há pirâmides - em poucas palavras, a "marca registrada" de uma avançada cultura do passado - em todos os continentes do globo. Acima, o que restou de uma delas - situada em Tenerife.


A região do Mediterrâneo é pródiga nesse sentido. Na foto acima, outra delas, ainda em Tenerife. Como em todas as demais, não se sabe quais foram exatamente o seus misteriosos construtores.


E também na região da Sardenha temos um outro exemplo bastante típico.


Agora, observe com atenção essa caverna situada em Puerto Valarta. As bizarras esculturas de estranhos rostos, logo acima da sua entrada, jamais poderiam ser ignoradas!


Reveja no detalhe ampliado e também no seu negativo. São quatro estranhos rostos!


E há, ainda, uma estranha afinidade entre os UFOs e esses curiosos monumentos do passado remoto. Essas máquinas fantásticas que parecem cruzar o espaço e o próprio tempo não somente exercem uma estranha vigilância sobre o nosso mundo, como também....


..... Nutrem uma especial e muito insistente preferência pelos topos das nossas mais altas montanhas, sempre onde existem os tais desconhecidos monumentos!


E parece que tentar interferir nesse processo pode mesmo custar muito caro aos mais audaciosos. E nesse particular, sempre valeria relembrar o estranho caso das "Mortes das Máscaras de Chumbo". Miguel José Viana (esquerda) e Manoel Pereira da Cruz eram dois radiotécnicos muito voltados para pesquisas transcendentais, inclusive o espiritismo e o mistério dos UFOs. Tudo aconteceu em 17 de agosto de 1966, ocasião em que os dois rapazes deram início a uma estranha experiência de contato com um OVNI no ermo topo do Morro do Vintém, situado na Cidade de Niterói - Estado do Rio de Janeiro.


"Às 16:30 horas estar no local indicado. Às 18:30 horas, ingerir cápsulas laranja, proteger metais e aguardar o sinal combinado" - dizia o último bilhete escrito por um deles e encontrado junto aos corpos sem vida dos dois!


Há mesmo certos riscos em se desafiar o desconhecido. O estranho caso das duplas mortes recebeu este nome pelo fato de os dois corpos estarem com os olhos obliterados por máscaras de chumbo (foto), talvez de modo a proporcionar uma proteção contra formas de radiações desconhecidas.....


...... Desconhecidas e além de tudo terríveis radiações que talvez tenham sido as responsáveis diretas pelas estranhas e até hoje inexplicadas mortes dos dois radiotécnicos! Na foto, soldados do Corpo de Bombeiros iniciam o resgate dos cadáveres, os quais somente foram encontrados (com todos os seus pertences e dinheiro) por menores que caçavam passarinhos logo um dia depois dos óbitos, precisamente em 18 de agosto. Porém, somente em 20 de agosto a Polícia foi avisada.


Devido às dificuldades em alcançar o local, a operação de resgate dos corpos somente foi possível no dia 21. Logo começaram os trabalhos da Perícia Técnica, os quais resultaram impossíveis de identificar a causa mortis dos dois rapazes. Para total perplexidade dos Médicos Legistas, simplesmente morreram juntos e sem quaisquer explicações lógicas! Não houve envenenamentos, doses letais de radioatividade, asfixia ou quaisquer outras causas possíveis. O que quer que tenha de maneira fulminante liquidado os dois não foi mesmo uma coisa deste mundo!


O caso, como seria de se esperar, logo teve grande repercussão. As investigações invariavelmente conduziam a Polícia e o jornalistas às estranhas experiências transcendentais dos dois radiotécnicos. Inúmeras testemunhas, porém, unanimemente revelaram aos jornais e aos investigadores policiais que precisamente na noite do dia 17, no momento portanto da tal experiência, um objeto discóide multicolorido pairava sobre o topo do Morro do Vintém! Descreveram, ainda, uma espécie de "anel de fogo", situado bem na base do UFO do qual partiam fortes raios azulados em todas as direções! Todavia, este intrigante e acima de tudo muito estranho caso não se tratou de um fato isolado. A Polícia, mediante suas investigações, descobriu que quatro anos antes, precisamente em 1962, uma morte bem semelhante ocorrera: José de Sousa Arêas, curiosamente também um técnico em Televisão, foi encontrado morto da mesma forma sem quaisquer causas aparentes no topo do Morro do Cruzeiro, por sua vez na localidade de Neves, também no Estado do Rio de Janeiro e próximo a Niterói. Como os demais, estava com todos os seus pertences intocados e ostentando..... Uma máscara de chumbo ao rosto! E nos locais onde esses corpos foram encontrados as únicas intrigantes pistas eram a falta de vegetação, a qual jamais voltou a crescer, estranhas marcas circulares que contornavam os cadáveres e o próprio solo como que calcinado sem que contudo tivesse causado queimaduras às vítimas! Todos os casos foram arquivados por absoluta falta de provas, uma vez que inexplicavelmente havia crimes e não havia culpados - pelo menos culpados que fossem cidadãos deste mundo, ou quem sabe originários deste nosso próprio e muito conturbado tempo!


Pois é, bem-aventurados aqueles que podem enxergar e acima de tudo compreender. Porque nem sempre o que dizem que "não existe" deixa de existir. - "Os Ufos são reais e o Governo sabe disso", - "Digam a verdade sobre Roswell" - estampam estes cartazes de protesto. Os tempos mudaram. Já não mais, e cada vez menos, os prestidigitadores e os malabaristas da verdade dispõem do necessário espaço para continuar mantendo as suas farsas e as suas deslavadas mentiras, as quais afetam e simultaneamente bloqueiam todos os campos do conhecimento humano, por muito tempo. É única e tão-somente uma simples questão de tempo para que todos eles sejam devidamente desmascarados.







Total de visualizações de página

Página FaceBook