BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 20 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 142- BELMEZ!






"O investigador dedicado reúne dados que o estudante médio, que apenas trabalha para obter um diploma, não seria capaz de detectar" (Alan Landsburg - No Rastro de Fenômenos Estranhos)




AS FACES DE BELMEZ - A OUTRA CIÊNCIA - diz o título deste livro que aborda um dos grandes mistérios da Parapsicologia, o qual até hoje vem intrigando os pesquisadores daquele que pode ser considerado um dos mais inusitados fenômenos desse muito promissor campo de estudos:


Espanha. O nome desse aprazível lugar é Belmez de la Moraleda, situado nas proximidades da Serra Mágina, a 40 quilômetros da cidade de Jaén. Foi exatamente aqui, em uma casa pertencente a Juan e Maria Pereira, quando em uma agradável tarde do verão de 23 de agosto de 1971 algo verdadeiramente espantosa aconteceu: Maria cozinhava rotineira e tranqüilamente quando, bem junto ao seu fogão, uma estranha mancha surgira no chão......


..... E essa estranha "mancha" pouco a pouco ia adquirindo os contornos muito bem definidos que lembravam uma face humana!


Julgando se tratar de uma mera coincidência, os assustados moradores trataram de restaurar o piso. Porém, logo depois outras coisas mais apavorantes iam surgindo por todos os lados da casa! Miguel, o filho do casal, contratou um pedreiro para escavar o solo de modo a tentar localizar a fonte de tão insólito problema. Julgando que iriam encontrar velhos quadros enterrados, que de algum modo pudessem fazer aflorar tais imagens, em apenas um buraco com 2,80 metros de profundidade por 1,50 de diâmetro se depararam com numerosos ossos humanos enterrados!


Pesquisando melhor, descobriu-se que não só aquela casa como também toda as demais da redondeza tinham sido edificadas sobre um antigo cemitério originário do Século XIII. E enquanto isso o bizarro fenômeno continuava com maior intensidade! Logo, as especulações aumentavam: fantasmas? Maldições? Mensagens do além? Projeções de uma outra dimensão? Interações do telurismo que, de certa forma, teriam estampado as exsudações dos cadáveres que ali foram sepultados há séculos? Nunca ninguém o soube!


O fato é que, especulações à parte, essas coisas assustadoras literal e inexplicavelmente brotavam do chão e até mesmo das paredes da casa!


E de nada adiantou a tentativa da família de recobrir todo o chão da casa com uma nova camada de cimento! O fenômeno - sempre com uma perfeição de detalhes absoluta - persistia de maneira simplesmente implacável. E as Faces de Belmez logo atraíram a atenção dos moradores do local, forçosamente chegando ao conhecimento da Imprensa e dos pesquisadores.


E talvez a mais realista e impressionante "face" surgida em Belmez tenha sido essa - descrita pelos estudiosos como sendo dotada de "características bizantinas".


Esse bizarro e apaixonante fenômeno que se arrastou por nada menos que cinco anos (ao que se saiba durou até o ano de 1976), foi intensamente estudado não só por famosos investigadores, tais como Hans Bender e Germán de Argumosa, como também por inúmeras Universidades de toda a Europa e até da Argentina. E NADA foi capaz de provar que tal fenômeno se tratava de algum tipo de fraude ou pinturas efetuadas através de produtos químicos - tais como corantes, tintas, nitratos ou sais de prata. A coisa era, portanto, real. Espantosamente real!


Curiosamente, algumas dessas imagens na sua maioria eram essencialmente antropomórficas, porém algumas outras eram como que cenas macabras, vindas diretamente do inferno. Figuras grotescas e além de tudo apavorantes começavam a surgir!


Repare bem nessa coisa atemorizante e, por sinal, sinistra. Além disso, simultaneamente, manifestava-se nesse local das aparições o chamado fenômeno da Psicofonia: vibrações não-identificadas, sons inaudíveis e abafados que pareciam vozes - os quais chegaram a ser gravados pelos pesquisadores e vários vizinhos da tal casa. A residência em que tais fenômenos ocorriam era situada no número 5 da rua. Já na casa ao lado, precisamente a de número 3, por muito tempo também se manifestou o angustiante fenômeno dos Poltergeist - também denominado RSPK (Psicocinésia Recorrente Espontânea), por sua vez um outro estonteante mistério que envolve a total violação dos princípios balísticos, através do qual os objetos de uma casa deslocam-se sozinhos, cruzando o ar em velocidades incrivelmente baixas e além de tudo descrevendo trajetórias curvas impossíveis. Isso sem contar as pedras que voam e atingem as casas, cadeiras, camas e demais objetos violentamente partidos ou incendiados, e assim por diante!


Aqui temos outra estranha manifestação de Belmez.


E..... Ora vejam só o quê está aqui: uma figura muito parecida com um alien humanóide do tipo grey!


E aqui vemos um outro exemplar quase idêntico. Teriam sido ali enterrados alguns aliens no remoto passado? Tudo é possível. Eles não andam mesmo por aqui há bastante tempo?


Essa outra manifestação também se revela bastante estranha.


E o quê exatamente dizer sobre essa outra imagem de uma criatura humanóide absolutamente bizarra?


E nessa foto, Miguel, o filho do dono da casa, posa ao lado de uma outra horripilante face!


E numa outra imagem o atônito pesquisador observa uma nova e estranha face que brotara no chão da cozinha. Tudo isso nos prova uma verdade insofismável: quer queiram ou não, há, SIM, inúmeras forças desconhecidas atuando neste nosso pequeno mundo!


Na foto, a família Pereira que teve a sua vida atormentada não só pelas angustiantes imagens que tomavam conta da sua casa, como também pelo assédio dos curiosos e dos interessados pelo insólito fenômeno. Como se pode ver são pessoas simples que não teriam o menor interesse em obter vantagens ou mesmo se promover com esses fantásticos acontecimentos. Ainda mais quando se sabe que, dentre tantas outras coisas inexplicáveis que nos cercam (e apesar dos céticos), os chamados Fenômenos Paranormais e Parapsicológicos EXISTEM MESMO!


O certo é que todo o mundo foi sacudido pelos acontecimentos insólitos de Belmez. Pesquisadores em geral (foto), parapsicólogos, jornalistas, representantes de várias religiões e um grande número de curiosos realizaram inúmeros estudos e múltiplas experiências naquela casa assombrada pelas persistentes imagens que surgiam como que do nada, da noite para o dia, se multiplicando cada vez mais. Inúmeras teorias tentaram justificar o intrigante fenômeno, porém nunca se chegou a uma verdadeira conclusão que pudesse entendê-lo, ou sequer explicá-lo. Como sempre, os céticos também "meteram a sua colher" no assunto, chegando mesmo a dizer que tudo não passava de "uma simples fraude". Alguns deles, prosaicamente, afirmaram que essas imagens teriam sido produzidas pela família mediante o emprego de vinagre, fuligem e detergentes caseiros (?!). Convenhamos que para realizar "fraudes" deste tipo o suposto autor teria que ser um verdadeiro artista para fazer brotar imagens tão perfeitas do solo e das paredes. Enfim, e sem qualquer dúvida, tal assunto merece mesmo entrar com louvor para a nossa galeria "fraudes muito bem feitas para serem "fraudes", não? Quanto a nós - como sempre e simplesmente - apresentamos os fatos e, em última análise, você, Prezado Visitante, vê as imagens e finalmente decide!

Veja algumas imagens sobre o assunto...

















Total de visualizações de página

Página FaceBook