BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quinta-feira, 23 de julho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 204 OS OUTROS ANDARES DO PRÉDIO!



"A Humanidade se aproxima de uma curva na estrada da História, e quando se alcança uma curva os pneus guincham" (Padre Salvador Freixedo)




O Padre espanhol Salvador Freixedo - considerado "O Jesuíta Rebelde" e certamente uma grande fonte de dor de cabeça para as autoridades da Igreja Católica - é um dos grandes estudiosos do fenômeno OVNI, sendo também o consagrado autor de vários livros sobre o assunto. O Padre Freixedo, no que aliás faz muito bem, não tem "papas na língua".....


Pois segundo pensa o Padre Freixedo, os UFOs parecem ser originários de certas zonas dotadas de falhas magnéticas existentes aqui na Terra. Assim sendo, eles seguiriam certas linhas de energia, utilizando-as para penetrar no nosso mundo. Freixedo compara tudo de maneira muito brilhante, tal como se vivêssemos em um condomínio, ou seja: os UFOs e seus tripulantes seriam interdimensionais - uma espécie de OUTROS moradores de um mesmo prédio. Exatamente o que ele afirma: - "Tudo aquilo que vemos e ouvimos não passam dos ruídos do andar de cima".


E mais: para total desespero dos seus superiores, o Padre Freixedo corajosamente afirma que os milagres passados da Igreja, realizados por seus Santos e Anjos - bem como algumas curas ditas milagrosas - e também algumas aparições ditas demoníacas - estariam intimamente relacionadas às atividades dos UFOs e dos seus tripulantes aqui no nosso mundo! Freixedo escreve tacitamente: aquilo que a sua própria Igreja e os nossos ancestrais chamavam de "demônios" nós atualmente chamamos de "tripulantes dos OVNI".


Já sobre o malfadado Triângulo das Bermudas, onde desde tempos imemoriais e até os dias de hoje (quando nem mesmo unidades militares são poupadas), continuam desaparecendo sem deixar vestígios os navios, os aviões e os seres humanos, o Padre Freixedo abraça a mesma opinião de alguns outros cientistas e pesquisadores de que ali existiria uma dessas "janelas de entrada" para a nossa dimensão, levando-se especialmente em consideração as estranhas peculiaridades dessa região - repleta de falhas sísmicas, distorções magnéticas e gravitacionais.


Mas há uma congruência nessa ousada tese: essa região é exatamente aquela em que as mais antigas tradições dizem estar situada a submersa Atlântida! Dessa forma, tudo começa a fazer sentido principalmente quando......


.... Registros gráficos de sonar indicam no fundo do mar a existência de uma PIRÂMIDE tão grande quanto a Pirâmide de Gizé, no Egito! Essa se situa em um local do oceano próximo às Ilhas Berry. E não é a única; várias outras têm sido detectadas! Em 1978 uma expedição grega localizou e até filmou uma outra, próximo ao "Banco Sal", e o espantoso filme tomado pelas câmeras baixadas pela expedição ao fundo do mar mostrava que essa colossal estrutura possuía uma entrada através da qual uma turbulência composta por estranha lampejos de objetos brancos muito luminosos penetrava, saindo também em turbilhão a um nível mais baixo. As águas ao redor, estranhamente, tornavam-se intensamente esverdeadas. E sobre a pirâmide todos os instrumentos de navegação da sua embarcação enlouqueceram!


E em Bimini existem os restos de colossais muralhas submersas, elaboradas através de rochas gigantescas - perfeitamente cortadas e simetricamente assentadas. O que, da mesma forma que a pirâmide, jamais poderia ter se tratado de uma simples formação natural!


E aqui, em uma rara ocasião em que as condições do oceano permitiram, podemos ver o chamado "Templo de Andros", situado na região do mesmo nome em pleno Triângulo das Bermudas. Nitidamente uma outra estrutura artificial submersa há milênios e, portanto, obra de seres inteligentes que em épocas passadas habitaram uma perdida civilização!


E essa região onde se encontram essas ruínas, conhecida como o Triângulo das Bermudas, se situa muito próxima da costa dos EUA e de Cuba, esta já no Caribe - onde possivelmente repousam os restos da parte mais ocidental do perdido continente Atlante.


E para corroborar ainda mais a hipótese da existência de antigas terras submersas, o mapa nos mostra uma extensa região no Triângulo da Morte - conhecida e temida desde a mais remota antigüidade e denominada Mar dos Sargaços.


Essa região tem este curioso nome em virtude de estar coberta por uma vegetação flutuante do mesmo nome, o que denotaria que lá em baixo, em tempos muito remotos, existira a vegetação que através dos tempos se adaptou às novas condições, chegando atualmente e mutante à superfície para obter a luz solar tão necessária à sua existência. À direita, alguns exemplares da curiosa vegetação flutuante dos Sargaços. Nessa região, aliás, costumam surgir as mais estranhas e muito bizarras aparições.


Certas coisas são mesmo inexplicáveis e naturalmente assustam no Triângulo das Bermudas. Essa, por exemplo, é a famosa "Língua do Oceano", um apavorante buraco de gigantescas proporções e além disso dotado de desconhecida profundidade que mergulha indefinidamente nas águas abissais do Atlântico. O quê existiria aí em baixo? O impacto de um antigo artefato nuclear; uma base de UFOs; alguns restos da Atlântida? Só Deus sabe! (FOTO: NASA)


Mas não é só isso: alguns relatos verdadeiramente apavorantes quanto aos estranhos fenômenos que se desenrolam na região do Triângulo das Bermudas, dizem respeito aos estranhos nevoeiros e certas tempestades eletromagnéticas que, como que vindos do nada, surpreendem os navegadores de maneira muito estranha cercando UNICAMENTE os seus barcos ou navios. E além disso há uma coisa muito mais estranha do que isso: o mar parece adquirir uma aparência "vítrea" e todas as formas de vida somem como que por encanto do local. Também o tempo parece parar, assim como também todos os instrumentos de navegação se tornam enlouquecidos! Sem dúvida alguma, forças descomunais e além de tudo além da nossa atual compreensão agem naquela área.


Essa fotografia aérea nos mostra uma dessas desconhecidas e além de tudo misteriosas forças que agem naquela área. Esse curioso e muito inusitado fenômeno é conhecido como "Águas Brancas" - ou seja, uma estranha luminescência proveniente de algum lugar do fundo do oceano que surge repentinamente ocupando uma grande extensão marítima da superfície. As análises efetuadas nas águas após a manifestação do fenômeno revelam alto teor radioativo. (FOTO: J. Manson Valentine)


Porém, muito pior do que isso são as aparições de uma outra época e de um outro tempo que costumam assediar os navegantes do Triângulo. Navios e aviões "fantasmas" costumam surgir repentinamente, até mesmo em rotas de colisão com as embarcações, para logo depois se desvanecerem no ar diante dos seus apavorados tripulantes! Essas fantasmagóricas visões denotam que ali existiria uma distorção de tempo qualquer, ainda não explicada pela Ciência, que parece trazer à vida, como se fosse num sinistro filme, certas cenas que se desenrolaram em épocas passadas e muito recuadas. Até mesmo velhas caravelas dos tempos das grandes navegações, possivelmente as antigas vítimas dos desaparecimentos inexplicáveis no Triângulo, fazem parte desse cenário inusitado. Os diários de bordo registram os quase sempre freqüentes encontros com tais fantasmas do mar! E para espanto geral depois se verifica pelos registros náuticos que eles são considerados desaparecidos desde muito tempo, por vezes séculos!

" - Chamando torre. Temos uma emergência. Parece que estamos fora do curso. Não conseguimos ver a terra. Repito: não conseguimos ver terra.
- Qual é a sua posição?
- Não temos certeza quanto à nossa posição. Não temos certeza de onde nos encontramos. Parece que estamos perdidos!
- Manobre para a direção Oeste.
- Não sabemos para que lado fica o Oeste. Tudo está errado.... Estranho. Não temos certeza de nenhuma direção. Até o oceano tem alguma coisa diferente do normal....."
(Desesperado diálogo entre a Torre de controle e o Tenente Charles Taylor, comandante do Vôo 19 da USAF no qual, em 5 de dezembro de 1945, toda uma esquadrilha composta por 6 aeronaves militares desapareceu misteriosamente juntamente com todos os seus tripulantes na região do Triângulo das Bermudas)


Essas coisas muito estranhas ainda continuam a acontecer por lá. Mas, só oficialmente, ninguém quer dar o braço a torcer. A Guarda Costeira Americana, a Marinha, a Força Aérea dos EUA, como também alguns cientistas, dizem que "tudo não passa de lendas ou superstições" - muito embora esses bizarros fenômenos tenham por diversas vezes atacado as suas próprias unidades e até mesmo sumido com algumas delas. Isso sem contar os UFOs que de vez em quando as sobrevoam sem a menor das cerimônias. E mesmo a NASA anda bisbilhotando com muita avidez essa região fatídica, através de um certo projeto denominado GOES. Na foto acima, o tal projeto fotografou do espaço sideral a região do Mar dos Sargaços iluminada pela luz solar. Caberia a pergunta: - POR QUE tal interesse exatamente nessa área se tudo aquilo que acontece ali seriam "meras superstições"?


Talvez o interesse seja pela "Matéria Exótica". É aquilo que a Ciência de Vanguarda descobriu e está tentando estudar, existente em meio aos chamados "Wormholes" - um curioso fenômeno existente no espaço sideral (e ao que tudo indica também aqui na Terra), teoricamente através do qual se torna possível viajar no tempo, no espaço, como também atingir OUTRAS DIMENSÕES DESCONHECIDAS. O próprio Einstein já antevira a existência dessa fantástica possibilidade para se viajar no tempo e atualmente os cientistas já trabalham secretamente na elaboração de um "Stargate" artificial que permita a consecução desse fantástico objetivo. Apenas uma questão de tempo para conseguirem...... Isso se é que já não o conseguiram!


Essa recente e sensacional fotografia foi obtida por um jovem norte-americano e nos mostra um espantoso e além de tudo inusitado fenômeno celeste - possivelmente uma "janela dimensional", algo assim como um "Stargate" advindo de algures e flagrado quando se abria para o nosso tempo e a nossa dimensão!


Tudo, porém, faz sentido! Segundo os relatos daqueles poucos que tiveram a sorte de escapar, da região em que se convencionou chamar de "O Triângulo das Bermudas" (ou ainda "O Triângulo do Diabo"), aviões e até mesmo os grandes navios são capturados em meio a certos "funis espiralados" recobertos por uma espécie de nevoeiro esverdeado, no interior do qual as bússolas, rádios de comunicação, compassos, altímetros e demais instrumentos de navegação simplesmente deixam de funcionar ou então enlouquecem ficando posteriormente danificados. Nessas ocasiões, estranhamente, o tempo parece parar e até mesmo a gravidade desaparece. São muitos os registros de aeronaves que ficam desaparecidas dos radares e das torrres de controle por durante vários minutos, ao passo que para os seus tripulantes o tempo tenha decorrido normalmente!


De fato, parece que existem mesmo certas "janelas", ou portais dimensionais, através dos quais certas coisas bastante estranhas penetram na nossa muito limitada dimensão tridimensional de tempo e de espaço. A espantosa foto acima reflete uma experiência de fotografia interdimensional em uma área repleta de Orbs, ou então de um tipo de saturação eletromagnética, cujas ampliações de certos detalhes (vistos na parte superior direita) nos mostram a presença de duas bizarras criaturas vindas sabe-se lá de onde! (FOTO: © Justin Schneiderman)


Eis aqui uma ampliação dos detalhes das estranhas criaturas interdimensionais......


..... Bem como os seus correspondentes negativos para sua melhor visualização. Simplesmente espantoso, não?


E então, muito possivelmente, seres extraterrestres ou interdimensionais como esses possam ter vindo ao nosso mundo em tempos muito recuados, sendo adorados como deuses em razão da sua fantástica tecnologia, a qual não conhece o tempo e despreza as distâncias do próprio espaço. (FOTO: Aly-abbara)


Antigas civilizações povoaram a face de Terra em tempos esquecidos e muito distantes. E quanto a isso já não temos a menor dúvida. Nesse particular, o fundo dos oceanos certamente ainda nos revelará muitas e muitas surpresas. Na foto, portentosas edificações submersas em Okinawa, Japão - possivelmente ruínas da perdida Lemúria, um continente contemporâneo da Atlântida, por sua vez no Pacífico, e segundo as Tradições também tragado pelo mar através de um grande cataclismo. (FOTO: © Santha Faiia)


As estranhas ruínas de Okinawa descortinam uma nova visão da Arqueologia, uma vez que provam de maneira conclusiva que foram obras de uma civilização muito evoluída, além de altamente tecnológica e inteiramente desconhecida! (FOTO: © Santha Faiia)


Os fundos dos mares e por vezes até mesmo os dos nossos lagos revelam as mais intrigantes surpresas - tudo, como sempre, vestígios de perdidas culturas do passado. Dizia-se que no fundo do Lago Michigan, EUA, existiria um "monstro". Bem recentemente resolveram tirar essa história a limpo e ao invés de um típico "monstro" pré-histórico ainda vivo o que se encontrou foi UMA ESTRUTURA ARTIFICIAL DESCONHECIDA submersa nas profundas águas daquele lago!!! Essa coisa tem o tamanho de um ônibus e o formato de um zepelin. Quando questionado sobre a origem do objeto, Sam Frank, membro da Underwater Archaeological Society of Chicago simplesmente declarou que nada tem a dizer a respeito e que até mesmo gostaria que alguém lhe explicasse o quê exatamente seria aquilo que repousa no fundo do Lago Michigan! (FONTE: CNN, FOTO: UFLD)


Curiosas estátuas pétreas situadas na Ilha da Madeira, retratando bizarras criaturas. Essas silenciosas mensagens do passado estão presentes tanto nos fundos dos mares quanto nas nossas mais altas e isoladas montanhas. Não há mesmo mais o que se discutir ou negar. E só não enxerga essas gritantes evidências quem se finge de bobo ou então não deseja mesmo ver. E além de tudo há um liame, um ponto em comum, bem interessante nisso tudo: a sempre insistente presença dos UFOs rondando esses intrigantes vestígios do passado!


TUDO faz sentido, tudo faz com que as peças de um grande e estonteante quebra-cabeças já se encaixem de maneira lógica e surpreendente! Por todas as partes deste nosso pequeno planeta as Tradições sempre se tornam altamente coincidentes, altamente reveladoras. E tudo perfeitamente se encaixa dentro desse alucinante festival de mosaicos esparsos porém extremamente associados entre si. As estranhas estátuas da Ilha de Páscoa, denominada Moais, retratam um passado misterioso e ligado a uns certos "homens-pássaros", ou AKU-AKU. E não somente lá, como também em todas as ilhas do Oceano Pacífico, você sabe como são chamados pelos nativos certos objetos voadores muito luminosos e discóides (para nós o que chamamos de UFOs), que freqüentemente por lá percorrem o céu? AKU-ATELE! Um nome bastante sugestivo cuja tradução literalmente significa..... "ESPÍRITOS VOADORES"!







Total de visualizações de página

Página FaceBook