BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


terça-feira, 21 de julho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 201 SPECIAL REPORT



"Na mente do público, os UFOs parecem ser sinônimo das naves espaciais e visitantes do espaço exterior. Certamente que um estudo cuidadoso dos casos mais extraordinários e inexplicáveis sobre UFOs, não só dos arquivos da Força Aérea mas também dos centros de estudos sobre UFOs, deixa poucas dúvidas acerca da atuação de algum tipo qualquer de "inteligência". 
Mas que tipo e de onde?" (Dr. J. Allen Hynek, Professor de Astronomia, Diretor do Centro de Estudos de UFOs - OVNI - Relatório Hynek)




Desde muito tempo mesmo os chamados Discos Voadores, ou UFOs, têm sobrevoado o nosso mundo. Mas foi somente a partir do distante ano de 1947 que eles foram devidamente notados. Em meio a uma profusão de relatos e testemunhos espalhados por toda a face da Terra, os governos mundiais - e sobretudo os das grandes potências - passaram secretamente a estudá-los. E diante de algo que superava em muito - como ainda hoje, de fato, continua superando - toda a tecnologia conhecida, a solução mais viável encontrada foi a de tentar desacreditar o espinhoso assunto, para o qual não havia uma explicação sequer razoável. A princípio tidas como máquinas perfeitas e indestrutíveis, as evidências que hoje possuímos parecem nos dizer exatamente o contrário. Como toda e qualquer máquina os UFOs não estão imunes às falhas! Existem ocorrências e inúmeros registros de acidentes os envolvendo, muitas associadas aos resgates dos corpos dos seus tripulantes, igualmente provando que estes também são vulneráveis. Apesar de toda a feroz política de sigilo que encobre o assunto, nada se pode esconder por durante muito tempo, uma vez que, aqui ou acolá, as falhas de uma rígida segurança estão proporcionando pouco a pouco a revelação dessa espantosa verdade ao público.


SPECIAL REPORT! Veremos a seguir uma série de quadros de um vídeo tomado por uma testemunha da recente queda de um UFO em uma região chamada Doraville, situada no Estado da Georgia, EUA. Esse filme não é uma fraude e foi levado ao ar em uma edição especial da Action 3 News, KMTV, afiliada da CBS em Omaha, Nebraska - e portanto, uma organização séria e digna de total credibilidade.


As atônitas testemunhas descreveram que pouco depois do anoitecer, um estranho objeto luminoso veio do céu em alta velocidade, espatifando-se naquela região e por muito pouco quase atingindo um depósito.


Essa imagem nos mostra os destroços do UFO em meio à escuridão reinante.


Porém, não haviam somente destroços: copos de estranhas criaturas humanóides estavam espalhados dentre eles!


Logo adiante de um desses cadáveres podemos ver os cintilantes, multicoloridos e estranhos destroços do UFO, brilhando e ainda pulsando em meio à densa escuridão.


Nessa outra tomada, mais um corpo dotado de reduzida estatura e de uma coloração acinzentada.


A área logo foi cercada e isolada pelo Corpo de Bombeiros local, chamado pelas assustadas testemunhas que julgavam ter se tratado da queda de uma aeronave. Mas logo se viu que era um tipo de "aeronave" bem diferente do convencional - principalmente pelo tipo da sua bizarra tripulação cujos corpos jaziam espalhados em meio aos destroços!


As equipes de resgate, atônitas, começavam a examinar os restos daquelas estranhas criaturas - uma coisa que somente tinham visto antes através dos filmes e da TV, mas que agora eram bem reais e estavam diante dos seus olhos, ao alcance das suas próprias mãos!


Eis um close de uma das criaturas - um clássico alien da tipologia gray!


O que logo chamava a atenção foram as suas mãos em formas de garras, sob a forma de longos "dedos".


Dedos que pingavam uma espécie de sangue, porém dotado de uma forte coloração esverdeada sob a luz!


Aqui, a mão enluvada do membro da equipe de resgate apara esse estranho "sangue" que fluía do pequeno corpo daquela não menos estranha criatura.


E aqui uma visão mais aproximada de um outra dessas pequenas criaturas.


Como seria de se esperar, e diante do caráter inusitado da ocorrência, as autoridades logo foram acionadas e, possivelmente unidades militares devidamente equipadas, compareceram ao local......


..... Obviamente, isolando-o definitivamente e declarando-o como área restrita e sob intervenção militar. Curiosamente, a placa de advertência menciona claramente a palavra "UFO"..... Muito sutil mesmo! Como, então, se eles mesmos dizem que o fenômeno "não existe"?


O cinegrafista, então, se aproxima de um membro do Corpo de Bombeiros que trabalhava no local, tentando obter mais algumas imagens. Ao fundo vê-se o prédio que quase foi atingido pela queda do UFO.....


.... Porém a clássica mão na lente da câmera, acompanhada de um sonoro - "Get out here" ( - "Caia fora daqui"), logo botaram para correr o nosso corajoso cinegrafista....


.... Que felizmente ainda teve tempo de tomar uma última imagem da cena dos destroços do aparelho, em meio aos quais jaziam ainda outros corpos alienígenas! O filme acaba nesse ponto com as palavras da repórter Agatha Hyde relatando que a rede de TV esperava para o próximo dia mais detalhes do acidente. Detalhes que muito compreensivelmente nunca chegaram àquela corajosa emissora que, por sinal, merece todo o nosso respeito e consideração, não só pela sua coragem, como principalmente pelo fato de ter desafiado abertamente o vergonhoso sigilo oficial, levando ao conhecimento do público tudo aquilo que ele tem o sagrado direito de saber.


"O essencial é invisível para os olhos"
(Antoine de Saint Exupéry - O Pequeno Príncipe)


O Museu do Cairo tem apresentado aos seus visitantes uma múmia feminina como sendo a múmia da rainha Hatshepsut, encontrada há décadas em Luxor. Hatshepsut, a única mulher a se tornar faraó no Egito, teve um reinado brilhante (cerca de 1482 A.C.) e foi a responsável pelas grandes expedições e pelas imponentes construções em Deir-El-Bahari. Porém, o que a foto acima nos mostra é recente descoberta de uma múmia que estava há muito tempo esquecida nos velhos porões do Museu do Cairo e que - "Esta SIM, seria a verdadeira múmia de Hatshepsut" - segundo declara o Dr. Zahi Hawass, Diretor do Conselho Supremo de Antigüidades do Egito. Recentemente, tivemos a oportunidade de assistir a um documentário de TV do History Channel sobre civilizações perdidas no qual o Dr. Hawass mostrava a inscrição hieroglífica de uma maldição ao repórter. Essa maldição simbolicamente mencionava que os crocodilos devorariam os profanadores daquela tumba. Quando perguntado pelo repórter se, de fato, aqueles que a tinham profanado foram devorados por crocodilos, o Dr. Hawass zombeteiramente respondeu com essa "pérola" no seu Inglês carregado de sotaque: "Oh, não! Os crocodilos só devoram aqueles que acreditam em civilizações perdidas". Pois é! O Dr. Hawass é uma espécie de interventor do Governo egípcio, sempre bloqueando e impedindo o acesso às novas descobertas arqueológicas no seu país - notadamente aquelas mais "embaraçosas". E se ele não sabe nem o que tem guardado nos seus próprios porões, quem exatamente o tal crocodilo da maldição adoraria devorar? (FOTO: Reuters)


Assim como acontece com os UFOs, a tendência generalizada da nossa Ciência é a de comodamente rejeitar tudo aquilo que possa sugerir a existência das perdidas civilizações em passado terrestre muito remoto e desconhecido. Em contrapartida, e apesar dos céticos, os mais estranhos monumentos espalhados por todos os quadrantes do nosso planeta nos provam exatamente o contrário. Acima, vemos as imponentes ruínas de Chelley, Novo México, EUA, originárias de uma desconhecida e misteriosa civilização denominada Anasazi. Essa cultura trabalhava a rocha com uma desenvoltura surpreendente, erigindo as suas moradas nos altos penhascos de toda a região sudoeste dos EUA. Não se sabe como extraiam, manipulavam e transportavam pesados blocos de pedras. Essa antiga foto também nos mostra um imponente monumento - um colossal rosto cujo corpo lembra o de uma esfinge, situado na parte superior esquerda!


Pois é! Essas antigas fotos se tornam muito reveladoras, uma vez que nos mostram sem quaisquer censuras certas coisas que contrariam frontalmente tudo aquilo que se conhece através dos nosso convencionais tratados. Essa, por exemplo, foi tomada em 1870 no Grand Canyon, Arizona, EUA, igualmente nos mostrando um gigantesco perfil rochoso cujo capacete, olho e nariz são bastante nítidos. Quem teriam sido esses misteriosos personagens, retratados com extrema insistência por todo o nosso planeta?


E você deseja ver algo simplesmente fantástico? Então, repare bem na foto dessa notícia de jornal, gentilmente enviada pelo nosso estimado visitante Fawcett. Nela, vemos a notável artista da TV brasileira Regina Casé, ao lado de um futuro protagonista do seu programa "Brasil Legal". A imagem foi tomada em Niterói, Município do Rio de Janeiro, Praia de Itacoatiara, do outro lado da Baía de Guanabara - esta, por sua vez, repleta de intrigantes mistérios deixados por uma perdida civilização, tais como nos Morros do Corcovado e do Pão de Açúcar. O QUÊ se pode ver, bem na extremidade direita da foto, estampado na grande lateral de uma montanha e já muito desgastado pelo tempo?..... (FONTE: Rodrigo da Cunha e FOTO: Christina Bocayuva)


...... Vamos, então, ampliar o intrigante detalhe para que você possa melhor examinar?


E nada como usarmos o recurso do efeito de realçar a figura, como também examinarmos o seu correspondente negativo. Simplesmente alucinante, não? Algo que lembra, embora muito vagamente, uma antiga divindade egípcia, de certa forma semelhante a Anúbis ou Hórus..... Mas NÃO TIPICAMENTE EGÍPCIA! Note-se, também, na parte inferior direita, pequenas figuras que lembram aliens! Tudo isso ali estampado desde milhares de anos atrás, sempre pela mesma misteriosa civilização que esteve no Brasil e era notável especialista em esculpir montanhas inteiras!


Gostou? Então agora veja ISTO! Um recente filme nos mostra uma equipe, possivelmente composta por cientistas russos, chegando a bordo de um helicóptero a uma região desolada, situada em Ostrov Viner-Neyshtadt, Sibéria, procurando por alguma coisa muito especial. (FOTOS: Arkadysimkin)


Eles sabiam exatamente o quê estavam procurando. O helicóptero pousa, então, em uma desolada região, coberta pela neve, na qual coisas muito estranhas começavam a aflorar dos gelos eternos da Sibéria.


Munidos de potentes equipamentos especializados, o trabalho começa:


Outros pesquisadores percorrem atentamente a área.


Uma espécie de sarcófago, repleto de misteriosas inscrições, é então escavado na neve!


Eis o correspondente negativo.


Dentro dele, a múmia muito bem preservada de uma colossal criatura......


...... Que começa a ser examinada pelos pesquisadores.


Eis o rosto da estranha criatura, um verdadeiro gigante......


...... Aqui devidamente ampliado!


Porém, as surpresas não ficaram apenas por aí. Coisas estranhas sobressaíam em meio à neve!


O filme alega possivelmente se tratar dos restos de uma espaçonave alienígena - em outras palavras, um antigo acidente envolvendo um UFO.


Contudo, o que vemos no close parece ser os restos de uma colossal estátua - obra de uma civilização muito antiga e desconhecida. Mas, QUAL? O filme termina e, como sempre acontece, nunca mais se soube nada sobre o assunto. Honestamente, e como coisas como essas jamais poderiam ser censuradas, fica aqui, então, apenas e tão-somente, este nosso Special Report para que você, Prezado Visitante, tire as suas próprias conclusões. De nossa parte, sugerimos ao Dr. Zawi Hawass, brilhante mas cético Diretor do Conselho Supremo de Antigüidades do Egito, que tome muito cuidado e evite sempre passar por perto dos crocodilos!






Total de visualizações de página

Página FaceBook