BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 230 EFEITOS COLATERAIS



""Mas o limite entre ficção e a realidade científica tem-se tornado cada vez mais tênue, quase como se a primeira fosse uma introdução à segunda" (Charles Berlitz - Atlântida, o Oitavo Continente)





A exploração espacial é, sem qualquer dúvida, uma nova e muito promissora possibilidade para o homem terrestre. Conhecer outros mundos, contactar outras civilizações, ampliar os horizontes mentais e espirituais, e assim por diante, são apenas algumas das múltiplas benesses das quais poderemos um dia vir a desfrutar. Contudo, e apesar de todo o nosso ainda modesto avanço tecnológico, certos setores ainda tentam esconder do grande público o fato de que não somos a obra-prima de toda a Criação de Deus e, principalmente, a grande verdade de que absolutamente não estamos sós nessa incomensurável vastidão estrelada que nos cerca! Toda causa tem um efeito e vice-versa. Assim, por mais que escondam tais fatos da humanidade, as evidências surgem, a cada dia que se passa, mais e mais clamorosas e gritantes. Acima, por exemplo, você vê três inegáveis pirâmides. E além de tudo perfeitamente alinhadas, não? Claro, tal como aquelas três situadas em Gizé no Egito. Só que elas estão situadas...No solo de MARTE! Este é um fragmento ampliado de uma foto da NASA e a imagem mostrada não deixa margem a quaisquer dúvidas. Muito embora afirmem que tudo isso não passaria de meros jogos de sombras, ou trabalhos da erosão marciana, os "efeitos colaterais" que os desmentem se manifestam contra eles mesmos.... E, muito paradoxalmente, sempre graças a eles mesmos!


Não adianta mesmo esconder o óbvio. O livro mostrado acima, de autoria do notável e altamente conceituado Dr. Ivan T. Sanderson, tem o título de "RESIDENTES INVISÍVEIS - A REALIDADE DOS UFOS SUBMARINOS". O Dr. Sanderson passou quase toda a sua vida pesquisando os intrigantes mistérios do Triângulo das Bermudas, bem como outros pontos "malditos" do nosso planeta onde os UFOS parecem nutrir uma especial preferência pelos nossos oceanos, evidentemente tendo por lá as suas bases secretas. Nesses locais tornam-se notáveis as distorções de natureza eletromagnética, as aberrações de tempo e espaço e, notadamente, os inexplicáveis desaparecimentos de navios, aviões e seres humanos.


Janeiro de 1967: sobre o lago Saint Clair, um OSNI fotografado por Grant Jeroslaw quando em alta velocidade emergia das águas. Os oceanos, a fronteira misteriosa e ainda inteiramente inexplorada do nosso planeta, cobrem setenta por cento do globo. E que lugar melhor do que esse para criaturas de um outro tempo e de um outro espaço se infiltrarem aqui, sem despertarem maiores suspeitas, a não ser causar alguns efeitos colaterais quando colocam em operação a sua poderosa tecnologia?


Os tais efeitos colaterias podem por vezes ser ainda mais perigosos do que simples aberrações magnéticas. A presença alienígena no nosso mundo forçosamente implica na própria necessidade de sobrevivência dessas desconhecidas criaturas. As mutilações de animais continuam em todas as partes do planeta, sem que se consiga qualquer tipo de explicação para elas. A não ser aquela que diz respeito às técnicas cirúrgicas totalmente avançadas e desconhecidas as quais extraem órgãos internos e sangue, literalmente drenando todo o corpo das vítimas. Em síntese, algo que NÃO É MESMO DESTE MUNDO!


Nesta outra imagem, vemos a carcaça de um bovino tão drenada, esvaziada a tal ponto que quase se confundia com a vegetação dominante no local!


Este é o mapa de localização do Lago Baikal, uma das regiões da Terra (além de Porto Rico) onde se manifestam as aparições de UFOS com maior intensidade. Ao mergulharem e emergirem das águas, tornam-se então USOs (sigla em Inglês para Unidentified Submarine Objects). Por sua vez, sabe-se que mergulhadores militares a serviço do Ministério da Defesa da antiga União Soviética, se depararam com a existência e estranhas criaturas meio-humanas se movimentando nas profundezas daquelas águas, sem utilizarem quaisquer equipamentos para mergulhos, a não ser uma espécie de capacetes. Alarmado com isso, um comandante militar ordenou aos seus mergulhadores a captura de uma dessas criaturas, tendo sido uma equipe despachada com essa exclusiva finalidade. Quando os mergulhadores finalmente lançaram uma rede sobre uma daquelas entidades, o grupo inteiro foi violentamente arremessado à superfície através de uma força desconhecida e descomunal, isso sem qualquer medida de descompressão o que causou severos danos à saúde deles, tornando todos inválidos e resultando na conseqüente morte de três desses mergulhadores!


Aqui, a foto de um deles quando sem a menor cerimônia mergulhava no Lago Baikal. Nesse caso em particular,o Efeito Colateral foi que a Marinha Soviética, cansada dessa afronta, resolveu um dia cercar com uma de suas unidades de combate um objeto submarino não-identificado de grande porte que tranqüilamente desfilava sob a superfície do Baikal. O resultado de tal frustado combate foi a resposta hostil do USO mediante a total destruição da belonave militar, com a conseqüente perda de dezenas de vidas. Daí para a frente, e muito prudentemente, as autoridades russas acharam melhor fingirem que nada está acontecendo por lá. Nada demais nisso, pois também na Ucrânia submarinos soviéticos eram perseguidos e atacados por outros "submarinos não identificados" , descritos como máquinas esféricas que se locomoviam sob a superfície em altíssima velocidade para depois ascender aos céus!


Cientistas russos acreditam que certas inusitadas formas de vida, as quais de quando em vez são descobertas, possam ter chegado ao nosso planeta desde o espaço exterior, o que não é de todo improvável. Por outro lado, as distorções magnéticas e eletromagnéticas provocadas pelas intensas movimentações dos UFOs poderiam abalar o equilíbrio da Natureza, propiciando assim o surgimento de certas mutações totalmente descontroladas e fora dos tradicionais padrões conhecidos.


Essa curiosa criatura marinha é um exemplo típico. Uma espécie que repentinamente surgiu nos oceanos tal como que vinda do nada!


Aparentemente, trata-se de uma criatura dócil, conforme se depreende pela foto acima, na qual um mergulhador mais destemido até mesmo ganha um "beijinho". Note-se, pela presença de um filhote, logo abaixo, que essa bizarra espécie está se reproduzindo.....


...... E que além do mais é um tipo de criatura que atinge imensas proporções! De onde, então, teria vindo essa coisa?


Os efeitos colaterais continuam a atormentar os céticos. Essa é uma antiga imagem do famoso monstro do Lago Champlam, no Canadá, logo rotulada como "fraude" ou "montagem" pelos tradicionalistas ortodoxos da Ciência, sempre avessos a encarar a realidade e a admitir quaisquer evidências contidas nos fatos....


Porém, e apesar deles, o tal monstro do Lago Champlam ainda continua aparecendo e sendo fotografado pelas atônitas testemunhas. A perpetuação dos remanescentes de alguns antigos animais dos tempos pré-históricos até os dias atuais é algo igualmente considerado como "lendas ou embustes". Mas até que ponto?


Até o ponto em que a conceituada Rede de Televisão ABC mostrou as surpreendentes e além de tudo inegáveis imagens tomadas de bordo de um pequeno barco, na qual o enorme pescoço do monstro do Lago Champlam se torna intensamente nítido e visível!


Aqui, uma outra imagem nos mostra até mesmo o prolongamento da pata do animal, possivelmente um Plessiossauro - claro que o descendente de um animal considerado extinto há muitos milhões de anos, que de alguma forma desafiou o tempo!


Mas, quê realmente é o Tempo, a não ser uma ilusão e um mero ponto de referência criado por nós mesmos? Esse é um desafio que os verdadeiros cientistas de vanguarda tentam decifrar, já admitindo como perfeitamente possíveis as viagens através dele, tanto para o passado quanto para um futuro distante. Basta apenas e tão-somente desenvolver e alcançar a tecnologia necessária, o que, por sinal, não está muito longe de acontecer. (IMAGEM: National Geographic)


Na Seção "004 VIAGEM", dos classificados de um certo jornal norte-americano, há alguns anos atrás surgiu esse curioso e além de tudo bizarro anúncio, o qual textualmente diz: "Procuro: alguém para voltar no tempo comigo. Isso não é uma piada. Você será pago quando retornarmos. Deve trazer as suas próprias armas. A segurança não é garantida. Já fiz isso uma vez antes.....". Não é mesmo muito sutil? Haveria, então, viajantes do tempo entre nós? A resposta parece que é SIM - só que eles não seriam do nosso próprio tempo atual! E como o tal misterioso sujeito que colocou esse anúncio bem o disse, "a segurança não é garantida". Justamente porque acidentes podem acontecer! Aliás, a nossa História nos demonstra que certos personagens muito estranhos e situados em conhecimentos e tecnologia para muito além do tempo em que surgiram, deixaram muitas pistas que traíam a sua verdadeira natureza de viajantes temporais - ocasionalmente perdidos em um outro tempo o qual visitavam. Por outro lado, o tal anúncio além de dizer que o sujeito "já fizera isso antes", pede que o seu eventual acompanhante carregue armas nessa outra viagem ao passado. Por que? A resposta parece bastante lógica: EFEITOS COLATERAIS! Você pode viajar no tempo, dotado de boas ou más intenções - porém sem JAMAIS alterar qualquer evento pois isso forçosamente refletir-se-á no futuro, e talvez com conseqüências desastrosas. Quem leva armas pode, por exemplo, assaltar um banco ou um trem no Velho Oeste (e sem deixar quaisquer pistas) uma vez que o armamento moderno lhe daria estupenda vantagem, aliado ao alto poder de fogo contra o qual não haveria resistência à altura. Se eventualmente se vingar de alguém, matando-o no passado, toda a sua família, e até mesmo você, poderiam de alguma forma ser afetados!


O tempo é mesmo relativo. O notável cineasta e pesquisador James Cameron, autor de TITANIC, afirma ter provas concretas que essas urnas e os restos mortais nelas encontrados pertenceram a Jesus Cristo, sua ESPOSA Maria Madalena, a um FILHO do casal e também à Virgem Maria! O documentário que será apresentado pelo Discovery Channel, cujo título será "A Tumba Perdida de Jesus", é baseado na descoberta efetuada no ano de 1980 em Talpiot, Jerusalém. Nessas urnas funerárias estão claramente inscritas as frases "Yeshu Ben Yossef" (Jesus, Filho de José), Yehuda Bar Yeshu" (Judas, Filho de Jesus), "Mariamente e Mara" (nomes relacionados com Madalena e Maria), além de um certo Mateus, também relacionado com a família. Apesar disso, tal afirmação foi contestada por Amos Kloner, o próprio arqueólogo que efetuou a descoberta das urnas, o qual declarou se tratar apenas de uma sepultura judia para enterros, e que tais nomes que nelas aparecem, muitos comuns nos tempos bíblicos, são apenas "meras coincidências". Mas terá sido mesmo? Andrey Feuerverger, Professor da Universidade de Toronto, afirma que a possibilidade dessas "coincidências" é muito remota, na verdade de 600 para 1, para se tratar de um mero acaso! E qual seriam os Efeitos Colaterais se fosse provada a autenticidade desses achados? Em primeiro lugar,a derrocada total de todos os pilares do Cristianismo. Em segundo lugar, os episódios da Ressureição de Cristo e da sua Ascensão aos céus também cairia por terra, uma vez que seus restos mortais teriam sido encontrados. Além disso, SE a Ressureição não tivesse existido NÃO EXISTIRIA O CRISTIANISMO! Em terceiro lugar, a análise do DNA dos restos mortais supostamente pertencentes a Maria Madalena DIFEREM da família ali sepultada, tudo assim sugerindo uma relação matrimonial com Cristo! Em terceiro lugar, o quê dizer da existência de um FILHO resultado dessa união? Não há mesmo muita coisa a se dizer, uma vez que tudo isso já era suspeitado há muito tempo, diante das inúmeras evidências baseadas em documentos autênticos da época, evidentemente suprimidos e considerados apócrifos pelas Autoridades Cristãs. E ainda tem mais: alguns estudiosos e pesquisadores, por sua vez, sugerem que o episódio da Ressureição pode de certa forma ter sido bem mais autêntico do que se imagina, pois afirmam que Jesus Cristo PODIA MOVIMENTAR SEU CORPO ENTRE AS DIMENSÕES. E se assim foi, estaríamos diante de uma outra inegável evidência: ou Ele era um viajante do tempo, ou então se tratava de um "forasteiro", uma entidade de natureza puramente extraterrestre! (FOTO: AFP)








Total de visualizações de página

Página FaceBook