BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 22 de agosto de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 164 PURAS NOÇÕES DE PEDRA!



"Eras pura noção de pedra, rosa educada pelo sal, maligna lágrima enterrada, sereia de artérias adormecidas, beladona, serpente negra..... 

Corri pelos ciclones até o perigo e desci à luz da esmeralda, ascendi ao pâmpano dos rubis, mas calei-me para sempre na estátua do nitrato estendido no deserto." (Pablo Neruda - Canto Geral)




"Fronteiras da Ciência: Antigos Astronautas" - estampa o título desse DVD do conceituado Discovery Channel, o único além do também excelente History Channel a corajosamente desafiar as manobras de acobertamento e engano que pretendem ocultar da humanidade as coisas mais relevantes, coisas que ela não só deveria como igualmente tem o mais pleno direito de saber. Decididamente, os tempos mudaram! Hoje, já não mais se pode negar ou tentar esconder as gritantes e muito expressivas evidências de que o nosso pequeno planeta foi mesmo colonizado, ou habitado, em épocas muito antigas por seres muito evoluídos e advindos de outros mundos do espaço sideral.


- Deuses de Choula, os deuses alienígenas que chegaram do céu.... Esses dois astronautas, um macho e uma fêmea, eram considerados "deuses" pelo povo de Choula. Foram deixados na Terra por outros "deuses" e tinham uma importante missão para cumprir.... Ensinar e criar uma cultura....". Esse texto, por si só, já nos diz TUDO. Pois, não só as mais antigas tradições nos revelam isso, como também todas as provas se fazem incontestáveis! (IMAGEM: © UFOarea.com)


Assim, tudo se encaixa. Tecnologia extemporânea que moldava montanhas, teoricamente impossível de ter existido na nossa mais remota antigüidade! Evidentemente, isso veio de algum lugar. Existiria alguma outra explicação mais lógica? Rostos desconhecidos nas mais altas montanhas, por exemplo, contemplam a eternidade! Marcos evidentes e muito evidências cristalinas quanto à presença muito antiga de uma evoluída cultura que habitou o nosso planeta e se extinguiu!


E assim como em quase todos os quadrantes do nosso globo, o imenso território brasileiro não deixa de fazer parte dessa insólita galeria. Aqui, imagens do Sul do país.


E tudo isso não poderia mesmo se tratar de uma mera coincidência, uma vez que os contornos por vezes esculpidos em cadeias inteiras de montanhas se tornam intensamente claros e bastante discerníveis.


Basta apenas e tão-somente querer enxergar aquilo que é óbvio e gritante. Geralmente atribuídos a "obras de erosão", precisamente por aqueles setores mais comodistas e tradicionalistas que são incapazes de explicar o inexplicável ou, então, sequer tentam fazê-lo, existem alguns fatores que sempre colocam por terra os seus inconsistentes argumentos:


Pois, não há mesmo como se negar a mais forte evidência de todas: aquela que atesta o trabalho das mãos de seres inteligentes nessas insólitas obras do passado, uma vez que nas suas proximidades quase sempre existem os enigmáticos sinais que os habitantes dessa misteriosa cultura perdida nos deixaram! Mensagens desconhecidas que atravessaram os tempos - mensagens e um simbolismo, por sua vez, absolutamente intrigante, porém bastante óbvio:


Mostrando-nos que TUDO, pois, faz muito sentido! Em Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, já no Sudeste do Brasil, uma estranha escultura sobressai no topo de uma outra montanha.....


..... Uma misteriosa, porém bastante nítida, escultura retratando a imensa figura de um estranho ser, ou quem sabe a estilização de um antigo sarcófago! Repare na impressionante riqueza de detalhes. Erosão? Jamais!


E também do Espírito Santo, o nosso estimado visitante nos remeteu esta intrigante foto, na qual um amigo seu posa ao lado de uma escultura que nitidamente retrata um desconhecido rosto do passado! Muito embora certos setores se recusem a admitir, todo o território brasileiro apresenta esses estranhos vestígios, deixados por uma perdida cultura que o habitou em épocas muito distantes e recuadas.


E as provas, as gritantes evidências quanto a isso são mesmo irrefutáveis! Os arquivos do IHGB, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, atualmente sob a guarda da Biblioteca Nacional, guardam um revelador documento oficial, datado do ano 1753 e denominado Manuscrito 512. Tal manuscrito descreve com absoluta riqueza de detalhes a descoberta por parte de uma expedição exploratória do tempo da colonização, realizada em busca de minas de prata e ouro, que diz respeito ao encontro das ruínas de uma antiqüíssima cidade perdida, cuja entrada era guarnecida por três enormes arcos. Tal cidade, cujas altas e portentosas habitações muito simétricas, eram todas edificadas em pedra bruta e contendo uma profusão de misteriosos caracteres alfabéticos! Além de largas ruas, havia uma praça na qual se situavam enormes obeliscos, como também uma grande coluna em pedra negra. E sobre essa coluna, a estranha estátua de um homem cujo braço direito apontava na direção do Pólo Norte! Com grande temor, os exploradores descreveram o total estado de abandono daquelas ruínas, repletas de morcegos, nas proximidades das quais também encontraram uma estátua pétrea de outro ser, de aparência jovem e portando uma espécie de escudo. Outros enormes edifícios foram igualmente descobertos, segundo os exploradores: - "Do lado esquerdo da dita praça, há outro edifício, todo arruinado, mas pelos vestígios remanescentes, não há dúvida de que foi outrora um templo, pois ainda aparece parte de seu magnífico frontispício e também naves e passagens de sólida pedra. Ocupa grande largura de terreno e em suas paredes arruinadas vêem-se esculturas superiormente trabalhadas, com algumas figuras e quadros cinzelados na pedra, com cruzes e diferentes emblemas, coroas e outras minúcias". Muito possivelmente, esses antigos exploradores tenham se deparado com as ruínas da misteriosa cidade atlante perdida de 'Z", assim batizada pelo Coronel Inglês Percy Fawcett que, assim como tantos outros, através das épocas desapareceram para sempre à sua procura nos confins das hostis e inexploradas selvas brasileiras!


Nada é mesmo por mero acaso. Outra misteriosa relíquia do passado? Não! Trata-se de uma obra até muito recente, mandada esculpir por um excêntrico milionário da Romênia. Mas, colocamos aqui essa imagem justamente para lhe demonstrar que qualquer outra obra desse tipo, seja ela antiga ou moderna, É (OU FOI) MESMO fruto da volição e do trabalho das mãos de seres inteligentes, evidentemente obedecendo a um propósito qualquer. Assim, jamais poderemos contestar como "naturais" os misteriosos monumentos semelhantes que nos chegam desde um passado muito remoto e obscuro da evolução terrestre. Tudo, assim, se repete! Muitos séculos ou milênios depois, aqueles que nos sucederem aqui no planeta, ao encontrarem os restos desse monumento já bastante corroídos pelo tempo, certamente não poderão também atribuí-lo à "erosão"?


Não há mais dúvidas: a Terra tem sido intensamente visitada não somente hoje, como também desde os mais remotos tempos. Todavia, as sempre crescentes evidências nos provam que a insistente presença de máquinas voadoras alienígenas - se é que algumas delas seriam mesmo de natureza alienígena - muitas delas advindas de diversos mundos e dimensões desconhecidas, nem sempre nos traria coisas pertencentes aos nossos padrões tradicionalmente conhecidos, como também certas coisas ajustadas às nossas concepções de intenções benéficas.


Na cidade de Lebanon, Tennessee, EUA, existe, por exemplo, uma loja de antigüidades que exibe na sua vitrine essa curiosa cabeça de uma desconhecida criatura, peça descoberta em 1989 em uma região denominada Sugar Flat Road, situada nas montanhas desérticas daquela mesma cidade..... (FOTOS: Brent Moore)


.... Devido à sua bizarra natureza, o cartaz associado muito logicamente pergunta: - Isso é um alien? - Quem sabe, e por que não seria? - perguntamos nós..... (FOTO: Brent Moore)


...... Já que estamos mesmo cansados de saber que coisas estranhas, totalmente desconhecidas e vindas sabe-se lá de onde circulam, de fato e sem a menor cerimônia, pelo nosso pequeno e muito misterioso mundo! Na imagem acima, as belas caboclas da Região Amazônica Brasileira observam com curiosidade a estátua de uma bizarra e aterrorizante criatura que ronda as florestas e cujo nome é Mapinguari....


..... Muito semelhante, aliás, ao famoso Bigfoot, flagrado por diversas vezes em filmes e fotografias no território dos EUA. Na foto inferior, o molde de uma pegada atribuída ao Yeti, o Abominável Homem das Neves, criatura que pertenceria à raça dos Bigfeet, recentemente encontrada nas neves eternas do Everest por uma equipe de exploradores do Nepal e dos EUA, quando visto em comparação com o pé humano! O que certamente provaria que tais estranhos seres, desconhecendo fronteiras ou continentes, se espalham por várias regiões da Terra.....


.... Loren Coleman, pesquisador norte-americano e Diretor do Cryptozoology Museum, não tem a menor dúvida de que essa bizarras criaturas não identificadas existem de fato! Na foto da esquerda, vemos uma réplica em tamanho natural da enorme criatura - conhecida como um clássico Bigfoot, ou literalmente "Pé Grande".


Um nome até que bem apropriado. Uma criatura real! No que os também pesquisadores Robert Olson e Joedy Cook abraçam a mesma opinião, considerando não só os inúmeros testemunhos das suas aparições, como também os moldes das enormes pegadas que têm sido encontradas nas regiões florestais mais desérticas daquele país. Meras lendas ou superstições? NÃO! Onde há fumaça, evidentemente há fogo!....


..... E onde há vestígios há provas! Outra criatura bizarra e desconhecida, contudo e bem diferentemente do Bigfoot (o qual tradicionalmente evita o contato humano), além de ser, por sua vez, altamente perigosa, é o famoso Chupacabras, quase um réptil bestial de natureza INTELIGENTE que há bastante tempo vem aterrorizando o nosso mundo e cuja reprodução, segundo os relatos e os inúmeros testemunhos, estes em caráter mundial, pode ser vista acima.....


..... E que, apesar da cortina de silêncio oficial que encobre o assunto, alguns destaques da Imprensa mundial não deixam margens a quaisquer dúvidas que a tal perigosa criatura predadora continua furtiva e insidiosamente agindo por aqui. Uma criatura que, muito clara e evidentemente, não é mesmo deste mundo e cuja assustadora e cruel atividade, que envolve mutilações e mortes de animais e até mesmo de seres humanos, está sempre associada à presença de alguns tipos de UFOs nas vizinhanças!


E até mesmo uma outra coisa decididamente muito estranha foi recentemente encontrada pendendo de um iceberg (foto e negativo, à direita). Atordoados, os cientistas não conseguem identificar que estranha criatura é, ou teria sido, essa. De uma coisa, porém, alguns deles têm a mais absoluta certeza: - trata-se de um organismo estranho à Terra e, portanto, ALIENÍGENA!!! Tal iceberg, proveniente da Antártida, certamente trouxe consigo vestígios relativos há milhões de anos atrás, quando lá se situava um verdejante e fértil continente..... E quem sabe uma antiga colônia de bizarras criaturas ou um fértil habitat muitas entidades biológicas alienígenas, aqui chegadas através dos intensos bombardeios de meteoros que infligiam a Terra aqueles recuados tempos? (FOTO: Eli Norris)


Tudo é mesmo muito estranho! - "Tornei-me uma estrela pornô para pagar o lift da face da minha mãe" diz a chamada de capa dessa revista norte-americana. Porém, a notícia, por sua vez mais bizarra ainda, vem logo abaixo: - "Aliens gays encontrados nos destroços de UFO - eles morreram em um último abraço amoroso". Não conhecemos o teor de tal reportagem e, da mesma forma, nada podemos adiantar acerca do grau de confiabilidade desse tablóide, porém se acaso não se tratar de uma brincadeira sensacionalista (e, por sinal, de muito mau gosto), poderia, quem sabe, ser o relato de mais uma ocorrência envolvendo um acidente com UFO. E se esse foi realmente o caso, o fato de os esqueletos dos supostos aliens terem sido encontrados abraçados não necessariamente significa aquilo que nos diz a manchete, podendo ser o resultado de uma instintiva reação de defesa ante a iminência do acidente. Nos nossos trágicos acidentes aeronáuticos, os corpos de algumas vítimas são assim encontrados, exatamente num último e derradeiro abraço de desespero e medo!


Puras noções de Pedras, Sereias de artérias adormecidas! E não são mesmo todas as coisas cíclicas? E o passado sempre não perseguirá a inexorável Linha do Tempo - pois, tudo aquilo que foi AINDA É, e ainda o será novamente? A História não escrita, cada vez mais, então, desperta do seu sono, provando-nos, assim, que decididamente não estamos sós nessa vastidão maravilhosa que nos cerca. Há os deuses, como também há os demônios. E tudo isso já não esteve mesmo, desde muito, mencionado? Mas, quem deu os ouvidos necessários; quem se dispôs a enxergar com os necessários olhos? Será sempre preciso, pois - e por que não urgentemente necessário? - forçar as portas proibidas; destemidamente cruzar portais desconhecidos - E como já escrevera o iluminado poeta chileno, correr pelos ciclones até o perigo, descer à luz das esmeraldas; ascender ao pâmpano dos rubis - porém, e ao passo que simultaneamente, SILENCIAR! Silenciar, sim, mas apenas com a alma e com o coração - apenas e tão-somente através da mais justa e da mais solene reverência; e, por outro lado, jamais calar aos homens diante da silente estátua do nitrato que, altaneira, sempre se estende no solo intensamente promissor, nem sempre tão árido, nem sempre tão solitário dos desertos!







Total de visualizações de página

Página FaceBook