BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


domingo, 30 de agosto de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 174 JUNGLE!



"Olho as vestes e as mãos, o vestígio da água na cavidade sonora, a parede suavizada pelo tato dum rosto que olhou com os meus olhos as lâmpadas terrestres, que aceitou com as minhas mãos as desaparecidas madeiras: pois tudo, roupagem, pele, vasilhas, palavras, vinho, pães, se foi, rolou pelo chão. 

E o ar entrou com dedos de flor de laranjeira sobre todos os adormecidos: mil anos de ar, meses, semanas de ar, de vento azul, de cordilheira férrea, que foram como suaves furacões de passos lustrando o solitário recinto da pedra" (Pablo Neruda - Canto Geral)




"Selvas" do desconhecido. solitários recintos das pedras! Conforme vimos na nossa página anterior, a sonda Spirit da NASA (foto), realizando explorações no solo de Marte, sem querer e em meio a uma vista panorâmica, automaticamente fotografou a bizarra imagem de uma criatura evidentemente alienígena, sentada em meio às rochas. Como a espantosa imagem correu o mundo, causando uma natural celeuma, logo vieram com o argumento de que, "Mesmo após passados três dias, uma nova foto mostrou a tal "suposta" criatura permanecia na mesma posição e no mesmo lugar". Um argumento sem qualquer dúvida pura e simplesmente destinando a abafar o assunto e assim classificar tal coisa como, por exemplo, "uma mera sombra". Ora, e você acha mesmo que a NASA iria "dar o braço a torcer" e publicamente admitir que ainda existe vida em Marte?


Claro que não! E não é que ao examinarmos mais detidamente a mesma paisagem daquela foto tomada pelo módulo Spirit, iremos encontrar mais e mais surpresas? Como, por exemplo, esta: - repare que existe uma área VERDE na parte superior da imagem, tudo sugerindo se tratar de uma espécie de VEGETAÇÃO rasteira! Marte, de fato, não é apenas uma planeta coberto por uma grossa camada de areia ferruginosa e avermelhada assim como querem nos fazer crer.....


..... Pois, em uma outra parte daquela aparentemente inóspita paisagem podemos ver, também, algo bastante sugestivo.....


.... Tão verde, mas tão verde e ondulado, que parece mesmo ÁGUA!!!


O que, aliás, não é novidade alguma, pois eles já estão mesmo cansados de saber que em tempos muito recuados Marte já teve uma pródiga atmosfera, seus rios, mares e lagos. E não é preciso entender muito de Geologia, para se notar que as ondulações nessas rochas foram mesmo causadas pela grande movimentação de ÁGUA! E por falar nisso, será que você reparou, mas reparou bem, que além do nosso "amigo" que está sentado na rocha à esquerda, e agora já quase na parte superior direita da imagem, uma outra coisa bastante bizarra e além de tudo muito destoante da paisagem?....


SIM, ISTO MESMO - uma OUTRA criatura (e bem semelhante), além daquela que está sentada logo adiante, parece caminhar pela paisagem! A princípio poderiam até alegar que se trataria de parte de uma rocha, porém o negativo, à direita, tira todas as eventuais dúvidas,,,, Dá até para se distinguir o BRAÇO do estranho ser!


Os intrigantes Crop Circles seriam um fenômeno exclusivo dos trigais e campos ingleses? Claro que não, vários outros países do globo são "brindados" com esses estranhos porém belíssimos desenhos geométricos que, da noite para o dia, surgem estampados nos solos - dirigindo misteriosas mensagens para o céu! E embora poucos saibam disso, o Brasil também tem sido objeto desse curioso fenômeno. O caso mais recente acaba de ocorrer em Riolândia, uma região do Estado de São Paulo, próxima de Votuporanga, onde na madrugada do dia 19 de janeiro de 2008 uma área com cerca de 60 metros de diâmetro foi estampada com um desenho insólito, mediante uma força tão grande e desconhecida que literalmente prensou toda a área coberta por um grande canavial! Os especialistas que examinaram o fenômeno unanimemente concordam que nenhum tipo de máquina conhecido teria sido capaz de produzir um impacto tão grande naquela plantação. (FOTO: Solange Buosi)


Nessa outra imagem, podemos ver os precisos contornos do belo desenho do Crop Circle de Riolândia, o qual. e assim como todos os demais, somente se faz inteiramente compreensível desde o céu. - em síntese, foi mesmo feito DO CÉU e para ser visto exclusivamente DO CÉU! Aliás, a presença de um UFO, comprovada por várias testemunhas, fora mesmo detectada na região pouco antes de o fenômeno ocorrer - o que, mais uma vez, prova e comprova a interação dessas misteriosas máquinas voadoras com a elaboração dos intrigantes Crop Circles. Na ocasião o UFO, sem emitir qualquer tipo de som, foi visto pairando a cerca de 50 centímetros do solo, tendo inclusive ocorrido queda no fornecimento de energia elétrica de toda a região! A muito antiga conexão Terra-Céu, ou melhor dizendo, Terra-Espaço Sideral, é algo que não mais pode ser negado. Tanto ontem quanto hoje, as evidências quanto à presença de visitantes de outros mundos ao nosso planeta tornam-se cada vez mais indiscutíveis. E as provas disso estão no céu, no mar e também na terra.... E, por sinal, muito principalmente na terra! (FOTO: Solange Buosi)


Eis um outro exemplo bastante típico de que certas coisas jamais explicadas pela Ciência, misteriosas e advindas sabe-se lá de onde, nos cercam por todos os lados. Uma de nossas estimadas visitantes gentilmente nos cedeu essa foto, por ela mesma tomada em 17 de novembro de 2007, em uma certa região muito estranha situada na área rural de Contenda, cidade situada entre Araucária e Lapa, no Estado do Paraná, ao Sul do Brasil. Ali, um curioso e inusitado fenômeno se manifesta, representado pela abertura em meio às matas de um estranho vórtice, uma espécie de "portal dimensional" muito luminoso, flagrado na imagem acima na sua tonalidade branca. Estranho? Sim, porém, não há somente isso..... (FOTO: Vilma Santos)


.... Já que a mesma imagem nos mostra, bem ao lado da abertura do tal "portal", a diáfana manifestação de um misterioso ser! De onde exatamente teria vindo isso? O quê exatamente significaria? Coisas estranhas, sem dúvida - coisas muito, muito estranhas mesmo, porém bastante reveladoras dentro de um contexto que se torna muito amplo!


E por falar nisso, contextos muito amplos, este nosso pequeno planeta torna-se, na verdade, imenso quando se trata de mistérios! Nada sabemos sobre o que viveu, ainda vive, e sobretudo se oculta nas desconhecidas profundezas dos oceanos - e, muito menos ainda, acerca de tudo aquilo que se esconde em meio às imensas florestas que, intocadas desde muitos milhões de anos, ainda sobrevivem no globo. Uma delas, todavia, irá nos interessar agora - precisamente aquela vasta região verde que você pode ver ao Norte do Continente da América do Sul, à sua esquerda, parte inferior da imagem planificada acima:


Você, por acaso, já ouviu algo a respeito da Expedição Zigurats? Pois então é necessário saber que, através do seu PROJETO PORTAL, esses bravos e indômitos exploradores, por meio de um trabalho meritório e altamente relevante, em uma certa época corajosamente se embrenharam nas selvas da Amazônia Brasileira, tendo como objetivo específico as pesquisas de campo naquela parte do território brasileiro no sentido de encontrar evidências de civilizações pré-colombianas de aproximadamente 25.000 ANOS ANTES DE CRISTO, seguindo os vestígios encontrados em cavernas - através de pinturas rupestres, de artefatos e símbolos ainda não conhecidos dos estudiosos da Arqueologia mundial, e que são provavelmente apenas encontrados nestes sítios arqueológicos da Selva Amazônica! Por síntese, em busca da identidade perdida daquela região, visando a elucidar e procurar os vestígios quanto à existência das perdidas civilizações, as quais em tempos muito recuados e esquecidos marcaram a sua presença naquelas regiões misteriosas, ainda quase que totalmente inexploradas. (FOTO: Equipe Zigurats Brasil)


A colossal Floresta Amazônica - vale aqui um parêntese - é um repositório de inúmeros mistérios abrangendo mais de 35 milhões de quilômetros quadrados somente no Território do Brasil, sendo totalmente percorrida por uma imensa rede axial de rios, não somente na sua superfície, como também por uma OUTRA rede de misteriosos RIOS SUBTERRÂNEOS - temidos, respeitados e solenemente reverenciados pelos índios, pelo fato de, acreditarem eles, tais desconhecidos e inusitados afluentes do rio Amazonas sejam originários da "Morada Secreta do Deuses" - lembranças de antigas civilizações que os precederam? Faz sentido? Pode ser que SIM - aliás, pode-se mesmo dizer que SIM! Esse rio subterrâneo visto na imagem acima, por exemplo, aflora no Estado de Mato Grosso. De onde ele viria? Qual a sua real extensão? - Algo que ninguém sabe e talvez nunca o venha a saber!


E sob a muita sugestiva denominação de AKAKOR GOGRAPHICAL EXPLORING, uma organização de pesquisas realiza atualmente um Projeto de exploração nas densas selvas da Amazônia Brasileira, justamente denominado PROJETO AKAKOR, evidentemente numa clara alusão ao nome de uma das três lendárias "Cidades dos Deuses" - perdidas desde tempos imemoriais em meio às floresta brasileiras: precisamente aquela que é detentora desse mesmo nome: - AKAKOR. Essa Organização oficialmente tem como seus objetivos principais e específicos: "A Associação Cultural Akakor Geographical Exploring onlus, nata em 1992, é constituída de um grupo de pesquisadores com objetivo de realizar, organizar e desenvolver projetos de estudo em áreas remotas do planeta. O staff Akakor organiza projetos explorativos de âmbito geográfico, principalmente espeológicos e espelio-subaquáticos, que acontecem em áreas isoladas do planeta, e apresentam como objetivo a pesquisa científica, o estudo e a valorização do patrimônio natural e naturalístico e também a divulgação da cultura....". (IMAGENS: Akakor Geographical Exploring)


Uma atividade altamente meritória e elogiável. Mas, seria tudo? Essa Organização tem explorado através das suas várias expedições aqui na América do Sul, justamente alguns dos lugares mais expressivos do desconhecido passado terrestre os quais, além de tudo, dizem respeito às perdidas civilizações desse remoto e obscuro passado - assim como, por exemplo: - EXPEDIÇÃO ESPELIOLÓGICA (que diz respeito a CAVERNAS!) BONITO 95, Em Mato Grosso do Sul; EXPEDIÇÃO ESPELIOLÓGICA HUMAJALANTA 98 - na Bolívia; EXPEDIÇÃO MULTIDISCIPLINAR ATAHUALLPA, outra vez na Bolívia no LAGO TITICACA e arredores; EXPEDIÇÃO MULTIDISCIPLINAR TITICACA 2002, ainda na Bolívia; EXPEDIÇÃO MULTIDISCIPLINAR TIWANAKU 2004, outra vez Bolívia e em Tiahuanaco; EXPEDIÇÃO ESPELIOLÓGICA AMAZONAS 2005, na Floresta Amazônica fronteira com a VENEZUELA; EXPEDIÇÃO MULTIDISCIPLINAR VIRACOCHA 2007, outra vez Bolívia e onde a expedição, munida de sonares e side scanner, realizouexplorações arqueológicas em Tiahuanaco, precisamente em uma série de condutos subterrâneos ARTIFICIAIS associados à pirâmide de Akapana; e finalmente o PROJETO AKAKOR, AMAZONAS - O MUNDO PERDIDO, ainda em execução cuja última fase conhecida se produziu ainda uma vez nas selvas da FRONTEIRA DO BRASIL COM... A VENEZUELA - ao que se saiba nas proximidades da Serra do Aracá (imagem acima). A Espelologia é justamente a Ciência que estuda.... CAVERNAS. Assim, imediatamente viria à tona a lembrança relativa à imensa rede de túneis subterrâneos, deixados por uma perdida e muito avançada civilização, a qual não é mesmo uma simples lenda e que se estende por quase todo o território Sul-americano! (IMAGEM: Akakor Geographical Exploring)


Logo na fronteira do Brasil com a Venezuela? Uma localidade, aliás, muito sutil já que seria justamente nessa região o desconhecido posicionamento de uma das três "Cidades Perdidas dos Deuses" - precisamente aquela cujo nome é AKAHIM. Essas expedições da Akakor Geographical Exploring (muito embora ao que se saiba nada tenha sido amplamente divulgado), durante as suas explorações têm, muito certamente, se deparado com os vestígios de antigas culturas e civilizações desconhecidas,as quais habitaram essas densas florestas em tempos muito remotos e esquecidos. E diante de tudo isso, então, o nome dessa Organização, AKAKOR, não se tornaria expressivamente interessante e sobretudo muito revelador? SIM, sem dúvida! E, vejam só, ainda tem como um dos seus membros Tatunka Nara (foto atual, acima) - justamente o chefe índio de uma tribo amazônica desconhecida, poliglota pois fala alemão - mestiço, descendente de um soldado alemão do tempo da Segunda Guerra Mundial com mãe índia.... Seu pai, lembremos, um soldado alemão que fora membro das expedições secretamente enviadas por Adolf Hitler ao Amazonas, justamente para tentar encontrar em uma dessas cidades perdidas um tal "objeto deixado pelos deuses"! (FOTO: Akakor Geographical Exploring)


Lembremos, também, que Tatunka Nara (da desconhecida tribo Ugha-Mogulala, a qual há quinze mil anos recuados no passado terrestre fora escolhida como a "eleita dosdeuses"), sendo um profundo conhecedor dessas selvas, há algumas décadas passadas acompanhou o jornalista alemão Karl Brugger na sua desafortunada busca pela cidade perdida de.... AKAKOR! Mera Coincidência o fato de ele agora estar associado e ativamente participando justamente das expedições promovidas pela AKAKOR Geographical Exploring? Dificilmente. Coincidências simplesmente não existem!


Pois, sem qualquer dúvida, a vastidão da floresta Amazônica - conhecida como "O Inferno Verde" justamente pelo seu ambiente hostil e também devido à sua sempre perigosa impenetrabilidade - a qual, na sua quase totalidade, atinge não somente o vasto território do Brasil, como também alguns outros países do Continente Sul-americano, guarda ciosamente os seus imensos segredos. (FOTO: Akakor Geographical Exploring)


Tudo é mesmo um denso mistério. E todas as pistas apontam sempre nas mesmas direções! Esse ambiente que praticamente não sofreu qualquer alteração desde muitos milhões de anos, é comprovadamente povoado por espécies botânicas e biológicas ainda não catalogadas pelo Ciência e deve - da mesma forma e muito certamente - ter abrigado evoluídas civilizações das quais sequer sonhamos que possam ter existido. E cada vez mais, os vestígios quanto a isso se tornam evidentes, absolutamente claros e indiscutíveis!


Evidências absolutamente claras e indiscutíveis que existem mesmo - cabendo apenas e tão-somente encontrar a grande resposta! Pois, já em Roraima a antiga expedição da Equipe Zigurats já se deparara com estranhos e muito reveladores simbolismos em meio a essa densa floresta. Seres desconhecidos retratados; um deles parecendo usar capacete; outro bizarro personagem e também uma estranha criatura aparentemente feminina; a clara representação de um espermatozóide (não é mesmo notável essa representação, pois claramente revela que foi elaborada por seres inteligentes e muito evoluídos, portanto conhecedores de Ciência Biológica?); e, ao lado, a representação de uma espécie de lagarto - este último, por sua vez, representando algo muito sutil que, temos certeza, já vimos antes..... (FOTOS: Equipe Zigurats Brasil)


..... Onde? Claro que no misterioso Planalto de Nazca, já em um outro país da América do Sul fronteiriço com o Brasil, precisamente no Peru, onde imensos desenhos estampados no solo, cuja autoria e antigüidade são ignoradas, dirigem uma mensagem silenciosa para o espaço sideral! Preste atenção no geoglifo de número SETE no mapa acima!


O que, aliás, não é novidade alguma, uma vez que até mesmo no distante solo de Marte uma criatura bem semelhante (contornada em preto na imagem maior) foi moldada - sabe-se lá por quem - e isso em toda uma grande cadeia montanhosa!!! (FOTO: NASA)


Tudo parece, então, se encaixar de maneira surpreendente. Já em Roraima, a expedição Zigurats se deparou com estranhos simbolismos gravados nas rochas - este que vemos acima, por exemplo, torna-se bastante revelador..... (FOTO: Equipe Zigurats Brasil)


..... Justamente porque a ampliação do detalhe, como também a do seu correspondente negativo, nos mostram os estranhos contornos de um muito bizarro - e sobretudo exótico - personagem!..... (FOTO: Equipe Zigurats Brasil)


..... Um bizarro e muito exótico personagem, o qual, ainda mais uma vez, forçosamente irá nos remeter ao intrigante Planalto de Nazca, no Peru, onde as tais imensas imagens, como por exemplo ESTA, se voltam para o céu! Esse colossal geoglifo (que, aliás, foi batizado como "O Rei de Nazca"), guarda mesmo uma certa semelhança com aquilo que está estampado em meio à floresta tropical brasileira.


Estranhos personagens, que, por sua vez, também gravados em uma OUTRA distante região brasileira, igualmente em meio às densas selvas da Amazônia - precisamente em Rondônia - foram detectados pelos membros daquela expedição! (FOTO: Equipe Zigurats Brasil)


Acima, outros estranhos sinais gravados nas rochas, igualmente encontrados pela expedição em Rondônia. Os caracteres estampam um simbolismo nitidamente cósmico - muito principalmente aqueles que podemos ver por último, logo abaixo, na seqüência dos quadros. O da esquerda nos revela algo que lembraria uma nave triangular - para sermos claros e diretos um UFO mesmo - ao passo que o outro, bem ao seu lado, nos mostra algo que, de maneira alguma, não nos seria lá muito estranho.... (FOTOS: Equipe Zigurats Brasil)


..... Pois, SERÁ que já não vimos um símbolo semelhante - e por que não dizer IDÊNTICO - àquele antes? Oh, sim, como não? Precisamente estampado na parte inferior deste enorme UFO, fotografado em 6 de junho de 1967 em San Jose de Valderas, Espanha! Aliás, trata-se de um tipo raríssimo, um único caso de OVNI que se tem notícia pelo fato de estampar uma nítida insígnia externa! E não é mesmo absolutamente surpreendente que tal símbolo esteja igualmente estampado e perdido em meio às inexploradas e milenares florestas brasileiras? Qual o inevitável elo, então, que ligaria tudo isso? - Coincidências? Não há coincidências; coincidências não existem!


E já na área do Rio Madeira, um dos maiores, mais extensos e importantes afluentes do Amazonasa expedição se deparou coma existência de profundas cavernas, aparentemente artificiais, que se dirigem ao subsolo! Impossível prever aonde exatamente levariam!


Aliás, a região do misterioso Rio Madeira apresenta estranhos restos de antigos monumentos submersos, como também muitos sinais e simbolismos estampados nas suas rochas ribeirinhas! (FOTOS: Equipe Zigurats Brasil)


Uma das partes mais interessantes da expedição da Equipe Zigurats, que chegou até mesmo à fronteira com a Bolívia, foi, talvez, aquela relativa à descoberta das lendárias muralhas amazônicas, finalmente encontradas ao longo do Rio Madeira em 20 de julho de 2005, em uma elevação situada a cerca de 140 metros acima do nível do mar, toda edificada mediante a sobreposição de lajotas circulares e abrangendo uma extensa área com 11.300 metros quadrados - obviamente, obra fantástica realizada por uma muita antiga, e além de tudo avançada civilização a qual, por sinal e assim como indicam todas as evidências, posteriormente se espalhou por todo o Território da América do Sul! E, ao que se saiba, a busca continua, dessa feita na procura de uma tal "CAVERNA DE TOTHS", onde certamente muitas coisas altamente relevantes serão encontradas, principalmente porque esse lendário nome torna-se muito revelador, sutil de fato, e faz, sem dúvida, muito sentido nesse contexto.... (FOTOS: Equipe Zigurats Brasil)


.... Pois, o simples nome TOTH - o simbolismo muito antigo da ÍBIS - também presente nessa colossal imagem estampada em toda extensão vertical do Morro do Pão de Açúcar, na Enseada de Botafogo, Cidade do Rio de Janeiro (sem qualquer dúvida obra de uma perdida e muito evoluída civilização do passado) - evoca lembranças muito antigas:


Precisamente porque, sabemos, nada é mesmo por um mero acaso! TOTH, o Deus reverenciado no Antigo Egito sob forma de uma Íbis, segundo aquela tradição, chegou DOS CÉUS em épocas muito recuadas para transmitir a Luz, a sabedoria, as artes e as ciências, para toda a humanidade. Uma primorosa alegoria para, muito metaforicamente, assim também transmitir à posteridade uma grande verdade: - Que não estamos sós em meio a este maravilhoso Universo que nos cerca; que outras humanidades aqui estiveram e foram as responsáveis diretas pelo desenvolvimento das mais antigas culturas, as quais vieram forjar a nossa própria História; que as marcas indeléveis dessa presença jamais serão suprimidas e que, por conseqüência, esses mesmos "Deuses" dos quais HOJE já começamos a suspeitar da existência talvez não nos tenham totalmente abandonado. Precisamente porque as suas "marcas", de modo tímido porém progressivo, igualmente já começam a despontar - despertando do seu sono latente, milenar - imperiosamente iluminando as mentes daqueles que já estão devidamente prontos e preparados para as grandes revelações que forçosamente advirão neste Terceiro Milênio. Mensagens dos antigos "Deuses".... E qual seria aquela mais importante de todas? Os tempos se aproximam e, por que não, pode-se dizer que já são mesmo chegados? E bem ao contrário do frio pensamento materialista, mecanicista e cético, o passado glorioso e lamentavelmente perdido não morreu, jamais poderá ser apagado!


Pois, toda busca a uma cultura resulta sempre na descoberta de uma identidade, uma vez que não somos meramente uma espécie biológica, tal como as demais - algo muito grandioso nos diferencia! Não sabemos quem exatamente somos e de onde exatamente viemos. Há mistérios profundíssimos ainda a serem devidamente desvelados. E tal como um leão ferido porém ainda dotado do seu espírito; tal como um Anjo que um dia perdeu o céu, o Homem lúcido e racional sente, bem nas profundezas do seu ser, erguer-se e vibrar uma herança maravilhosa a qual, quem sabe, muito certamente também se faz presente nos seus genes e, silente, corre através suas veias - levando aquela mesma vida que, em algum outro lugar distante, pulsa nas mais resplandecentes estrelas; suprindo, assim, o abençoado e o necessário alento ao maravilhoso ritmo, ao pulsar do seu próprio coração!







Total de visualizações de página

Página FaceBook