BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sexta-feira, 28 de julho de 2017

O Enigma do Número 3 e seu Poder - Parte 1




Os enigmas, mistérios e poder do número TRÊS. Coincidências? Não creio! Pois exitem muitos fatos que estabelecem o número TRÊS, como sendo um número muito importante em vários setores. 


O número TRÊS esta na astrologia, astronomia, nas religiões, nas construções, nas mitologias, nas geometrias, na ciência, na física, no ocultismo, enfim, esse número esta em diversas coisas que conhecemos e não conhecemos.




Iniciando essa observação de um modo que podemos conectar os fatos relacionados a esse número universal que aparentemente se mostra como sendo o TRÊS. Como podemos observar esse número esta presente desde o início da história humana e vai muito mais além, como será constatado aqui nessa matéria.

Porem, ainda existirá outras relações com esse número que passarão despercebidos ou que ainda estejam ocultos para nossa percepção, mas que existem e no momento oportuno será descoberto. Então dando seguimento, vemos aqui as TRÊS figuras principais da simbologia da história humana, que é representa pela serpente, um humano macho e uma fêmea, portanto TRÊS indivíduo de certa forma diferentes.







Anu, Enlil e Enki, TRÊS figuras Anunnakis, sendo o pai e os dois filhos. Aqui não sera contada a história desses seres que muitos chamam de deuses, até porque a maioria das mitologias, lendas e contos, estão de certa forma representadas no que irá encontras mais abaixo, só que com os nomes variados. Logo farei uma matéria completa sobre os Anunnakis, mas por enquanto vamos a nossa pesquisa sobre esse número mágico...
As TRÊS pirâmides Quéops no planalto de Gize, próximo ao Cairo, Egito. Perceba que a pirâmide maior fica no meio.

Três Marias é o nome popular dado a um agrupamento de três estrelas que formam o cinturão da constelação de Orion, o caçador.
Os TRÊS reis magos e seus TRÊS presentes.

As TRÊS cruzes das crucificações de cristo e dos dois ladões, também perceba que cristo, o mais importante, esta no meio.
Mais um TRÊS, a santíssima trindade, o pai, o filho e o espírito santo.







Os TRÊS budas em seus santuários, se você pesquisar, encontrá em alguns Países, que cultuam os mesmos TRÊS budas, sendo que com características diferentes. Em praticamente todo continente Asiático, vemos esses símbolos do budismo.




Os TRÊS deuses mais importantes e poderosos da mitologia Grega, Hades, o deus do submundo, Zeus, o deus dos deuses e dos raios, que tinha sob os seus domínios as superfícies terrenas e os céus, e Poseidon, o deus dos mares e oceanos. Sendo assim cobriam as TRÊS camadas da superfícies terrenas, que são: como já dito a própria superfície, o subsolo ou o interior terrestre, e os oceanos. E mais uma vez, o mais poderoso se fixa no centro. Na mitologia Romana, os deuses eram os mesmos da Grécia, só que com sem nome diferentes, Zeus por exemplo, era Júpiter, Poseidon era Netuno e Hades era Plutão.





No Egito, não podia ser diferente, são os TRÊS personagens que destacam mais.
1. Osíris, que na Grécia é Zeus e em Roma é Júpiter, que também é Inanna na Assíria e na Babilônia é Ninrod.

2. Hórus, que na Grécia é Eros e em Roma é Cupido, que também é Inanna na Assíria e na Babilônia é Tamuz.

3. Ísis, que na Grécia é Afrodite e em Roma é Vênus, que também é Ishtar na Assíria e na Babilônia é Semíramis.


Catolicismo – José (Ninrod), Maria (Semíramis), Menino Jesus (Tamuz).


Na Índia, no Hinduísmo, continua o número TRÊS fazendo parte do enigma, mas como foi mostrado, segue os nomes que são das mesmas TRÊS pessoas.

1. Krishna, é no catolicismo Jesus, e na Babilônia Tamuz.

2. Maya, é no catolicismo Maria, e na Babilônia Semíramis.

3. Trimurti-Brahma, é no catolicismo José, e na Babilônia Ninrod.


A geometria do triângulo. Como sabemos um triângulo tem TRÊS pontas, e sua geometria é perfeita, trás equilíbrio e sustentação. Vamos saber mais sobre essa geometria...


Triângulos geometria sagrada?

Dentro dos rituais maçônicos predominam os símbolos ocultistas. O triângulo é a figura geométrica que dá origem à pirâmide e ambos são parte da simbologia maçônica. O triângulo é símbolo da luz. Como o vértice para cima representa o fogo e a virilidade. Com o vértice para baixo representa a água e o sexo feminino. O triângulo equilátero é usado como símbolo da divindade maçônica e representa os três atributos divinos: força, beleza e sabedoria, e também os três reinos: mineral, vegetal e animal. O triângulo com um olho no centro representa a onipotência, a onisciência e a onipresença divina; também conhecido como o olho que tudo vê de Satanás.


Numa outra interpretação, provavelmente de base alquímica, os triângulos componentes representam a água e o fogo, e a junção destes elementos, normalmente associados à figuras de animais. Há ainda suposições menos plausíveis associando o hexagrama à ritos "satânicos", ou como um poderoso instrumento para evocações e conjurações malignas em círculos de magia negra; ou associá-lo à pegada de um suposto demônio conhecido por Trud. Ainda, pode-se encontrar o número 666 ao se considerar as duas faces de cada um dos seis triângulos externos, no sentido horário e anti-horário (6 e 6), e as seis linhas que compõem o hexágono interno (666). De qualquer forma, dentro dos círculos ocultistas, o hexagrama geralmente é visto com alguma palavra ou símbolo gravado em seu centro para ser aplicado numa situação específica, como potencializar um ritual ou evocar alguma divindade.
O Hexagrama é uma estrela de seis pontas, é utilizado desde a antiguidade em diversas ordens esotéricas, em talismãs , em cultos, é ainda o símbolo de Israel, a estrela de David .

Não há suporte bíblico para que Israel tenha adoptado a estrela de 6 pontas como símbolo da religião Judaica , porque na verdade o símbolo religioso mais comumente adoptado era o menorah ( candelabro de 7 braços). Aliás na Bíblia há uma repreensão divina ao uso idólatra de uma estrela pelo povo judeu:
"Apresentastes-me, vós, sacrifícios e ofertas de manjares no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel? Sim, levastes Sicute, vosso rei, Quium, vossa imagem,   e o vosso deus-estrela, que fizestes para vós mesmos. Por isso, vos desterrarei para além de Damasco, diz o Senhor, cujo nome é Deus dos Exércitos."   Amós 5:25-27
Não nos acusem de anti-semitismo nem algo do género... Apenas estamos a analisar o significado oculto da geometria do Hexagrama.
A Bandeira de Israel tem o hexagrama, estrela de David. Na cabala judaica também é utilizado.



Os antigos semitas chamavam ao deus saturno "El", acredita-se por isso que a palavra Israel é formada por (IS + RA + EL ), Isis, Ra ( Deidades egípcias) e "El".
É também visível no chapéu (Mitra) do Papa.
Selo de Salomão, o rei Mago judeu , do qual há uma conhecidíssima obra "As clavículas de salomão" Grimórium de magia. .

Algumas seitas como a dos Raelianos utilizam o hexagrama.
À esquerda o símbolo antigo, que tinha a suástica dentro do hexagrama. À direita o símbolo novo, continua com o Hexagrama

Algumas empresas e produtos usam um logotipo em forma de hexagrama, por exemplo o detergente Ariel :







riel é também uma colónia Judaica na Cisjordânia. É um dos nomes para Jerusalém segundo Isaías 29, 1-4. Ariel é ainda o espírito do vento (ar), e ainda um anjo cabalístico.


Visível no emblema de várias forças policiais no mundo , inclusive Portuguesas.

Um símbolo esotérico utilizado no logotipo de forças de segurança? Porque será?
Também no dinheiro está o símbolo, na nota de 1 dólar.

O HEXAGRAMA é formado por dois triângulos sobrepostos, o que dá origem a 6 triângulos internos, 6 pontas e 6 lados interiores do hexágono :

Portanto HEXAGRAMA É o símbolo do 666, e curiosamente em inglês HEX significa: feitiço, maldição. ( a palavra spell também pode ser aplicada para feitiço, maldição). Ou em Alemão : Hexen : prática de bruxaria.
O Baphomet não só forma uma figura de pentagrama como pode também formar um Hexagrama:
O Hexágono também pode ser o símbolo mágico de Saturno, aliás Saturno tem um vortéx em forma de hexágono :



Na Terra ainda são praticados cultos saturninos. Sábado em inglês é Saturday, "saturn day" dia de Saturno. Em 1928 foi fundada uma Ordem Saturnina «Brotherhood of Saturn» na Alemanha por Eugen Grosche . Fraternitas saturni.
Saturno em Caldeu era pronunciado com quatro letras = STUR , cuja numerologia de cada letra origina 666 =
S = 060 . T = 400 , U = 006 , R = 200 . ( 60 + 400 + 6 + 200 É 666 ).

Crop-circle em forma de Hexagrama:

Os sumérios também desenharam o hexagrama, naquela representação do sistema solar. O Hexagrama seria uma "estrela" enorme? Um sol Alcione, ou o planeta X .?


Olhe atentamente para este Tentáculo Satânico, pois a Maçonaria utiliza muito os pantáculos. Veja o pantáculo mostrado a seguir. Ele é usado pela Estrela do Oriente, a divisão maçônica para as mulheres! Novamente, a Maçonaria utiliza um símbolo satânico muito maligno para a Ordem que treina suas jovens e facilmente impressionáveis meninas. Por que pelo menos a Maçonaria não utiliza a "Estrela do Bem", com uma das pontas voltada para cima, em vez da mais maligna estrela de cinco pontas invertida, essa Cabeça do Bode de Mendes? Verdadeiramente, o uso que eles fazem desse símbolo diz-nos exatamente que são totalmente malignos, até mesmo para suas próprias meninas.

Eles estavam brincando com o fato de o emblema do anel maçônico ser na verdade um pentáculo disfarçado! Como você pode ver, a figura à esquerda é um típico símbolo de anel maçônico, com o compasso, o esquadro e a régua. A figura do lado direito retrata a figura completa de onde o símbolo do anel foi retirado. Olhando atentamente, você verá duas estrelas de cinco pontas. Uma delas está mais escura que a outra. O pentáculo de tonalidade mais escura é o Pentáculo Maligno com duas pontas para cima, representanto Satanás, enquanto que o outro, de tonalidade mais clara, é o Pentáculo com uma ponta para cima, a Estrela do Bem, representando Lúcifer. [Veja a explicação do Pentáculo Satânico a seguir.]


A partir dessa ilustração, você pode ver que o símbolo do Anel Maçônico é simplesmente um Pentáculo disfarçado, com as estrelas do Bem e a Maligna representadas! Em outras palavras, esse site wiccano está anunciando para o mundo que a Maçonaria serve tanto ao bom Lúcifer e ao maligno Satanás!

Thoth -- "O primeiro Hermes foi a Inteligência ou Palavra de Deus. Movido por compaixão pela raça que vivia sem lei... Deus enviou ao homem, Osíris e Ísis, acompanhados por Thoth, a encarnação ou repetição terrestre do primeiro Hermes; que ensinou aos homens as artes, a ciência, e as cerimônias da religião; e depois subiu aos Céus ou até a Lua." [Pike, Morals and Dogma, pg 255, Décimo Sétimo Grau, Cavaleiros do Oriente e do Ocidente; ênfase no original].
A fundadora da Casa da Teosofia, Helena Petrovna Blavatsky, cujos livros foram todos escritos por seus espíritos-guia, em uma forma que chamamos de Escrita Automática [Psicografia] associa Thoth para nós. "...Hermes, o deus da sabedoria, também chamado de Thoth, Tat, Seth, e Satã; e que era, além disso, quando visto sob seu aspecto ruim, Tífon, o Satanás egípcio, que também era Seth." [Helena P. Blavatsky, Isis Unveiled [Ísis Sem Véu], Vol. 1; Ciência, Trow´s Printing and Bookbinding Company, pg. 554, xxxiii; ênfase adicionada]
Acho muito interessante que Blavatsky, como Anton LaVey na Bíblia Satânica, não tenha dificuldades em associar o nome infernal Thoth com Satanás, e especialmente com o Satanás egípcio! Lembre-se das palavras de Pike, citadas no início, que "a Maçonaria é idêntica aos mistérios antigos"! Essa afirmação significa que os maçons acreditam no mesmo que era ensinado em todos os Mistérios Antigos e adoram ao mesmo deus, Satanás, só que sob diferentes nomes.
Como a senhora Blavatsky mencionou outro nome infernal, Tífon, e o identificou como o Satanás na mitologia egípcia, vamos revisar Albert Pike novamente, e descobriremos que a Maçonaria também reverencia a Tífon. Tífon - "Osíris era o filho de Hélios (Phra) o 'rebento divino nascido com a aurora' e ao mesmo tempo uma encarnação de Kneph ou Agathodaemon, o Espírito do Bem, incluindo todas suas possíveis emanações, físicas ou morais. Ele representava em uma forma familiar o aspecto beneficente de todas as mais elevadas emanações e nele foi desenvolvido o conceito de um Ser puramente bom, de modo que foi necessário criar outro poder como seu adversário, chamado Seth, Baby, ou Tífon para corresponder às influências injuriosas da Natureza." [Pike, op. cit. pg 588, Ensinos Para o Vigésimo Oitavo Grau, Cavaleiro do Sol, ou Príncipe Adepto].
Novamente, podemos ver a doutrina ocultista e satânica que toda a natureza é composta pelo bem e pelo mal, branco e preto, opostos que são iguais, mas adversários. Isso é puro satanismo, e Albert Pike acaba de abraçá-lo, explicando que a natureza não podia permitir que um Osíris que é só amor e bondade existisse sem um contrapeso maligno. Na verdade, o satanismo e a Maçonaria compartilham o mesmo símbolo revelador para ilustrar essa situação. Apresentamos estas figuras, tiradas de fontes maçônicas:
Nestes símbolos, o Pentáculo da esquerda envolvido pelo círculo mágico é Lúcifer - o deus do bem- com uma ponta voltada para cima e duas para baixo; o Pentáculo da direita, que também está envolvido pelo círculo mágico, é Satanás - o deus do mal - com duas pontas para cima e uma para baixo. Esses símbolos ilustram exatamente o que Albert Pike está falando no parágrafo acima! Ele diz que o deus maligno, a quem chama de Seth, ou Tífon [Tífon é listado na Bíblia Satânica de Anton LaVey como um dos nomes infernais de Satanás] é o adversário do deus do bem, Osíris; portanto, Pike está dizendo que Osíris é Lúcifer, uma conclusão coerente com o resto do reino ocultista.
[Os símbolos acima foram tirados de: Arthur Edward Waite, The Misteries of Magic: A Digest of the Writings of Eliphas Levi [Os Mistérios da Magia: Digesto dos Escritos de Eliphas Levi], Chicago, DeLaurence, Scott and Company, edição de 1966, 1909, pg 223 - Nota: Waite é um autor maçom! Encontrado também em D. Duane Winters, A Search for Light in a Place of Darkness: A Study of Freemasonry, pg 69]
Com esse símbolo em mente, achamos muito interessante que o layout das ruas da capital Washington, que abordamos em grande detalhe nos artigos N1040 e N1081, foi planejado para formar um Pentáculo maligno, o símbolo de Satanás, também conhecido como Cabeça do Bode de Mendes! Portanto, o plano maçônico para os Estados Unidos é maligno, não é bom, em suas próprias mentes. Vamos incluir o layout das ruas com a localização dos edifícios para você agora, mas o encorajamos a ler os detalhes completos no artigo N1040, "Símbolos Maçônicos de Poder na Capital Washington".



Quer dizer:  assim na terra como no céu

Continua...



Total de visualizações de página

Página FaceBook