BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


domingo, 11 de outubro de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 201 HALL OF RECORDS - AS DEUSAS ADORMECIDAS DO TEMPO!




"Águia sideral, vinha de bruma. Bastião perdido, cimitarra cega. Cinturão estrelado, pão solene. Escada torrencial, pálpebra imensa. Túnica triangular, pólen de pedra. Lâmpada de granito, pão de pedra. 

Serpente mineral, rosa de pedra. Nave enterrada, manancial de pedra. Cavalo da luz, luz de pedra. Esquadra equinocial, vapor de pedra. Geometria final, livro de pedra. Timbale entre as lufadas lavrado. Madrépora do tempo submerso. Muralha peles dedos suavizada. 

Teto pelas plumas combatido. Ramos de espelho, bases de tormenta. Tronos revirados pelas trepadeiras. Regime de garra encarniçada. 

Vendaval sustentado na vertente. Imóvel catarata de turquesa. Sino patriarcal dos adormecidos. Anel das neves dominadas. Ferro deixado sobre suas estátuas. Inacessível temporal fechado. Mãos de puma, rocha sanguinária. 

Torre encapelada, discussão de neve. Noite erguida em dedos e raízes. Janela das névoas, pomba endurecida. Planta noturna, estátua dos trovões. Cordilheira essencial, teto marinho. Arquitetura de águias perdidas. 

Corda do céu, abelha das alturas. Nível sangrento, estrela construída. Borbulha mineral, lua de quartzo. Serpente andina, rosto de amaranto. Cúpula de silêncio, pátria pura. 

Noiva do mar, árvore de catedrais. Ramo de sal, cerejeira de asas negras. Dentadura nevada, trovão frio. Lua arranhada, pedra ameaçadora. Cabeleira do frio, ação do ar. Vulcão de mãos, catarata escura. 

Onda de prata, direção do tempo" (Pablo Neruda - Canto Geral)




Você, visitante amigo (a) que fielmente nos acompanha, certamente se lembrará daquilo que vimos insistindo em muitas das centenas de páginas deste Site: - MARTE POSSUI ÁGUA, como também, em tempos muito remotos, abrigou uma avançada civilização. Sem dúvida! E agora, finalmente, a NASA teve a necessária coragem de publicamente revelar a primeira parte desse enigma - ou seja, a sonda Mars Phoenix Lander, cujos sofisticados instrumentos de análise literalmente a "beberam", acaba de descobrir água em ESTADO LÍQUIDO naquele planeta! E agora se prepara para analisá-la em busca de microorganismos de modo a constatar "se ainda existem algumas formas de vida por lá" - algo que, aliás, eles também já estão cansados de saber. Pouco a pouco, a verdade emerge. Muitas e muitas outras surpresas ainda mais espantosas advirão nesses tempos maravilhosos das grandes revelações. Não adianta, pois, esconder mais nada! E, assim, com o decorrer do tempo, você verá que muitas coisas que aqui trazemos para o seu conhecimento serão devidamente confirmadas.


Coisas, por exemplo, que desde um longo tempo foram detectadas, porém olvidadas ou meramente suprimidas e negadas ao conhecimento da humanidade. Na notícia acima, podemos ver que desde o distante ano de 1935 algo assim como uma espécie de "metrô" do passsado, ou seja, uma rede de galerias subterrâneas interligando duas grandes pirâmide de Gizé, no Egito, foi descoberto. Isso, contudo, é apenas uma pequena amostra de tudo aquilo que ainda existe a descobrir em meio às areias milenares e eternas daquela terra misteriosa! Há, sem dúvida, mistérios profundíssimos ali encerrados desde a mais longa e esquecida noite dos tempos!


Da mesma forma que as Antigas Tradições, reverentemente guardadas por milênios nos Secretos Santuários das Escolas de Mistérios autênticas, nos dizem que uma perdida e prodigiosa civilização do passado remoto, legou para a posteridade todos os registros da sua História e da sua avançada tecnologia em TRÊS "Cápsulas do Tempo", ou "Câmaras dos Registros", espalhadas por três continentes do planeta e que somente deverão ser descobertas em um crucial momento de escolha para a humanidade vindoura, tal como uma espécie de advertência para que uma trágica história, resultante de uma cadeia de imponderáveis eventos, não volte a se repetir! (IMAGEM: Andrew Annenburg)


Egito, "O Espelho do Céu, o lugar onde se TRANSFEREM e projetam cá em baixo todas as coisas celestes" - segundo a sua própria Mitologia. Uma afirmação que deve ser levada ao "pé da letra"! Terra dos mistérios e dos grandes segredos, guardados através das eras sem fim. Pois, sabe-se que tudo aquilo que até hoje foi ali descoberto não representam nem 30 por cento do que ainda resta a descobrir. As implacáveis e eternas areias do deserto soterraram tudo, faltando, portanto, ainda a serem descobertos os demais 70 por cento!


E dentre esses 70 por cento, destacam-se as colossais galerias e uma infinidade de túneis secretos que comprovadamente jazem por baixo daquele que é um antiqüíssimo monumento do nosso mais remoto e obscuro passado - um monumento tão antigo que nem mesmo os Antigos Egípcios sabiam da sua existência, e cuja localização somente foi revelada "em sonhos" ao Faraó Tutmés IV, da XVIII Dinastia, o qual a desenterrou trazendo-a finalmente à luz depois de um longo sono!


Esse acontecimento histórico, por sinal, está gravado por entre as patas daquele colossal monumento - muito simbolicamente dotado de corpo de leão e cabeça de homem - através de uma estela mandada erigir por aquele Faraó, justamente em comemoração à sua descoberta. Contudo, isso é apenas a ponta de uma grande "iceberg", uma vez que uma das três "Cápsulas do Tempo" ATLANTES (Egito, Tibete e América do Sul), estaria situada.... Justamente ALI, precisamente nos subterrâneos da Esfinge!


E é precisamente nos subterrâneos não somente da Esfinge como também de TODO o Egito, que dormem os maiores segredos da verdadeira História, como também da Gênese e da própria evolução da humanidade terrestre! Apesar da expressa proibição do Governo Egípcio no sentido de terminantemente proibir quaisquer escavações no local, homens a quem a humanidade muito deve, através de um trabalho altamente meritório, realizam prospecções - ainda que muito limitadas - superficiais, porém dotadas de alta relevância - preparando assim o terreno para o momento em que nada mais poderá limitar, sufocar ou impedir que - para o próprio bem da humanidade - tudo aquilo que deva ser revelado e, enfim, inteiramente desvelado venha finalmente à tona!


- "Por que eles, os que controlam a nossa Sociedade, escondem essas informações? Resposta: - pelo medo de perder o seu poder, o seu controle. Os crentes da Bíblia que controlam a América têm medo de que as descobertas, provando que a nossa remota história seja diferente daquilo que aprenderam nas escolas e na Bíblia, provem também a utilização de uma vasta tecnologia e conhecimentos de visitantes de outros planetas. E os Egípcios de hoje temem que isso prove que eles não criaram as pirâmides". Grandes verdades! (FONTE: Nexus Magazine)


Contudo e apesar de tudo, a verdade é soberana e sempre virá à luz - graças ao trabalho de certas pessoas abençoadas. E dentre esses abnegados homens, a quem a humanidade muito deve, bafejados pela Força do Espírito e pela Luz Maior - que certamente lhes chegam e lhes guiam de algum lugar - destacam-se também os Cientistas e Arqueólogos Patrick Geryl e Gino Ratinckx:


Patrick Geryl e Gino Gino Ratinckx, além de arqueólogos notáveis autores de livros dotados de um relevante conteúdo, abordam justamente as antigas profecias dos Maias e dos Egípcios, relativamente aos cruciais acontecimentos que deverão se produzir no próximo ano de 2012 e que, tal como ocorreu outrora, poderão representar o fim da nossa humanidade e da nossa civilização! Tudo isso está intimamente correlacionado aos registros contidos das "Cápsulas do Tempo", os quais além de conduzir a uma grave advertência, quem sabe poderão trazer a solução para impedir que uma nova e fatal catástrofe se produza no nosso planeta.


Mediante explorações superficiais realizadas por aqueles dois notáveis cientistas, o GPR (Radar de Penetração Subterrânea) efetivamente constatou sob a região adjacente à Esfinge e à Grande Pirâmide de Gizé, a real existência de profundos túneis e câmaras! (IMAGEM: Patrick Geryl e Gino Gino Ratinckx)


Heródoto de Helicarnasso, o grego considerado o "Pai da História" e o Arqueólogo alemão Karl Richard Lepsius (1810-1884). O quê esses homens teriam tido em comum? Simplesmente o fato de que ambos estiveram envolvidos com OUTRO dos maiores mistérios do Antigo Egito: O LABIRINTO! Foi através de um livro que misteriosamente quase que sumiu de circulação ("Relatos das Minhas Investigações") que aquele historiador grego relatou ter visitado em 448 AC as dependências do Labirinto durante a sua estada no Egito. Nele dando localizações muito precisas - "Não longe da margem meridional do Lago Moeris e nas cercanias de um lugar chamado Crocodilópolis" - Heródoto classificou aquela estrutura como sendo dotada de jardins interiores, além de dois pavimentos e 3 MIL compartimentos, ou câmaras - sendo 1500 no subsolo e os demais 1500 situados na sua planta baixa!.....


..... "Visitei e vi pessoalmente as mil e quinhentas habitações da planta baixa, mas quanto às habitações do subsolo devo confiar na autoridade de outros, pois os egípcios não me permitiram entrar. Ali podem achar as tumbas dos reis que originalmente construíram o labirinto e dos sagrados crocodilos.... Resultava difícil que tivessem sido construídas por mãos humanas..... Junto a esse labirinto há uma pirâmide com 75 metros de altura, onde se acham gravadas figuras de animais.... - continua Heródoto na sua longa e muito detalhada descrição. Mera fantasia do historiador grego? Não, pois coube justamente ao Arqueólogo alemão Karl Richard Lepsius a proeza da sua descoberta, levada a efeito em 1843, porém somente tendo encontrado uma pequena parte (externa) das suas ruínas - descoberta esta não levada muito a sério pelos meios acadêmicos, caindo depois no mais completo esquecimento.


E essa é a imagem por satélite da quase que desconhecida região de HAWARA, conforme muito precisamente mencionada por Heródoto, e onde se situam as ruínas subterrâneas do Labirinto - um dos maiores enigmas dos mais desconhecidos e pretéritos tempos terrestres! Segundo outros historiadores do passado os quais, à semelhança de Heródoto - tais como Maneton, Estrabão, Diodorus, Pomponius e Plínio - mencionaram sobre a sua existência, tal Labirinto, "amais portentosa edificação jamais construída" e, segundo Heródoto, "um trabalho além da palavras", conteria um artefato chamado de "O Círculo do Ouro" - uma peça granítica recoberta de ouro, revelando O LEGADO TECNOLÓGICO DEIXADO POR UMA CIVILIZAÇÃO PERDIDA, MUITO MAIS ANTIGA DO QUE A EGÍPCIA! Há também ali um gigantesco Zodíaco, contendo a representação das mais distantes constelações, além de paredes movediças.... Através de desconhecidos mecanismos.... Alta tecnologia! (FOTO: © Europa Technologies/DigitalGlobe/Google)


Todas as antigas descrições coincidem, pois, ali, de fato, existe uma antiqüíssima pirâmide, se é que é mesmo uma pirâmide, tão antiga quanto a noite dos tempos, estranhamente ignorada pela Arqueologia Tradicional e supostamente atribuída ao Faraó Amenenhat III....


..... Na verdade, sabe-se que Amenenhat III, soberano da XII Dinastia, usando de um procedimento tardio e muito comum no Antigo Egito, simplesmente teria ocupado as suas dependências externas e arredores, simplesmente aproveitando-se daquilo que já teria encontrado construído no local, sem contudo ter havido qualquer interferência dele com o Labirinto, na verdade muito mais antigo do que a sua própria época.


Mas, se olharmos com a devida atenção aquilo que chamam de "Pirâmide de Hawara", poderemos claramente constatar que se trata de uma montanha - ou quem sabe uma edificação artificial - e além disso moldada sob a forma de um estranho ROSTO!.....


..... Um "rosto", tal como uma esfinge, aqui melhor visualizado em uma antiga foto, por sua vez tomada através de um outro ângulo!....


E, aqui, melhor ainda visto através da imagem de uma moderna fotografia aérea. Muito corroído pelo tempo, sim, porém ainda perfeitamente discernível!


E aqui está até onde os modernos arqueólogos puderam chegar: - uma das entradas para o Labirinto - hoje inacessível e, acredita-se, totalmente submerso pelas águas do Nilo, as quais supostamente o teriam inundado através dos tempos.... OU, quem sabe, teria sido essa operação de bloqueio propositadamente produzida pelos Antigos Mestres de modo a preservar o segredo até que chegue a hora e o momento apropriado para que seja finalmente revelado? (FOTO: © youregypt.com)


Algumas das estátuas encontradas nas proximidades do Labirinto, podem mostrar os rostos de estranhas criaturas antropomórficas, ao passo que a maioria delas foi propositadamente mutilada - sabe-se lá por quem e de modo a esconder o quê!? E o quê temem os prestidigitadores da verdade?


Antigos cronistas e estudiosos já mencionavam e até produziam ilustrações quanto à existência dessa megaestrutura egípcia - talvez a maior, aquela que seja a mais fantástica e colossal edificação de toda a antigüidade! Haveria, então, um grande fundo de verdade nisso? SIM, pois.....


.... As modernas prospecções efetuadas através do GPR, o Radar de Penetração Subterrânea, espantosamente detectaram no subsolo, e a partir da tal "pirâmide de Hawara", a real existência de uma portentosa estrutura, cuja reprodução podemos ver acima. E isso é somente aquilo que situa no seu andar superior, nas primeiras camadas do subsolo. Logo abaixo dessa colossal estrutura muito mais coisas certamente existem por lá! (IMAGEM: © University College London)


Todavia, as esperanças residem também na presença dos intrépidos exploradores Patrick Geryl e Gino Ratinckx que, enfrentando todas as barreiras impostas pelo Governo Egípcio, estão muito atuantes em Hawara, justamente de modo a conseguir explorar de alguma forma os desconhecidos meandros do seu intrigante Labirinto!


Por outro lado, e sob os auspícios da Ghent University e a coordenação de Projeto de Louis de Cordier, realiza-se também no momento em Hawara a EXPEDIÇÃO MATAHA, com a finalidade de explorar o Labirinto e, se possível, conseguir penetrar nos seus interiores e assim desvendar os seus milenares segredos!


Segredos estes que podem conter as chaves para a redenção ou o fim da humanidade! Aliás, as referências veladas ao Labirinto, assim como a todas as demais estruturas subterrâneas que hoje jazem soterradas nas areias do deserto egípcio, eram sutilmente mostradas em certas curiosas imagens que os Sábios e os mais Elevados Mestres daquele povo nos legaram. Uma imagem vale certamente muito mais do que mil palavras? SIM, tornam-se muito claras, basta apenas e tão-somente que corretamente as interpretemos!


Nessa magistral foto, vemos uma parte da nossa galáxia reluzindo sobre as montanhas do Estado norte-americano de Utah. Lindo, não? Claro, serve para demonstrar o quão pequenos somos diante desse maravilhoso Infinito estrelado que nos cerca! Mas, nesse particular iremos também encontrar um outro grande mistério: - Quando se sobrepõe o mapa do Rio Nilo com o mapa astronômico dessa nossa galáxia - a Via Láctea - espantosamente podemos constatar que existe uma clara semelhança, uma analogia espantosa; algo de tirar o fôlego, pois o posicionamento de MUITAS IMPORTANTES ESTRELAS DESSA GALÁXIA CORRESPONDEM AOS EXATOS LOCAIS NOS QUAIS OS SAGRADOS TEMPLOS EGÍPCIOS FORAM CONSTRUÍDOS AO LONGO DAQUELE RIO!(FOTO: © Wally Pacholka, Astropics.com)


E não há qualquer tipo de especulação nisso, uma vez que também já está provada uma surpreendente analogia com três curiosas estruturas alinhadas no solo de MARTE, relativamente aos alinhamentos das três mais brilhantes estrelas do Cinturão de Órion - já em uma outra distante galáxia - e ainda relacionadas às três grandes pirâmides de Gizé, no Egito! Não poderia mesmo haver qualquer coincidência nisso!


Aliás, não poderia mesmo haver! ALNITKA, ALNILAM e MINTAKA são as três mais brilhantes estrelas do Cinturão de Órion, tal como estavam precisamente alinhadas há 10.500 A.C. - época esta que plenamente coincide com a submersão da Atlântida, ocorrida há cerca de 12 mil anos passados desde a nossa época atual. Tudo, assim, denotando uma interação cósmica - a presença de antigos colonizadores cósmicos que, segundo as mais Antigas Tradições, provenientes de uma OUTRA GALÁXIA, fundaram a Atlântida, espalhando as suas colônias pela face da Terra!


Sim, não restam mais dúvidas. O Egito é mesmo, e de fato, o Sagrado Espelho do Céu! O Leão da Terra fita o Leão Celeste! A Esfinge de Gizé está rigorosamente voltada para a Constelação de Leo quando esta desponta no horizonte! Seus olhos cavos que, impassíveis e desde as mais remotas eras, pacientemente contemplam a eternidade, igualmente fitam a sua contraparte no céu! Não; não há e nem mesmo poderia haver quaisquer coincidências nisso!


O passado, então, se funde maravilhosamente com o presente. Tudo aquilo que FOI, ciosamente velado e preservado pelos antigos Mestres desde os mais distante tempos, anseia agora por vir à tona - desperta do seu milenar sono, uma vez que os tempos já se fazem próximos e maduros. Uma Luz muito Sublime atinge, então, as mentes mais propícias, levando-as através de uma força silenciosa, porém irresistível e célere, a partir de encontro, a buscar a verdade sem mesmo saber o porquê - tal como instrumentos do destino, conduzidos a um resultado já perfeitamente aguardado e esperado. Câmaras do Tempo, Cavernas dos Antigos, Cápsulas do Tempo, Herança dos Antigos Progenitores - ou como quer que possam ser chamadas as mensagens urgentes a nós destinadas - Deusas Adormecidas dos Antigos Deuses, cujos olhos se abrem; já se erguem dos seus milenares leitos, começando a sua dança que não mais poderá ser interrompída!


Assim como é em cima, também é em baixo, o menor é a réplica do Maior - já ensinavam os Antigos Mestres! Órion, o Guerreiro do Céu, Guardião do Firmamento - marcas no espaço resplandecente, assim como também na Terra! As marcas e os sinais de uma antiga herança cósmica, muito distante, que agora teimam em se revelar.... Assim como também forçosa e inevitavelmente serão um dia reveladas! 2012... de acordo com todas as profecias, algo crucial, um evento dramático, se apresentará à nossa humanidade. As Cápsulas do Tempo deverão ser abertas, seus segredos, enfim, revelados e colocados diante dos poucos homens de boa vontade - os ainda lúcidos em meio a este nosso tresloucado tempo. Pois, ali estarão as chaves, ali estarão os escudos, ali estarão as armaduras poderosas do Celestial Guerreiro! Tempos difíceis, prenúncios urgentes! Pode ser que ainda haja algum tempo? Sim, mas os ventos implacáveis do destino já começam a soprar com inusitada fúria. Nuvens carregadas toldam o horizonte. A tempestade se aproxima! A salvação, quem sabe, poderá estar precisamente no retorno dos Antigos.... Nas mãos e nos corações dos nossos mais antigos - dos nossos lamentavelmente perdidos e esquecidos Deuses!







Total de visualizações de página

Página FaceBook