BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 205 POR QUE NÃO SE PODE MUDAR O PASSADO?




"Nenhuma especulação, nenhum saber jamais afirmou a equivalência entre o que se faz e o que se desfaz, entre uma planta que nasce, floresce e morre, e uma planta que ressuscita, 


rejuvenece e retorna para a sua semente primitiva; entre um homem que amadurece e aprende e um homem que se torna progressivamente criança, depois embrião, depois célula" (Ilya Prigogine/Isabelle Stengers - Entre Les Temps et L'eternité)




O excelente filme "O Planeta dos Macacos" nos colocou diante de uma grande e científica realidade no que diz respeito às viagens através do tempo. Como se recordam, no seu enredo, astronautas da NASA sofrem um acidente com o seu módulo espacial e são projetados em um estranho mundo, no qual os símios - devido a uma mutação - se tornaram inteligentes, e onde os poucos humanos se tornaram idiotizados, humilhados e escravizados por aqueles. Após várias peripécias, o último dos astronautas sobrevivente, fugindo dos seus perseguidores, deparou-se com algo terrível: - enquanto estavam na espaçonave, o tempo real para eles demorou a passar, ao passo que se acelerou aqui na Terra - ou naquilo que veio a sobrar dela.... O local e o tempo onde exatamente eles caíram, após os muito milhares de anos passados de uma guerra nuclear generalizada que devastou tudo, tendo completamente extinguido a nossa civilização!


Isso se deve a um curioso fenômeno, denominado "Dilatação do Tempo", através do qual os relógios - ou o "tempo", na medida em que o conhecemos - se torna mais lento na medida em que um corpo qualquer se projeta numa velocidade que se aproxima ou supera à da Luz!


Da mesma forma que, mantendo a velocidade um pouco acima da Luz, o tempo se "contrai" no interior da espaçonave e se expande, ou dilata, aqui na Terra. O exemplo acima nos mostra, por exemplo, o fato de que quando um foguete espacial, tripulado, partir em 1997 e retornar 60 anos depois, os astronautas terão apenas 40 anos de idade quando se, ao invés disso, tivessem ficado aqui deveriam ter 60! Em suma, o tempo "demorou" a passar para eles, todavia continuou "normalmente" a transcorrer aqui em baixo!


Em Física, isso é denominado "O Paradoxo dos Gêmeos", onde a gravitação faz parte do "hamiltoniano" de um sistema dinâmico. Portanto, uma mudança no efeito da gravitação sempre modificará as ressonâncias. Se dois gêmeos forem enviados ao espaço, antes de retornar à Terra um deles atravessaria o campo gravitacional e, por sua vez, o outro não. Então, uma entropia produzida por conseqüência das "Ressonâncias de Poincaré" será diferente em ambos os casos! Pois, mesmo num Universo Newtoniano, o FLUXO DO TEMPO NÃO É ÚNICO - O PASSADO E O FUTURO DESEMPENHAM O MESMO PAPEL! Pode parecer complexo? Sim, o é! Porém, o fato é que os gêmeos retornarão COM IDADES DIFERENTES!


Nesse particular, o Diagrama Espaço-temporal de Minkowski, acima, ilustra bem as intrincadas nuances do tempo. Sem entrarmos em muitas complexas considerações da Física, e para resumirmos, podemos dizer que um eixo representa o tempo "t", e o outro uma coordenada geométrica "x". Sempre subordinado à velocidade da Luz (o ponto "c"), podemos, de modo geral, constatar que entre "B" e "A" existe uma única região, ou coordenada, que se situa AO MESMO TEMPO no passado e no futuro. Note-se que o evento "C" e o evento "O" também são simultâneos. Ao centro, está esse ponto "O" formando justamente um CONE que permite, por assim dizer, "pular" do presente ao futuro! E esse "cone" seria precisamente um Wormhole!


A "Flecha do Tempo" tem mistérios! Outro excelente e altamente recomendado filme, "A Máquina do Tempo", baseado no clássico de H. G. Wells, na sua versão de 2002, também nos demonstrou a existência de um curioso paradoxo temporal. A capa desse DVD, aliás, é bem sugestiva quando pergunta: - Aonde você iria?, e lá em baixo, ainda traz uma recomendação sempre muito oportuna até mesmo na vida real: - "TENHA CUIDADO COM AQUILO QUE VOCÊ DESEJA"..... (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


.... Nessa história, um cientista do século passado, Alexander Hartdegen, desejando provar que as viagens temporais eram perfeitamente possíveis, após perder a sua namorada em uma trágico acidente - um tiro desferido por um assaltante - e revoltado com esse fato, resolveu construir uma máquina do tempo de modo a retornar ao passado e assim tentar salvar a vida da sua amada, buscando mudar o destino e assim impedir que o evento que a vitimou viesse a ocorrer...... (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


Ele, então, partiu rumo ao passado na sua máquina, e tendo fisicamente lá chegado encontrou a sua namorada ainda viva, mas sempre em momentos anteriores ao acidente e na mesma região. Todavia, algo estranho sempre acontecia: - afastando-a do lugar original do acidente, várias vezes ocorriam outros acidentes e ela, para seu total desespero, invariavelmente vinha a morrer de modo análogo, contudo através de outros acidentes diferentes - os quais o desafortunado cientista sempe fora incapaz de evitar! O cientista chegou então à terrível conclusão que se voltasse no tempo, ao passado, milhares de vezes, milhares de vezes a sua amada morreria! Frustrado e intensamente deprimido, uma pergunta crucial martelava a sua mente: - "POR QUE NÃO SE PODE MUDAR O PASSADO?". (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


Procurando por essa resposta, ele viajou ao distante futuro, ocasião em que chegou em 2037 à nossa civilização, porém muito mais modernizada e avançada, a qual possuía um super-computador holográfico fotônico com imagem humana (foto), dotado de sabedoria universal, o qual, apesar de toda a sabedoria acumulada nos seus registros, também não lhe soubera responder: - "POR QUE NÃO SE PODE MUDAR O PASSADO?". Saindo dessa época, e também devido a um estranho fenômeno que incidiu sobre a sua máquina, avançou ainda mais no tempo, chegando 800 mil de anos depois, aqui mesmo na Terra, porém após uma ocasião em que uma catástrofe cósmica destruíra toda a nossa civilização, tornando todo o planeta puro e primitivo - assim como era no princípio! (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


Tendo sido, então, salvo e resgatado dos destroços da sua máquina do tempo por uma raça sobrevivente dos seres humanos, o cientista foi por ela acolhido. Curiosamente, constatou que essa raça, vivendo primitivamente, se refugiava e vivia amedrontada, em cavernas situadas sempre nos mais altos penhascos. Foi lá que encontrou abrigo e estabeleceu uma profunda amizade com Mara, a qual passou a ser a sua amiga e fiel companheira naquele mundo estranho. Nada mau, chegar ao futuro e se deparar com uma bela morena, assim como a Mara, daí de cima - não é mesmo? Pois é! Mas, como toda moeda tem mesmo os seus dois lados.... (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


..... Logo o cientista descobriu o porquê de os humanos se refugiarem em cavernas altíssimas: - justamente para fugir de uma raça de seres mutantes e perigosamente predadores, denominados "Morlocks", os quais viviam nos subterrâneos e faziam de seres humanos as vítimas das suas sempre implacáveis caçadas.... Precisamente para que servissem como alimentos - Enfim, um mundo hostil e dividido entre os caçadores e as caças!..... (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


..... Devido á sua inteligência superior, o cientista teve que lutar para resgatar Mara que fora aprisionada pelos canibais subterrâneos, como também liderou todos os humanos no sentido de não mais ficarem passivamente servindo como caça e, dessa forma começando a lutar para se libertar e combater aqueles seus perigosos inimigos. (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


O pior de tudo, porém, ainda estava por vir: como resultado da sua própria tragédia e pela ousadia em sondar o tempo, deparou-se no reduto dos temíveis Morloks com alguém que, sendo o curel líder daquelas criaturas, ERA ELE MESMO NO FUTURO! Entrando em ferrenha luta com o seu poderoso "eu", arrasta-o para a máquina do tempo e o lança em futuro mais distante ainda, liquidando-o e destruindo ainda todos os selvagens Morloks. Retorna então, para onde partiu, e volta a ser "ele" mesmo. Resumindo: - a excelente história termina quando o cientista, finalmente, e sem obter uma resposta à sua persistente dúvida- Por que não se pode mudar o passado? - se conscientiza de que é inútil, não se pode mesmo mudar o passado, resolvendo então permanecer naquele mundo do futuro, destruindo a sua máquina do tempo e - esquecendo a sua antiga busca - apaixona-se por Mara e passa a servir como instrumento para transmitir o conhecimento àquele primitivo povo - assim proporcionando àquela gente os rudimentos do progresso. (IMAGEM: © Warner Bros/Dreamworks SKG)


Ficção à parte, a possibilidade das viagens através do tempo é mesmo REAL - uma possibilidade estritamente científica! Grandes nomes, assim como o notável Físico Albert Einstein, já propuseram tais teorias - hoje cada vez mais comprovadas pela Ciência de Vanguarda. Como último passo, somente nos falta atingir a tecnologia necessária para que as viagens temporais se tornem, então, uma realidade! Consta que esse sábio, um dos maiores gênios que a humanidade conheceu, profundamente entristecido com o mau uso da Ciência, agravado ainda pelo emprego da primeira bomba nuclear, pouco antes da sua morte, e para o próprio bem da humanidade, destruiu todas as suas anotações, cerrando assim as portas que davam acesso a um conhecimento extremamente perigoso, o qual não seria prudente os homens ainda desfrutarem.


A viagem temporal certamente representará uma tecnologia absolutamente fantástica, porém exatamente aquela disponível (além de largamente empregada), pelos enigmáticos tripulantes dos misteriosos UFOs que desde os mais remotos tempos circulam pela atmosfera do nosso planeta! Essas máquinas, talvez milhões de anos à nossa própria frente, são mesmo capazes de cruzar as imensas distâncias do espaço sideral, como também viajar por outras dimensões, atingir Universos Paralelos e, da mesma forma, cruzar os intrincados meandros do tempo! E tudo isso devidamente comprovado pelos Governos de algumas das grandes potências mundiais, as quais detêm em seu poder alguns exemplares acidentados dessas máquinas - desde um longo tempo e ainda atualmente sendo frutos de Engenharia Reversa no sentido de se conseguir o domínio dessa avançada tecnologia. (IMAGEM: estrutura interna de um UFO, conforme o cientista Robert Lazar, © Çetln BAL)


E uma antiga e desastrada experiência ao se tentar emular tal tecnologia, resultou no chamado Experimento Filadélfia, no qual o navio de guerra da Marinha Norte-americana, o USS Eldridge, em 1943, foi bombardeado com intensos campos magnéticos, pulsantes e não-pulsantes, de modo a torná-lo invisível. O que, de fato, foi efetivamente conseguido, porém mediante um alto e muito pesado preço, juntamente com as suas terríveis conseqüências: - o navio foi projetado através do espaço, ou quem sabe de uma outra dimensão, literalmente sumindo e reaparecendo a muitas milhas de distância do local daquela experiência! Muitos tripulantes desapareceram para sempre, jamais retornaram ao nosso mundo, talvez projetados no passado ou no futuro, ao passo que outros enlouqueceram - ou seus corpos eram atacados pela combustão espontânea, ou então simplesmente passaram sofrer de estranhos fenômenos que os aprisionavam em "limbos" - ambientes surreais, opacos, e totalmente deslocados e fora do nosso continuum-espaço/tempo, uma horrível sensação por eles descrita como "Aprisionamento em Branco" ! Curioso, sim, porém muito revelador, como também o fato de alguns dos sobreviventes terem relatado o encontro com entidades alienígenas durante o estranho transcorrer dessa fantástica viagem através do desconhecido!


E este é o Dr. Ronald Mallett, atual Professor da University of Connecticut, o qual tem utilizado as equações de Einstein para construir uma Máquina do Tempo - projetada através de circuitos de raios Laser - e com a qual tem esperança de concluí-la e com ela poder viajar no tempo dentro dos próximos 10 anos!


O Dr. Mallett nasceu em Roaring Spring, Pennsylvania, em 3 de março de 1945. Quando tinha 10 anos de idade seu pai, a que muito amava, morreu ainda muito jovem, de um ataque cardíaco, aos 33 anos de idade. Desde então sua vida tem tido uma obsessão: - voltar no tempo para salvar a vida do seu pai! Inspirado no clássico de H. G. Wells, "A Máquina do Tempo", e amparado pelas revolucionárias idéias e extraordinárias teorias do gênio Albert Einstein, ele, de modo dedicado, presentemente trabalha nesse ambicioso projeto. (FOTO: CNN)


O Dr. Ronald Mallett não é um piadista ou sequer um mero visionário. O seu invejável currículo o coloca como um dos maiores expoentes atuais da Física de Vanguarda! Em 1973, recebeu o Ph.D. da Penn State University. Também neste ano, recebeu o Graduate Assistant Award for Excellence in Teaching. Em 1975, foi nomeado Professor da University of Connecticut. Suas avançadas pesquisas envolvem a Relatividade, as Teorias dos Quanta e Gravitacional, como também as viagens no tempo. Recebeu várias condecorações, além de ser membro das Physical Society e da National Society of Black Physicists. (FOTO: CNN)


O avançado Projeto do Dr. Mallett é aparentemente simples: - "dobrar", ou "torcer", o espaço e o próprio tempo, mediante a utilização da Luz - algo que Einstein já havia vislumbrado! Usando um anel de Laser e a Teoria da Relatividade, Mallett espera produzir uma espécie de "arrasto dinâmico", o qual o lançará diretamente no passado distante. Fantástico? Sim, porém perfeitamente possível à luz das modernas teorias! Continuemos então....

"Em última análise, a Mecânica Quântica propõe um procedimento inteiramente satisfatório para predizer os resultados da observação dos microssistemas, mas quando perguntamos o que realmente se passa quando ocorre uma observação, chegamos a absurdos! As tentativas de sair desse paradoxo vão de idéias bizarras, como os universos múltiplos de Hugh Everett, às idéias místicas, como o papel de consciência do observador invocada por John von Neumann e Eugene Wugner. Depois de meio século de discussões, o debate sobre a observação quântica continua igualmente intenso. Os problemas da Física do minúsculo e do imenso são formidáveis, mas pode ser que essa fronteira - a interface do espírito e da matéria - seja a herança mais provocante da Nova Física"
(Paul Davies - The New Physics)


Como, então, funcionaria o ambicioso projeto do Dr. Mallet de modo a retornar ao passado? O viajante do tempo penetraria na câmara na mesma direção de um loop de luz. O tempo seria "embrulhado" nesse loop de luz. Enquanto este loop penetra na direção do futuro, o viajante, por sua vez, poderia fazer o caminho inverso, isto é, dirigir-se "para baixo", precisamente na direção contrária - diretamente ao passado!


É assim que a Gravidade realmente funciona: - a massa do Sol distorce o espaço, como uma bola que rola em um trampolim, fazendo com que a Terra role na direção dele através da curvatura do espaço. O Dr. Mallett, na sua ousada tentativa, correrá sérios riscos. Muito possivelmente pretendendo levar daqui do futuro um medicamento qualquer (naqueles tempos passados inexistente, e o qual teoricamente poderia salvar o coração do seu pai antes que lhe sobreviesse a morte) - poderá eventualmente ficar preso a este tempo, sem jamais poder retornar. Ou então, pior do que isso, cair em um a espécie de limbo - tal como acontecera a alguns desditosos tripulantes do navio americano USS Eldridge!


Além do mais, não poderá achar seu pai quando ele, o Dr. Mallett, já tiver nascido, uma vez que (apenas teoricamente) dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço! Portanto, se assim for, ele deverá contatar seu pai em uma época anterior, quando nem mesmo ele, o Dr. Mallett, tiver ainda nascido, pois se isso vier a ocorrer, isto é, se o cientista, ainda e por exemplo, estiver presente no tempo, no exato momento em que for concebido, provavelmente desaparecerá! E quem garante que ele atingirá a época exata em que pretende chegar, na qual poderá, então, tentará intervir no destino, assim evitando o inevitável - o cumprimento do tempo que à alma do seu pai foi determinado, resultando, portanto, na sua morte? Choque de paradoxos, terríveis eventualidades, tudo pode mesmo acontecer em meio ao Misterioso Desconhecido! Por conseguinte. dentro desse estonteante contexto, o notável cientista possivelmente fracassará no seu intento, e terá então incorrido na mesma busca do atormentado personagem de H. G. Wells - e tal como aquele, certamente jamais obtendo uma resposta àquela mesma, e sempre crucial, pergunta: - POR QUE NÃO SE PODE MUDAR O PASSADO?


Nostradamus, alguém que misteriosamente sabia de antemão todos os acontecimentos futuros, os quais dizia antever em um certo "espelho mágico"!..... Um "espelho mágico" em plena Idade Média? Ou quem sabe um laptop advido de épocas futuras?..... (IMAGEM: óleo sobre tela de Edward Tabachnik)


..... Pois, as viagens através do tempo, sem qualquer dúvida, podem ter os seus desconhecidos perigos. Um deles é justamente o fato de não poder retornar à origem e ficar para sempre preso no passado - ou quem sabe no futuro! Nesse particular, existem dentro da nossa História certos enigmáticos e muito suspeitos personagens, muito possivelmente viajantes do tempo! Leonardo da Vinci, por exemplo, pode ter sido um outro deles. Um gênio dotado de sabedoria e mentalidade totalmente fora dos obscuros tempos da Renascença, que claramente demonstrou estar de posse de certos conhecimentos absolutamente impossíveis de terem existido naquelas remotas épocas!


Qualquer viajante do tempo deverá saber que É EXPRESSAMENTE PROIBIDO ALTERAR O PASSADO, SOB PENA DE PERIGOSAMENTE, E MEDIANTE CONSEQÜÊNCIAS IMPREVISÍVEIS, COMPROMETER TODO O FUTURO! E Leonardo sabia muito bem disso, uma vez que apenas discretamente INFLUENCIOU o futuro, sem contudo botar na prática os seus elevados conhecimentos de Mecânica, Astronomia, Anatomia, Medicina, Engenharia e História. Seus apontamentos eram cifrados através de uma linguagem desconhecida, justamente de modo a ocultar a sua verdadeira identidade. Evidentemente, que se qualquer um cair no passado, e por alguma razão não puder retornar, forçosamente terá que se adaptar à época sem contudo levantar muitas suspeitas quanto à sua origem - já que as viagens através do tempo podem realmente ser um caminho sem volta, onde muitos acidentes podem acontecer! Informações não controladas, por exemplo, dizem que os EUA realizam, mediante um certo "Orion Project", algumas experiências nesse sentido, já tendo inclusive perdido no tempo (e para sempre) alguns dos seus viajantes!


Há certas regras éticas e muito severas no que tange às viagens no tempo! JAMAIS INTERFERIR, é precisamente uma das mais importantes.... E não é exatamente isso que fazem os tripulantes de alguns tipos de UFOs que desde milênios espreitam na nossa atmosfera? Claro que sim! E muito provavelmente algumas dessas máquinas transportem VIAJANTES DO TEMPO, sejam verdadeiros vetores para tal fim, através da História apenas observando in loco os acontecimentos do passado.... Como se um professor de épocas futuras voltasse no tempo para demonstrar aos seus alunos o desenrolar desses eventos passados, EM TEMPO REAL! No caso do atentado de 11 de setembro de 2001, por exemplo, UMA SEMANA ANTES, um deles quase colidiu com um helicóptero de uma rede de TV, sendo inclusive filmado. Talvez seus tripulantes tenham errado as coordenadas do tempo e tivessem chegado antes! Contudo, no exato dia e local daquele trágico episódio, um desses UFOs estava presente no céu, como que aguardando os impactos dos dois aviões seqüestrados por terroristas contra as Torres Gêmeas do World Trade Center! (FOTO: CNN)


Viajar no Tempo, portanto, não é algo impossível, e qualquer civilização adiantada fatalmente o conseguirá! Hoje, a Ciência de Vanguarda já sabe que os assim chamados "Wormholes" (literalmente "Buracos de Vermes"), isto é, os verdadeiros "funis espaço-temporais" existentes nos interiores dos Buracos Negros presentes no espaço sideral, são, de fato, verdadeiros atalhos que permitem atingir outras dimensões - outros tempos e outros espaços, podendo, portanto, se constituírem em verdadeiros "atalhos", encurtando dessa maneira os longos caminhos nas viagens espaciais. Aliás, suspeita-se que os UFOs, mediante a sua avançada tecnologia, os utilizem para desse modo vencer as longas distâncias do Universo. E se um "mini-Wormhole" conseguir um dia ser artificialmente produzido em laboratório, terá sido finalmente resolvido o problema das viagens através do tempo - tanto na direção do passado quanto na direção do futuro - ou, quem sabe, rumo a outras muitas e desconhecidas dimensões!


Dentro de um Universo ilimitado, sem começo, sem fim e sem quaisquer limites, o tempo, na medida em que o conhecemos, simplesmente não existe. Ele é apenas uma medida arbitrária, subjetiva, criada pelos homens, baseando-se tão-somente na rotação da Terra. O "tempo", por conseguinte, simplesmente não "passa" - o nosso organismo biológico é que "passa", cumprindo assim o seu ciclo orgânico devidamente estabelecido pela Natureza. Podemos, então, definir o "Tempo Universal" - se é que assim poderia ser chamado - como uma linha contínua: - em uma ponta o passado, no meio o presente e, adiante, aquilo que denominamos como "futuro". Essa linha, pois, foi e é constantemente preenchida por uma cadeia de eventos, aptos a serem devidamente interceptados, podendo ser curvada e manipulada mediante uma adequada tecnologia - uma fantástica tecnologia que, hoje, a Ciência de Vanguarda já começa timidamente a vislumbrar!


Nesse sentido, o próprio espaço sideral nos fornece valiosas pistas! Nessa sensacional foto da NASA, podemos ver o "funil espaço-temporal" atuante e presente em todo Buraco Negro do Universo. Para cima o futuro; para baixo o passado - e, no centro, o desconhecido!


Na Galáxia Circinus, essa outra foto nos permite ver uma espécie de "túnel", existente bem no centro de um outro Buraco Negro presente na incomensurável vastidão do Universo. Para além dele, possivelmente vibrem e se manifestem Universos Paralelos e outras muitas e variadas dimensões - algo que, por sinal, finalmente ultrapassando os domínios da mais pura ficção, a Ciência de Vanguarda já admite existir! (FOTO: NASA)


E por falar em túnel, parece que essa idéia desde muito já sobreveio aos homens. No antigo seriado da TV Americana, "O Túnel do Tempo", era exatamente ESSE o artefato que criava um campo extremamente poderoso, o qual permitia conduzir militares nas suas expedições e nas suas movimentadas aventuras através das épocas, em meio aos intrincados meandros do tempo.


"A Primeira Máquina do Tempo do Mundo? Túnel ao passado pode abrir a porta do futuro dentro de 3 meses, dizem os Russos" - E parece que essa idéia continua firme e cada vez mais atuante nas mentes dos modernos cientistas! Na manchete acima, podemos ver que alguns Cientistas Russos também estão buscando resolver esse enigma.


E também na Alemanha, alguns cientistas da Universidade de Colônia, tal como Dr. Nimitz (foto), acham-se voltados a esse ousado e muito ambicioso projeto. Lá, os cientistas conseguiram expedir um feixe de Laser em um Túnel de Quantum a uma velocidade 5 vezes superior à da Luz, dentro do qual foi transmitida uma música, a qual efetivamente chegou ao nosso mais distante passado.... E DELE RETORNOU, podendo ser devidamente decodificada!....


..... E segundo pensam esses cientistas, essa surpreendente experiência, a qual enviou partículas de luz, ou Fótons, diretamente ao passado, poderá revelar algo muito relevante - algo que se torna mais surpreendente ainda do que o simples envio de um sinal:


A viagem física de um ser humano através do tempo! - "SE PUDERMOS ENVIAR NÓS MESMOS AO INVÉS DE MÚSICA, ENTÃO PODEREMOS SOBREPUJAR O TEMPO, VIAJANDO ATRAVÉS DELE"!!!


Porém, torna-se oportuno saber que cientistas britânicos acabam de realizar uma surpreendente experiência cibernética: - impantar células do cérebro de um rato e, com elas, construir um robô inteligente que efetivamente reage, e funciona!.... Com a consciência do rato, capaz de sofrer as mesmas emoções do animal, reagir aos estímulos como se fosse ele, e ainda dispor das suas mesmas reações instintiva. Um passo talvez muito perigoso da Ciência! (FONTE: Euronews)


Por outro lado, a criatura humana, é um verdadeiro prodígio das infinitas Obras de Deus! O nosso corpo é análogo a um grande circuito eletrônico, infinitamente avançado e sutil! Os feixes de nervos, comandados pelo nosso cérebro, a Grande Central de que dispomos, cruzam tal como uma vasta rede toda a sua extensão! A mente humana é mesmo dotada de infinitas possibilidades.


E justamente baseado nisso, cientistas norte-americanos, em San Francisco, EUA, como por exemplo, o Dr. Jack Sarfatti (foto) já trabalham em um projeto ainda mais audacioso! Um projeto destinado a "Obter informações de outros tempos e lugares"!!!....


..... Acreditando que o primeiro passo para as viagens través do tempo será trazer até nós as informações do passado, esses cientistas dizem que: - "A CONSECUÇÃO DA VIAGEM NO TEMPO VIRÁ DE UM CHIP DE COMPUTADOR, MODELADO A PARTIR DE CÉLULAS DO CÉREBRO HUMANO"!!!......


"ELE O CHAMA DE Q-CHIP E DIZ QUE PODE TER CONSCIÊNCIA, ASSIM COMO UM SER HUMANO"! E. acreditam esses Cientistas, que mediante esse processo será fácil selecionar e visitar diferentes lugares e diferentes tempos (tal como hoje selecionamos os canais dos nossos televisores), bem como estabelecer comunicações com quaisquer mentes - tanto do passado quanto do futuro - obtendo ainda a solução para o dilema dos Universos Paralelos! Em suma, a viagem no tempo será VIRTUAL, mediante uma interface com o cérebro humano e, portanto, sem a necessidade de ser fisicamente tripulada - e sem os riscos que nesse caso dela poderão advir. Fantástico? Sim. Mas, por outro lado, tal ousada experiência não seria passível de se tornar algo temerário?....


..... Quem sabe? Pois, o homem sempre pagará um alto preço quando decide de maneira blásfema e sacrílega "brincar" de Deus. Foi exatamente ESSE o verdadeiro Pecado Original! E, segundo a Tradição, não foi exatamente ESSA a causa da queda das antigas civilizações que nos precederam - O abuso da Árvore da CiÊNCIA do bem e do Mal? Um chip com a capacidade de ter uma consciência como a do ser humano? Podendo viajar no tempo, ao passado ou ao futuro - assim como, até mesmo e possivelmente, sendo capaz de alterar fatos e eventos? E quem garante que um dia qualquer ele não resolva se tornar uma inteligência independente, impossível no sentido de ser controlada? Tudo é possível! Outro excelente filme, "O Exterminador do Futuro", nos coloca diante dessa cruel possibilidade, quando, no nosso distante futuro, uma inteligência cibernética, também partindo de um revolucionário chip inteligente, torna-se autoconsciente e domina todas as máquinas da Terra através de uma rede integrada e por ela mesma criada, chamada SKYNET, acionando mísseis atômicos e ataques nucleares generalizados, destruindo toda a humanidade e a civilização - eliminando, assim, e de um só golpe, os seus próprios criadores!


"De qualquer maneira, a Ciência diz que talvez um dia teremos a escolha de atravessar esse portal" . - Viajar no tempo, sondar as perspectivas do futuro; retornar ao passado - reviver um grande amor, reencontrar aqueles que nos foram caros e, talvez, ter a oportunidade, perdida, de dizer a eles algo que deixamos de dizer e que até hoje atormentaria a nossa consciência. Tentar evitar o inevitável. Fazer algo que deixamos de fazer; reparar algum erro cometido e, quem sabe, talvez mudar o curso das nossas vidas?..... Sim, tudo leva a crer que SIM. Mas qual será o preço a ser pago por isso? O quê nos espera do outro lado desse tão misterioso Portal? Certamente será uma realidade, uma constatação que irá responder a todas as dúvidas já levantadas pelo notável escritor H.G. Wells, as quais ainda hoje nos perseguem, e dentre as quais uma delas se destaca: - POR QUE NÃO SE PODE MUDAR O PASSADO? A resposta, no entanto, torna-se bastante simples, intensamente clara e cristalina. E não se necessita da Ciência ou mesmo da tecnologia para encontrá-la. Pois, o "presente" de hoje se deve inteiramente ao passado - e não foi foi por ele mesmo justamente moldado? E uma vez que o Tempo não pertence aos domínios humanos, que há uma Razão Superior que o controla e a Qual somente dele dispõe, não se pode, portanto, jamais alterar o passado. Simplesmente, e por que, nem mesmo nos mais ousados sonhos do homem se pode mudar - ou sequer tentar entender - aqueles que são os mais Absolutos, os mais Supremos Desígnios do Sempiterno Deus!







Total de visualizações de página

Página FaceBook