BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 23 de julho de 2016

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 284 SOB O GELO ETERNO E BRANCO




"O certo é que os nazistas estiveram sofregamente à busca do auxílio alienígena no Brasil, Tibet e finalmente no Pólo, onde parecem ter obtido algum êxito. 

Talvez bastante êxito! Sabe-se que estavam, inclusive, desenvolvendo um "pires voador" (baseado na tecnologia dos OVNI), como também a bomba nuclear, os caças supersônicos, os mísseis (que chegaram a utilizar nas bombas V-1 e V-2), foguetes para viagens espaciais e outras demonstrações de uma ciência tecnológica que não era da sua época e do seu tempo e que, sem dúvida alguma, foi fornecida pelos tais "superiores desconhecidos" (obviamente os pervertidos e não os verdadeiros), que tanto reverenciavam. 

Suspeitas muito fortes dão conta de que talvez ainda hoje os remanescentes do Terceiro Reich, controlados por um grupo de elite da SS mantidos ainda vivos através de avançadas técnicas científicas alienígenas e cuja denominação seria ULTRA, estariam em atividade precisamente no Pólo Sul, conjuntamente com os alienígenas do tipo grays, ou cinzas, e, diz-se, com a conivência do aparato de encobrimento norte-americano, todos associados a um certo tratado de cooperação Terra-Aliens, que somente atenderia aos seus escusos interesses e que decididamente não é nada benéfico para os habitantes deste pequeno planeta" 
(Do nosos livro INSÓLITO, MISTÉRIOS DO CÉU, DA TERRA, DO ESPAÇO E DO TEMPO)




SOLUCIONADO O MISTÉRIO DOS UFOS - dizia essa antiga manchete do jornal National Examiner, mostrando, logo abaixo, os contornos do continente da Antártica. O mistério dos UFOs realmente nos apresenta uma outra vertente, tratando-se inclusive uma hipótese abraçada por muitos pesquisadores do tema. Para isso, no entanto, devemos revelar os estranhos antecedentes dessa hipótese:


É fato notório que Adolf Hitler, o ditador plenipotenciário do nazismo e líder também de uma poderosa sociedade secreta, tinha um grande interesse por civilizações perdidas, assim como por outros enigmas do nosso mais remoto passado - e notadamente por antigas tecnologias. Para tanto, enviou aos "centros de força" do planeta as suas expedições que justamente visavam não somente a estabelecer as suas bases de operações mais remotas, como também contatar eventuais remanescentes dessas perdidas civilizações e - reunindo o "útil ao agradável" - recuperar artefatos por elas deixados, os quais poderiam ser bastante úteis sob os pontos de vista tecnológico e bélico, tudo de modo a alimentar os seus sonhos de conquistar o planeta. O Brasil não deixou de ser visitado de 1935 a 1937 pelas suas "expedições exploratórias", conforme pode ser visto na antiga notícia acima, dando conta de uma "expedição científica ao Jari" - um afluente do Rio Amazonas.


Essas expedições ao Amazonas - de acordo com as velhas lendas e Tradições uma área ainda hoje inexplorada e repleta dos vestígios deixados pelos "Antigos Deuses" (inclusive TRÊS CIDADES PERDIDAS), foi até o objeto de uma filmagem realizada pelos "cientistas" alemães, cuja capa pode ser vista na foto acima.


Contudo, o objetivo mesmo era preparar o terreno para uma base secreta de operações em plena Amazônia Brasileira, onde, por sinal, não poderia haver melhor e mais discreta localização. Sabe-se que cerca de DOIS MIL SOLDADOS NAZISTAS foram secretamente enviados ao Brasil e que nenhum deles retornou à Alemanha! Nessa foto da época, os vemos em plena atividade cruzando um dos rios da Amazônia.


Aqui, uma prova de que eles realmente estiveram no Brasil! Índios da Amazônia guardam o túmulo de Joseph Greiner, em cuja cruz sobressai a insígnia nazista da suástica - o símbolo maior do Terceiro Reich e cujas inscrições dizem: - Joseph Greiner morreu aqui, em 02 de janeiro de 1936, vitimado por febre, a serviço das pesquisas germânicas. Expedição alemã na Amazônia ao Jari, 1935/1937". Mas quem foi realmente Joseph Greiner? na verdade, não um cientista, porém um membro da SS que tinha a missão de explorar a região fronteiriça coma Guiana Francesa e colonizá-la para o Terceiro Reich. A tal "expedição científica" que teoricamente visava a "coletar espécies da fauna e da flora", expediu um relatório dirigido a Himmler, o líder da SS em Berlim, o qual tacitamente afirmava: - “Aqui é oferecido um espaço suficiente para imigração e o estabelecimento dos povos nórdicos. Para a mais avançada raça, oferece infinitas possibilidades de exploração".


Por outro lado, é também um fato notório que a Alemanha nazista esteve (e inexplicavelmente) com a posse de certos artefatos que estavam milhares de anos à frente do seu tempo... Assim como até mesmo hoje estariam - tais como os seus famosos Discos Voadores os quais, de fato, existiram - e até mesmo voaram muito bem e de maneira muito eficiente. Essas espantosas máquinas somente não foram desenvolvidos de maneira ampla, pelo fato de o Terceiro Reich estar enfraquecido (até mesmo financeiramente) pelas suas longas campanhas militares, como também o próprio Hitler não ter dado muita atenção a essa fantástica tecnologia - a qual, certamente se fosse desenvolvida de modo amplo - tal como ele assim ambicionava, o tornaria o "senhor absoluto do planeta Terra".


Por outro lado, havia no próprio seio do nazismo uma grande corrente contrária a Hitler e aos seus planos, a qual consistia até mesmo em sabotar e protelar o desenvolvimento de novas armas - notadamente os Discos Voadores. Um grande grupo de cientistas e altos oficiais julgavam-no louco e pretendiam não somente impedir seus objetivos como também até mesmo matá-lo - como foi, por exemplo, o caso da chamada 'Operação Valquíria", liderada pelo Coronel Clauss Von Stauffenberg (foto) fuzilado pelo fato de ter sido o responsável direto pelo fracassado atentado a bomba contra Hitler, ocorrido em 20 de julho de 1944.


Todavia, e apesar das sabotagens, alguns cientistas alemães continuavam trabalhando nesse ambicioso projeto, chegando mesmo a colocar em plena operação muitos desses Discos Voadores. Ao término da Segunda Guerra Mundial, em 1945, as forças aliadas capturaram diversos esquemas técnicos e manuais de operação dessas naves, porém, e apesar dos esforços dos seus serviços de inteligência, NÃO COLOCARAM AS MÃOS EM UMA DELAS SEQUER! Para onde teriam ido, então? Nesse ponto é que entram as "expedições cientificas alemães ao Amazonas". Na antiga foto acima, dois UFOs com a insígnia nazista sobrevoam o curso de um rio.... Numa paisagem tipicamente pertencente à nossa Amazônia Brasileira!....


.... Como também nessa outra imagem podemos ver uma cena absolutamente idêntica!!! A dúvida que logo surge é: - ESTARIAM AINDA POR LÁ? A região da Amazônia Brasileira é um notável ponto de incidência de UFOs, onde inclusive os seus tripulantes abrigam as suas bases! Não teria sido nada demais se porventura esse local fosse um dos escolhidos ao término da guerra para esconder alguns desses exemplares. Lembremos que dois mil soldados alemães, enviados nas tais "expedições científicas", não retornaram à Alemanha. A pergunta, então, se repete: - Para onde teriam ido?


Da mesma forma que o longínquo Tibete, país considerado "O Topo do Mundo", foi um outro alvo bem específico da visita de uma dessas expedições, secretamente levadas a efeito pelo Terceiro Reich!


Aqui, uma outra rara foto da época, mostrando alguns membros - cientistas e militares - daquela expedição, junto a alguns monges tibetanos.


Cientistas que procuraram o monges tibetanos, detentores e guardiães de uma grande ciência secreta - como muito especialmente o seu líder espiritual, o próprio Dalai Lama! O objetivo dessa missão nazista era (e preste atenção neste detalhe) "PROCURAR AS ORIGENS DA RAÇA ARIANA", porém....


.... O que a tal expedição desejava era exatamente saber onde se encontrava e, claro, resgatar ISSO - um UFO soterrado na Mongólia, antiqüíssimo - ali deixado há muitos milhares de anos por uma avançada civilização do nosso desconhecido e muito obscuro passado! (FOTO: theorionconspoiracy.com)


HITLER MORTO - estampava essa outra notícia de um jornal da época. E você acreditaria mesmo nisso? É sabido que isto jamais aconteceu....


..... Uma vez que os aliados, numa manobra pouco convincente e de pura propaganda, apresentaram um cadáver supostamente carbonizado, mas não muito, de um sósia - por sinal muito diferente - como sendo o do führer apenas para dar uma satisfação á opinião pública mundial e, assim, reforçar a sua vitória na guerra. Depois da pouca semelhança, há aqui há uma outra evidente contradição: eles alegam que Hitler teira cometido o suicídio e o seu corpo fora queimado pelos seus subordinados. E esse suposto cadáver está íntegro! Por outro lado, existem evidências que ele fugiu da Alemanha, tendo se refugiado exatamente nas instalações altamente fortificadas e secretas.... Na longínqua Antártica!


Claro, pois quem tinha à sua disposição uma tecnologia dessas jamais se deixaria apanhar tão facilmente! Sabe-se que de todos os grandes líderes e altos oficiais do nazismo, SETENTA POR CENTO DELES ESTÃO DESAPARECIDOS. E cabe novamente a pergunta: - Para onde teriam ido então? Evidentemente que ninguém some assim sem deixar rastros! Na imagem acima, a evolução dos UFOs do Terceiro Reich: - primeiramente os HAUNEBU I, II, III e IV - e logo depois.....


..... O VRIL, o mais avançado deles! Como também aquele que, agora nessa nossa pesquisa, se torna o mais revelador de todos!....


.... Aqui, vemos a foto de um VRIL em pleno vôo. Agora responda: - Por que este seria o mais revelador de todos? Simples: - Precisamente porque: - EXATAMENTE, E DENTRE ALGUNS OUTROS TIPOS, ESTE MESMO TIPO DE UFO - NOS DIAS DE HOJE - AINDA ESTÁ SENDO VISTO NOS CÉUS DE TODO O PLANETA!


Assim sendo, NADA DE NOVO NOS CÉUS! Essa imagem que você vê acima, bem poderia ter sido tomada nos dias de hoje. Mas..... Ela data de 1945, e faz parte de um filme capturado pelas tropas aliadas após o término da Segunda Guerra Mundial, o qual mostra um VRIL de deslocando pelo céu e ainda realizando as suas estonteantes manobras!


Porém, além da expedição que Hitler também enviara ao Egito, a mais marcante e militar de todas foi precisamente aquela que se dirigiu à Antártica (foto)....


.... Uma missão altamente secreta e cujo símbolo era exatamente este....


.... Especificamente e de modo a FUNDAR ALI AS BASES DE UM QUARTO REICH, como também estabelecer em uma região altamente fortificada e secreta um extremamente ousado plano!..... (FOTO: NASA)


..... Um extremamente ousado plano nazista que consistia em criar uma "nova Alemanha", "Um Reich de Mil Anos"- uma colônia para o futuro, cujo nome seria NEU SCHWABENLAD! Continuemos.....



"Mais além, mais além, mais além, mais além, mais além, mais além, mais além, mais além, os ginetes despencam a chuva, os ginetes passam sob as aveleiras amargas, a chuva torce em trêmulos raios seu trigo sempiterno. Há luz da água, relâmpago confuso derramado na folha, e do mesmo som do galope sai uma água sem vôo, ferida pela terra. Úmida rédea, abóbada enramada, passos de passos, vegetal noturno de estrelas rotas como gelo ou lua, ciclônico cavalo coberto pelas flechas como um gelado espectro, cheio de novas mãos nascidas na fúria, golpeante maçã rodeada pelo medo e sua grande monarquia de temível estandarte"
(Pablo Neruda - Canto Geral)

E uma das peças-chave para desvendarmos os mistérios de Neu Schwabenlad, e assim mergulharmos nos seus muito bem guardados segredos, residiu na figura de um conceituado e experiente militar da Marinha dos EUA: o Almirante Richard Evelyn Byrd (foto), profundo conhecedor das regiões polares do planeta, nas quais realizou diversas explorações aéreas.


Examinando porém os antecedentes da coisa, devemos primeiramente saber que, em uma época anterior, o mesmo Almirante Byrd esteve sobrevoando em missão exploratória a região da Antártica, ocasião que a sua aeronave ficou "perdida" pelo espaço de 3 horas. O seu diário, que por sinal foi devidamente confiscado pelas autoridades do seu país, revelou que, ao sobrevoar naquela área, ele se deparou com um vale dotado de um pequeno rio e verdejantes colinas, onde inclusive detectou florestas! E ainda que, precisamente ali, os seus instrumentos de navegação giravam desordenadamente: - "As luzes são diferentes, adiante parece haver uma cidade, isso é impossível. Meu Deus, a estibordo está um estranho tipo de aeronave! Está se deslocando rapidamente, tem o formato de um disco e é altamente radiante!".


Não que a Terra seja propriamente oca, porém sabe-se que a Antártica - antes de ser coberta pelos gelos - foi, há muitos milênios passados, uma região fértil e verdejante. Portanto, podem realmente haver "entradas" para certas áreas muito antigas e devidamente preservadas, numa das quais possivelmente a aeronave de Byrd tenha inadvertidamente penetrado.


E embora possa parecer incrível, Byrd relatou que pousara a sua aeronave nessa região, sendo recebido por uma estranha raça de altos HOMENS LOUROS, e logo depois conduzido a uma espécie de palácio onde fora recepcionado pelo mestre daqueles seres - o qual revelou a Byrd a sua presença no "DOMÍNIO DOS ARIANOS", na parte interior da Terra - "onde a sua ciência e cultura estavam situada há muitos milhares de anos adiante das nossas" - obviamente entidades alienígenas! O estranho ser fez ainda severas e graves advertências quanto ao caráter beligerante dos povos da Terra, ameaçando inclusive intervir nesse processo e agir contra a nossa humanidade caso essa situação adquirisse um caráter incontrolável e perigoso para o planeta! Byrd, nessa ocasião, recebeu uma missão: - deveria voltar e transmitir essa advertência aos governos da Terra, o que realmente assim fez.


Aliás, desde os tempos da Segunda Guerra Mundial que os serviços de inteligência aliados (notadamente os dos EUA e da Rússia) já sabiam que os nazistas estavam presentes na Antártica. As suspeitas tornaram-se ainda piores ao término da guerra, logo após a aparente derrota do Terceiro Reich e da Alemanha nazista - notadamente pelo inexplicável sumiço dos Discos Voadores, como também pelo inexplicável "sumiço" dos mais altos líderes e oficiais do nazismo. Deliberou-se, então, a formação em 1946/1947 de uma grande força tarefa militar, sob o codinome de Operação High Jump, composta de 3 grandes destacamentos com 13 belonaves, inúmeros aviões de caça embarcados, além de mais de 4.700 soldados fortemente armados - tudo com destino à Antártica de modo a "garantir a supremacia dos EUA naquela região", como principalmente invadir e eliminar a base secreta nazista de Neu Schwabenland. Por outro lado, o anterior encontro do Almirante Byrd exatamente naquela região com SERES NÓRDICOS, os quais se declararam "A RAÇA ARIANA", aumentou as suspeitas de que ele possivelmente tenha encontrado forças nazistas fortemente estabelecidas por lá!


Um verdadeiro massacre - a ilustração acima bem demonstra o que foi o pavoroso inferno sofrido por aquela Força Tarefa na trágica Operação High Jump! Em 26 de fevereiro de 1947, violentamente atacado por UFOs, o destroyer Murdock, apesar de inutilmente ter tentado se defender abrindo fogo com os seus potentes canhões, acabou indo a pique com um saldo de 68 mortes! Um testemunho de um membro daquela fracassada operação, o piloto John Sayerson, é verdadeiramente dramático: - "Eles (os Discos) silenciosamente corriam através dos navios, atacando-os com uma espécie de fogo terrível. Eu estava no convés do Casablanca e não entendia nada, aqueles objetos não produziam qualquer som. Alguns dos nossos aviões de caça Corsairs tiveram tempo de decolar do Casablanca. Antes que eu piscasse um olho, dois deles foram abatidos, caindo na água. Todos, então, foram massacrados pelos raios desconhecidos que partiam das dianteiras daqueles discos voadores. Subitamente, o destroyer Murdock, adiante de nós, tornou-se uma bola de fogo e começou a submergir. O pesadelo continuou por vinte minutos, ocasião em que os discos mergulharam no oceano e que começamos a contar as nossas perdas. Foi horrível!". Curiosamente, o nome do destroyer Murdock foi suprimido da relação das belonaves que participaram da Operação High Jump.


Aqui, uma raríssima foto da época, tomada de bordo do porta-aviões Casablanca, na qual se vê um dos UFOs que impiedosamente atacavam a frota americana que, em vão, tentava se defender....


.... Na sequência, o mesmo UFO, diante dos olhos atônitos de um artilheiro, se desloca em altíssima velocidade!


E aqui, quando um deles passava acintosamente e em baixa altitude bem abaixo da bandeira dos EUA situada na torre do Casablanca!


.... E nessa outra, um UFO mergulha diretamente em posição de ataque contra o destroyer Murdock, já em chamas!


E nessa outra fantástica foto, um dos raios que, tal como setas mortais e vertiginosas, partiam seguidamente de um UFO diretamente contra os navios e os aviões da Operação High Jump, literalmente massacrando-os! Foi uma derrota verdadeiramente humilhante, fazendo com que as tropas se retirassem às pressas dali, deixando para trás inclusive muitas munições e suprimentos - um claro e sinistro aviso para que não mais voltassem movidos por intenções bélicas à Antártica!


E não adianta negarem a realidade da Operação High Jump. O memorial acima relembra os 50 anos daquela fatídica expedição, obviamente sem mencionar a causa das inúmeras perdas de vida ocorridas naquela missão. E como resultado disso tudo, o próprio Almirante Byrd quando do seu retorno em março de 1947 teve que se reportar com urgência a uma Comissão de Inquérito em Washington, tendo recomendado aos seus superiores: "É imperativo que os EUA adotem imediatas medidas de defesa contra essas regiões hostis. Não pretendo assustar ninguém, mas amarga realidade é que os EUA poderão ser atacados por naves que podem voar de um Pólo ao outro em incríveis velocidades". E finalmente o Almirante foi colocado sob severa vigilância, tendo sido obrigado por ordens superiores a silenciar sobre aquela fracassada missão.


Aqui, a localização de Neu Schwabenland (possivelmente instalações subterrâneas), também conhecida como "A Nova Suábia" - numa região da Antártica denominada Queen Maud Land - "Terra da Rainha Maud".


Como de fato, exatamente nesse inóspito lugar da gélida Antártica, conhecido como Queen Maud Land, existe no Google Earth uma curiosa marcação denominada "BAÍA DO UFO - NEW SWABIA".... (FOTO: © U.S. Geological Survey/DATA SIO/NOAA/U.S. NAVY/NGA/GEBCO/Google - como se pode notar, uma área intensamente espionada por Órgãos Militares e Governamentais norte-americanos)

.... Da mesma forma que, quando nele clicamos para obter acesso ao seu tópico correspondente, somos levados a uma página que literalmente estampa: - Este local foi deletado, ele será removido de todos os sites de busca em poucas semanas". E POR QUE ISSO?


Justamente PORQUE existem mesmo certas coisas muito estranhas naquela área! Como, por exemplo, ISSO que você pode ver acima - e que, como sempre naquelas coisas mais, digamos, "embaraçosas" presentes no Google Earth são cobertas por muito convenientes manobras de embaçamentos e deslocamentos de foco. (FOTO: © U.S. Geological Survey/Google).


E não terá sido muito estranho mesmo o fato de os nazistas terem procurado exatamente ali na Antártica "AS ORIGENS DA RAÇA ARIANA"? Se Byrd encontrou por lá uma raça de homens altos e louros, dotados de aparência nórdica, os quais se declararam estar em um "DOMÍNIO ARIANO", e se esses seres estavam dotados de uma ciência e de uma tecnologia "situada há muitos milhares de anos adiante das nossas", resultaria ainda mais estranho o fato de os nazistas terem, justamente ali, encontrado abrigo de modo a se estabelecerem e assim fundarem a sua NOVA SUÁBIA - ou ainda Neu Schwabenland!


Portanto, não terá sido à toa - ou meramente por simples recreação - o fato de, logo após a Segunda Guerra Mundial, os EUA e a extinta URSS terem disputado aos tapas a primazia de levar para os seus respectivos lados os cientistas que serviram ao regime da Alemanha nazista, uma vez que eles eram os detentores de um grande segredo tecnológico - absolutamente impossível de ter existido naqueles distantes tempos da Década de 40. Um deles, Herman Oberth, visto em primeiro plano e considerado como um dos pais dos foguetes americanos e da conquista espacial, irá agora nos interessar, pois ele tacitamente declarou que:- A TECNOLOGIA DOS UFOS NAZISTAS TEVE A PARTICIPAÇÃO, A ESTREITA COLABORAÇÃO, DE ENTIDADES ALIENÍGENAS!


Por isso, não devemos duvidar nem um pouco de que há realmente segredos terríveis que a História não conta - ou, então, que simplesmente NÃO DEIXAM que ela nos conte! Assim sendo, você duvidaria da autenticidade dessa foto: o líder do nazismo Adolf Hitler ao lado de uma alien gray? De nossa parte, acredite, não duvidaríamos nem um pouco!


Pois, quem sabe não existiria AINDA a tal "participação alienígena", mencionada pelo cientista Herman Oberth? Nesse particular, raciocinemos um pouco: - os nazistas estavam profundamente interessados em realizar estranhas experiências genéticas - especialmente atividades de duplicação, ou clonagem - para tanto tendo sacrificado muitos seres humanos - notadamente crianças. O doutor Joseph Mengele (na foto), por exemplo, foi um "especialista" nisso. Agora responda: - NÃO É EXATAMENTE ISSO QUE CERTOS TRIPULANTES DOS UFOS ANDAM FAZENDO NOS DIAS DE HOJE - seqüestrando e desaparecendo com muitos seres humanos, notadamente crianças?


Aliás, nem todos os nazistas foram se abrigar na Antártica. Alguns deles se refugiaram sob identidades falsas em vários países após o término da Guerra. O doutor Joseph Mengele foi um deles - primeiramente indo para Argentina e depois para o Brasil, onde se apresentou às populações de pequenas localidades do Sul do país como "veterinário". Por sinal, vejam só, realizava experiências genéticas em REBANHOS BOVINOS. E foi numa pequena localidade denominada Cândido Godói que ofereceu os seus serviços médicos de inseminações artificiais, mediante o uso de MEDICAMENTOS DESCONHECIDOS, exatamente para mulheres grávidas.... Produzindo com pleno sucesso espantosas gestações de GÊMEOS - todos louros e de olhos azuis (foto)! Aliás, essa cidade ficou conhecida como "A Cidade dos Gêmeos". Mengele, que ficou tristemente famoso durante a guerra como "O Anjo da Morte", trabalhou nos campos de concentração de Auschwitz em 1943 e tinha como objetivo criar e aprimorar uma raça superior para o Terceiro Reich, dela produzindo DUPLICAÇÕES! - Muito sutil mesmo! Rebanhos bovinos, experiências genéticas.... Não é mesmo TUDO o que certos tripulantes dos UFOs ainda buscam HOJE por aqui?


Nesse ponto vale ressaltar algo muito estranho, conforme descrito por certas vítimas de seqüestros praticados por alguns tripulantes dos UFOs, as quais são levadas para os interiores dessas naves e submetidas a "exames" - como também sendo alvo dos recolhimentos de materiais genéticos: - os tais supostosaliens - altos, louros, olhos azuis - têm um tipologia.... NÓRDICA! Além disso, outros seres desse mesmo tipo, "nórdico", têm sido descritos por esses vítimas como sempre acompanhando os famigerados aliens humanóides grays nessas atividades!


O círculo começa, então, a se fechar em relação a esse denso mistério! O cientista e pesquisador norte-americano Albert Bender (foto), antigo dirigente da Divisão Internacional de Discos Voadores, estava prestes a publicar na revista Space Review um material sobre UFOs que remetera ao escritório daquela revista para publicação - o qual, diga-se de passagem, desapareceu misteriosamente antes mesmo de chegar ao seu destino. Recebeu, então, na sua própria casa uma estranha visita, de três estranhos personagens, os chamados "Homens de Preto", os quais ameaçaram não só a sua integridade física como também a de sua família, determinado que imediatamente abandonasse tal iniciativa, destruísse todo o seu trabalho e silenciasse de uma vez por todas a respeito do assunto.... Uma vez que, conforme os próprios "visitantes" afirmaram, ele ESTAVA PERIGOSAMENTE CERTO com relação à verdadeira natureza dos UFOs! Bender ficou tão apavorado que assim o fez, tendo abandonado inteiramente as suas pesquisas e todo o seu trabalho de vários anos - misteriosamente renegando tudo aquilo em que acreditava. Anos mais tarde, insistentemente questionado pelos seus antigos colegas sobre a sua inexplicável atitude, Bender contou uma estória extraordinária envolvendo BASES E NAVES ESPACIAIS ALIENÍGENAS NA ANTÁRTIDA!


Terrível possibilidade! Por outro lado, em Mount Victoria, Wellington. existe um belo memorial, cujo vértice aponta ao céu - talvez como numa silenciosa e sutil advertência - dedicado ao Almirante Richard E. Byrd - apenas mais um herói que de deparou com a verdade, talvez chocante em demasia - porém, e assim como tantos outros, tendo sido vergonhosamente obrigado a silenciar. Contudo, ele nos deixou o seu diário secreto, o qual, apesar de confiscado pelo sistema vigente, vazou e revelou ao mundo um assunto de natureza extremamente relevante, ao qual a humanidade tem o mais pleno direito de ter acesso! Portanto, não importa que os UFOs venham do espaço sideral ou daqui mesmo. Uma vez que muitos deles PODEM ESTAR VINDO DAQUI MESMO! O que realmente importa é que - apesar dos negadores, dos mal intencionados e das manobras de contraverdade - eles, de fato, EXISTEM! E estão, AINDA, espreitando, de maneira furtiva - desafiadora e ostensivamente cruzando as ilimitadas fronteiras dos nossos céus!




Total de visualizações de página

Página FaceBook