BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sexta-feira, 15 de julho de 2016

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 266 APOLLO 20..... MONA LISA!




"Que serão, afinal de contas, para vós, esses encontros com o insólito? 
Uma ficção? 

Aquele que os ler deverá decidir por si mesmo, e ninguém fará críticas quanto a isso - nem mesmo eu! Mas, para aquele que, tanto quanto eu que os vivi, neles ouvir o som vibrante da verdade, então, que esta narrativa seja para ele a mensagem de esperança e de fé que iluminará o seu caminho! 

De um e de outro, continuo irmão, pois somos reunidos numa mesma e efetiva viagem, de cujas experiências. penas e alegrias compartilhamos juntos. Nós temos, cada um, nossos encontros, pequenos e grandes. 

Pequenos e grandes, eles são as jóias do nosso caminho..." (Palavras que também fazemos nossas, de Raymond Bernard, FRC - Encontros com o Insólito - Biblioteca Rosacruz, Volume V)




Sim, pois a Realidade, por vezes, e na maioria das vezes, supera a própria ficção! O gelado e inóspito território da Groenlândia, quase no extremo Norte do nosso planeta - um lugar, por exemplo, onde as imagens tomadas pelos nossos modernos satélites nos mostram algo verdadeiramente surpreendente - algo realmente tão grande que pode ser detectado até mesmo desde o espaço sideral: (FOTO: © NASA/TerraMetrics/Google)


Algo ou alguma coisa, aliás DUAs coisas - e note-se uma estranha tarja preta, logo abaixo, tão sigilosas e tão secretas que, temos informações, existiria uma missão especial ultra-secreta enviada pela NASA e pelo próprio Governo Americano, a qual inclusive já estaria acampada na área explorando tal inusitado objeto! (FOTO: © TerraMetrics/Google)


Onde a tarja preta poderia ser explicada, como se vê nessa outra imagem planificada, na qual alguém já demarcara aquele local. Porém, o que não se explica é justamente o inusitado tamanho do tal outro objeto - simplesmente colossal! (FOTO: © Europa Technologies/NASA/ European Space Agency/TerraMetrics/Google)


Pois, um derretimento nas eternas geleiras da Groenlândia revelou a existência desse um colossal artefato, ali soterrado há quem sabe milênios, e que muito provavelmente se trate de um objeto de natureza alienígena - possivelmente um UFO emborcado! (FOTO: © TerraMetrics/Google)


Um objeto que, por outro lado, também poderia se tratar de uma gigantesca espaçonave alienígena acidentada, conhecida em Ufologia como uma nave-mãe! Acidentada ou, quem sabe, abatida mediante um confronto bélico ocorrido há muto tempo atrás - precisamente no nosso mais remoto e desconhecido passado!.... (FOTO: © TerraMetrics/Google)


..... Uma vez que as marcas dessa destruição ainda estão bem visíveis nessa imagem com maior aproximação! Há orifícios perfeitamente discerníveis, além de vestígios em várias áreas da sua estrutura ostentando queimaduras muito extensas. Uma coisa, porém, é certa: - isso jamais foi um navio soçobrado. Até porque, essa área está intocada desde milhões de anos e, assim, muito evidentemente jamais quaisquer navios poderiam ter trafegado através dos seus gelos imemoriais. Além do mais, nunca existiram navios desse tamanho! E por que exatamente forças militares norte-americanas, cientistas e membros da NASA se interessariam tanto por isso? (FOTO: © TerraMetrics/Google)


Faz sentido, faz sentido! Precisamente porque, nessa área, situada em Iszak-D, a sudoeste da Cratera Delporte, NA FACE OCULTA DA LUA.....


..... Numa região situada logo abaixo, em diagonal e a sudoeste, de onde estranhos monumentos circulares se fazem presentes....


.... E onde missões anteriores da NASA, precisamente as Apollos de 15 a 17, aliás, já haviam detectado uma estranha "anomalia" - verificou-se que havia ali por lá alguma coisa muito, muito semelhante àquilo que recentemente descobriu-se sob os gelos da Groenlândia !


E foi justamente por isso que a Missão Apollo-20, sob o codinome "Vandenberg Twenty" ("Vandenberg-20"), realizada com a colaboração Soviética em 16 de agosto de 1976, teve um caráter ultra-secreto e rigorosamente sigiloso! Aliás, podemos constatar pelo estranho objeto mostrado no seu emblema que se tratava de uma missão muito especial. Uma missão que "oficialmente" não existiu dado ao seu caráter ultra-sigiloso, além, é claro, de altamente "embaraçoso".


Sua tripulação era composta por William Rutledge, Leona Snyder da Bell Laboratories, (na foto vistos quando embarcavam no módulo da Apollo-20)....


.... E ainda Alexei Leonov (foto), cosmonauta soviético que anteriormente participara da Missão Soyuz. É claro que o objetivo, bem como os resultados de tal missão conjunta tripulada jamais foram tornados público, mas somente até um dos seus astronautas, atualmente com a avançada idade de 76 anos e padecendo de uma grave artrose, ter rompido o seu silêncio de longos anos e publicamente revelado em 2007 a espantosa verdade da qual foi protagonista! O mesmo William Rutledge - ferozmente caçado pelos órgãos de segurança Russos e Americanos - no momento vivendo na África, precisamente em Ruanda, e compreensivelmente protegido sob uma outra identidade, o qual não somente foi uma das atônitas testemunhas oculares do evento, como também conseguiu e guardou consigo uma cópia das filmagens que fez no local - precisamente na misteriosa face oculta da Lua! Evidentemente que a NASA peremptoriamente nega tal expedição, bem como alguns setores céticos igualmente a rejeitam. Contudo, até que ponto isso teria sido uma "farsa", assim como estes afirmam? E, se o foi, terá sido uma "farsa" realmente muito bem feita, MUITO BEM FEITA E PERFEITA DEMAIS para se trata de uma simples farsa, assim como as mais chocantes evidências o atestam!


Pois, todas essas evidências apontam justamente o contrário! Não devemos duvidar de nada, uma vez que teria sido muito difícil alguém se dar ao trabalho de montar um filme dotado de tal conteúdo, apenas e meramente destinado a uma exibição gratuita e sensacionalista. Ademais, Rutledge faz questão absoluta de afirmar que não está ganhando nada com essas suas revelações e sequer deseja promoções pessoais. Além do mais, um longo histórico de acobertamento de verdades e a supressão de fotos e evidências altamente comprometedoras por parte da NASA e do próprio Governo Americano não nos permitem duvidar da veracidade desse evento.


Para começar - e já sobre a superfície da Lua - o filme tomado a bordo do Módulo Apollo-20 começava a seguir os longos rastros sulcados na paisagem, os quais sugeriam aquilo o que logo adiante iriam encontrar: - a marca de uma antigo drama que por lá se desenrolara : - uma nave alienígena acidentada!


Nesse filme, aliás, a tripulação da Apollo-20 também constatou nas proximidades da nave a existência de uma profusão de destroços os quais brilhavam intensamente, o que comprovava (e reforçava) a hipótese de um antigo acidente. William Rutledge declarou em uma entrevista que a Missão Apollo-20 chegou a pousar no local desse antigo acidente, tendo a sua tripulação atestado que se tratava de uma nave-mãe, muito antiga, que havia cruzado o Universo há pelo menos 1,5 milhões de anos!


Nessa imagem, através de um outro ângulo, detalhe da cabine de comando da imensa espaçonave alien.


Aqui vemos, além de outras, a marca de um orificio penetrante na parte frontal, tal como se tivesse sido causado por uma espécie de raio laser infinitamente mortal, o qual perfurou justamente as proximidades da cabine da comando daquela espaçonave alienígena. Os Astronautas julgaram se tratar de marcas de impactos de metoritos sobre a estrutura da nave, porém impactos de meteoritos jamais teriam sido tão simétricos assim.


E não adianta mais os negadores, como também os sempre muito eficientes setores de contra-informação, os debochados e os engraçadinhos (estes chegando a afirmar que a fotomontagem de um navio teria sido colocada na cena!) afirmarem que tudo isso poderia ter sido uma fraude, uma vez que nessa FOTO ORIGINAL DA NASA - aqui em tamanho reduzido pois é imensa e, portanto, não caberia nesta página (cerca de 2,95 megas) - nos mostra essa região próxima da Cratera ISZAK-D, onde o objeto desconhecido pode realmente ser encontrado! Dessa forma, aquilo que nos interessa está situado exatamente na extremidade superior direita dessa imagem....


..... Precisamente AQUI! Fomos buscar para você: - veja, bem à sua direita, logo após as duas crateras....


.... E comprove aqui, no detalhe devidamente assinalado! Não é um mero truque ou montagem - repetimos: A FOTO É ORIGINAL DA NASA! E, aliás, foi justamente a partir dela que a Missão Apollo-20 foi secretamente lançada.


E eis aqui uma ampliação do incontestável detalhe! Onde está, então, a suposta fraude? Uma "fraude" tão bem feita que os astronautas da Apollo-20 chegaram a penetrar no seu interior!!! E no seu interior, havia muitos símbolos - velhos resquícios de vegetação na parte do "motor", ou da sua fonte de propulsão - não só assim provando que ela proviera de um mundo dotado de VIDA, como também......


.... Alguma outras coisas, coisas muito especiais, que foram encontradas no seu interior! Na filmagem da época, vemos um dos astronautas da Apollo-20 já no interior da colossal astronave alienígena.


E aqui, em meio a estranhos símbolos, a marcação dos takes daquela filmagem.


Primeiramente, estranhos painéis espalhados pela nave ostentavam curiosos caracteres originários de uma linguagem desconhecida.....


.... Aqui visto em uma outra cena.....


... Como também aqui, num outro singular exemplo!


E o mais surpreendente de tudo: - ainda no interior da nave alienígena acidentada na Lua, pequenos corpos dilacerados de seres alienígenas foram encontrados! Contudo, DOIS deles estavam quase intactos..... E um deles, de uma outra criatura além dessa mostrada acima - aparentemente uma fêmea - e cuja atônita tripulação da Apollo-20 batizou como "Mona Lisa EBE" (Extraterrestrial Biological Entity)! Segundo William Rutledge, seu corpo estava na cabine de comando da nave (repleta de longos tubos semi-hexagonais e inúmeros caracteres alfabéticos desconhecidos), e ela usava uma viseira, ostentava estranhos dispositivos acoplados aos olhos e mãos. Sua altura era de 1,65 metro, dotada de seis dedos e também longos cabelos! Chocante? Sim, sem qualquer dúvida! Continuemos, então....



"E viu-se um grande sinal no céu, uma mulher vestida do Sol e tendo a lua debaixo do seus pés e na sua cabeça havia uma coroa de doze estrelas, e ela estava grávida. E ela clama nas suas dores e na sua agonia de dar à luz"
(Revelações, Cap. 12, Vs. 1/2)


Fantástica profecia: uma mulher vestida do Sol e tendo a lua debaixo do seus pés, e na sua cabeça havia uma coroa de doze estrelas! Leonov, o astronauta soviético, retirou, então, a brilhante manta metálica que tal como uma espécie de uniforme recobria o corpo de Mona Lisa, e depois a viseira, o dispositivo dos olhos da entidade, tendo deles brotado uma espécie de líquido biológico, aparentemente resíduos de sangue alienígena. Quanto ao segundo corpo, o do outro piloto, estava em péssimo estado, também danificado pelo acidente. Sua pele era dotada de uma coloração cinza-azulada e sua cabeça foi inclusive recolhida, tendo sido levada à Terra para estudos quando do retorno da Missão Apollo-20.


Aqui, uma aproximação do rosto de Mona Lisa, tripulante que ocupava o assento principal de pilotagem da enorme espaçonave alien. A relativamente boa conservação dos corpos encontrados deveu-se ao fato da ausência de gravidade e de oxigênio na Lua, assim preservando-os, quase íntegros e sem os danos decorrentes da decomposição, por durante muitos milênios.


Velhos preconceitos dizem que mulheres ao volante são sempre "barbeiras", isto é, imprevisíveis e perigosas no trânsito. Porém, no caso da Mona Lisa alienisso não se aplicaria, uma vez que as imagens tomadas pela tripulação da Apollo-20 do exterior daquela espaçonave acidentada no solo da Lua demonstram que ela fora mesmo atacada, uma vez que as marcas dessa destruição são mesmo bem visíveis em vários e diversos pontos da sua estrutura externa.


Em síntese, em tempos muito recuados e esquecidos aquela enorme espaçonave de origem desconhecida foi mesmo violentamente abatida - abatida por armas extremamente poderosas e além da nossa imaginação! Mas, abatida POR QUE e por QUEM?


Tudo demonstrava que fora mesmo um confronto violento - pois, além das naturais seqüelas resultantes da queda - ou quem sabe de um malsucedido pouso forçado - os corpos encontrados apresentavam marcas de severos e muito extensos ferimentos! E comparando-se com padrões terrestres, uma ligeira elevação na região abdominal de Mona Lisa, vista cima, sugeria que ela talvez estivesse grávida!


Porquanto, Mona Lisa EBE era, de fato, uma fêmea - mulher, pois era provido de seios, tal como no organismo das mulheres terrestres!


Porém, considerando-se o fato de ser tratar de uma cópia, além da idade da filmagem, o que resultou em cenas de baixa qualidade, podemos no entanto visualizar outras coisas bastante expressivas nas cenas do filme, tais como a exótica beleza daquela mulher alienígena.


E também que pelo aspecto fisiológico do corpo podemos atestar que realmente se tratava de um cadáver, porém de um cadáver muito diferente daqueles que são examinados aqui na Terra! Evidentemente que ocorreram fortes seqüelas, capazes de produzir alterações corporais e de expressão - fato comum em cadáveres. Todavia, algumas peculiaridades podem ser notadas quando em comparação com a espécie humana terrestre:


Como principalmente os olhos - amendoados, largos, dotados de espessas pálpebras!


Aqui, um outro detalhe do olho, visto através de uma imagem realçada. Constata-se que, além de amendoado, é guarnecido de uma estrutura bolsiforme bastante espessa - possivelmente protegendo um globo ocular dotado de grandes dimensões.


E, como detalhe mais notável, existe no rosto uma forte e muito acentuada protuberância na sua região frontal!....


... Aqui vista em uma cena de maior aproximação daquela filmagem.....


..... E aqui muito melhor visualizada através de um realce na imagem! Algo que é para nós altamente sugestivo e, quem sabe, muito revelador, pois....


... Precisamente situada no local em que as Antigas Tradições do nosso planeta metaforicamente nos falam a respeito de um chamado "TERCEIRO OLHO", algo que não se trata propriamente de um "olho", porém de.....


.... Uma alusão quanto ao desenvolvimento da região correspondente à glândula pineal humana, situada no interior do nosso cérebro - e, segundo essas mesmas Tradições, uma glândula associada ao desenvolvimento psíquico e espiritual - uma protuberância muito presente nos habitantes das evoluídas civilizações perdidas.... Do mais remoto e esquecido passado terrestre!!!....


..... Principalmente na civilização Lemuriana, a qual, situada no Oceano Pacífico, representava juntamente com a Atlântida - esta, por sua vez, no Oceano Atlântico, as duas maiores e mais avançadas potências da antigüidade! Aliás, as mais antigas Tradições, dentre as quais se destacam a Rosacruz e a Tibetana, falam não somente a respeito de avançadas e fantásticas tecnologias por ambas empregadas, as quais incluíam MÁQUINAS VOADORAS capazes de se locomover nos céus da Terra e também no ESPAÇO SIDERAL, como no fato de os evoluídos habitantes da Lemúria terem sido dotados de protuberâncias nas testas relativas a uma espécie de "Terceiro Olho", o qual lhes porporcionava extraordinários poderes de telepatia, clariaudiência e clarividência! Segundo essas mesmas tradições, nas antigas e evoluídas civilizações que habitaram a Terra, as crianças já nasciam com a glândula pineal desenvolvida e latente, aprimorando-se através do crescimento e da maturidade. Em contraposição, nos dias de hoje, na nossa civilização materialista e alienada do Espírito, ocorre exatamente um processo contrário: - ela atrofia ao invés de se denvolver!


Meras lendas? NÃO! Pois, será precisamente nessa área do Pacífico, exatamente onde as milenares Tradições situavam a Lemúria, que HOJE os perplexos arqueólogos têm se deparado com um vasto complexo de misteriosas ruínas submersas, as quais incluem os ainda imponentes e suntuosos restos de velhos templos e pirâmides, tudo denotando que há muitos milhares de anos - justamente ali - de fato existira um portentosa civilização que, tal como a Atlântida, veio a submergir mediante uma catástrofe qualquer e de origem não identificada!


Lemúria, Terceira "Visão"..... Aonde isso tudo nos levaria? Aqui, vemos, mais uma vez, a maior aproximação dessa mesma protuberância - o "Terceiro Olho", existente na "Mona Lisa", encontrada na Lua!


Por sinal, muito importante para a desconhecida raça que tripulava essa espaçonave, uma vez que os artefatos conectados aos olhos e à boca da criatura, igualmente se conectavam à região dessa estranha protuberância, conforme pode ser visto na face daquele outro cadáver encontrado na espaçonave!


E aqui, nós colocamos em negativo uma das imagens da Apollo-20 mostrando essa criatura, quando era examinada pela pinça dos Astronautas daquela Missão. Guardando um pouco de uma natureza alien, poderíamos afirmar que se tratava de uma criatura um tanto ou quanto, e diríamos, quase que essencialmente TERRESTRE! Teria sido, então, a habitante de uma antiga civilização que habitou a Terra e realizava uma exploração na Lua com a sua astronave?


Pois, não é mesmo verdade que as mais antigas religiões do planeta associam um Terceiro Olho aos seus mais remotos e esquecidos "Deuses"?


"Terceiro Olho", protuberância na testa! E quem sabe se esses seres não tenham estado, de fato, em alguma época muito remota aqui na Terra? E quem sabe se algumas milenares e intrigantes esculturas não tenham registrado esse fato para a posteridade?



Tudo é mesmo possível! Mas, por que, então, o pessoal da NASA teria batizado a EBE (Extraterrestrial Biological Entity) encontrada na Lua como MONA LISA, num clara alusão a uma velha pintura - precisamente a obra-prima do imortal gênio da humanidade Leonardo da Vinci?


Simplesmente porque - e tal como naquela personagem retratada pelo gênio Da Vinci - essa fora uma bela mulher, mulher dotada de uma beleza exótica, enigmática, profunda. Tinha, da mesma forma, cabelos longos, fisionomia expressiva - e, de fato, uma personagem se fez tão misteriosa quanto a outra! Misteriosa, SIM, no sentido ter vindo a provar o fato de que a existência da RAÇA HUMANA não é um único privilégio de um pequeno planeta que chamamos "Terra"! Pelo contrário, provando que ela está espalhada pela imensidão do Cosmo Vivente e estrelado, orlado por miríades e miríades de mundos em processos de constante evolução. E ainda que a proximidade dessa muito sensacional - e no entanto lamentavelmente abafada - descoberta, precisamente na nossa Lua, atesta que seres, IDÊNTICOS A NÓS, há muitos milhões de anos estiveram no nosso Sistema Solar, com as suas fantásticas espaçonaves, possivelmente colonizando e fecundando este nosso pequeno mundo - e finalmente, quem sabe, tornando-nos - assim como nos dizem, não somente os Sagrados Livros, como também as mais velhas Tradições perdidas - À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA?




Total de visualizações de página

Página FaceBook