BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 16 de julho de 2016

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 270 WATCH OUT!




"Pedra sobre pedra, o homem, onde esteve? 
Ar dentro do ar, o homem, onde esteve? 

Tempo no tempo, o homem, onde esteve? 

Águia sideral, vinha de bruma. Bastião perdido, cimitarra cega. Cinturão estrelado, pão solene. 

Escada torrencial, pálpebra imensa. Túnica triangular, pólen de pedra. Lâmpada de granito, pão de pedra. Serpente mineral, rosa de pedra. Nave enterrada, manancial de pedra. Cavalo da luz, luz de pedra. Esquadra equinocial, vapor de pedra. 

Geometria final, livro de pedra" (Pablo Neruda - Canto Geral)




Quando o homem pela primeira vez chegou à Lua, o módulo da Apollo-11 foi literalmente atacado por forças muito estranhas e até hoje não identificadas. Além de o local inicialmente previsto para o pouso ter estado literalmente bloqueado por diversos UFOS pousados nas extremidades da cratera - como também sobrevoando a área - numa clara demonstração que os intrusos não eram lá muito bem-vindos e que deveriam se afastar dali, uma outra coisa muito estranha aconteceu: (IMAGEM: National Geographic Channel)


Neil Armstrong, o Comandante daquela missão, revelou nesse documentário da National Geographic Channel que os controles do módulo foram literalmente bloqueados através de uma forte interferência, tornando-os desativados! Logo a seguir, uma série de alarmes no painel de controle da Apolo-11 disparava números estranhos e não constantes dos manuais de serviço, tanto dos Astronautas quanto da própria NASA - e até mesmo do próprio fabricante do Módulo! A correria foi geral aqui na Terra e os técnicos da NASA, em pânico, foram incapazes de detectar o que significavam os tais números estranhos que advertiam quanto ao problema: 1202 e, logo após 1201, não constavam dos manuais! A solução foi Armstrong ter tomado o controle manual do Módulo e, já quase sem combustível, ter procurado um outro local para o pouso, o qual finalmente se deu muito adiante, já no Mar da Tranqüilidade e com apenas 30 segundos a mais de combustível. Não fosse a sua perícia, todos os três Astronautas teriam morrido em um inevitável impacto com o solo da Lua! Em síntese: - inteligências estranhas tentaram mesmo liquidar os intrusos - ou, no mínimo, assustá-los! (IMAGEM: National Geographic Channel)


Aliás, desde quando saíram da órbita da Terra, os Astronautas da Missão Apollo-11 foram ostensivamente seguidos por UFOs. A foto acima foi tomada do interior daquele módulo da NASA, exatamente durante a sua viagem rumo a rumo à Lua!


E já na superfície da Lua, todas as atividades dos Astronautas Armstrong e Aldrin foram aguda e ostensivamente vigiadas pelos UFOs, sempre à espreita. Numa dessas ocasiões, quando estes reportavam ao Controle da Missão em Houston acerca da muito próxima presença dos UFOs nas proximidades, a resposta advinda da NASA foi simplesmente lacônica: -"Não se preocupem, fiquem atentos à Missão". Claro, pois como diz um velho ditado: - pimenta nos olhos dos outros é refresco. O potencial e iminente perigo não afetava os técnicos de Houston, os quais estavam em total segurança nas suas mesas de controle. Os Astronautas então que lidassem com o problema - em outras palavras: - "Danem-se vocês. O mais importante é a missão"!


Aliás, nessa mesma ocasião, isto é quando o homem tocou pela primeira vez os seus pés a Lua, a coisa aconteceu exatamente assim: Os controles da Missão em Houston detectaram subitamente os batimentos cardíacos de Armstrong elevando-se para 160. Logo a seguir, o controle registrou a sua excitada exclamação: - "Mas, o quê é isso?".


Ao que o seu companheiro de Missão, Aldrin, igualmente excitado, respondeu: - "AQUILO É UMA FORMA DE VIDA!".


Um tenso relato foi, então, enviado à Terra, quando os Astronautas detectaram vários UFOs a menos de 60 metros deles - e ainda estranhos seres alienígenas presentes na paisagem ao redor! Sem dúvida, uma forma de intimidação muito clara e além de tudo direta! A NASA novamente forneceu as suas muito simplistas e lacônicas instruções de sempre: - Já os detectamos, fiquem tranqüilos, continuem explorando o terreno, vão para o outro lado".


Essa outra memorável foto foi também tomada pelo Módulo da Apollo-11, mostrando uma curiosa manifestação junto à órbita da Terra, justamente quando os seus Astronautas retornavam ao nosso planeta - tal como um espectro espacial, possivelmente se tratando do vertiginoso deslocamento de um UFO - e como também algo que soaria mais ou menos assim: - "Estamos por aqui também, mantenham distância de nós, avisem lá em baixo que o negócio é sério!".


Impressionante? SIm, mas em contrapartida, existem várias outras coisas simplesmente memoráveis nos arquivo secretos! Veja, por exemplo, ISTO: -"DEPARTAMENTO DE DEFESA - CÓPIA SOMENTE PARA USO INTERNO".....


..... "VEDADA DISTRIBUIÇÃO GERAL".....


"NASA - ALTAMENTE SECRETO" Essa, por sua vez, é a introdução de um vídeo altamente classificado em poder da NASA, ao qual um ex-funcionário daquele órgão teve acesso e obteve uma cópia, revelando-o ao mundo. Mas, o quê teria esse vídeo de tão altamente secreto assim, a ponto de não poder ser divulgado?


A resposta a essa pergunta é bastante simples: - nesse vídeo "altamente secreto e com distribuição proibida", tomado por uma câmera fixa destinada a monitorar o módulo lunar de pouso, vemos dois astronautas de uma das Missões Apollo - que seria a Apollo-16 - percorrendo normalmente a face da Lua, quando, repentinamente, o áudio transmitido à Terra revela o grito de espanto de um deles: - WATCH OUT! - A linguagem Inglesa tem mesmo certas expressões idiomáticas que por vezes podem confundir. Assim sendo LOOK OUT!, que literalmente significa "Olhe para fora", assim como WATCH OUT!, que literalmente significa a mesma coisa, não significam bem isso, mas, sim, CUIDADO! - Na seqüência das cenas, vemos, então, ambos os Astronautas correndo - fugindo às pressas para o interior do módulo.....


..... No exato momento em que uma forte interferência se faz presente, causando um forte distúrbio na imagem e no áudio. Mas o quê exatamente teria motivado aquele grito de alerta do Astronauta, fazendo com que ambos corressem assim tão desesperadamente para o abrigo no interior do módulo?....


"Nada, nada mesmo".... A não ser a estranha imagem de uma criatura que surgira bem na extremidade direita da cena, aproximando-se do módulo.....


..... Aqui vista na seqüência mostrada pela câmera fixa da NASA. A Criatura, tendo em vista a reação apavorada dos Astronautas, permaneceu ali por um breve período de tempo, afastando-se depois. Somente então os dois perplexos Astronautas tiveram coragem suficiente para sair do módulo. Claramente uma intimidação, uma ameaça direta, mais uma vez demonstrando que os atuais "proprietários" da Lua não admitem intrusões nos seus domínios!


Veja a imagem devidamente ampliada. E não há qualquer engano, uma vez que a seqüência do filme mostra a tal criatura se movimentando e posteriormente se afastando diante do apavorado recuo dos Astronautas. Claramente uma forma de intimidação! E não venham os céticos nos dizer que poderia se tratar de um terceiro Astronauta presente nessa inusitada cena. Em primeiro lugar, porque SEMPRE os Módulos da NASA são tripulados por três Astronautas, porém um deles não vai ao solo - permanece orbitando em um outro módulo para posteriormente recolher os outros dois exploradores. Em segundo lugar, se fosse um terceiro Astronauta no solo - o que teria sido impossível - por que, então, os outros dois fugiram apavorados diante da aparição, buscando o refúgio e a proteção no interior do seu Módulo de pouso?


Porém, parece que no caso específico da Apollo-16 os caçadores aliens podem ter virado a caça! "Mergulhadores da Missão Apollo-16 foram enviados para resgatar humanóides lunares do interior e do exterior do Módulo Lunar de Retorno. À direita, fracamente visível, um mergulhador resgata humanóides do oceano" - diz a legenda da curiosa foto acima.....


- "Mergulhador da Marinha dos EUA pega uma pequena mulher humanóide diretamente do casco do Módulo de retorno da Apollo-16. A mídia nacional quer encobrir isso e o Governo também o negará". Estranhas imagens essas, não? E como sempre muito "convenientemente" desfocadas! E se esse foi mesmo o caso, conforme divulgado através dessas fotos, estaremos diante de algo verdadeiramente espantoso no que diz respeito às manobras de acobertamento que, por sinal, são notórias quando se trata das Missões Lunares da NASA. Isso, então, nos provaria que não teriam sido somente "rochas" que foram trazidas do nosso intrigante satélite pelos Astronautas. E se isso realmente ocorreu, se essa indigesta carga realmente foi trazida à terra, evidentemente que tais pequenas e bizarras criaturas vieram devidamente acondicionadas em recipientes especiais, os quais podem ter se rompido durante o pouso no mar....


.... Vamos, então, tentar tirar a "prova dos nove", colocando um dos detalhes em preto e branco, como também no seu correspondente negativo. Bizarro mesmo! Além de "alguma coisa" estar realmente sendo retirada do Módulo, tem TAMBÉM uma outra.... Bem agarrada à perna do mergulhador!!! Estariam ainda vivas tais criaturas? E, ao que parece e se assim o foi, algumas delas teriam tentado fugir do cativeiro - ou, então, quem sabe, os Astronautas tentaram se livrar delas, atirando-as ao mar? O curioso é o fato de elas, aparentando assim estar vivas, terem sobrevivido ao ambiente dotado de atmosfera do nosso mundo, o que não é o caso da Lua - a menos que tais seres eventualmente não necessitem do oxigênio para viver! Claro, não seria de todo impossível, uma vez que não se pode, e não se deve, raciocinar em termos única e estritamente terrestres.....


.... E uma vez que tudo faz sentido, pois essas pequenas criaturas recolhidas da Cápsula de retorno da Apollo-16 parecem ser derivações da infame tipologiagray, os invasores da nossa Lua - criaturas estas que, por sinal, são as mais freqüentes durante as incursões dos UFOs aqui no nosso planeta - e as quais, de acordo com inúmeros registros e testemunhos, livremente percorrem o nosso solo, sem serem afetadas pela nossa atmosfera!


Inteligências estranhas na Lua, e sob diversas formas? Sim, porque a NASA, aliás, já sabe disso há bastante tempo! Os seus módulos exploratórios desde muito já vêm detectando as mais estranhas estruturas alienígenas espalhadas por todos os lados da muito misteriosa superfície lunar! Aquela mesma Missão Apollo-16, por exemplo, deparou-se com ISSO.....


.... Justamente uma imensa estrutura retangular em meio a uma cratera!....


.... E que decididamente não poderia ter se tratado de um mero acidente da paisagem lunar!....


.... Até porque se fosse mesmo um "mero acidente da paisagem lunar", a NASA não o exploraria tão minuciosamente assim - e sob os mais diversos ângulos! Algo que, além de tudo, parece se tratar de um imenso monolito - evidentemente um marco, uma obra de seres inteligentes!


Por sinal, aquela mesma Missão Apollo-16, já em uma outra área da Lua, fotografou essa outra curiosa "anomalia" destacando-se na escuridão da paisagem - possivelmente uma base ou uma instalação alienígena!....


.... Aliás, muito semelhante a essa outra - por sua vez, fotografada anteriormente pela Missão Apollo-15!


São "anomalias" não tão anômalas! O homem ainda não mandou as suas missões tripuladas ao distante planeta Marte, um outro local onde as evidências de uma passada vida inteligente se fazem cada vez mais presentes. Todavia, as sondas não tripuladas da NASA e da ESA (Agência Espacial Européia), têm detectado uma impressionante profusão de coisas verdadeiramente surpreendentes na superfície do assim chamado "Planeta Vermelho". Na foto acima, nítidas e extensas MURALHAS - possivelmente os restos de uma antiga barragem! Uma antiga represa? Sim, pois Marte - e quanto a isso já não restam mais quaisquer dúvidas - em tempos muito remotos possuiu rios, mares e verdejantes florestas - além, é claro, dos inegáveis vestígios de uma avançada civilização!


Impossível? NÃO, e nada demais nisso, uma vez que também em Marte estranhos monumentos foram encontrados! Veja, por exemplo, a ampliação acima de um notável detalhe, claramente uma estranha face! Assim como tantos outros, os inegáveis marcos das mãos e das volições de seres inteligentes presentes na superfície marciana..... (FOTO: © Alfred P. Reaud)


..... E onde, também, estranhas figuras esculpidas na paisagem, fitam o espaço sideral! Como, por exemplo ESTA - não humana, porém atemorizante....


..... Assim como ESTA, situada na intrigante região de Valle Marineris.....


.... E assim como igualmente ESTA - uma outra nítida face alien gray, esculpida em toda a extensão de uma imensa cratera, ainda em Valle Marineris! Poderia, então, se tratar de um "MARCO DE TERRITÓRIO", de uma certa advertência aos eventuais intrusos, querendo, talvez, significar que - tal como ocorreu na Lua - Marte já teria sido infestado pelos mesmos e atuais intrusos de sempre.... E que intromissões "estrangeiras" não serão bem-vindas? Quem sabe!


Pois, dizemos que a região marciana de Valle Marineris é realmente intrigante, justamente por causa da sua enorme fenda, a qual pode ser vista bem abaixo da região equatorial daquele planeta. Essa enorme "fenda", situada em uma região vital (e além de tudo muito estratégica em qualquer corpo celeste), não parece ter sido causada pelo impacto de algum meteoro errante, mas, sim, e muito possivelmente, por um ATAQUE deliberado contra uma antiga e muito avançada civilização que o habitou - em outras palavras, uma antiqüíssima guerra planetária mesmo! E, segundo pensam os Cientistas, foi justamente essa enorme fenda (quem sabe causada pela detonação de uma arma terrível) que drenou toda a atmosfera daquele planeta, secando assim seus rios, seus mares, seus lagos e devastando toda a sua vegetação - enfim, e impiedosamente, eliminando toda a vida - de um só golpe, tornando Marte um astro morto, desolado e desértico!


Nesse sentido, a ampliação do detalhe de uma foto tomada no solo de Marte pelo Rover Pathfinder, nos mostra dois crânios HUMANOS - abandonados há quem sabe incontáveis milênios no, hoje desértico e repleto de destroços mecânicos, solo daquele planeta - um milenar conflito que envolveu SERES HUMANOS!


Assim como um outro Rover, dessa feita o do Spirit, nos mostra um outro crânio, perdido em meio às areias marcianas - tal como uma testemunha grave e silenciosa, tal como uma advertência quanto a um antigo drama que lá se desenrolara há muitos e esquecidos milênios passados!


O fato é que Marte há muitos milênios ANTES que a nossa Terra fosse por nós habitada já tivera uma avançada civilização, ou talvez uma colonização.... HUMANA! E para aqueles que, mesmo diante de tudo isso, diante de todas essas gritantes evidências, insistem em desacreditar ou simplesmente negar o óbvio, essa recente imagem, tomada pelo mesmo Rover do Módulo Spirit, também em pleno solo de Marte, certamente servirá para colocar por terra todas as dúvidas: - aqui estamos diante de uma inegável e muito extensa MURALHA, além de algumas ruínas ao seu redor! Nesse ponto, faz-se necessário relembrar aquilo que muitos já denunciaram: - essas fotos originais são tomadas em CORES e, portanto, perfeitamente nítidas nos seus mínimos detalhes. Porém, faz parte da sistemática política de acobertamento da NASA somente divulgá-las em preto e branco, tudo de modo a esconder certos detalhes, como também de modo a mascarar certas nuances, as quais se tornariam por demais "embaraçosos" aos olhos mais atentos.


O que felizmente não acontece com as sempre nítidas e muito claras imagens tomadas pela ESA (Agência Espacial Européia), a qual não comenta o que fotografa, mas, em contrapartida, MOSTRA! A foto acima, por exemplo, tomada sobre a região marciana de Eumenides Dorsum, nos comprova a existência de velhas PIRÂMIDES, hoje sobreviventes silenciosas daquela devastada área. O planeta Marte tem, de fato, uma estreita correlação para com a Terra - e muito mais estreita do que talvez possamos pensar! Atualmente, uma forte corrente de pesquisadores abraça a revolucionária idéia de que esses monumentos, como também as velhas ruínas (presentes tanto na Lua quanto em Marte!) seriam marcos provenientes das avançadas colônias espaciais de.... EVOLUÍDAS MUITO ANTIGAS CIVILIZAÇÕES QUE HABITARAM A PRÓPRIA TERRA! Alguma coisa não identificada, porém, as destruiu - assim como também veio a destruir todas essas suas colônias! Hipótese ousada - sim - mas algo que não seria, de todo, impossível. (FOTO: ESA)


"Pedra sobre pedra, o homem, onde esteve? Ar dentro do ar, o homem, onde esteve? Tempo no tempo, o homem, onde esteve? Geometria final, Livro de pedra". Devemos refletir sobre isso! Por conseguinte, às pessoas dotadas de bom senso e dos necessários olhos para ver, que seja, então, permitido deliberadamente cometer um erro crasso quanto à interpretação da curiosa expressão idiomática inglesa WATCH OUT. Pois, diante de tudo aquilo que temos visto, vamos, então, traduzi-la, mesmo que deliberada e erradamente, como: "OLHE PARA FORA" - UMA VEZ QUE A VERDADE ESTÁ MESMO LÁ FORA - e, por conseguinte, devemos olhá-la com muita atenção, tudo de modo a descobrir a resposta para a eterna pergunta que desde muito nos aflige: - Quem somos, de onde viemos, para onde vamos e - notadamente - PARA ONDE FOMOS EM TEMPOS MUITO RECUADOS! E quanto à outra expressão assemelhada LOOK OUT, esta, SIM, devemos - e também diante de tudo aquilo que temos visto - corretamente interpretá-la, porém de acordo com o seu verdadeiro sentido, que é:CUIDADO! - CUIDADO, sim, pois as sempre crescentes evidências nos mostram que antigas civilizações, as nossas ancestrais as quais habitaram o mais remoto passado deste nosso pequeno planeta, foram destruídas não somente "aqui por baixo" mesmo, como também mediante um confronto que possivelmente veio também a atingir as suas mais avançadas colônias espaciais. E os antigos inimigos, aqueles que ganharam a remota batalha, ainda hoje estão por perto - muito mais perto do que pensamos - e, pelo que parece, não desejam quaisquer tipos de intromissões que afetem a guarda e a posse do seu ciosamente protegido botim!




Total de visualizações de página

Página FaceBook