BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sexta-feira, 25 de maio de 2018

O BRASIL É UM PAÍS COMPLETAMENTE MAÇÔNICO.





O Brasil é um país soberano sobre as nações? Ou é um país onde seus políticos corruptos  e maçônicos, são soberanos sobre o seu povo? A maçonaria domina todas as estruturas de poder do sistema, seja nos cargos governamentais, seja em cargos de alguma importância como: 

no magistrado, na advocacia, nas forças armadas, nas religiões, nas mídias corporativas e etc. 

Um país de ignorante é um controlado e dominado, onde os poucos subjugam os muitos, assim como ocorre em todo o planeta dominado pela elite de banqueiros illuminati.

O Brasil, como outros países, é somente mais uma extensão, "ignorante" dos seus territórios.  





A maioria das pessoas costumam perceber as coisas de forma limitada e minimizada sobre qualquer fato, reduzida e separada, quando eu cito um país ignorante, não me refiro aos estudos dentro do sistema educacional, pois o mesmo é muito bem controlado, as pessoas só sabem o que eles permitem que elas saibam, estou me referindo ao conhecimento maior fora do sistema de controle, o conhecimento que se encontra dentro de cada um, aqueles que são ocultados por poucos, mas que muitos desconhecem.


========================================================

Quando eu digo completamente maçônico, isso se refere na mesma coisa que ocorre no mundo em outros países, são grupos de pessoas que se encontram em status ou cargos de poder, que criam e ditam as regras, as leis e etc.

Para que se dominar toda uma noção, não é preciso ter muita gente, da mesma forma que acontece no mundo, uma pequena elite de 13 famílias que comandam as direções que o mesmo deve seguir, eles criaram as regras que controlam as massas.

Esses grupos pertencem a sociedades secretas, essas que obtém o verdadeiro conhecimento sobre a verdade, verdade esse que está relacionado com o mundo do ocultismo, que seriam no básico contatos com outras realidades ou dimensões, contatos com extraterrestres e suas tecnologias, não importa por quais lados você olhe, esses contatos estão nos mais profundos segredo do sistema e sobre todo controle exercido neste planeta,  seja de forma política, militar ou religiosa. 

Enquanto as pessoas não levar a sério essas informações e se conscientizar delas, continuarão vivendo nas ilusões deste sistema que está ruindo e desmoronando, e serão levadas juntas a ele.

Hora de acordar... Você acha que está vivendo em que planeta? Em qual realidade? 

Se você quer realmente se aprofundar um pouco mais sobre esse assunto, sugiro que leia tudo que está contido neste artigo.



Só existe uma mudança de identidade sobre tudo isso, porque todos eles são da mesma categoria maçônica e se submetem aos comandos dos seus senhores mais elevados, aqueles que não aparecem da elite satânica illuminati. 

EM TODOS OS ESTADO E EM QUASE TODAS CIDADES BRASILEIRAS, VOCÊ ENCONTRA SÍMBOLOS, MONUMENTOS E PRÉDIOS MAÇÔNICOS... PESSOAS COMO: PRESIDENTES, GOVERNADORES, PREFEITOS, DEPUTADOS, SENADORES, VEREADORES, JUÍZES, ADVOGADOS, MÉDICOS, ENGENHEIROS, ARQUITETOS,
PROFESSORE, EMPRESAS, INDÚSTRIAS, NAS MÍDIAS, RELIGIÕES E ETC.
A MAÇONARIA ESTA EM TUDO.



A Maçonaria no Brasil



INTRODUÇÃO


Desde a crise do Antigo Sistema Colonial, a maçonaria está presente em nossa história, destacando-se inicialmente, entre alguns revolucionários da Inconfidência Mineira e da Conjuração Baiana no final do século XVIII. Nesse período que antecede a Independência, a maçonaria assumiu uma posição avançada, representando um importante centro de atividade política, para difusão dos ideais do liberalismo anticolonialista.




Sua influência cresceu consideravelmente durante o processo de formação do Estado Brasileiro, onde apareceu como uma das mais importantes instituições de apoio à independência, permanecendo atuante ao longo de todo período monárquico no século XIX. Nesse processo, a história do Brasil Império é também a história da maçonaria, que vem atuando na política nacional desde os primeiros movimentos de independência, passando pelos irmãos Andradas no Primeiro Reinado, até as mais importantes lideranças do Segundo Império, no final do século XIX.

O QUE É A MAÇONARIA ?

Trata-se de uma associação semi-secreta, difundida no mundo todo, que adota os princípios de fraternidade e da filantropia entre seus membros. 

A maçonaria discrimina as mulheres, sendo composta principalmente por profissionais liberais, que se iniciam através de rituais incluindo juramentos de fidelidade e uma série de simbolismos, onde a moral, a fraternidade e a retidão são representadas pelo livro sagrado, pelo compasso e pelo quadrado. No cotidiano os maçons se comunicam através de sinais secretos, senhas e cumprimentos especiais.





A maçonaria não é uma seita religiosa, embora o único obstáculo para aceitação de um novo membro seja o ateísmo, já que os maçons professam a crença em um ser supremo. Ela é supra-religiosa, pois são aceitos cristãos, judeus, muçulmanos, budistas e qualquer homem de fé.

HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS

Em meados do século XV na Inglaterra as lojas medievais de free masons ("pedreiros livres"), inicialmente reservadas somente a profissionais ligados a esse ofício (arquitetos e engenheiros), abriram-se para membros da nobreza, da burguesia e do clero. Durante os séculos XVI e XVII, crescia cada vez mais o número desses maçons aceitos que conservaram os ritos e os símbolos da maçonaria tradicional de pedreiros, arquitetos e engenheiros, apegando-se contudo às suas próprias interpretações no tocante a questões filosóficas, científicas e espirituais.







No início do século XVIII aparece a franco-maçonaria moderna, com orientação interna baseada no Livro das Constituições publicado em 1723 por James Anderson, que exerceu influência internacional no pensamento das sociedades modernas, difundindo-se principalmente, nos países anglo-saxônicos.





A hierarquia para iniciação maçônica possui três níveis (aprendiz, companheiro e mestre), que são desenvolvidos em lojas ou oficinas. Do quarto grau até o décimo quarto o maçom se desenvolve em lojas de perfeição, depois, do décimo quinto ao décimo oitavo, em capítulos, e do décimo nono ao trigésimo em areópagos. A partir do trigésimo grau até o trigésimo terceiro e último, a iniciação é realizada por conselhos que administram os quatro grupos precedentes.








A simbologia da maçonaria é composta por elementos de uma linguagem coerente e complexa. Apesar de não possuir definição político-partidária ou religiosa, a maçonaria sempre atuou no campo político-ideológico.






No Brasil, a maçonaria distanciou-se dos interesses populares, passando a representar a aristocracia rural, estendendo-se no máximo às classes médias emergentes.

A MAÇONARIA NO BRASIL







Apesar da maçonaria estar presente no Brasil desde a Inconfidência Mineira no final do século XVIII, a primeira loja maçônica brasileira surgiu filiada ao Grande Oriente da França, sendo instalada em 1801 no contexto da Conjuração Baiana. A partir de 1809 foram fundadas várias lojas no Rio de Janeiro e Pernambuco e em 1813 foi criado o primeiro Grande Oriente Brasileiro sob a direção de Antonio Carlos Ribeiro de Andrada e Silva.
A lusofobia tão presente nos movimentos de emancipação, também caracterizava a maçonaria brasileira, que desde seus primórdios não aceitava se submeter ao Grande Oriente de Lisboa.





Como em toda América Latina, no Brasil a maçonaria também se constituiu num importante veículo de divulgação dos ideais de independência, sendo que em maio de 1822 se instalou no Rio de Janeiro o Grande Oriente Brasiliano ou Grande Oriente do Brasil, que nomeou José Bonifácio de Andrada e Silva o primeiro grão-mestre da maçonaria do país.
Com D. Pedro I no poder, o Grande Oriente do Brasil foi fechado, ressurgindo apenas com a abdicação do imperador em 1831, tendo novamente José Bonifácio como grão-mestre. Nesse mesmo ano ocorre a primeira cisão na maçonaria brasileira, quando o senador Vergueiro funda o Grande Oriente Brasileiro do Passeio, nome referente à rua do Passeio, no Rio de Janeiro.

A divisão enfraqueceu a maçonaria, que começou a perder influência no quadro político do Império brasileiro. Essa situação agravou-se em 1864, quando o papa Pio XI, através da bula Syllabus, proibiu qualquer ligação da Igreja com essa sociedade.

No contexto de crise do Império brasileiro, esse quadro tornou-se mais crítico em 1872, quando durante uma festa em comemoração à lei do Ventre-Livre, o padre Almeida Martins negou-se a abandonar a maçonaria, sendo suspenso de sua atividade religiosa pelo bispo do Rio de Janeiro. Essa punição tinha sido antecedida por um discurso feito pelo padre Almeida Martins na loja maçônica Grande Oriente, no qual o religioso exaltou a figura do visconde do Rio Branco, que, além de primeiro-ministro, era grão-mestre da maçonaria.
Neste processo, o bispo de Olinda, D. Vital e o de Belém, D. Macedo determinam o fechamento de todas irmandades que não quiseram excluir seus associados maçons.

A reação do governo foi rápida e enérgica, quando em 1874, o primeiro-ministro, visconde do Rio Branco, determinou a prisão dos bispos seguida de condenação a quatro anos de reclusão com trabalhos forçados. Apesar da anistia concedida no ano seguinte pelo novo primeiro-ministro duque de Caxias, a ferida não foi cicatrizada e o Império decadente junto com a maçonaria que o sustentava, perdiam o apoio do clero e da população, constituindo-se num importante fator para queda do obsoleto regime monárquico e para separação do mesmo com a Igreja.














Como disse certa vez David Icke: " Todos os partidos, todos os políticos, todos são vários rostos usando uma mesma máscara, então, não importa quais escolherem, todos seguem uma mesma regra, uma mesma agenda perante a população.

Eles são capazes de fazer o inimaginável para enganar o povo e roubar o seu poder, o poder de decisão ou escolha que cada um tem, e é devido a elas que a realidade deste planeta se sustenta.

Se você quer ter liberdade, escolha e queira liberdade, se você quer continuar sendo escravo e prisioneiro, então continue seguindo fielmente o sistema, a decisão é sua, sempre foi, este é o seu poder.

Para manter a ilusão de escolha, eles usam várias siglas e símbolos diferentes, mas isso não significa, que de fato você tem alguma escolha, é tudo uma total enganação, e não importa se você acredita ou não nessas informações, o fato é que é exatamente assim, porém, se você se conscientizar destes fatos e começasse a ter mais conhecimentos e responsabilidades, tudo poderia mudar para melhor.




Para NÃO generalizar sobre essas sociedades secretas, existem algumas que são de certa forma positivas e são favoráveis para humanidade, porém, tanto uma quanto outra costumam se infiltrar entre elas, há uma guerra silenciosa longe do conhecimento e entendimento comum, são verdadeiras guerras ocultas entre as forças positivas e negativas, e isso se estende para além desta realidade...

O Brasil não foi descoberto como é mostrado nos livros de história, tudo foi muito bem planejado e organizado para isso acontecer, os templários tiveram essa função, não é atoa que as caravelas tinha em suas velas o símbolo da cruz malta que é a marca registrada desta sociedade. 


Total de visualizações de página

Página FaceBook