BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 22 de julho de 2015

Vaticano e os Planos de Despopulação Global


Parece que o Vaticano é a favor da depopulação do planeta. 
O professor John Schellnhuber foi eleito como porta-voz durante a publicação de um documento papal sobre a mudança climática que ocorrerá em breve.


Schellnhuber é conhecido por ter declarado anteriormente que o planeta sofre uma superpopulação de pelo menos seis bilhões de pessoas.
John Schellnhuber
Em um artigo de 2009 publicado no The New York Times, Schellnhuber, assessor de Angela Merkel e professor em Oxford, disse sobre o aquecimento global que: "Cinicamente, é um triunfo para a ciência porque finalmente vamos concluir as estimativas da capacidade de suporte do planeta, a qual deve estar abaixo de um bilhão de pessoas".

Agora, o Vaticano está lhe dando uma plataforma para que expresse seus pontos de vista complementares com a futura encíclica papal.
"O lançamento da encíclica sobre o aquecimento global está previsto para 18 de junho na Cidade do Vaticano", informa o site Breitbart. "Talvez com a exceção da encíclica de 1968 sobre a contracepção, nenhum documento do Vaticano foi saudado com tanta antecipação".

É muito significativo que o Vaticano se alinhe ideologicamente com pessoas como o professor Schellnhuber.

Cabe destacar que Schellnhuber há algum tempo fantasia com a criação de um "Tribunal Planetário" guiado por uma nova "Constituição da Terra", que exerça um poder sobre todas as nações e governos do mundo.

Schellnhuber defende a criação de um governo mundial com grandes poderes, centrado na luta contra a mudança climática, a qual governaria o planeta, estabelecendo praticamente uma "ditadura científica" de fato.

Leia também: Membro do Governo da Austrália: ONU usa Clima para Impor uma Nova Ordem Mundial

Como Schellnhuber afirma:

"Permita-me concluir esta breve contribuição com um sonho sobre essas instituições chave que poderiam conseguir uma sofisticada (e, portanto, mais apropriada) versão da nação convencional de "governo mundial".

A democracia global poderia organizar-se em torno de três atividades principais:

(i) Constituição da Terra


(ii) Conselho Mundial


(iii)Tribunal Planetário.


Não posso falar destas instituições em detalhes aqui, mas gostaria de indicar, pelo menos, o seguinte:

-  A Constituição da Terra transcenderia a Carta da ONU e identificaria aqueles primeiros princípios orientadores da humanidade em sua busca pela liberdade, dignidade, segurança e sustentabilidade.


- O Conselho Mundial seria uma assembleia de pessoas eleitas diretamente por todos os habitantes da terra, onde a elegibilidade não deveria ser limitada por quotas geográficas, religiosas ou culturais.


- O Tribunal Planetário seria um corpo legal transnacional aberto à apelações do mundo todo, especialmente a respeito das violações da Constituição da Terra.

Schellnhuber, em outras palavras, acredita que a criação de um governo mundial pode gerar "liberdade" para a humanidade ditando-lhe o que deve fazer através de um Tribunal Planetário guiado por uma Constituição da Terra.

Obviamente, Schellnhuber esqueceu de mencionar que seria necessário um "exército da Terra" e uma "polícia da Terra" que obrigaria todo o planeta a cumprir estas ordens.

Não se esqueça que Schellnhuber é alguém que acredita firmemente que sobram 6 bilhões de pessoas neste planeta, uma vez que, as regras deste tribunal planetário que tanto defende, poderiam determinar que "sobram pessoas e que algo deveria ser feito para reduzir a população e salvar o planeta da destruição".

E, aparentemente, o Papa parece disposto a apoiar tais iniciativas.

Leia também: Carta Aberta de Cientistas ao Papa: Não vos Deixeis Influenciar Pelos Enganos Ambientalistas!


"Em uma encíclica sem precedentes sobre o meio ambiente, espera-se que o Pontífice argumente que a exploração por parte da humanidade dos recursos do planeta tenha ultrapassado os limites naturais da Terra", informa o The Guardian. "O mundo enfrenta a destruição se não houver uma revolução nos corações e nas mentes".

Como vemos, há cada vez mais pessoas de alta posição que e alinham com a necessidade de reduzir a população do planeta.

E quem sabe tenham razão, mas a pergunta chave é: se sobram 6 bilhões de pessoas, o que pensam fazer com toda essa população restante? Onde a colocarão? Como pensam em reduzir a população?

Já advertimos em artigos anteriores sobre qual seria a função do Papa em relação à criação de um governo mundial.

Em alguns anos veremos até que ponto o Vaticano também apoia algum tipo de medida drástica para reduzir a população mundial...

A ONU Está Utilizando Vacinas para Esterilizar Secretamente as Mulheres no Mundo Todo


Em algumas áreas do mundo, reduzir propositadamente a linhagem da família de alguém é considerado uma das coisas mais perversas que você pode fazer. Mas isso parece ser exatamente o que a ONU está fazendo. 
Duas organizações das Nações Unidas, a OMS e a UNICEF, foram surpreendidas em flagrante administrando "vacinas contra o tétano" contendo agentes esterilizantes em meninas e mulheres no Quênia. E, como você verá a seguir, esta não é a primeira vez que isso aconteceu.


Aparentemente, há um programa internacional bem coordenado para usar vacinas para esterilizar secretamente mulheres em países pobres em todo o planeta. Os Estados Unidos precisam exigir imediatamente uma investigação completa do programa de vacina da ONU, mas eu não contaria com isso sob a administração Obama.


Sempre houveram histórias ocasionais de mulheres do mundo todo tornando-se incapazes de ter filhos depois de receber as vacinas da ONU. Mas agora temos a prova científica. Os testes de laboratório que foram realizados recentemente encontraram um antígeno que provoca abortos nas vacinas que estavam sendo dadas a meninas e mulheres no Quênia. Uma história que foi postada no Life Site News sobre isso causou ondas de choque em toda a Internet. A seguir está um trecho do artigo:
Os bispos católicos do Quênia estão cobrando duas organizações das Nações Unidas a respeito da esterilização milhões de meninas e mulheres sob o pretexto de um programa de inoculação antitetânica patrocinado pelo governo queniano.
De acordo com um comunicado divulgado na terça-feira pela Kenya Catholic Doctors Association, a organização encontrou um antígeno que provoca abortos em uma vacina que está sendo administrada em 2,3 milhões de meninas e mulheres pela Organização Mundial de Saúde e UNICEF. Os sacerdotes em todo o Quênia estão declaradamente aconselhando as suas congregações a recusarem a vacina.
"Enviamos seis amostras de todo o Quênia a laboratórios na África do Sul. Eles testaram positivo para o antígeno hCG", disse o Dr. Muhame Ngare do Centro Médico Mercy, em Nairóbi ao LifeSiteNews. "Todas elas estavam contaminadas com o hCG".
Então o que é hCG exatamente?

A seguir está como o site Natural New descreveu o que ele faz ...
O HCG é um produto químico desenvolvido pela Organização Mundial da Saúde para fins de esterilização. Quando injetado no corpo de uma mulher, ele faz com que uma gravidez seja destruída pela própria resposta dos anticorpos do organismo ao hCG, resultando em um aborto espontâneo. A sua eficácia dura por anos, causando abortos em mulheres por até três anos após as injeções.
Isto é um escândalo absolutamente horrível, mas a grande mídia está ignorando totalmente.



Talvez seja porque eles concordem com o que as Nações Unidas estão tentando fazer.

E devemos realmente nos surpreender com o que a ONU está fazendo? Afinal, a ONU declarou publicamente por escrito, a sua intenção de reduzir o crescimento populacional no Quênia:

As Nações Unidas e seu aparato de controle populacional muitas vezes bárbaros estão sob fogo cruzado de novo depois de liberar um relatório profundamente controverso, alegando que a população africana do Quênia é muito grande e cresce muito rapidamente. Para lidar com o suposto "desafio", como a ONU e seus "parceiros" no governo nacional colocaram, os burocratas internacionais estão exigindo a intensificação dos esforços em fazer lavagem cerebral nas mulheres quenianas para que elas queiram menos filhos. Também na agenda: mais "planejamento familiar" financiado pelo contribuinte e esquemas de "saúde reprodutiva" para reduzir o número de africanos aos níveis considerados "desejáveis" pela ONU.



Os críticos prontamente desaprovaram a conspiração como uma eugenia indisfarçável, com alguns especialistas chamando-a de um verdadeiro exemplo de "guerra contra as mulheres". Entre outras preocupações, os analistas indignados com o relatório observaram que o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e os esforços diabólicos do estabelecimento para reduzir as populações humanas - especialmente aquelas consideradas "indesejáveis" pelos auto-intitulados guardiães do patrimônio genético - têm uma longa e sórdida história que remonta décadas. Hoje, a agenda avança, como ilustrada no último relatório da ONU que clama por números drasticamente reduzidos de quenianos.




Quando as pessoas muito más lhe disserem que eles pretendem fazer alguma coisa, você deve levá-las muito a sério.

E, sem dúvida, a ONU é o mal. Usar as vacinas para esterilizar secretamente as mulheres contra a sua vontade é quase perverso demais para descrever com palavras.

Mas a ONU vai continuar fazendo isso até nós exigirmos que eles parem. Na década de 1990, as campanhas de esterilização semelhantes usando vacinas contra o tétano foram realizadas na Nicarágua, México e Filipinas. A seguir, proveniente do site thinktwice.com...

Aqui estão os fatos conhecidos sobre as campanhas de vacinação contra o tétano no México e nas Filipinas:

* Apenas as mulheres são vacinadas, e apenas as mulheres entre as idades de 15 e 45. (Na Nicarágua, a faixa etária era entre 12 e 49.) Mas os homens não estão, pelo menos, tão suscetíveis quanto as mulheres jovens a entrar em contacto com o tétano? E o que dizer das crianças? Por que eles são excluídos?


* O hormônio Gonadotrofina Coriônica humana (hCG) foi encontrado nas vacinas. Ele não pertence a ela - no jargão do julgamento de assassinato de O.J. Simpson, a vacina foi "contaminada".


* Os protocolos destas vacinações pedem múltiplas injeções - de três em três meses e um total de cinco ao todo. Mas, uma vez que as vacinas contra o tétano fornecem proteção para 10 anos ou mais, por que são pedidas várias inoculações? (3)


* A OMS tem estado ativamente envolvida por mais de 20 anos no desenvolvimento de uma vacina anti-fertilidade, utilizando o hCG ligado ao toxoide do tétano como um transportador - a mesma ligação que foi encontrada nas vacinas do México-Filipina-Nicarágua. (4)


E estes são apenas os incidentes que conhecemos.

Eu acho que seria seguro dizer que onde quer que a ONU esteja vacinando pessoas contra o tétano em todo o mundo, provavelmente há agentes esterilizantes nessas vacinas.

Enquanto isso, a ONU continua a derramar dinheiro em outros métodos de esterilização globais.

Por exemplo, a ONU dedicou enormes quantidades de recursos para apoiar a "política do filho único" na China.

Leia também: Política Global do Filho Único, Pandemias e Guerras - Como a Elite Pretende Reduzir a População

E na Índia, o dinheiro da ONU é muitas vezes usado para fornecer incentivos financeiros para as mulheres a se voluntariarem para a esterilização.

Neste momento, cerca de 37 por cento de todas as mulheres casadas na nação da Índia foram esterilizadas. Esse é um número absolutamente espantoso. Na verdade, ele é tão surpreendente que eu mal podia acreditar quando eu vi pela primeira vez.

Mas é realmente verdade.

E muitas vezes, estes procedimentos não são conduzidos com segurança. De fato, uma recente campanha de esterilização em massa resultou na morte de dez mulheres...

Dez mulheres morreram na Índia e dezenas de outras estão no hospital, muitas em estado crítico após uma esterilização estatal em massa, disse uma autoridade local nesta terça-feira.

Muitas das mais de 80 mulheres que se submeteram à esterilização no acampamento administrado pelo governo livre no estado central de Chhattisgarh no sábado adoeceram pouco depois, disse o funcionário à AFP.


É claro que os Estados Unidos não é completamente inocente em tudo isso. Estas organizações das Nações Unidas são absolutamente inundadas com dinheiro pela administração Obama, e o governo dos EUA ainda tem uma "Agência de Assuntos da População", que é usado para promover o controle da população em todo o planeta.

Os envolvidos nesses esforços realmente acreditam que estão fazendo a coisa certa. Eles estão convencidos de que a "mudança climática" é o problema número um que a humanidade enfrenta hoje e que o caminho número um para combater a "mudança climática" é reduzir o número de pessoas.

Então, eles acreditam que estão realmente "salvando o mundo", empurrando uma agenda de controle populacional.

Para muito, muito mais sobre tudo isso, por favor consulte os seguintes artigos (em inglês)...

- "A Agenda de Controle Populacional está sendo implacavelmente forçada em escolas públicas americanas"

- "De 7 Bilhões de Pessoas a 500 milhões de Pessoas - A Doente Agenda de Controle Populacional da Elite Global"

- "Al Gore, a Agenda 21 e controle populacional"

- "Os Governos de Todo o Mundo Estão Avidamente Adotando a Rigorosa Agenda de Controle Populacional das Nações Unidas"

- "Sim, Eles Realmente Querem Reduzir a População - 22 Citações Chocantes do Controle Populacional  da Elite Global que Fará Você Perder o seu Apetite"

Agora que as ações perversas da ONU no Quênia foram expostas, os funcionários da ONU vão assistir de perto como as pessoas reagem.

Se há pouca indignação, eles vão apenas manter secretamente a esterilização sobre as mulheres.

É por isso que ela é absolutamente indispensável nós gritarmos "assassinato sangrento" sobre tudo isso. Um grande mal está sendo cometido bem na frente dos nossos olhos, e aqueles com coragem precisam se levantar e dizer que é o bastante.


O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 203 REMINISCÊNCIAS......



"Parece, pois, existir um tempo e um espaço onde, quer os planetas mais jovens, quer os mais velhos, se encontrem na situação ideal que é ocupada pela Terra. Mas os planetas antigos tiveram esse tempo e essa idade: 

ocuparam esse ponto, beneficiando-se, sem dúvida, dos privilégios que ele confere, com as mesmas possibilidades de flora, de fauna, e de desenvolvimento humano, o que nos leva a formular uma hipótese fascinante: quando os habitantes do planeta que nos precede em idade (e que é obrigatoriamente Marte, porque aí se registraram grandes perturbações cósmicas) se defrontaram, com condições de vida desfavoráveis, mesmo insuportáveis, prepararam uma espécie de êxodo em direção à Terra, onde tudo havia iniciado a sua evolução. Os primeiros "comandos" do planeta em perigo tiveram, como Noé na Arca, de efetuar os seus reconhecimentos, levando com eles sementes vegetais e espécimes de uma fauna selecionada. Não terão, também, os nossos cosmonautas a mesma missão quando partirem para Marte ou Vênus?" (Robert Charroux - O Livros dos Segredos Traídos)



Certamente, uma das tradições mais associadas a uma colonização "externa", diz respeito ao perdido continente da Atlântida. Este antigo mapa nos mostra a localização desse desaparecido continente. No tempo das grandes navegações em que este mapa foi elaborado, era costume se inverter nas cartas marítimas a localização do Norte do planeta. Assim sendo, vemos que na posição modernamente adotada e que seria a correta, a Atlântida se situou entre a África e a América do Norte - precisamente na região do Atlântico Norte. Esse mapa certamente deve ter sido copiado de um outro original, muito mais antigo e além de tudo preciso, já que não se trata de uma mera abstração pois, DE FATO, possui fundamentos absolutamente corretos!!!


Os nossos mais modernos levantamentos cartográficos, elaborados através da tecnologia dos satélites, já permitem nos revelar os mais recônditos relevos dos fundos dos oceanos, tal como é o caso do chamado "Dorsal Atlântico", visto no mapa, ao centro e exatamente situado entre os continentes Africano e Norte-americano. E no mesmo ponto em que os antigos mapas situavam a localização da perdida Atlântida! Nada impede, portanto, que essa vasta área, na verdade um antigo "continente" intermediário, possa ter estado na superfície em tempos muito recuados e que, devido a uma catástrofe qualquer, foi tragado pelo oceano tendo fatalmente submergido.


A crosta terrestre se movimenta sem parar e as placas tectônicas submarinas obviamente acompanham esse processo. No negativo do relevo submarino dessa área intermediária entre a África e a América, podemos constatar a sua vasta extensão. Note-se, em toda a sua área, as anotações de "FRACTURES ZONES", ou seja, regiões em que realmente existem antigas fraturas das placas tectônicas - possivelmente os vestígios de uma velha tragédia.


E as recentes sondagens submarinas efetuadas nessa área permitem revelar estruturas nitidamente artificiais espalhadas por uma grande área. A imagem acima nos mostra várias dessas estruturas, notadamente na parte inferior da foto onde podemos ver algo que lembra as ruínas de uma estrada, ou quem sabe de uma cidade! A existência dessas ruínas submersas foram detectadas a uma profundidade de cerca de 2600 pés e elas se situam exatamente em meio ao Atlântico, ao norte da chamada Zona de Fratura do Atlântico. (FOTO: Scripps Institution of Oceanography)


Não há mais qualquer duvida de que uma antiga civilização muito evoluída deixou as suas marcas espalhadas por toda a face do planeta antes de desaparecer para sempre do cenário terrestre. Em quase todos os continentes encontramos certos monumentos que jamais poderiam ter sido meros trabalhos erosivos. Na foto acima, gentilmente enviada pelo nosso estimado visitante Ivan Bourguignon, vemos um desses extemporâneos monumentos - a maioria deles dotados dos sempre insistentes formatos de rostos e "gigantes deitados".


Este "gigante deitado", por exemplo, o qual revemos na respectiva ampliação, situado no Município de Castelo, Estado do Espírito Santo, Brasil, é verdadeiramente surpreendente, uma vez que se observarmos o seu rosto que fita o céu podemos constatar a sua riqueza de detalhes:


Reveja os impressionantes detalhes do rosto, em maior aproximação. Você concordaria conosco que isso jamais poderia se tratar de um mero capricho da Natureza?


Por sinal, tudo muito semelhante àquilo que se vê no formato do famoso Morro do Corcovado, às margens da lagoa Rodrigo de Freitas, na Cidade do Rio de Janeiro e a milhares de quilômetros do Estado do Espírito Santo e daquele seu outro "gigante-deitado"! Tudo é simbolismo, significando algo que ainda escapa à nossa compreensão.


E as fotos não deixam margens a quaisquer dúvidas. Aliás, todo o Brasil, quase todos os seus Estados de Norte a Sul estão repletos desses curiosos monumentos, sempre classificados pelo comodismo oficial como "trabalhos da erosão". Esse, por exemplo, é o famoso "Morro do Camelo", o qual, assim como veremos, de "camelo" não tem NADA......


..... Mas, SIM, trata-se de um outro monumento porém sob o formato de uma esfinge! Note-se, também, os detalhes do notável perfil do seu rosto.


E aqui, uma outra montanha estranhamente aplainada e popularmente denominada "Morro do Pai Inácio".....


Reveja, em maior aproximação do detalhe, o rosto do tal "Pai Inácio". Que perfeição de detalhes! Embora já muito desgastado pelo tempo, repare nos detalhes do olho, nariz e boca! Chocante, não?


Pois é! E por falar nisso, o nosso estimado visitante Giovani Sartori andou fazendo as suas caçadas lá pelo Google Earth e não deixou de "visitar" a paisagem da misteriosa e impenetrável região da Floresta Amazônica situada entre os territórios do Brasil e da Venezuela - exatamente onde as evidências indicam que estaria situada uma das três "cidades perdidas dos deuses", denominadas Akahim, Akhakor e Akhanis! (FOTO: © TerraMetrics/Europa Techonologie/Google)


A ampliação do intrigante detalhe avermelhado da foto anterior nos mostra algo como um bizarro rosto voltado para o céu, uma fileira (aparentemente de ruínas) no seu prolongamento e, bem ao lado, certas grandes estruturas cobertas pelas selvas que lembram pirâmides!!!


Essas fortes evidências relativas às antigas civilizações não podem de maneira alguma ser desprezadas ou ridicularizadas, tal como usualmente costuma acontecer junto aos meios mais céticos. O que, contudo, esses meios mais céticos fazem questão de esconder são certas gritantes evidências arqueológicos que, contrariando tudo aquilo que tradicionalmente eles mesmos cultuam e pregam, nosso planeta cuja idade é estimada em quase seis bilhões de anos, durante todo esse tempo (do qual a Ciência NADA sabe), JÁ ABRIGOU INÚMERAS CULTURAS E CIVILIZAÇÕES DESCONHECIDAS - muitas delas possivelmente mais avançadas do que a nossa. Na foto acima, você vê um inusitado artefato artisticamente trabalhado e elaborado em uma liga metálica desconhecida, encontrado em escavações arqueológicas efetuadas em Massachutess, EUA. Não há qualquer explicação sobre a sua origem, ainda mais pelo fato de a sua idade ter sido datada em.... 100 MIL ANOS! Segundo os "meios mais céticos", há 100 mil anos atrás somente "criaturas humanas" bestiais e meio-primatas tentavam desesperadamente sobreviver no ambiente hostil da nossa Terra.


Não há mesmo mais o que se discutir. Imagens não mentem! Justamente por isso fazemos questão absoluta de ilustrar este nosso modesto Site através de milhares delas. As provas quanto à existência de inúmeras perdidas culturas das quais a nossa Ciência oficial verdadeiramente NADA SABE, se agigantam cada vez mais e mais. Aqui, vemos um arqueólogo amador circulando perto de enorme rosto de pedra situado em meio às submersas ruínas desconhecidas de Yonaguni, no Mar do Japão.....


..... Onde, por sinal, igualmente existem as ruínas de enormes pirâmides, de templos colossais e também de antigas estradas, tragadas pelo oceano há muitos milhares de anos atrás! Como negar evidências tão gritantes quanto essas?


E até mesmo no Havaí os atônitos mergulhadores de deparam com tais intrigantes ruínas. Restos de antigos templos, velhos palácios, estradas e outras edificações misteriosas, jazendo há milênios nos fundos dos mares, são a prova concludente e definitiva de que todos os conceitos da Arqueologia tradicional devem ser urgentemente revistos.


A humilde e além de tudo necessária aceitação dessa verdade poderá, em contrapartida, vir a solucionar os intrigantes enigmas com os quais se depara a Arqueologia. Não há explicação lógica para a desenvoltura com que as antigas culturas trabalhavam as rochas, cortando-as e moladando-as com uma precisão absoluta - digna de fazer inveja à nossa moderna tecnologia - e também inexplicavelmente movendo-as e transportando-as para as grandes altitudes através de meios teoricamente inexistentes na antigüidade. Na foto, as imponentes ruínas de Tambomachay, no Peru.


Além do mais, já está provado que a vida, e com ela a existência de seres inteligentes, não é um privilégio exclusivo do pequeno planeta Terra. Muito embora neguem ou tentem esconder o fato, o certo é que algumas imagens que recentemente nos chegam dos módulos de sondagens das agências espaciais que já percorrem os solos de outros corpos celestes no nosso Sistema Solar tornam-se altamente reveladoras. Aqui, uma paisagem do solo marciano, fotografada por um módulo da NASA. Consegue nela ver algo bastante estranho?


Apostamos que SIM! E é isso mesmo que você viu: - ou se tratava de um estranho crânio postado sobre uma elevação da paisagem, ou então, mais provavelmente, um ser alienígena que circulava sobre o desolado solo marciano, aparentemente espionando o módulo da NASA! Repare naquilo que usa e que lembra um capacete de astronauta. Bastante claro, não? E será sempre oportuno lembrar que até o momento o homem da Terra ainda não pisou em Marte. QUEM SERIA, ENTÃO, este bizarro personagem, uma outra raça de exploradores espaciais? É o que tudo indica. Aliás, algo que não nos é estranho. Uma criatura desse tipo, usando esse mesmo capacete, já foi fotografada pela NASA junto a um astronauta, porém no solo da Lua - uma foto por sinal já mostrada em uma das nossas páginas anteriores.


E da nossa série "Fotografias muito Inocentes", mais uma sutileza da NASA no solo marciano. Ou seja, - "mostramos uma totalidade para que você esqueça de examinar os menores detalhes; enxergue a formiga e não veja o elefante". Pois é! Tente então descobrir algo bastante insólito nessa foto.....


Achou? Não? Então vamos lhe dar uma "mãozinha" ampliando uma certa parte muito especial daquela paisagem. Repare bem naquilo que está situado em primeiro plano, bem junto à parte central da foto: os restos de uma antiga estátua, aliás bem parecida com o famoso Rosto de Cydonia, ou então..... quem sabe, o semi-enterrado cadáver de uma criatura alienígena? Nesse ponto, ambas as hipóteses se tornam válidas! De uma forma, ou de outra, o certo é que Marte já teve uma grandiosa civilização, extinta através de um cataclismo generalizado que varreu toda a sua superfície, drenou a sua outrora esplendorosa paisagem, eliminando a vegetação, secando seus rios e mares, como também extinguindo toda a sua atmosfera. O local mais próximo, mais propício e lógico, para abrigar os eventuais sobreviventes seria a nossa própria Terra!


A Lei Universal nesse particular é inflexível: tudo tem o seu nascimento, apogeu e morte. Porém, nada se perde, tudo se transforma. Nisso, é claro, se incluem as civilizações onde quer que se encontrem. Um dia qualquer Marte poderá vir a ser novamente habitado, quem sabe por nós mesmos, pelos próprios terrestres que sobreviverem ao fim do nosso planeta - isso em uma época futura qualquer e mediante o avanço da nossa tecnologia tornando-o habitável e colonizando-o. Toda história, por conseguinte, é cíclica e sempre se repete. Tudo sempre será um recomeço, tudo sempre poderá recomeçar como dantes. E assim, quem sabe isso não teria acontecido aqui mesmo na nossa própria Terra em tempos tão remotos, tão distantes que sequer sonhamos terem existido? TUDO então se torna válido. No campo muito vasto do Realismo Fantástico, nenhuma hipótese, por mais fantástica que pareça, poderá ser inteiramente desprezada!






Total de visualizações de página

Página FaceBook