BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


terça-feira, 15 de setembro de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 190 ROMPENDOS OS SELOS DE PROIBIDOS LIVROS



"Chegaram de fato os tempos. E esses serão os tempos da síntese, da sublimação do espírito, das grandes revelações. Enfim, da reorientação de todas as crenças e dos pensamentos! 

Os tempos de rejeição aos dogmas infantis, às mentiras e às crenças supersticiosas que desde muito prendem com pesadíssimos grilhões a nossa sofrida, infeliz e desorientada humanidade. 

E se esse nosso presente trabalho representar um pequeno passo nesse sentido, se puder ao menos se tornar uma tímida voz em meio a um vastíssimo deserto e tocar alguns outros corações, estaremos plenamente recompensados. 

E assim sendo, aquilo que hoje entendemos como mistérios deixarão de ser mistérios, pois estarão plenamente aptos a serem devidamente compreendidos e inteiramente assimilados, justamente porque os tempos se fazem propícios e talvez maduros. 

Forcemos então as portas interditas desse território, desde muito coberto pelas mais densas e pesadas névoas, e então destemidamente ousemos penetrar nos seus caminhos extremamente sinuosos, os quais forçosamente nos levarão à descoberta das mais diversas e das mais espantosas de todas as realidades - todas elas, por vezes, bem diante dos nosso olhos e no entanto muito pouco consideradas" (Do nosso ebook: INSÓLITO - MISTÉRIOS DO CÉU, DA TERRA, DO ESPAÇO E DO TEMPO)




Insólitas tecnologias - heranças perdidas de um passado glorioso, remoto e muito esquecido, cujas expressivas imagens se perpetuaram através dos tempos, acenando ao entendimento e à razão dos espíritos mais lúcidos e racionais - aqueles poucos que possuem a necessária capacidade de entendê-las. Sinais altamente relevantes!


Uma vez que não há mesmo como se negar tudo aquilo que salta aos olhos de maneira clara e inequívoca! Nos velhos tempos em que de maneira geralmente simplista consideramos como pré-históricos, altas tecnologias eram empregadas pelas desconhecidas civilizações que nos precederam. Não há, portanto, nada de novo em relação a tudo aquilo que somente hoje redescobrimos, ainda que de maneira tímida e incipiente.


Tudo é, pois, um recomeço! Há muitos milênios atrás, quem habitou a Terra - assim como também hoje NÓS o fazemos - podia se locomover pelos mares, pela terra, pelo céu - e também através do próprio espaço sideral! Transmitia as suas imagens e sons através da atmosfera; gravava - através de fantásticas e desconhecidas tecnologias - as suas mensagens voltadas na direção do céu....


..... Construía seus portentosos monumentos, através de técnicas de Engenharia e tecnologias muito além dos tempos em que foram edificados, legando assim essa ciência muito antiga que emula marcos piramidais situados em outros corpos do nosso Sistema Solar - como, por exemplo, também nos solos da Lua e de Marte!


Também em sítios arqueológicos, alguns datados de milhões de anos, artefatos metálicos altamente tecnológicos têm sido encontrados, provando assim que tais antigas civilizações eram realmente detentoras de certos conhecimentos que se comparam aos nossos, ou até mesmo vão muito além deles. Na foto acima, uma peça manufaturada, cuja idade foi avaliada em cerca de 20 mil anos, foi encontrada em meio aos ossos de antigos animais pré-históricos, tendo, possivelmente, pertencido a uma máquina - ou, quem sabe, diríamos, a um motor! Note-se que essa peça foi mecanicamente torneada e moldada de modo a encaixar em algo e, assim, prover adaptação em um outro dispositivo qualquer.


Também por vezes, certos geodos datados de milhares de anos atrás igualmente trazem muitas surpresas no seu interior, guardadas desde os tempos em que teoricamente somente os dinossauros teriam habitado a Terra! Artefatos produzidos através de ligas metálicas desconhecidas, tais como esse encontrado em Lanzhou, China, nos atestam que estamos diante de duas alternativas: a primeira é que vieram "de fora", ou seja, seriam artefatos originários de antigas visitas espaciais. A segunda, claro, restos de objetos utilizados pelas perdidas civilizações que nos precederam. Nesse particular não existem meios-termos.


Arruelas de pressão; molas; pistões; pinos e contra-pinos; discos metálicos; peças torneadas - e assim por diante. Dir-se-ia que estamos diante da sucata de uma moderna oficina mecânica, não? Até que poderia ser. Porém essa tal "oficina" era notável especialista em Nanotecnologia (algo que somente AGORA a nossa a ciência descobriu) e esteve estabelecida na Rússia, em um período muito distante, situado entre 20 a 100 mil anos atrás!


Da mesma forma que parafusos e porcas não são absolutamente invenções modernas! Também os Jornais russos noticiaram essa espantosa descoberta efetuada no interior de uma rocha, solidificada ha muitos milhares de anos, e no interior da qual existiam os restos de um parafuso e, logo acima deles, uma porca ainda em perfeito estado! A opinião dos perplexos cientistas que a examinaram? - "Talvez esses artefatos de metal sejam relíquias de uma civilização espacial próxima".


Impossível? NÃO! Você que nos acompanha certamente se lembrará da insólita imagem que mostramos em uma página anterior, na qual um turista mais atento fotografou em meio às complexas esculturas da Catedral de Salamanca, Espanha, a nítida representação de um antigo astronauta. O mais curioso de tudo é que essa Catedral foi construída na Idade Média, época em que sequer se sonhava com as viagens espaciais, certo? Certo! Porém, como aliás sempre acontece, tão logo isso veio à tona, logo se apressaram em desmoralizar, desacreditar e desmentir esse espantoso achado, sob a alegação de que: " Tal monumento foi recentemente, e na própria época, ali colocado para comemorar a chegada do Ano 2000". Bizarro! E você acredita mesmo nisso? Em primeiro lugar, porque SOMENTE AGORA disseram isso, e não na chegada do Ano 2000? E por que, então, nessa época não divulgaram o fato, como, aliás, seria lógico? Você, por acaso, se lembraria de ter lido algo a respeito? Nem nós! Além do mais, note-se que a pátina e a antigüidade do tal monumento são evidentes em comparação com as demais esculturas adjacentes - não há mesmo como se negar isso! Adicionalmente, tais monumentos históricos são tombados pelo Governo e, assim, NENHUMA alteração de fachada é permitida e, dessa forma, nem mesmo poderia ter sido efetuada.


Sutil mesmo. Até porque, diante de tantas evidências, somente agora em 2008 (e muito curiosamente) um representante da Igreja Católica, isto é, do próprio Vaticano - precisamente o Diretor do seu Observatório Astronômico, conhecido como Specola Vaticana, Padre José Gabriel Funes, publicamente declarou ao Jornal "L'Osservatore Romano" que: - "Deus pode ter criado seres inteligentes em outros planetas do mesmo jeito como criou o universo e os homens"! E mais: - "Como existem diversas criaturas na Terra, poderiam existir também outros seres inteligentes, criados por Deus". Isso não contradiz nossa fé porque não podemos colocar limites à liberdade criadora de Deus".O Padre Funes, cita, ainda, São Francisco ao dizer que: - "Possíveis habitantes de outros planetas devem ser considerados como nossos irmãos". E se consideramos as criaturas terrestres como 'irmão' e 'irmã', por que não poderemos falar também de um 'irmão extraterrestre'? Ele também faria parte da criação? É possível que existam. O universo é formado por 100 bilhões de galáxias, cada uma composta de 100 bilhões de estrelas, muitas delas ou quase todas poderiam ter planetas. Como podemos excluir que a vida tenha se desenvolvido também em outro lugar? Há um ramo da Astronomia, a Astrobiologia, que estuda justamente este aspecto e fez muitos progressos nos últimos anos. Estudar o Universo não afasta, mas aproxima de Deus porque abre o coração e a mente e ajuda a colocar a vida das pessoas na perspectiva certa". Como astrônomo, eu continuo a acreditar que Deus seja o Criador do Universo e que nós não somos o produto do acaso, mas filhos de um Pai bom" . (FONTE: BBC)


Claro que sim, pois foi exatamente nos secretos porões do Vaticano que há algumas décadas trabalhadores inadvertidamente abriram algumas das velhas sepulturas lá colocadas por centenas de anos e cujo título em latim dizia: "Sepulturas de Anjos". No interior delas, eis à esquerda o tipo dos pequenos crânios encontrados - inúmeros crânios, pertencentes, por sua vez, a pequenas ossaturas que nos remetem às bem conhecidas figuras cujo exemplar vemos na ilustração, logo à direita! Não adianta, portanto, esconder mais nada!


Tudo muito revelador e sobretudo lógico, não? Pois conforme já dissemos a você, somente os mais altos Iniciados SABIAM (E SABEM) desde longos tempos acerca de uma grande verdade, verdade esta que, por sinal, por vários setores profanos - isto é, não iniciados - é ocultada e proibida ao restante da humanidade. Assim sendo, aqueles que conheciam essa verdade já nos antigos tempos da Inquisição e das perseguições - recheados de intolerância religiosa e política - sutil e veladamente a transmitiam através das suas construções, da sua arquitetura, das suas pinturas e até mesmo dos seus sempre muito metafóricos escritos. Veja, por exemplo, essa pintura sacra muito antiga, originária do ano 1600 e situada na Igreja de San Pietro. O nome? "Glorificação da Eucaristia". E o quê ela nos mostra? "Jesus e Deus, sobre nuvens, tomando nas mãos um globo terrestre"? NÃO! Globo terrestre não possui antenas, tampouco possui um módulo de acoplagem (ou talvez de inspeção) postado na sua região inferior. Mas, se você disser que isso representaria uma tecnologia muito antiga e perdida, um SATÉLITE ARTIFICIAL, que em uma certa época, bem anterior à NOSSA, teria orbitado este planeta, parabéns porque você, então, concordaria plenamente com o nosso ponto de vista! E deseja saber a explicação que deram sobre as evidentes antenas? "Lápis com os quais Deus e Cristo usam para traçar os seus planos sobre a Terra".....! Além disso, o antigo artista foi tão sutil, mas tão sutil, combinando tão bem as suas tintas, que até mesmo a superfície da tal "Terra" apresenta uma superfície METÁLICA!.....


..... Sem dúvida! E aqui está a foto de um satélite artificial dos nossos modernos tempos. Repare nas suas antenas e, notadamente, que até mesmo o módulo de inspeção está situado no mesmo local. Qualquer semelhança, então, teria sido mera coincidência? NÃO MESMO! E como que alguém no distante ano 1600 D.C. poderia ter visualizado isso com tamanha exatidão de detalhes?


E certamente você também se lembrará da página anterior na qual mostramos imagens de um vídeo do excelente, e sobretudo muito corajoso, History Channel no qual cientistas já admitem que no nosso mais remoto e perdido passado existiu, sem qualquer dúvida, uma alta tecnologia que envolvia desde poderosas armas, motores a reação.... E até mesmo artefatos semelhantes a computadores, chips e outros avançados dispositivos, não?.... (IMAGEM: © The History Channel)


..... Pois é! Muito embora pareça coisa de ficção científica ou mesmo temas de visionárias especulações, a verdade é que tais fantásticas tecnologias - empregadas por extintas civilizações que sequer sonhamos tenham nos precedido neste planeta - EXISTIRAM DE FATO! Os famosos crânios de cristal, por exemplo, encontrados nas ruínas maias, até hoje intrigam os cientistas e os pesquisadores, justamente pelo fato de emitirem estranhas vibrações, alguns deles chegando mesmo a emitir luminosidade - como se eletricamente carregados por uma energia muito poderosa e sutil que fantasticamente resistiu à passagem do tempo! Não se sabe a exata finalidade deles, apenas que muito possivelmente tenham servido como dispositivos para acoplagem e acionamento de outras tecnologias mais avançadas, algo assim como hoje, por exemplo, encaixamos um fusível qualquer em um artefato elétrico ou eletrônico!.....


.... E será que você observou atentamente a imagem anterior desse crânio de cristal? Se não o fez, reveja-o agora no correspondente negativo. Notou que há no seu interior algo que vai muito além da massa de cristal que o envolve? Não parece mesmo um módulo de CHIPS, tal como as nossas atuais memórias de computadores - localizado bem na extremidade esquerda da imagem?


Simplesmente impressionante, pois TODOS esses enigmáticos crânios de cristal apresentam nos seus interiores certas fantásticas e surreais imagens - colocadas através de uma técnica além da nossa imaginação e das nossas atuais possibilidades: IMAGENS DENTRO DE IMAGENS - muito, muito sugestivas! Nelas vemos estranhas criaturas, além de nítidas representações - em alguns de galáxias, e outros até mesmo UFOS, como é o caso acima! Repare nessa imagem com bastante atenção e se surpreenderá. Guardariam esses surrealistas dispositivos importantes mensagens? Seriam módulos que, se devidamente acoplados a um dispositivo - por exemplo, algum artefato QUE AINDA NÃO DISPOMOS do tipo holográfico - nos mostrariam vívidas animações, imagens e sons futurísticos, advindos de "fora", de mundos distantes, originários de tempos muito recuados? Tudo é mesmo possível! O primeiro desses crânios foi descoberto em 1927 em Belize, América Central, pela expedição de Frederick Mitchell-Hedges. Desde então, outros têm sido descobertos. O que nos faz lembrar que o acaso simplesmente não existe. Que tudo, enfim, se faz muito adequado e oportuno....


..... Pois, segundo as mais antigas tradições dos povos Maia e Asteca: - "Existem 13 planos no Cosmos habitados por humanos, e cada crânio de cristal corresponderia a um deles. E as almas, por sucessivas encarnações, viajariam através deles! Cada um desses crânios - e preste atenção nisso - É CAPAZ DE FALAR OU "CANTAR", contendo INFORMAÇÕES sobre as origens, propósitos e destinos das humanidades, bem como os mistérios da vida e do Universo". E veja só isso também (grifos nossos) : - "Todos esses crânios estão agora NO NOSSO PLANETA, quando um dia eles serão descobertos e colocados juntos de modo que os seus conhecimentos coletivos sejam disponíveis, MAS SOMENTE QUANDO A RAÇA HUMANA ESTIVER SUFICIENTEMENTE CAPACITADA PARA BEM UTILIZAR AS INFORMAÇÕES QUE ELES CONTÊM".


A pergunta inevitável é: - DE ONDE EXATAMENTE TERIAM CHEGADO TAIS AVANÇADAS E EXTEMPORÂNEAS TECNOLOGIAS? As mais antigas Tradições nos dizem que não somos os únicos, e que o nosso planeta foi realmente habitado no remoto passado por evoluídas civilizações - civilizações que chegaram a este mundo advindas DE UMA OUTRA GALÁXIA! E não há nada de fantasioso nisso, uma vez que todos os indícios apontam, de fato, nesse sentido. Do contrário, o quê mais poderia ter sido? Pois, as provas e as imagens não mentem. Aliás, estão mesmo espalhadas por todos os lados bastando apenas que queiramos vê-las. Na foto acima, um curioso monumento situado nas ruínas de San Agustin, no chamado Vale das Estátuas, Colômbia. Estátuas muito antigas cuja antigüidade estimada ultrapassa os 5 mil anos! Lá tudo é mistério, assim como reconhecem os próprios arqueólogos e também o Governo Colombiano, nada se sabendo sobre a misteriosa cultura que as produziu. Ali, uma dessas estátuas, talvez a mais notável de todas, representa um estranho ser que aponta para o céu e.... (FOTO: Paisa Tours)


..... Bem na região do seu peito, podemos distinguir a nítida imagem de um tradicional Disco Voador!....


..... Aqui colocada em negativo para melhor visualização.


Por sinal, é também na Colômbia, bem ao Norte, que iremos encontrar as ruínas proibidas, denominadas de "Ciudad Perdida", descobertas em 1975 e ainda hoje somente alcançadas após uma árdua jornada de cinco dias através da densa floresta tropical. Curiosos monumentos circulares que são apenas as pontas de um grande "iceberg", pois os indígenas locais afirmam que são estruturas muito mais antigas do que eles e que a sua existência deveria sempre ser mantida em segredo do resto do mundo..... (FOTO: Paisa Tours)


.... Pois, é ainda na Colômbia que existem curiosas estruturas subterrâneas representadas por quatro cavernas que não se sabe exatamente para aonde vão levar, situadas em uma região montanhosa e ainda pouco explorada, todas repletas de intricados padrões geométricos e centenas de antigas tumbas, que por sua vez ostentam outro curioso nome: "Tierra Adentro". "Para Dentro da Terra", sim, pois uma antiga civilização escavava a rocha bruta com a maior desenvoltura, em épocas distantes nas quais - apenas e teoricamente - não existiam explosivos ou sequer máquinas perfuratrizes. E tais enormes complexos de túneis e galerias subterrâneas não existem somente nas terras colombianas, mas, sim, comprovadamente se estendem por milhares de quilômetros por quase todo o imenso território do Continente Sul Americano, atingindo assim diversos outros países! (FOTO: Paisa Tours)


Tudo é mistério - um mistério muito antigo que - tal como um alucinante quebra-cabeças - já começa a se revelar. E tudo, todas as suas peças, nos conduzem a um só resultado! Doze imagens de misteriosos crânios esculpidos em uma parede nas velhas ruínas maias!..... Aliás, as antigas tradições dos Maias e dos Astecas nos dizem, ainda, que TREZE crânios deverão ser reunidos para que o processo das suas revelações se torne disponível, concluído e finalmente conhecido.....


.... E justamente o DÉCIMO TERCEIRO DELES, aquele que contém a "chave" de ativação, ESTÁ FALTANDO SER DESCOBERTO, talvez porque os tempos ainda não sejam suficientemente propícios e necessariamente maduros - talvez pelo fato de não estarmos ainda suficientemente preparados! E era justamente ELE, O CRÂNIO-13, que os nazistas do Terceiro Reich, na época da Segunda Guerra Mundial, estavam procurando, em busca da cidade perdida de AKAKOR, a "Cidade dos Deuses", situada em meio à vastidão impenetrável das Selvas Amazônicas, e na qual os índios afirmavam que os tais "deuses" teriam deixado em tempos muito remotos e esquecidos um objeto que já começava a "CANTAR"!!! E foi justamente ELE, o objeto proibido, em busca do qual, muitos - movidos pelas suas ambições e pelos seus escusos interesses - perderam as vidas, foram derrotados, uma vez que somente se pode romper os selos de certos "Livros" que ainda são interditos quando se tem a necessária permissão.


Em contrapartida, com a Graça do Sempiterno Deus e através das eras, haverá sempre ouvidos e mentes abençoadas, dispostos a entender verdades. Anúbis, o amado deus-chacal, o guardião das tumbas, zelador da milenar e da mais profunda sabedoria do Antigo Egito - uma sabedoria muito mais remota que, de fato, veio de longe. Símbolo e sinal maior dos zeladores de uma Irmandade oculta, desconhecida e muito antiga. E, assim como um fiel e amigo cão, sem nada pedir em troca e disposto a dar a própria vida pelo seu "dono", desde os mais antigos tempos espalham-se pelo mundo os Guardiães da Terra - detentores de uma sabedoria e de ocultas verdades, em relação às quais, e cada um ao seu jeito, tem uma pré-determinada missão a cumprir neste plano, nos mais diversos campos. Não se conhecem fisicamente, porém unicamente nos mais elevados e nos mais sagrados níveis, nas dimensões da Alma e do Espírito. Tudo, então, pertence aos mais Sagrados Domínios da Iniciação, Domínios que desde um longo tempo velam por esses segredos, justamente para que não caiam em mãos profanas e, por isso mesmo, erradas! Os tempos das mais relevantes e das maiores revelações, porém e ainda dentro de certos limites, já se fazem próximos. Alguns Selos, portanto, já podem finalmente ser rompidos. E os seus arautos já se pronunciam, uma vez que detêm a necessária licença, a qual não chega daqui, mas vem "De Cima". Pois, um velho Axioma Hermético nos diz que a Verdadeira Iniciação não pertence aos domínios da escrita e que somente assim o será nos finais dos tempos. Mas.... Não é mesmo verdade que já estamos neles?







O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 189 ÁGUAS DE PROFUNDEZAS



Nada de fato foi descoberto, mas redescoberto só que de maneiras diferentes, e muitas vezes são encobertos pelos poderoso que detêm o conhecimento. Tudo sempre estava ali, mas não no alcance de muitos, só dos poucos... 




Nessa foto, mais um bizarro fragmento recentemente encontrado em meio à devastação causado pelo suposto "meteoro" caído em Tunguska, Sibéria, no distante ano de 1908. Conforme vimos na página anterior, além de ter sido mantido em sigilo a descoberta de artefatos gravados com caracteres alienígenas, esse "fóssil", também encontrado no local, nos mostra o crânio de uma bizarra criatura - possivelmente um dos tripulantes da enorme ESPAÇONAVE ALIENÍGENA ali acidentada! E quem diz que realmente se tratava de uma espaçonave alienígena não somos nós, mas, sim, cientistas russos que agora finalmente já podem falar após a extinção da antiga União Soviética e o conseqüente fim da rigorosa censura oficial imposta pela KGB. (FOTO: The History Channel)


Nada de novo! Naves estranhas circulam mesmo desde um longo tempo pelos nossos céus! E também há mais de 100 anos atrás, este enorme UFO, provavelmente uma nave-mãe, foi fotografado em 1870 sobre o Monte Washington, New Hampshire. O quê teria, então, de especial nessa aparição?.....


Aparentemente nada, a não ser o nítido símbolo de uma cruz suástica estampado na sua estrutura - isso em uma época em que sequer o nazismo existia no mundo! A eventual explosão de uma misteriosa nave tal como essa, movida por forças desconhecidas e muito além da nossa imaginação, certamente causaria uma catástrofe semelhante à de Tunguska, cuja violência e danos equivaleram à detonação de uma moderna bomba nuclear dotada de uma potência de 40 megatons!


Tecnologias desconhecidas? SIM, elas de fato existem desde um longo tempo - e tanto lá "em cima" quanto aqui "em baixo" mesmo! E dentre um dos assuntos mais espantosos do Realismo Fantástico, quem não se lembra do chamado "Objeto de Coso"? Recordemos que se trata de um artefato altamente tecnológico e desconhecido, encontrado na Califórnia e profundamente encravado em um geodo cuja idade é de 500 mil anos, ou mais, recuados no nosso distante passado, denotando assim que nesses remotíssimos tempos seres muito evoluídos e altamente tecnológicos estiveram aqui no nosso planeta. Tal extemporâneo e inusitado artefato, evidentemente tendo pertencido a uma máquina qualquer e assemelhando-se a uma moderna vela de ignição, tem intrigado os pesquisadores uma vez que ainda não teve a sua verdadeira finalidade descoberta, porém....


.... Coube a um dos nossos estimados Visitantes nos alertar quanto a uma evidência, por sinal muito plausível, comparando o intrigante Objeto de Coso com.... (IMAGEM © Rosemount Inc)


.... UM MODERNO TRANSMISSOR DE NÍVEL DE RADAR, conforme esquemas de montagem dispostos no manual técnico que o nosso estimado Visitante também no enviou! (IMAGEM © Rosemount Inc)


Dotado de uma refinada tecnologia, ao centro do geodo de Coso, cortado, havia um cilindro perfeitamente circular de material muito duro, desconhecido e resistente, branco, que se assemelhava a porcelana. No centro desse cilindro, havia um CABO DE METAL LUMINOSO cuja espessura era de 2 milímetros. E esse cabo de metal se conectava a um artefato magnético, ao que tudo indica um artefato não mecânico, porém de natureza eletrônica!


Tudo muito semelhante, tudo muito idêntico! Tudo mesmo indicando que "coincidências" simplesmente não existem! (IMAGEM © Rosemount Inc)


Não que o misterioso Artefato de Coso tenha sido propriamente um transmissor de radar, porém as semelhanças tornam-se altamente "coincidentes", provando assim que não fomos os primeiros e que há mesmo nada de novo sob este Sol que nos aquece! (IMAGEM © Rosemount Inc)


Então, o quê acha você? Conforme demonstrado no moderno esquema técnico, um dispositivo desse tipo teria, da mesma forma, servido a uma finalidade altamente tecnológica e avançada... E isso há mais de 500 mil anos recuados no mais remoto e muito obscuro passado terrestre! O problema é saber QUEM exatamente manipulava, e principalmente DE ONDE teria vindo tal tecnologia nesses distantes tempos! (IMAGEM © Rosemount Inc)


As respostas são muito evidentes, porém algumas delas nos são reveladas de um modo metafórico, bastando apenas saber enxergar e interpretar. Esse milenar mural egípcio, por exemplo, nos mostra a representação de uma divindade subjugando uma estranha criatura humanóide. Nesse particular, os livros religiosos sagrados, TODOS eles - igualmente muito metafóricos, porém históricos - nos falam a respeito de uma certa guerra ocorrida no céu e também na Terra. Ou seja, uma disputa travada há muito tempo pelo domínio e pela supremacia no nosso planeta - uma disputa evidentemente ocorrida entre os "deuses" benéficos e os maléficos - em outras palavras, envolvendo SERES ALIENÍGENAS, ou travada entre os habitantes de antigas civilizações continentais terrestres.


Aqui, um outro Raio-X, mais detalhado, da estrutura do estranho Objeto de Coso - evidentemente fruto de uma alta tecnologia advinda de um distante e muito esquecido passado. NADA, absolutamente NADA, portanto, impede que o nosso planeta tenha abrigado nesses remotos tempos avançadíssimas civilizações, as quais, por uma desconhecida razão qualquer, tenham sido destruídas, delas nada mais restando senão do que meros vestígios espalhados por aqui e acolá. As Antigas Tradições nos falam sobre Atlântida, Lemúria, e quem sabe muitas outras culturas de origens diversas aqui estabelecidas, todas, porém, dotadas de avançada tecnologia e de formas de progresso evolutivo situados para muito além da nossa imaginação.


Uma vez que tudo atesta isso! Como, por exemplo, certas imagens inegáveis, indiscutíveis; muito distantes - silentes porém altamente expressivas - espalhadas pelas mais diversas ruínas das antigas civilizações conhecidas, retratando uma herança muito mais antiga e todavia esquecida, toda ela revestida de fantásticas tecnologias que um dia povoaram a face da Terra. Tecnologias que somente agora, NÓS, os que herdamos a Terra, ainda uma vez e perigosamente começamos a redescobrir e a empregar.


Não há mesmo nada de novo sob o Sol! O conceituado The History Channel, que corajosa e abertamente ousa divulgar certas coisas que muitos escondem, recentemente editou uma série de documentários denominada "Antigas Descobertas", mostrando que alguns cientistas dotados de mentes mais abertas finalmente já reconhecem e comprovam que no nosso mais distante e perdido passado existiram, de fato, supreendentes tecnologias tais como motores a reação; artefatos semelhantes aos nossos modernos chips; como também armas dotadas de potências devastadoras - provando, assim, a veracidade de uma Antiga Lei Hermética: - O passado sempre retorna! Que tudo aquilo que FOI, será novamente - enfim, provando que tudo aquilo que agora É, não passa de uma simples redescoberta! (IMAGENS: © The History Channel)


- "Imaginamos nossa alta tecnologia da idade do jato como um impossível evento para aqueles que viveram duas gerações atrás, porém essa série explora a insólita tecnologia do mundo clássico e pergunta por que, com todos esses incríveis dispositivos, a Revolução Industrial não aconteceu há dois mil anos mais cedo. Dos computadores às cirurgias cerebrais isso já era feito vários séculos antes". - diz a introdução da excelente série do History Channel. É apenas a mesma pergunta que aflige os espíritos mais lúcidos e racionais da nossa humanidade! Sim, pois existem fortes evidências de que em um período situado entre 13 a 15 mil anos atrás, a Terra abrigou muitas culturas e cidades avançadas, habitadas por milhões de cidadãos. Uma catástrofe global literalmente "queimou" todo o planeta, incinerando continentes e inúmeras áreas de metrópoles. Por fim, cidades inteiras e continentes foram tragados pelo mar! Anátema justificado: pois, a perversão do Átomo é a blasfêmia cristalizada - uma apostasia à Criação - pois todo o Universo é Atômico, todo o Universo é Deus! (IMAGEM: © The History Channel)


Uma guerra no mais remoto passado que destruiu tudo, fechando as portas do tempo para avançadas civilizações? Nada de tão estranho nisso, pois, como também sabemos, existem outras formas de distantes tecnologias, soterradas, quem sabe, por durante milênios sem conta, assim surgindo do passado tal como fantasmas benéficos que, em última análise, relembrando a natureza sempre cíclica da História, desesperadamente insistem em advertir a nossa tresloucada civilização.... Uma humanidade pouco humana, materialista e tecnológica, que cada vez mais caminha aos tropeções para o caos final, e prestes a cometer os mesmos letais e perigosos erros do passado!


Advertências, portanto, não faltam! Mas há, contudo, outras advertências bem mais recentes, e nem por isso menos expressivas! Como toda a obra do notável cineasta James Cameron, o excelente filme O EXTERMINADOR DO FUTURO 2 também nos coloca diante dessas graves advertências. Nessa filme, a quase totalidade da nossa humanidade é destruída pelas próprias máquinas que criou, as quais um dia se tornaram conscientes e altamente inteligentes, livrando-se assim dos seus criadores mediante uma catástrofe nuclear generalizada e em grande escala, por elas mesmas gerada, assumindo assim o total controle do planeta e, por fim, tentando destruir os últimos focos remanescentes da resistência humana. (IMAGEM: © StudioCanal Image)


O filme, porém, vai mais longe ao mostrar a muito real (e hoje já admitida pela Ciência) possibilidade das viagens através do tempo, quando, em um futuro devastado, um líder da resistência humana envia ao passado um cyborg destinado a proteger ELE MESMO quando criança para que não seja eliminado por um outro ser cibernético também enviado pelas máquinas ao nosso tempo para matá-lo e, assim, evitar que ela venha a existir nesse futuro sombrio, quando enfrentará essas tais máquinas assassinas, tiranas e dominadoras do planeta. (IMAGEM: © StudioCanal Image)


O filme, por outro lado, nos demonstra com imagens expressivamentes fortes e realistas como seria uma destruição nuclear generalizada e em ampla escala, a ponto de destruir de um só golpe quase toda a humanidade. (IMAGEM: © StudioCanal Image)


pois, é exatamente ISSO que viria a acontecer com todas as nossas grandes cidades, quando as ondas de choque dessas explosões nucleares implacavelmente varreriam todos os vestígios da nossa civilização! (IMAGEM: © StudioCanal Image)


E seria exatamente ISSO que aconteceria com os seres humanos, literalmente volatilizados pela fúria sinistra dessas violentas ondas e pulsos de choque. (IMAGEM: © StudioCanal Image)


Nada mais, então, restaria de nós e de todo o orgulho da nossa civilização a não ser escombros fulminados..... (IMAGEM: © StudioCanal Image)


...... Escombros fulminados que com o decorrer do tempo inevitavelmente se transformariam em pó, impiedosamente apagando todos os traços do progresso de uma civilização que se perpetuou por vários milênios, abusando, porém, e assim como metaforicamente nos relatam os Livros Sagrados, da perigosa Árvore da Ciência do Bem e do Mal! (IMAGEM: © StudioCanal Image)


Tudo muito semelhante, tudo muito assustador - tal como aconteceu em Hiroshima, em 1945, quando toda a cidade foi volatilizada pela detonação a 600 metros de altitude da primeira arma nuclear empregada pela humanidade.....


..... Tudo mesmo muito semelhante, tudo mesmo terrivelmente assustador, pois foi somente ISSO que veio a restar de toda a população daquela cidade japonesa. Os poucos sobreviventes, precisamente aqueles residentes nas áreas mais afastadas, tiveram os seus corpos carcomidos pelo câncer e pela letal, insidiosa e sinistra radioatividade da bomba. E isso aconteceu somente em uma área, relativamente pequena e setorizada, empregando um artefato nuclear que hoje pode ser comparado a um ridículo "fósforo" diante do moderno arsenal de bombas nucleares armazenado em diversos países - infinitamente mais potentes e capazes de destruir todo o planeta por dezenas de vezes se eventualmente detonadas! E os mais Antigos Registros nos dizem que foi EXATAMENTE ALGO SEMELHANTE, muito possivelmente um holocausto nuclear, que destruiu todas as antigas e perdidas civilizações de um distante passado terrestre!.....


..... E uma ameaça que ainda hoje se repete, tal como um fantasma, dessa feita maléfico, que retorna, pairando sobre as nossas desmioladas cabeças! Hoje, quase todos os países possuem os seus arsenais nucleares, alguns deles quase que dividos em fragmentos perigosamente autônomos, isolados de um poder central, como, por exemplo, é o caso das atuais repúblicas que restaram da extinção da União Soviética, cada uma delas com os seus respectivos chefes militares e as suas armas atômicas, estocadas desde um longo tempo. Há, também, o risco do terrorismo mundial e de alguns países que o apóiam, todos capazes de repentinamente causar uma grande conflagração em escala mundial, a qual dessa vez representará o fim da nossa espécie e, talvez, do próprio planeta. Há rumores de que a antiga União Soviética manteria no Pólo Norte a chamada "Bomba do Juízo Final", a mãe de todas as bombas, colocada em um silo estratégico e destinada a acabar COM TUDO se acaso esse país viesse a perder uma eventual guerra nuclear. Uma detonação desse tipo, além de abalar o já combalido eixo terrestre, ocasionaria maremotos, terremotos e catástrofes como nunca antes vistos e em ampla escala, transformando assim todo o planeta em uma nova Atlântida, interditando assim os portais do tempo para a nossa pervertida espécie!


FORBIDDEN HISTORY - A História Proibida, estampa a capa desse livro. Sim, sem dúvida, somos os cegos e os pouco zelosos guardiães de uma História oculta, trágica e proibida. E não há qualquer ficção nisso! Uma História cujo velho enredo, de maneira tímida porém resolutamente, já começa a se revelar diante dos nossos teimosos olhos - olhos teimosos que se recusam a ver! Uma História que, de maneira cíclica e avassaladora, poderá vir a se repetir mais dia menos dia, e quando menos se espera. Uma vez que não há mais dúvidas de que o homem lamentavelmente cavou a sua própria sepultura, impiedosamente devastando a sua própria morada e violando a Sagrada Essência do Éter Universal com a deflagração das suas guerras e a utilização sempre crescente das suas nefastas armas. Assim, através da inflexível Lei do Carma, a qual incide, e atinge, não somente as pessoas como também as nações, e tal como ocorrera outrora, tudo isso redundará na inevitável cobrança de uma dívida terrível. Pois, a História trágica da nossa assim chamada "civilização", tristemente nos demonstra que NENHUMA arma criada pelo homem jamais deixou de ser empregada contra os seus semelhantes. Uma Terceira Guerra Mundial, que inevitavelmente será a ÚLTIMA, já é ardilosamente tramada por certos setores obscuros. Em contrapartida, e também TAL COMO OCORREU OUTRORA, a própria Natureza já se revolta contra a espécie predadora que se arrasta, assim como uma doença, malévola e daninha, pela sua abençoada superfície. Águas de Profundezas, cujas ondas de rebentação e cujas vagas novamente investem sobre nós! Não passamos, portanto, de atônitos espectadores das conseqüências inevitáveis que já se prenunciam. Só nos resta, então, orar e vigiar. E suplicar que Deus, o Derradeiro Refúgio e a Derradeira Fortaleza dos fracos, dos inocentes e dos oprimidos, tenha piedade de nós e dos nossos filhos!



Total de visualizações de página

Página FaceBook