BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quinta-feira, 11 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 126- OS INTRIGANTES ATALHOS DO TEMPO E DO ESPAÇO




"Muitos sábios vieram oferecer-vos sua sabedoria. Eu vim tomar de vossa sabedoria. 
E o que é o saber expresso em palavras senão a sombra do saber sem palavras? E quem sabe se o que parece omitido hoje não espera apenas pelo amanhã?" (Gibran Khalil Gibran)




14 de abril de 2004. Um caminhão desgovernado e sem freios colide violentamente contra as traseira de vários outros veículos que transitavam em uma movimentada avenida da zona oeste do Rio de Janeiro. Logo a seguir, uma forte explosão, causada devido ao derramamento de combustíveis, transforma todo o local em um inferno de fogo e fumaça. Por sorte não houve vítimas fatais e a irmã de um visitante do nosso Site dirigia um automóvel Gol que foi prensado pelo pesado caminhão, tendo sido retirada às pressas pelos soldados do Corpo de Bombeiros poucos segundos antes da explosão e de quase ter sido horrivelmente carbonizada.


Nosso estimado visitante, observando melhor a foto do acidente, pôde reparar naquilo que sempre mostramos e demonstramos neste Site....


.... E que, por exemplo, no atentado terrorista de 11 de setembro de 2001 contra o World Trade Center, em Nova Iorque, se revelou com toda intensidade......


..... Vivamente impressionado, ele mesmo assinalou na foto que nos enviou certas figuras e alguns rostos demoníacos formados pelas chamas. Uma simples coincidência? Então repare nos impressionantes detalhes. A experiência em outros casos semelhantes sempre nos demonstrou que absolutamente NÃO se trata de quaisquer coincidências! Existem mesmo certas forças desconhecidas que vibram no ar e se comprazem com o derramamento do sangue e com as mortes, sempre ocorridos nas grandes tragédias. E as chamas do fogo sempre as revelam!


Forças desconhecidas e espectrais que também por vezes se revelam diáfanas nas películas fotográficas e preenchem a nossa atmosfera sem que nos apercebamos! Repare bem nesta foto, tomada em um parque norte-americano, denominado Woodland.


E veja agora a ampliação de um curioso detalhe, situado bem à direita daquela imagem. Não é mesmo assustador?


A Terra, como um todo, é verdadeiramente um enorme manancial de mistérios. Nunca devemos negar, ou sequer duvidar, que alguma coisa seja possível, uma vez que nem mesmo os nossos mais modernos conhecimentos abrangem toda a verdade. O enorme pássaro desconhecido que você vê nesta foto, possivelmente datando dos tempos pré-históricos, foi reconstituído a partir de sua enorme ossatura, encontrada na Argentina precisamente no ano de 1980.


E por falar em coisas incomuns, veja só o que foi encontrado em 25 de janeiro de 2004 em uma garagem de Oxfordshire, Inglaterra! Cuidadosamente preservada em um recipiente hermético desde 1890, juntamente com anotações em idioma alemão antigo elaboradas pelo avô do atual proprietário da casa, David Harter, a carcaça dessa bizarra criatura foi batizada de "bebê-dragão"! Sabe-se apenas que tal "coisa" foi entregue aos cuidados de um museu e (como aliás seria de se esperar), logo tentaram tirá-la de circulação, mandando que fosse imediatamente destruída. Porém o avô do proprietário da casa, Frederick Hart, que por sinal era funcionário do Museu Natural Britânico levou-o clandestinamente para sua guarda, assim preservando-a. Seria uma prova de que os lendários dragões existiram mesmo no passado - ou, muito provavelmente, os restos bem conservados de uma CRIATURA ALIENÍGENA que teria se perdido aqui no nosso planeta em épocas muito remotas?


Não se pode mesmo pensar de outra forma! Aqui, um close da bizarra criatura. Seria um antigo Chupacabras? Note-se que tem MÃOS e não garras, como seria de se esperar caso fosse mesmo um tradicional dragão, conforme é descrito nas velhas lendas. O quê seria isso então? E por que exatamente tentaram destruí-la?


E aqui, as mãos enluvadas de um cientista seguram os restos naturalmente mumificados de uma criatura reconhecidamente de natureza alienígena! Como seria de se esperar, o sítio arqueológico onde foi encontrada e tampouco o seu atual paradeiro foram revelados. Observe as mãos e pés: apenas 3 dedos!


E aqui, outra "preciosidade" dos enormes arquivos do Realismo Fantástico. Trata-se dos restos mumificados de uma criatura gigantesca, encontrados há algumas décadas em Cardiff, País de Gales. Não se sabe exatamente o porquê, mas as autoridades científicas locais deram ordens expressas no sentido de providenciar um funeral para aquilo que elas consideraram como sendo "uma grotesca fraude". Mas teria sido mesmo uma simples fraude? E por que exatamente fazer um funeral, uma cerimônia, para simplesmente se eliminar uma suposta fraude? E por que exatamente os participantes da tal cerimônia estavam tão contritos, possivelmente orando, como se pode ver na foto - e ainda por cima, em atitude de solene reverência? E para quê, enfim, um ramo de flores ao peito da criatura mumificada se, como alegaram os malabaristas da verdade, era apenas uma "grotesca fraude"? Nada mais sutil, não é verdade? A quem eles pensam que podem enganar?


E será que essas recente imagem do chamado Bigfoot, tomada como sempre em uma floresta norte-americana, poderia ser também considerada como uma"simples fraude", ou ainda "um simples gorila", assim como pretendem alguns céticos - apesar de não haver gorilas nativos no território americano?


Claro que NÃO, nem "fraude" nem "gorila"! Observe em maior aproximação os detalhes do rosto da inusitada criatura. São feições quase humanas! Que, diabos, então, seria afinal de contas essa coisa?


Portanto, jamais duvidemos disso: as coisas mais estranhas vibram e também se manifestam ao nosso redor! Esta foto foi tomada por um turista na deserta praia de Cocklawburnbeach, EUA. Não havia mais ninguém naquele distante local, a não ser aquilo que, assinalado pelo retângulo vermelho, não estava presente no momento da foto, tendo surgido apenas quando a película fotográfica foi revelada:


Exatamente ISSO: várias criaturas SEM ROSTOS, usando vestimentas negras, espreitando o local! Que coisas sinistras seriam mesmo essas? fantasmas? Seres alienígenas camuflados? Viajantes dimensionais ou temporais? Ou então o QUÊ???


Diante de tudo isso, constatamos que, apesar de todos os nossos tão decantados avanços científicos, verdadeiramente ainda não sabemos NADA! Muito menos no que diz respeito ao nosso remoto e obscuro passado! Os tradicionalistas ortodoxos insistem em classificar como simples lendas tudo aquilo que não consta dos seus convencionais e embolorados tratados. Avessos, como sempre, a qualquer coisa que possa modificar tudo aquilo que sempre foi solidamente estabelecido em matéria de conhecimentos, rejeitam solenemente, através da negação e por vezes da crítica mais mordaz, quaisquer novas evidências - por mais gritantes e conclusivas que posam ser. Atlântida, Lemúria, outras civilizações muito evoluídas e portentosas no passado da Terra, visitas extraterrestres e assim por diante, será que tudo isso pode mesmo ser considerado como simples lendas, ou meras tradições sem sentido algum? Esse rosto de pedra, possivelmente um antiqüíssimo templo, foi encontrado em Java e teve a sua idade estimada em possivelmente muitos milhões de anos - isto é, quando, e segundo consta, somente os "primatas meio-humanosestúpidos, grotescos e embrutecidos"- vagavam erraticamente pela face da Terra.


Todavia, algumas provas físicas no que tange às evoluídas civilizações do passado, apesar de cuidadosamente ocultadas realmente existem. Este artefato, parecido com um medalhão cujas propriedades e finalidades são desconhecidas (e além de tudo elaborado em uma liga metálica desconhecida), é atribuído à perdida civilização atlante. Ao seu redor, enigmáticos caracteres alfabéticos não-identificados. Logicamente, o sítio da sua descoberta, bem como o seu atual paradeiro, jamais foram revelados. Antigüidade estabelecida? Cerca de 13 mil anos!


Este outro, cuja idade foi TAMBÉM estabelecida em 13 mil anos - o que, segundo a Tradição, coincide plenamente com o afundamento da Atlântida, é muito mais enigmático ainda, não só pelo fato de conter as mesmas inscrições desconhecidas como também ostentar um misterioso cristal interno que.... Emite intensa luminosidade, sem estar ligado a qualquer fonte de natureza elétrica ou eletrônica! Sabe-se apenas que teria sido encontrado no interior de uma"formação geológica", em local não revelado!


Aqui, uma visão aproximada do seu misterioso cristal interno, cuja natureza se aproxima da safira, o qual inclusive possui uma PIRÂMIDE na sua parte superior. Pelo pouco que se sabe, segundo pensam os cientistas que o examinaram, ele PODERIA PROJETAR ALGUM TIPO DE HOLOGRAMA, CASO PUDESSEM INTEIRAMENTE ABRIR E OPERAR O SUPOSTO MEDALHÃO!!! E como teriam eles chegado a essa espantosa conclusão, a menos que não tivessem sido surpreendidos por uma repentina entrada em operação desse curiosos artefato?


Nesta foto, um outro artefato dos mesmos 13 mil anos e igualmente atribuído à Atlântida.... Este, sim, parecido com um grande medalhão e sob o inconfundível formato de um UFO! Também elaborado em uma liga metálica desconhecida - possivelmente o lendário Oricalco dos atlantes, conforme descrito por Platão - está repleto de um simbolismo inteiramente desconhecido! O porquê de não divulgarem esses sensacionais achados, claro que já sabemos. Mas onde exatamente teriam sido encontradas tais surpreendentes peças arqueológicas?


Vamos ver, então, se você concorda conosco: OU tais espantosos artefatos foram encontrados no Egito, reconhecidamente um ponto focal de colonização atlante; OU, quem sabe, no próprio território dos EUA, precisamente no MAIS BEM ESCONDIDO SEGREDO ARQUEOLÓGICO DE TODOS OS TEMPOS - o gigantesco e além de tudo estonteante complexo de túneis, galerias e templos subterrâneos situados sob o Grand Canyon (assunto já extensivamente abordado neste Site e que terá novidades na próxima página) onde foram encontradas não só as estranhas múmias de uma raça desconhecida, como também MISTERIOSOS ARTEFATOS, além de belíssimos e multicoloridos murais, e ainda......


....... inúmeros relevos e painéis contendo hieróglifos e símbolos até então desconhecidos, porém de natureza inequivocamente PROTO-EGÍPCIA. Em outras palavras, essa enigmática cultura perdida que habitou o imenso complexo subterrâneo do Grande Canyon, foi o ponto de partida e estabeleceu as base para o desenvolvimento do Antigo Egito!!!






Total de visualizações de página

Página FaceBook