BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 19 de setembro de 2015

Segredos Sobre a Presença Extraterrestre no Nosso Planeta



Muitos reconhecem a presença de extraterrestres no nosso mundo, o entendimento fundamental reside em saber por que é que eles estão aqui e quais são os seus objetivos. 

Para se conseguir entender isso, é preciso identificar quais as raças presentes no planeta, quais as medidas do seu envolvimento nos assuntos humanos, e quais são os seus objetivos gerais e intenções.


Esta não é uma tarefa simples, mas que pode ser feito através de uma análise de diversas fontes: relatos em primeira mão de experiências extraterrestres, militares de alto nível e informações privilegiadas, o trabalho de investigação minuciosa do fenômeno ÓVNI e ET, e até mesmo mensagens provenientes de entidades não-humanas.


Depois de pesquisar o assunto profundamente ao longo dos últimos anos, tenho descoberto evidências altamente perturbadoras, revelando que há uma agenda extraterrestre para explorar de forma sistemática e escravizar a humanidade numa tentativa de ganhar o controle do planeta e seus recursos.

Através de formas persistentes e de manipulações subtis, junto com a intervenção física directa várias raças de seres extraterrestres estão a competir para o eventual controle da Terra durante este período crítico de transformação e despertar da humanidade.
Para que se possa compreender plenamente como isto pode ser possível, devemos primeiro rever o fenómeno ET e alguns dos seus relatos históricos. Esta informação pode ser chocante e inacreditável à primeira vista, eu encorajo o leitor a pesquisar estas matérias por si mesmo usando as fontes fornecidas ou através de pesquisas adicionais.

É importante saber que as principais formas desta intervenção são capazes de se realizar com sucesso através de sigilo, fraude e manipulação. As outras ferramentas mais utilizadas eficazmente são o ridículo e a negação. Além disso, persuasão, pacificação e incentivo são também direcionados para os seres humanos, sem se saber, por meio de alteração da mente baseado em tecnologia de radiofrequência.

Em alguns casos, aqueles que se atrevem a expor este oculta da vida são vitimas de uma “sentença de morte” premeditada. Você nunca vai ouvir estas informações reveladas na mainstream media, até mesmo por muitos entusiastas / pesquisadores do fenômeno extraterrestre.
É algo que se recusam a aceitar ou enfrentar, com receio das consequências de ter que reconhecer tais factos sem distorção e assumindo total responsabilidade pelo que isso realmente significa. Mesmo que não se reconheça, acredite, ou aceite-se a realidade de algo, isso não muda a realidade em si. 

As implicações deste cenário começa a afundar num nível mais profundo, mais genuíno uma vez que você começa a aceitar a ideia de que seres extraterrestres estão realmente escondidos no nosso mundo, com o propósito de realizar planos altamente sofisticados e traiçoeiros contra as nossas próprias liberdades.

Esse artigo vai ser dividido em duas partes. A Parte 1 irá abranger informações gerais sobre a natureza do envolvimento humano extraterrestre ao longo dos últimos 60 anos. A Parte 2 irá introduzir uma série de mensagens de um grupo de seres extraterrestres conhecidos como os Aliados da Humanidade, que têm vindo a observar o nosso mundo e a natureza da intervenção extraterrestre que tem decorrido.

Os seus relatos detalhados são vitais para a humanidade poder entender e compreender, e sem esta compreensão de como a intervenção ET está a afetar-nos, possivelmente iremos permanecer perdidos e desorientados.
A gravidade desta ameaça à nossa liberdade humana não pode ser subestimada. Devemos-nos informar e educar sobre estes assuntos. Devemos estar dispostos a enfrentar estes verdades desconfortáveis com grande sobriedade e clareza.

Só podemos tomar medidas preventivas quando podemos realmente ver o que se passa nos bastidores. Será que não valorizamos a nossa soberania humana? Ou será que estamos dispostos a deixar que os seres tecnologicamente avançados usufruam de nós não só para o lucro como para outros motivos? Estas perguntas são importantes e devemos perguntar-nos a nós mesmos à medida que continuamos a enfrentar estas questões alarmantes, com coragem e determinação.

Parte 1
Na década de 1940, sociedades secretas de alemães nazistas como a Thule e Vril estabeleceram contacto com alienígenas cinzentos através de meios telepáticos, usando uma variedade de métodos rituais. Estas reuniões continuaram por algum tempo até que o contacto foi estabelecido no plano físico, onde é muito provável que o intercâmbio de informações e de tecnologia de uma natureza avançada ocorreu.

Antes disso, os nazistas tinham desenvolvido o seu primeiro OVNI em Junho de 1934, e estavam ativamente ligados na construção de discos voadores que operavam utilizando tecnologia de implosão. Os novos conhecimentos disponibilizado pelos ET deu aos nazistas uma grande vantagem aérea durante a Segunda Guerra Mundial, com a poderosa embarcação de discos voadores e formas exóticas de produção de energia.

Além disso, os alemães colonizaram Antárctica em 1938 chamando o território Neuschwabenland, segundo lendas e mitos, é onde tem sido mantida a pesquisa avançada de discos voadores e engenharia genética humana…existe relatos de que tal situação ainda se mantém até aos dias de hoje.

Depois da guerra, um grande número de cientistas nazistas e funcionários de alto escalão foram privilegiados com passagens seguras para várias partes do mundo: América do Sul, Antárctida e até mesmo os EUA através da Operação Paperclip. Nenhum estudo do fenómeno ET ficaria completo sem a compreensão da conexão oculta entre a Alemanha nazista e os ETs, que continuam a operar em segredo.

No início de 1950, as primeiras reuniões entre os vários extraterrestres e o governo dos EUA tiveram lugar diretamente com Dwight Eisenhower enquanto presidente. Estes encontros são bem documentados, e é relatado que as reuniões com ETs, tanto benevolentes como malévolos (4 grupos) ocorreram até meados dos anos 1960.

Aparentemente, os EUA rejeitaram as relações com ETs benevolentes que quiseram ajudar a humanidade no seu desenvolvimento espiritual, pois eles pediram o desarmamento permanente do nosso arsenal nuclear. Isto foi visto com grande desconfiança e nenhuma troca de tecnologia foi oferecido.

No entanto, parece que um tratado foi assinado pelos Greys e o governo dos EUA, em 1954, conhecido como o Tratado de Granada. Este acordo foi celado entre o grupo Majestic-12 (MJ-12) e os Greys (servindo o Grupo Opressivo de Orion) e envolveu a transferência de informação e tecnologia, em troca de certas liberdades que poderiam exercer dentro dos Estados Unidos.

Essencialmente, o grupo MJ-12 deu a esses ETs acesso a recursos vitais: humanos e gado para “experiências médicas”, que são mais precisamente conhecidos como sequestros. Os termos foram que apenas uma quantidade muito pequena de seres humanos poderiam ser “levados”, eles mas teriam que ser devolvidos ao seu local de origem, as suas memórias tinham que ser limpas após o encontro, e os ETs tinham de apresentar uma lista de todos os seres humanos raptados em intervalos regulares ao MJ-12.

Depois de alguns anos disto, tornou-se claro que os ETs violaram este acordo com a impunidade, tendo sido levados mais de um milhão de vezes a quantidade de pessoas que eles prometeram. Isto deu origem à guerra moderna entre humanos e alienígenas, que é conhecido em todas as principais forças armadas de todo o mundo em profundo segredo. Este período marcou o início de abduções humanas e mutilações de gado e pode ser considerado o último ato de terrorismo já perpetrado contra os povos do mundo.

As abduções humanas por ETs têm sido relatadas por todo o mundo e persistem até hoje. Essas atividades têm sido mais frequentes do que as pessoas iriam pensar ao longo dos últimos 50 anos.

Entender este fenômeno e do porquê de estar a acontecendo é fundamental; não é um ato de natureza benevolente. Um grande número de experiências de abduzidos são recordadas através de hipnose. O exame dos órgãos reprodutivos e extração de fluidos sexuais e tecidos são frequentemente relatados, dando crédito a um maior programa híbrido de cruzamento que está a ocorrer. Infelizmente, muitas pessoas que são levadas não são devolvidas e não vivem para contar a sua história.

Existem bases subterrâneas humano-alien conjuntas que operam em todo o mundo, geralmente envolvendo experiências genéticas altamente arriscadas e perigosas para uma variedade de propósitos. Algumas das bases subterrâneas mais conhecidos incluem a Área 51 perto de Groom Lake, Nevada e Dulce no Novo México. Lendo relatos em primeira mão de como é que a interação é nestas bases é arrepiante.

Seres humanos que foram raptados são mantidos em gaiolas, experiências genéticas altamente grotescas envolvendo a ementa de diversas criaturas, entre outras coisas têm sido relatadas e isso dá uma conta definitiva de que estas interações são contra a vontade humana. Estamos a falar de milhares de pessoas inocentes, incluindo mulheres e crianças, sendo torturados e a sofrer mortes indescritíveis. Isso precisa de acabar agora – estes locais devem ser expostos pelo que eles são.

Parte 2
“A sua capacidade de reconhecer a verdade do que estamos prestes a dar é absolutamente fundamental para a sua sobrevivência, para o seu avanço e, de facto, para a preservação das mesmas liberdades que consideram mais importantes. Para a Grande Comunidade no qual você está emergindo é talvez muito diferente do que você pode ter pensado antes … “– Os Aliados da Humanidade

Os Aliados da Humanidade estão a ser apresentados para preparar as pessoas para uma realidade totalmente nova que é em grande parte oculta e desconhecida no mundo de hoje. Eles fornecem uma uma nova perspectiva que capacita as pessoas a enfrentar o maior desafio e a oportunidade que nós, como uma raça, alguma vez encontramos. Os briefings dos aliados contêm uma série de declarações críticas se não alarmante sobre a intervenção extraterrestre, crescimento e integração na raça humana e sobre as Actividades extraterrestres e agenda oculta.

O objectivo dos aliados é abordar as implicações dramáticas e de grande alcance desse fenómeno para desafiar as nossas tendências humanas, suposições, e para alertar a família humana do grande limite que enfrentamos agora. Os briefings fornecem um vislumbre da realidade de vida inteligente no Universo e qual o significado verdadeira dos contatos alienígenas. Para muitos leitores, o que é revelado nos Aliados da Humanidade será inteiramente novo. Para outros, será uma confirmação de coisas que há muito sente e que nos é familiar.

Os briefings dos aliados desafiam essas premissas e tendências e revelam muitos dos mitos que temos atualmente sobre quem está a visitar-nos e por que é que eles estão aqui.
Este resumo representa apenas uma visão geral e não inclui muitos dos detalhes importantes que fazem uma compreensão completa dos Briefings possíveis aliados.
Sumário Briefings dos Aliados

1. O destino da humanidade é emergir dentro de si mesma e de se envolver com a Grande Comunidade de vida inteligente no Universo.

2. O contacto com outras formas de vida inteligente representa o maior limite que a humanidade já enfrentou. Os resultados deste contacto determinará o futuro da humanidade para as gerações vindouras. Esse contacto está a acontecer agora.

3. A humanidade não está preparada para este contacto. Os pesquisadores ainda não são capazes de ver claramente quem está a visitar o nosso mundo e por quê. Os governos não estão a revelar o que sabem, e a maioria das pessoas ainda está em negação de que este fenómeno está de facto a ocorrer.

4. Devido a esta falta de preparação, os verdadeiros aliados da humanidade enviaram representantes para um local próximo à Terra para observar a presença extraterrestre e as atividades dentro do nosso mundo.

5. Os briefings revelam que o nosso mundo está a sofrer uma intervenção extraterrestre maléfica, como demonstrada pelas suas ações, e estão aqui para subverter a autoridade humana e integrar as sociedades humanas para a sua própria vantagem. Estas forças representam as organizações não-militares que estão aqui para usufruir dos recursos humanos e biológicos. Os aliados referem-se a estas forças como os “colectivos”. Os colectivos não valorizam a liberdade humana.

6. Devido há intervenção maléfica estar a ser realizada por pequenos grupos, os caminhos que são principalmente seguidos para atingir os seus objetivos são o engano e a persuasão. Os briefings dos aliados descrevem em detalhe como está a ser feito e o que devemos fazer para parar esta intervenção.

7. Esta intervenção extraterrestre está focada em quatro áreas:
-» É através da influência de pessoas em posições de poder e autoridade para cooperar com esta intervenção através da promessa de maior riqueza, poder e tecnologia.
-» É através da criação de bases escondidas no mundo inteiro que conseguem exercer a sua influência no ambiente Mental, procurando tornar as pessoas em todos os lugares abertos e compatíveis com a sua vontade através de um “Programa de Pacificação”.
-» Manipulam os nossos valores religiosos e impulsos a fim de ganhar a lealdade humana para a sua causa.
-» Conseguem levar as pessoas contra a sua vontade, e muitas vezes sem o seu conhecimento, para apoiar um programa de cruzamento concebido para criar uma raça híbrida e uma nova liderança, que seria ligada aos “visitantes”.

8. Os visitantes extraterrestres que eram potencialmente benéficos para a humanidade abandonaram o nosso mundo em face da intervenção. Os restantes que permaneceram são raças alienígenas que não estão aqui para o nosso benefício. Isto deixa-nos numa situação ambígua a respeito da presença extraterrestre. Isto permite-nos ver claramente com o que estamos a lidar.

9. O briefing dos aliados enfatiza o perigo da nossa aceitação e tornando-nos dependentes de tecnologia ET. Isto só vai levar à nossa dependência dos “visitantes”, resultando na perda da nossa liberdade e auto-suficiência. Nenhum verdadeiro aliado da humanidade iria oferecer isto para nós. Os Aliados enfatizam que temos soluções naturais para todos os problemas que enfrentamos. O que nos falta como uma raça é a união, vontade e cooperação.

10. Apesar do grande desafio que enfrentamos agora, a humanidade ainda tem uma grande vantagem, se é que podemos ainda agir a tempo. O briefing dos aliados revelam os pontos fortes desta intervenção e das suas fraquezas. Um dos pontos fracos da intervenção é a sua dependência do consentimento humano e cooperação para alcançar os seus objetivos.
De acordo com as regras de conduta da Grande Comunidade dentro da região em que o nosso mundo existe, a Intervenção benéfica não é permitida a menos que o mundo demonstre que assim o pretende e que aprove tal ação. Aqui, as nossas vozes podem ter poder na Grande Comunidade.

Mas se as pessoas começarem a ficar conscientes desta manipulação extraterrestre e agir contra ela, estes grupos de aliens ficariam frustrados e poderiam eventualmente retirar-se. Este é o primeiro passo para a preparação da humanidade para lidar com as realidades da vida no Universo.

Este passo e todos os passos que se seguem para dar à humanidade a sua única grande chance de superar os seus conflitos de longa data e para unir-se na sua própria defesa para a preservação do mundo.

Os aliados afirmam que nós, como seres humanos temos o poder espiritual e colectivo para fazer isto, e que devemos fazer isto se quisermos sobreviver e avançar como uma raça livre e independente na Grande Comunidade.

Isso tudo pode parecer difícil de acreditar no início, mas é extremamente importante considerar esta informação com uma mente aberta, pois as implicações são enormes. A tendência de permanecer em negação e destituir qualquer coisa que não se encaixa nas nossas ideias preconcebidas sobre o que é possível permanece forte, mas temos que aprender a olhar além dos véus e enfrentar a dura verdade. 

Em essência, tudo isto é apenas mais um aspecto da natureza jogando-se em uma escala maior do que estamos acostumados – mas desta vez não estamos no topo da “cadeia alimentar”. A humanidade arrogante pressupõe que vamos ser sempre os “reis do nosso domínio”, mas essa própria noção está a ser fortemente desafiada.

Devemos ter muito cuidado quando se trata de aceitar “ofertas” de tecnologia ET para salvar o nosso planeta. Uma coisa é desenvolver e implementar a tecnologia de energia livre para nós próprios, mas é uma coisa totalmente diferente em aceitar essa tecnologia de uma fonte não-humana. Isso não seria uma troca com o honrosa, mesmo sob o pretexto de “amor, luz, paz e fraternidade”. 

Você pode apostar que esses seres vão ser muito persuasivos, diferente de tudo o que já tenha visto. Especialmente tendo em conta a sua capacidade superior de ler e de nos influenciar a nível mental / emocional, eles vão apelar aos nossos profundos anseios e aspirações espirituais. Portanto, a única maneira de tornar-se forte e exigente é cultivar a nossa conexão interior com o conhecimento que temos dentro de nós mesmos – entre em contacto com o nosso Eu Superior. Esta é a chave.
Claro que existem seres positivos e amorosos no universo. No entanto, os que estão aqui fisicamente a intervir nos assuntos humanos estão a abusar de nós como se fôssemos formigas, eles não estão aqui para nosso benefício ou progresso espiritual. 

Eles estão aqui para absorver o nosso poder colectivo e energia para ser usado nos seus impérios econômicos de comércio que ocorrem nesta faixa do universo. Uma realidade perigosa ao qual não deveríamos de ter que enfrentar, de facto. 

No entanto, se falhar-mos, a Terra ficará sem os seus recursos naturais e a humanidade seria colocada sob uma nova ordem mundial, que seria dura, exigente, além de qualquer coisa que possamos imaginar. Eles vão continuar a usar as suas principais armas de manipulação, persuasão e pacificação para atingir seus objetivos -, mas somos capazes de ver através desta com os olhos do discernimento e clareza através do conhecimento.
Tudo isto está a ocorrer por diversos motivos. Quando eles revelarem a sua presença e intenções abertamente, será tarde demais para tomar medidas eficazes para detê-los. Devemos falar sobre isto agora! A realidade deste facto é bem grave para que as pessoas exponham estas conspirações e apresentem as implicações ao público – porque nossas próprias liberdades e modo de vida, a busca da felicidade, e nossa expressão criativa depende disto.

Nunca houve uma maior ameaça à liberdade humana do que esta – e a esmagadora maioria nem sequer está consciente que isto está a ocorrer agora. No entanto, através deste enorme desafio reside a nossa oportunidade de ouro: a capacidade de unir a humanidade e para defender nossa liberdade, exercer o nosso poder através de conhecimento interior e manter o controle sobre o nosso planeta.

Este é o caminho que vai estabelecer um novo paradigma de unidade, paz, cooperação e ordem. Nós vamos ter que ganhá-lo e não vai ser fácil – isso vai depender de uma tremenda coragem, discernimento implacável, e uma verdadeira paixão pela liberdade!

Por favor, compartilhe e discuta esta mensagem com aqueles que você conhece. As nossas próprias liberdades dependem desta compreensão e de iniciar uma resistência activa contra a intervenção maléfica alienígena Estes seres estão a contar connosco. Como vamos responder a este apelo?
“Melhor morrer a lutar pela liberdade do que ser um prisioneiro todos os dias da sua vida.” – Bob Marley

Total de visualizações de página

Página FaceBook